O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK

Google decreta tolerância zero com malwares no Android Market

 

Imagem: IntoMobile

Há alguns dias atrás, noticiamos que um vírus chamado Counterclank Trojan estaria se propagando entre dispositivos Android. Sua propagação seria por meio de aplicativos existentes no Android Market. A soma de smartphones e tablets infectados chegaria até 5 milhões! Houve quem comentasse que se uma "epidemia" desse nível estivesse em curso, o Google agiria imediatamente para contê-la. A despeito da precisão do número de infectados, o que nos chama a atenção é que o Google leva tudo isso muito a sério e vem preparando um software para evitar "catástrofes epidêmicas" no Android Market.

E isso não poderia vir em melhor hora, levando-se em consideração que a ativação de aparelhos Android cresce 250% ao ano e que já foram feitos mais de 11 bilhões de downloads de apps Android! Isso é o que afirmou Hiroshi Lockeimer, vice-presidente do departamento de engenharia do Google. Quer dizer, com um crescimento dessa ordem, medidas de segurança devem ser implementadas num mesmo patamar. E é exatamente o que o Google anda a fazer.

Mais controle sobre o Android Market

Um software de "vigilância" e "segurança" chamado Bouncer terá a tarefa de verificar aplicativos novos e já existentes a partir das contas dos desenvolvedores. O Google Mobile Blog nos informa como isso será feito:

"Uma vez feito o upload de um aplicativo, o serviço iniciará automaticamente o trabalho de análise em busca de qualquer malware, spyware ou cavalos-de-tróia existentes. Ele também observará comportamentos que indiquem que um aplicativo possa ser malicioso, comparando-os com aplicativos previamente analisados para detectar bandeiras vermelhas. (...) O Google também analisa contas de novos desenvolvedores para ajudar a prevenir que desenvolvedores com más intenções integrem a comunidade ou que retornem a ela".

O Google iniciou os testes com o software no ano passado, o que levou a uma queda de 40% de denúncias de downloads de aplicativos maliciosos. Que é impossível ter controle total de tais aplicativos é fato consumado para o Google. O que a empresa quer é, no entanto, minimizar ao máximo a probabilidade de danos aos seus usuários.

Esperemos, portanto, que esse tipo de prevenção seja ainda mais otimizada. Afinal, malwares não são o tipo de aplicativos que queremos ter em nosso Android!

Fonte: Mashable

1 comentário

Escreva um comentário:
  • Noticia mais do que boa essa. Na verdade é preciso ação rapida da google pra coibir o avanço dessas pragas nos nossos Androids, por que O mesmo ja esta sendo o sistema operacional numero 1 em smartphones e tablets. Nao tem Apple nem Nokia,agora é Android, pois é o melhor sistema pra customizar-lo a gosto de cada usuario. O problemas sao as muitas pragas,ja que o sistema é belamente aberto pra vc fazer o que quizer,entao desenvolvedores mau intencionados ( Mau mesmo viu? E com "U",nao com L) criam aplicarivos ou editam os ja existentes com codigos fontes maliciosos,com o intuito de pegar informações dos usuarios e prejudicar-los. Entao a atitude da google é mais do que preciso. Parabéns Android!!! Que seu reinado dure muito,pois é mesmo o melhor pra mim e os milhoes de pessoas que o adotaram. Adeus Nokia, adeus Apple! Vcs agora tem um adversário a altura. As materias e informações aqui no site sao de excelente qualidade,bem abordadas e explicadas. Parabéns. Fui....

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi