O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK

Estudo revela que apps gratuitos são grandes consumidores de bateria

 Battery

Imagem: lifehacker.com


Um dos assuntos mais espinhosos quando o tema são smartphones, independente do sistema operacional que neles está rodando, é a vida útil da bateria. Carregá-la quase todos os dias já virou hábito de muitos nós. E para outros já não é mais tão surpreendente ter que ficar sem telefone por algumas horas justamente porque a bateria do aparelho resolve morrer antes do esperado. Soluções? Sim que há. Dentre elas, as fabricantes sugerem que o usuário tenha duas baterias sempre à mão. Outras empresas até criam formas de acoplar ao smartphone uma segunda bateria, o que torna aquele um monstrinho. Sem contar que há apps cuja principal função é a de gerenciar o gasto de energia do celular e, assim, dar vida útil mais longa para a bateria. Mas por que tais apps são, em sua maioria, pagos? Por que não há apps gratuitos para esse fim?


Em geral, apps gratuitos vêm com banners de publicidade, os quais são responsáveis por 75% do gasto de energia total daqueles. Sim, toda vez que novos dados de publicidade aparecem na tela de seu smartphone a partir de um certo app, tenha em mente que muita energia de sua bateria está sendo gasta. Alguns apps gratuitos têm o poder de esvaziar uma bateria com sua propaganda em apenas 90 minutos se estiverem funcionando sem parar. Que apps com publicidade gastavam mais bateria não nos era uma grande surpresa. Surpreendente mesmo é a quantidade de gasto que eles representam. 

A descoberta é de um grupo de informáticos da Purdue University, Indiana, que desenvolveu um software que determina o gasto de energia de aplicativos. O software acabou acusando que versões não pagas de apps como o Angry Birds ou o NYTimes chegam a gastar apenas entre 10% e 30% de energia com o que representa a função principal daqueles. 

Fiquemos apenas nos dados referentes ao Angry Birds: enquanto o app gratuito gasta apenas 20% de energia para que o jogo funcione e seja exibido, 45% da energia são gastos para que o app determine através do GPS a localização do usuário e, com tal informação, envie ao usuário, por meio de conexão 3G, publicidade vinculada à sua localização. Esse processo consome 10 segundos da conexão 3G, independente do tempo que se leve para completar a transferência dos dados publicitários. Somente este uso excedente representa 28% do desempenho total do Angry Birds.

Evidentemente, a solução mais imediata para o desperdício de energia da bateria de seu smartphone, enquanto tecnologias mais eficientes não são desenvolvidas, é evitar o uso de apps gratuitos. Talvez investir em bons apps pagos não seja tão mal assim. 

Fonte: NewScientist

Sem comentários

Escreva um comentário:

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi