O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
22 Compartilhados 4 Comentários

Android para Principiantes - Características técnicas do smartphone (Parte 1)

 ocultar aplicaciones ics android

Marca, design, preço, não necessariamente nessa ordem: estas são as principais características que a maioria de nós tem em consideração quando começa a avaliar as opções para comprar um smartphone ou tablet. Mas há também aqueles que começaram sua escolha de um novo aparelho a partir das especificações técnicas: processador, memória RAM, tela... Quais as características que você deve procurar em seu próximo aparelho? Hoje o Android para Principiantes vai ensinar algo muito importante, ajudar você a compreender melhor as características de um dispositivo Android.

Tela

O tamanho da tela é indicado pela medida da diagonal, em polegadas, entre o canto inferior de uma tela e o canto superior oposto, como acontece para televisores e monitores. Uma polegada equivale a 2.54 centímetros, pode-se dizer que uma tela de 5 polegadas tem 12,7 cm de diagonal, enquanto que o comprimento dos lados dependerá da relação (razão) entre o comprimento e a largura da tela? Os formatos podem ser o 4:3, 16:9, mas também outros.

 

A tela do LG Optimus Vu é um exemplo de um display com formato 4:3./LG

Outro aspecto fundamental da tela é a sua resolução, expressa por meio do número de pixels. Em geral, podemos dizer que quanto maior a resolução, maior será a nitidez da imagem. Uma tela com uma resolução de 1280x720p, por exemplo, fornece melhores imagens do que uma com resolução de 800x480p. Em vez de o número de pixels, a definição pode também ser indicada por definições padrão: se uma tela é HD (alta definição) terá 720p, se for Full HD terá 1080p.

htc butterfly

A tela do HTC Butterfly é de 5 polegadas, Full HD (1920 x 1080 pixels) com 440 PPI./HTC

Outra medida da resolução a ser levado em conta é o que indica a densidade de pixels por polegada ou PPI (pixels por polegada): Quanto mais pixels por polegada, maior a resolução. Geralmente, uma imagem com uma resolução maior produz uma imagem de melhor qualidade. A tela do HTC Butterfly, por exemplo, tem uma resolução extremamente alta de 440 ppi.

Processador e RAM

O processador é o coração do dispositivo, por isso, é sempre dada muita importância a este componente quando se fala de especificações técnicas. Não é errado dizer que quanto mais poderoso é o processador (ou CPU), maior a probabilidade de ter um smartphone ou tablet mais potente. 

Não é fácil compreender como funciona um chipset. Simplificando: um processador quad-core é um tipo de processador que comporta quatro núcleos de processamento de dados distintos e um dual-core, dois núcleos, comporta dois, mas isso não significa que o primeiro ofereça o dobro do desempenho do segundo. Em relação ao novo chip octa-core (com oito núcleos), o assunto torna-se mais complicado, pois na realidade são dois processadores quad-core "separados" para a realização de diferentes operações.

https://fscl01.fonpit.de/userfiles/2115527/image/arm-big-little-2.jpg

Os processadores de oito núcleos são compostos de dois quad-core separados./Samsung

Outro componente fundamental para o desempenho do processador é a memória RAM, por isso pode-se dizer "quanto mais, melhor", mas na realidade deve ser avaliada em conjunto com o processador. Em suma, um processador dual-core com 1 GB de RAM será suficiente para assistir a vídeos, navegar na Internet e usar praticamente qualquer tipo de aplicativo, sem atrasos ou lentidão, enquanto um processador quad-core com 1 ou 2 GB é o ideal para jogos complexos e executar diversas tarefas simultaneamente (multitasking).

Memória interna

A memória interna é o lugar onde podemos armazenar os dados no nosso dispositivo. Estes incluem nossos arquivos (músicas, fotos, vídeo), mas também os aplicativos que instalamos e o sistema operativo. É, talvez, o componente para o qual seria mais sensato optar por um aparelho com mais espaço. 4 gigabytes (GB) pode parecer muito, mas depois de guardar um par de mapas de navegação por satélite, um par de filmes e um jogo, vai ficar sem espaço livre no dispositivo.

A presença de um slot para cartão microSD nos permitirá expandir o total de memória do dispositivo móvel, geralmente um adicional de 32 GB, e resolverá o problema de falta de memória interna, mas você tem que considerar duas limitações importantes. Se a memória interna do aparelho for muito pequena (menos de 1 GB) é provável, apesar de o cartão SD ainda livre, não pode baixar novos aplicativos, porque eles não suportam a instalação no armazenamento externo. A mesma coisa acontece em alguns smartphones, que mesmo com um cartão SD, permitem que isto seja usado apenas para dados pessoais e não para aplicativos. Descubra mais sobre o assunto aqui. O Optimus L9 da LG por exemplo, é um deles.

Cartão microSD.

Imagem: AndroidPIT

 

Veja a segunda parte do post sobre especificações.

4 Comentários

Escreva um comentário:

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi