O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
5 min para ler 82 Compartilhado 134 Comentários

Como tirar fotos à noite com seu smartphone

Câmeras em smartphone têm um problema: os sensores de imagem são extremamente pequenos. À noite, é especialmente difícil ter luz suficiente para uma boa foto, o que muitas vezes faz com que suas fotos fiquem cheias de ruídos ou embaçadas. Neste artigo, vou falar sobre algumas dicas e truques para tirar boas fotos à noite ou em ambientes escuros.

Por que pouca luz é um problema?

Para iniciantes, aqui segue uma explicação sobre os aspectos físicos e técnicos de por que tirar uma foto no escuro é tão difícil. Como já mencionei na introdução: o tamanho é o problema. A área sensível à luz na maioria dos sensores integrados em smartphones é de aproximadamente 15 a 30 mm². Em comparação: o formato dos sensores de imagem de completos de câmeras DSLR, por exemplo, têm uma área de cerca de 860 mm² - que é 30 ou 60 vezes maior.

Enquanto estes pequenos sensores dos smartphones podem reunir luz suficiente durante o dia, o chip simplesmente recebe fótons muito pequenos no escuro. No entanto, existem várias maneiras pelas quais os smartphones conseguem fazer uma imagem clara, embora cada uma delas tenha seus prós e contras.

night photography sizes
As áreas azul e vermelha ilustram a proporção de tamanho entre o sensor de imagem em uma câmera DSLR profissional e a maior que se pode encontrar nos smartphones high-end atuais. / © AndroidPIT

Maior sensibilidade

Se você já trabalhou com valores de ISO antes ou não, já deve ter encontrado o termo em algum momento. Para produzir uma imagem brilhante com pouca luz usando um sensor pequeno, você pode simplesmente aumentar a sensibilidade da luz do sensor de imagem. O aplicativo da câmera faz isso sozinho ao tirar fotos no modo automático.

No entanto, uma maior sensibilidade de ISO também produz maiores erros, o que chamamos comumente de "ruído de imagem", "perda de detalhes" e "cores lavadas", entre outras coisas. Ou seja, as imagens são realmente brilhantes e nítidas, mas não são realmente apresentáveis ​​na maioria das vezes.

night photography iso
As maiores sensibilidades de ISO produzem uma imagem mais brilhante e velocidades mais rápidas do obturador. No entanto, a qualidade da imagem é prejudicada acima do ISO 400. / © AndroidPIT

Se o seu smartphone não permite ajustar manualmente a sensibilidade do ISO, existem diferentes aplicativos que podem fazer isso para você. O Camera FV-5 Lite (Android) ou o Pro Camera (Apple), por exemplo, oferecem inúmeras opções de configurações. Ao contrário do iPhone, no entanto, a maioria dos smartphones Android carregam em si aplicativos de câmera com inúmeras opções manuais.

Mais luz

É necessária mais luz para manter a sensibilidade do sensor baixa (e, portanto, reduzir o ruído da imagem). Por mais simples que possa parecer, isso pode ser feito adicionando fontes de luz ao ambiente. O flash de LED integrado ao smartphone está sempre disponível para isso. Muitos modelos atualmente têm vários flashes de LED para ajustar a cor da luz para a iluminação ambiente. Este recurso é bastante eficaz na prevenção das cores e as imagens parecem decentes.

No entanto, esses LEDs de câmera integrados também têm suas desvantagens. O flash da câmera elimina todas as sombras do campo de visão da lente - muitas vezes tornando o objeto da foto bidimensional e até mesmo "plano". Logo, o flash integrado só deve ser usado quando absolutamente necessário.

Na maioria dos casos, no entanto, existem outras opções para garantir mais luz. Se você tirar uma foto de um objeto em movimento, a localização muda. Ao fazer um retrato à noite, procure uma fonte de luz, como uma lâmpada de rua. Tome cuidado para garantir que a luz não venha diretamente da parte superior, na medida do possível, uma vez que isso causa sombras no rosto e causa uma aparência horrível.

Tempo de exposição mais longo

Se você não pode adicionar mais luz ao objeto, então deve dar mais tempo ao seu smartphone. O tempo de exposição mais longo permite que o sensor de imagem "veja" o objeto por mais tempo e colete mais fótons. Além de fotos mais brilhantes, isso também tem um efeito adicional: qualquer coisa em movimento ficará borrada. No pior dos casos, isso causará disparos embaçados, mas também pode transformar os carros em movimento em longas trilhas de luz, dando um efeito super legal à imagem.

night photography shutter
Muitos smartphones oferecem um modo profissional com opções manuais. A velocidade do obturador aqui é ajustada para 1/20 segundo. Tempo de exposição mais longos ajudam à noite / © AndroidPIT

Para aumentar o tempo de exposição, você precisa de um modo manual, muitas vezes chamado de "modo pro" ou algo parecido. Essa opção é chamada de velocidade do obturador, tempo de exposição ou simplesmente "S". A maioria dos smartphones no modo automático tira fotos a uma velocidade máxima de 1/10 segundo - tempos de exposição mais longos exigem que você mantenha sua mão muito firme, ou então as fotos borrarão.

Carros, ônibus ou mesmo fogos de artifício no céu se transformam em belos feixes de luz com dois a oito segundos. Para ter uma foto na qual a luz da lua é a principal fonte de luz, você precisará usar um tempo de exposição de 30 segundos, a máxima configuração em muitos aplicativos de câmera. 

Se as imagens ficarem muito brilhantes em tempos de exposição mais longos, você deve garantir que a sensibilidade do ISO seja definida como "automática" ou para um valor baixo. Se isso não ajudar, a cena da foto ou objeto é simplesmente muito brilhante e você precisa corrigi-lo diminuindo o tempo de exposição.

night photography exposure
Nesta foto, o Mate 9 está encostado na janela do escritório molhada com neve. Para tais disparos, o aplicativo da câmera da Huawei oferece a opção "pintura clara", que abre o obturador pelo tempo que o usuário quiser - neste caso, aproximadamente 65 segundos / © AndroidPIT

Claro, para um tempo de exposição mais longo, é extremamente importante que o smartphone não se mova durante a captura da imagem. Para tanto, você pode encostar o aparelho em alguma coisa, ou usar um acessório, o que nos leva ao próximo ponto.

Acessórios

Qualquer pessoa que goste de fazer fotos noturnas precisa ter um acessório: um tripé. Uma vez que os smartphones são leves e compactos em comparação com câmeras profissionais, o mesmo se aplica ao modelo do tripé. Por exemplo, você pode obter um Gorillapod pequeno, como este da imagem abaixo, e um adaptador universal de smartphone correspondente. Ambos os objetos juntos se encaixam confortavelmente no bolso do seu casaco e prontos para serem usados a qualquer momento.

night photography gorilla
Enquanto o LG G6 requer acessórios para longos tempos de exposição, o Xperia XZ Premium pode ficar em pé sozinho / © AndroidPIT

A maioria dos smartphones da Sony, por exemplo, possui uma base particularmente plana para que possam ser usados de pé, sem precisar de acessórios extras para longos tempos de exposição.

Resumindo...

Você pode escolher entre muitos acessórios diferentes para fazer fotos bonitas, mesmo em condições precárias de iluminação. Como é geralmente o caso quando se trata de fotografia, só posso dar-lhe um conselho: aproveite o tempo para experimentar coisas diferentes. Familiarize-se com as configurações do aplicativo da câmera do seu smartphone. E acima de tudo, tire muitas fotos, porque a fotografia em si é o que o tornará um fotógrafo melhor.

82 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Sidney Piesco há 4 semanas

    Achei o artigo bem legal, principalmente para mim que não entendo nada de fotografia. Mas tem dois erros que não posso deixar de falar. Não existe fóton menor ou maior. Todos são partículas iguais que se comportam como matéria e energia ao mesmo tempo, e que vibram em frequências diferentes, contendo mais energia ou menos de acordo com o seu comprimento de onda. E de acordo com essa frequência, nosso cérebro decodifica em uma cor diferente. Por exemplo, a cor vermelha é percebida pelo nosso cérebro se o fóton vibrar entre 405 e 480 THz, a Azul se for uma frequência entre 620 e 680 THz. Outro erro é que ele fala em fóton mais brilhante. Também não existe isso. Acho que ele quis falar sobre a quantidade de fótons. Se o ambiente tem poucos fótons, os objetos vão brilhar menos, e se tem muitos, os objetos vão brilhar mais, já que o que a gente enxerga, e também a câmera do smartphone, é a quantidade de fótons que é refletida pelo objeto e chega ao nosso olho.
    Agora eu me senti um cara chato...kkkkk Mas não poderia deixar passar isso.

  • Deivis Schuman há 4 semanas

    As minhas fotos não ficam nem bonitas de noite, quanto mais de dia! ^^
    Além de eu não ser fotogênico, tem a questão feiura mesmo que conta muito!
    Mas as dicas e a matéria foram excelentes! \O/

  • Nanderson Tavares Ormindo há 4 semanas

    Como tirar fotos à noite com o Smartphone... Usando camera...

    Kkkkkkk... Tô brincando... Na verdade as dicas são legais, mas a manobra para uma imagem noturna de qualidade não é nada fácil, e outro fator precário são as câmeras de Smartphones que por melhor que sejam não estão preparadas assim para fotos em péssima qualidade de iluminação.

    Eu sei que muitos vão discordar do que vou dizer, mas ainda está longe de termos um Smartphone com resultados à nível profissional, por melhor que seja a câmera do Smartphone.

  • Moisés há 4 semanas

    Lembrando que Low Light não necessariamente é à noite...

  • Sidney Piesco há 3 semanas

    Fiz o teste no modo automático e no manual com o S7. Em ambiente com pouca luz, a imagem fica exatamente a mesma, o que é muito bom, pois não preciso ficar me preocupando em regular. Basta deixar no automático e clicar. Fiquei feliz com isso, porque tenho preguiça de ficar procurando o melhor ajuste.

134 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi