O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
6 min para ler 953 Compartilhado 275 Comentários

Como usar o microSD como memória interna em alguns aparelhos da Sony, LG e Samsung

Não é possível usar o cartão microSD como memória interna no seu dispositivo? Ah, mas é sim! Graças ao Android 6.0 Marshmallow você pode usar o componente como memória interna em todos os dispositivos e armazenar aplicativos nele. Mas, infelizmente, nem tudo é tão simples assim.

O Marshmallow fez todo o possível

Somente quando um cartão microSD é formatado como memória interna é possivel armazenar aplicativos e games completos nele. Ou seja, se você está baixando um app com um tamanho total de 2GB, ele deve passar para o cartão de memória com os 2 GB inteiros, e não menos do que isso.

O Android Marshmallow foi otimizado para lidar com cartões microSD como memória interna, para que a migração completa dos seus aplicativos e dados aconteça sem problemas, tornando a memória do smartphone completamente expansível. Mas, infelizmente, algumas fabricantes deixaram de lado essa opção em suas versões do Marshmallow.

androidpit micro sd 3
Não poupe gastos no cartão microSD / © ANDROIDPIT

Se eu não vejo, não existe!

Não é só porque você não vê a opção no menu que ela não existe. Poucos dias depois de um comentário surgir no Reddit, uma linha de comando foi anunciada, com a qual seria possível ativar esta opção no Galaxy S7. Eu quis testar a opção com com o próprio S7, com o Sony Xperia Z5 e com o LG G4. Mas, por que? Porque os três foram atualizados para o Marshmallow e contam com entrada para cartão microSD.

Além disso, os dispositivos carecem de uma opção no menu que permita essa funcionalidade como padrão. Este recursos só está disponível no HTC One A9 e em toda a linha Motorola. Por isso, eu também usei o Moto G 2015 e o One A9 como dispositivos base para o meu teste.

Darth Vader micro SD ANDROIDPIT
Venha para o lado escuro da expansão de memória / © ANDROIDPIT

Por que a Samsung, a LG e a Sony não mostram essa opção no menu, já que ela existe para os três modelos concorrentes? Eu equipei cada um dos aparelhos com um cartão microSD e os conectei ao computador.

Depois eu fui para a pasta com as minhas ferramentas ADB e inseri a linha de comando que Paul O’Brian descreveu no seu Blog. Se você também quiser ativar esta função no seu aparelho, deve equipar o seu computador com as ferramentas ADB. Abra a janela de comando e conecte o dispositivo, inserindo as primeiras linhas do comando: adb Shell

Agora uma linha de comando se abrirá dentro da linha de comando anterior, na qual você pode colocar os comandos do seu smartphone. Neste caso nós queremos formatar o cartão microSD ou parte dele como memória interna. Assim, mesmo que a Samsung, a Sony e a LG tenham nos negado a função através da sua interface gráfica, nós podemos seguir usando-a.

Mas, primeiro, precisamos do identificador do cartão SD, que podemos descobrir com o seguinte comando: Sm list-disks

No meu caso, ele chama “DisK” 179,64. Para vocês talvez apareça outro nome. Anote exatamente o identificador. No comando seguinte, nós formataremos e particionaremos o cartão SD. Assim, todo o conteúdo será removido do mesmo. Se você tiver dados importantes no seu cartão microSD, faça um backup. Se você quiser usar o cartão microSD como parte do seu dispositivo por um longo período, é possível particionar a memória inteira.

Para particionar a memória interna, insira o seguinte comando: sm partition disk:179:64 private

O processo leva, dependendo da capacidade do cartão de memória, alguns segundos ou minutos. Se quiser usar somente uma certa porcentagem do cartão microSD, para que ele possa ser lido por outros dispositivos, é necessário excluí-lo a partir da partição privada.

O comando para uma partição 50:50 (meio a meio) é essa: sm partition disk:179:64 mixed 50

Este é o final das indicações do Paul O’Brien, mas não o fim do trabalho. Se você quiser usar a memória adotada como padrão interno, é preciso migrar os aplicativos e dados. Isso é possível indo até as configurações do Android na parte de armazenamento. Clique no cartão microSD no menu direito superior e em "migrar os dados". Este ponto não aparece antes da partição.

internal sd move data 1
Migração após a partição do cartão microSD / © ANDROIDPIT

Os aplicativos de agora, e os próximos, serão baixados diretamente no cartão de memória. Somente os aplicativos nativos do sistema e atualizações utilizarão a memória interna. Isso quer dizer que você nunca mais receberá erros de falha por falta de espaço.

internal sd move data 2
No Sony Xperia Z5 a memória é mostrada de uma forma muito estranha / © ANDROIDPIT

O calcanhar de Aquiles do microSD

Os cartões microSD não são tão rápidos como a memória interna de um smartphone. Portanto, compre cartões de memória com uma taxa de transferência de escrita razoável. No nosso primeiro teste, as versões Pro e Extreme-Plus da Sandisk provaram ser os mais confiáveis e rápidos entre todos. Com 45 MB de transferência de escrita não é possível sentir nenhum atraso no uso diário.

O mais interessante foi que apenas o LG G4 foi capaz de ler corretamente o espaço ganho. A Samsung mostrou quantidades elevadas de memória usada, enquanto a Sony mostrou valores negativos. No entanto, isso não aconteceu quando o aparelho estava ligado ao computador, visto que fomos capazes de acessar corretamente todos os nossos dados, mesmo visualizando uma única memória.

Espaço sobrando = Sucesso!

Nós fizemos um teste nos aparelhos particionados manualmente, instalando o Final Fantasy IX. O jogo tem tamanho de 1.8 GB. Uma vez instalado, é possível facilmente ler em qual das duas memória está o jogo e quanto espaço foi ocupado. Em todos os casos, os cartões microSD tinham 1.8 GB menos de memória.

Um sucesso nesta escala não é possível com microSD formatado parcialmente (mantendo o cartão SD como removível), uma vez que, neste caso, a migração de dados completa não acontece. Para comparar os valores da memória interna e do cartão microSD, basta olhar as screenshots acima e abaixo.

internal sd move data 3
A foto prova que só a memória do cartão micro-SD foi usada / © ANDROIDPIT

O que acontece…

Obviamente, surge a pergunta: o que acontece quando o cartão microSD é removido do sistema? Neste caso, isso seria um problema sério para os seu aplicativos. Não seria possível mais acessar seus dados. Menos mal que, já que as partições com o sistema operacional e as informações para um reset de fábrica ainda estão na memória interna, uma tomada quebrada ou um cartão microSD danificado não podem fazer mal ao seu dispositivo.

Quando nós retiramos e recolocamos o cartão de memória, os ícones dos apps foram substituídos por um marcador por um momento, mas voltaram rapidamente ao introduzir o cartão novamente.

Se você perder ou destruir o cartão microSD, infelizmente seus dados também estarão perdidos. O cartão de memória foi formatado para se manifestar como uma memória interna, portanto não tenha esperanças de recuperar as informações. Porém, as atualizações serão instaladas regularmente. Mas a regra se aplica de qualquer maneira. 

Remover cartão micro-SD Internamente particionado com segurança

Para retirar o cartão SD com segurança, é preciso reverter o processo acima. Já que provavelmente o seu armazenamento interno não é suficiente, é preciso primeiramente passar suas fotos para um computador ou pendrive e desinstalar os aplicativos, então voltar para as configurações de memória e USB, clicar em memória interna e logo em migrar dados.

Logo, mude para o cartão microSD e volte a formatá-lo como armazenamento portátil.  Assim seus dados não serão perdidos e você pode usar o mesmo cartão em outros aparelhos.


E você conseguiu aumentar a memória do seu dispositivo? Qual a capacidade do seu cartão microSD?

275 Comentários

Escreva um comentário:
  • Alguém sabe se funciona no Galaxay on7? Outra pergunta, como seria esse método pelo Mac, alguém saberia? Pois quando coloco a linha de comando sm partition:179,64 private tenho como resposta que a linha de comando não existe e já instalei o Homebrew como pesquisado. Alguém poderia me ajudar? Obrigado!

    • no comando digita adb shell sm list-disks e dps pega o numero do seu micro sd e pega esse comando adb shell sm set-force-adoptable true dai aguarde uns 5 10 minutos dependendo do cartao sd e ta liberado so reinicia o celuar

      • adb shell sm list-disks
        2. adb shell sm list-volumes all
        3. adb shell sm set-force-adoptable true
        4. adb shell sm partition disk:179,64 private

  • Sony Xperia Xa:
    Com microsd classe 4 16gb
    depois de algum tempo o parelho reinicia sozinho memoria some.
    Resolvi o problema comprando um classe 10 ultra. So assim funcionou normal.

    Primerio instala Android SDK Manger (procura no google)
    no programa clica nas caixas:
    Android SDK tools
    Android SDK platform-tools
    Android SDK Build-Tools
    Clica install packages la em baixo
    espera intalar.

    Abra O MSDOS

    DIGITE: cd C:\Program Files (x86)\Android\android-sdk\platform-tools (no meu caso win10 foi instalado aqui)
    depois so dar os comandos:
    adb shell sm list-disks (vai parecer mais ou menos isso: 179,64 ) esse numero vc insere no xxx abaixo
    adb shell sm partition diskXXX private (exemplo: adb shell sm partition disk179,64 private)
    pronto
    vai na configuração
    armazenamento e memória
    clica nos ... do canto superior direito
    avançadas
    armazenamento
    cartão sd
    ... canto superior
    migrar dados
    Esta pronto seu cartão virou memória interna!
    Espero ter ajudado

    • talvez nao seja a classe mas derrepente ele ja estava apresentando problema, na hora de compra um micro sd consulte bem tanto a classe quanto a origem e qualidade pra evitar esses transtornos

  • Eu realizei o procedimento com sucesso em um LG G4 Beat. Utilizei um cartão SanDisk Extreme 32 GB U3. Entretanto, ainda aparece a mensagem de memória insuficiente ao instalar alguns aplicativos. Como devo proceder?

  • Fiz no meu LG X Power e está excelente! Na verdade, o meu objetivo com esse procedimento era um: ter meu cartão SD criptografado sem precisar configurar um bloqueio de tela. O Android exige um bloqueio de tela se você quiser criptografar o cartão SD, mas eu acho um saco digitar senha/padrão toda vez que vou usar o celular (eu uso um app da Play Store pra bloquear apps específicos apenas). Já a memória interna é criptografada por padrão, e não precisa de um bloqueio de tela. Assim, fazendo esse procedimento, o cartão SD é reconhecido como memória interna e fica criptografado sem ter bloqueio de tela. Assim, se alguém tirar o meu SD do celular, não vai conseguir acessar nada.
    No fim, acabou gerenciando melhor a minha memória, pois ficou mais organizado (salvando arquivos no SD e aplicativos na interna) e desafogou a memória do aparelho, que é pequena (16GB). Algumas dicas pra quem ainda vai fazer: lembre de não colocar o celular no modo USB de mídia (MTP), colocar em outro qualquer antes do tutorial. Como já disseram, há 3 erros na matéria: Na parte de digitar o comando "adb shell", coloque tudo minúsculo. Faça o mesmo para o comando "sm list-disks" (tudo minúsculo). Alem disso, na hora de dar o comando "sm partition disk:179:64 private" em vez de colocar dois pontos, como na matéria, coloque uma virgula, deixando assim: "sm partition disk179,64 private". Recomendo particionar 100% do cartão, e, ao final, colocar a opção "migrar dados", porque assim o cartão SD vai ser efetivamente usado como interna pra tudo. Notem que aplicativos SEMPRE serão instalados na memória interna de verdade, não importa o procedimento que fizer. O que pode ser feito, nos apps que suportam isso (não são todos), é mover pra memória externa. Obrigado!

  • Como faço isso no samsung on 7?

  • Prezado Eric, comecei em outro post essa tentativa de remediar a memoria do J2, mas seguindo seus passos não deu certo porque ficou faltando esse comando "sm set-force-adoptable true", se não tivesse encontrado isso não teria conseguido, após optar por colocar todo o cartão como memória interna é sugerido o comando "sm set-force-adoptable false". Mesmo dando certo e o J2 mostrando 32G quando na realidade deveriam ser apenas 24G, os novos programas não estão indo para o cartão, salvo alguns gatos pingados, 4 ou 5. Até instalei o link2sd, mas na hora de transferir dá erro de montagem de script, em tudo que pesquisei vi que teria que criar uma partição no SD mas para isso eu preciso de root, mas se fiz tudo isso exatamente para não precisar de root, já que meu aparelho tem 15 dias de comprado, e perderei a garanti se fizer. Dê-me uma solução please.

    • Marie, muita gente acredita que consegue mover os apps pra memória do SD, mas isso NÃO é possível sem root. Isso que você descreveu, de só alguns aplicativos serem permitidos de mover, é por causa do desenvolvedor do aplicativo, e não do procedimento dessa matéria. Na hora de criar o app, ele permite que haja a opção de mover pro SD quando o usuário instalar. No entanto, fazendo isso que a matéria diz já ajuda, fazendo como que os arquivos sejam todos salvos no SD, coisas do whatsapp, downloads do chrome, fotos, vídeos, etc.

  • Fiz todo procedimento, mais nao tive exito, estou usando um samsung j5 2015

  • Olá, boa noite. Você tem algum outro post que mostra como configurar as ferramentas ADB ? No meu pc não consigo acessar o ADB pelo cmd, dá a mensagem adb não é reconhecido como um comando interno... Enfim, pode me ajudar ?

    • vc tem que esta na pasta onde esta o arquivo adb.exe exemplo: "cd C:\Program Files (x86)\Android\android-sdk\platform-tools"

    • Como instalar o SDK Tools?

      1º Descarregar o ficheiro aí em cima posto;
      2º Instalar
      3º Quando inicia pede para fazer download de packages, instalar todos (para quem não sabe o que instalar)
      Importantes Packages: - Platform - Platform-tools - Google USB Drivers
      4º Após a instalação dos packages, fechar o programa, e voltar a abrir e verificar se estão instalados
      5º Feito.
      Para habilitar o ADB temos que por algo na Variável Path.
      Como habilitar o ADB?
      Iniciar > O meu computador > Propriedades
      No painel esquerdo clicar em Definições Avançadas de sistema
      No separador Avançadas clicar no botão Variáveis de Ambiente
      Nas variáveis de sistema encontrar a variável Path
      Fazer duplo clique em Path
      No valor da variável têm algo assim (pode não ser exactamente igual):

      C:\Program Files\Common Files\Microsoft Shared\Windows Live;%SystemRoot%\system32;%SystemRoot%;%SystemRoot%\System32\Wbem;%SYSTEMROOT%\System32\WindowsPowerShell\v1.0\;C:\Program Files\ATI Technologies\ATI.ACE\Core-Static;C:\Program Files\QuickTime\QTSystem\;C:\Program Files\Windows Live\Shared

      Acrescentem no fim isto:

      ;c:\android-sdk-windows\tools;c:\android-sdk-windows\platform-tools

      Ficando algo do genero:

      C:\Program Files\Common Files\Microsoft Shared\Windows Live;%SystemRoot%\system32;%System32\WindowsPowerShell\v1.0\;C:\Program Files\ATI Technologies\ATI.ACE\Core-Static;C:\Program Files\QuickTime\QTSystem\;C:\Program Files\Windows Live\Shared;c:\android-sdk-windows\tools;c:\android-sdk-windows\platform-tools

      Façam OK até fecharem todas as janelas.

      Para se certificarem que têm o ADB a funcionar:
      Ligar o telemóvel com o modo de depuração activo, mas sem o armazenamento ligado.
      Iniciar a linha de comandos do windows
      Ir à pasta do ADB assim:

      cd C:\Program Files (x86)\Android\android-sdk\platform-tools

      (Exemplo, no vosso a pasta pode estar noutro local, mas façam: cd C:\caminho)
      Assim que entrarem na pasta façam:
      adb devices

      Deve aparecer algo do género:

      C:\Program Files (x86)\Android\android-sdk\platform-tools\> adb devices

      * daemon not running. starting it now *
      * daemon started sucessfully *

      List of devices attached5700XXXX device(XXXX é o vosso)
      Isto caso seja a 1ª vez que fazem este comando, se não aparece logo só o 5700XXXX device :)

  • funciono mais eu usei um sd de 32g cmo interno mais so aparece 16g como interno porque

    • Você selecionou "migrar dados" ao final do tutorial? Se não, ele vai continuar identificando a sua memória interna verdadeira como memória interna principal. O cartão SD também é identificado como memória interna, mas como uma memória interna "secundária", daí por isso não vai aparecer os 32GB

  • o erro ocorreu tb no J7 Samsung na linha "sm partition disk:179:32 private" eu mudei para "sm partition disk:179,32 private" trocando " : " para " , " funcionou tudo perfeito.

Mostrar todos os comentários
953 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi