X

Fazer o login

Registre-se para confirmar

Esqueceu a sua senha?

Faça o Login com o Facebook:

Ainda não tem uma conta no AndroidPIT? Criar conta

Tegra 4, Exynos 5 Octa, Snapdragon 800 - Você precisa deles?

Camila Rinaldi
7

O ano de 2013 começou grande. Tegra 4, Exynos 5 Octa, Snapdragon 800... Na semana passada, a Nvidia, a Samsung e a Qualcomm fizeram grandes anúncios em Las Vegas, onde ocorreu a International CES 2013. Muito foi falado a respeito destes processadores que serão a força motriz dos smartphones topo de linha neste ano. Porém, você realmente precisa de tanta potência? Aproveite esta comparação entre processadores Tegra 4, Exynos 5 Octa e Snapdragon 800 e tire as próprias conclusões.

Em primeiro lugar, temos que entender o método por trás destes poderosos chipsets, um deles é o fato de que quanto mais núcleos, melhor será o rendimento do dispositivo devido ao fato de que consome menos energia.

Princípio Multi-core

Antigamente, se utilizava o conceito de que quanto mais Gigahertz uma CPU oferecia, mais potente era. Porém, estes mesmos processadores embalando 4GHz em apenas um core - ou núcleo - geram muito calor, o que interfere diretamente na performance e rendimento do dispositivo. Mesmo com as tentativas de refinamento destes processo como o MMX e Hyper-threading, não se chegou a uma solução para o fato de acúmulo de calor pelo processador... até agora!

Mas por que o fato de um processador oferecer mais núcleos em vez de gigahertz o torna mais eficiente? No caso das CPUs Tegra 4, Exynos 5 Octa e Snapdragon 800, devido a distribuição do trabalho em vários núcleos, além de adicionar mais potência, faz com que os processadores sejam capazes de realizar mais tarefas ao mesmo tempo. Agora, veja bem, uma CPU quad-core não tem quatro vezes o desempenho de uma CPU mono-core, a diferença é que reduz o calor, fazendo com que o processador e todo o sistema trabalhe mais aliviado.

Dois núcleos de 500 MHz consomem menos energia (e, portanto, consomem menos carga) que uma CPU single-core de 1 GHz.

Múltiplos núcleos proporcionam melhor distribuição de carga e, com isso, baixa potência.

A partir deste princípio multi-core, é possível executar um número maior de tarefas em um smartphone ou tablet, dando ao dispositivo a famosa característica multi-tarefas. Abaixo você confere algumas das ações otimizadas por processadores multi-core:

  • Jogos 3D
  • Navegar na internet
  • Acessar e-mail
  • Atualizar redes sociais
  • Upload de imagens
  • Evita congelamentos e pequenas travamentos
  • Transferência de imagens para um televisor de maior resolução
  • Utilização de displays Full HD, Ultra HD e 4K
  • Utilização de redes móveis como 3G e 4G
  • Miracast sem fio para streaming de vídeos em 1080p HD
  • Áudio HD multicanal com DTS-HD
  • Tecnologia Dolby Digital Plus
  • Câmera com duplo Image Signal Processors (ISP)

Segundo a Qualcomm, o Snapdragon 800 quad-core entregará 75% mais perfomance que o Snapdragon S4 Pro, atual topo de linha da empresa. O que não é pouca coisa! O Snadragon 800 também coloca a Qualcomm na tecnologia de 28nm (nanômetros) de alta performance para celulares (também chamado de High Performance for mobile - HPm) o que fará com que você calcule muita informação utilizando baixa potência, economizando assim energia.

Princípio do “Núcleo Acompanhante”

Se compararmos os três processadores Tegra 4, Exynos 5 Octa e Sanpdragon 800 quad-core, a grande diferença estará naquilo que foi chamado de “Core Companion” - ou “Núcleo acompanhante”. Tanto o Tegra 4, da Nvidia, quanto o Exynos 5 Octa, da Samsung, utilizam este recurso, mas de forma curiosamente diferente.

Antes de continuar, imagine que o Tegra 4 possui 4 núcleos principais e um núcleo acompanhante. E que o Exynos 5 Octa possui 4 núcleos principais e quatro núcleos acompanhantes - de onde podemos concluir o Octa no nome da CPU. Assim, no Tegra 4 existe apenas um “Núcleo Acompanhante”, enquanto o Exynos 5 Octa utiliza quatro. Estes quatro “núcleos acompanhantes” do Exynos 5 são possíveis devido a nova arquitetura big.LITTLE da ARM.

Atrás deste conceito está o Cortex A15, um dos processadores mais potentes da atualidade. Ambos os núcleos, principais e acompanhantes, dividem o trabalho.

O Tegra 4 é o primeiro chipset que controla cálculos HDR em tempo real.

Desta forma, os princípios básicos são os mesmos tanto para Samsung quanto Nvidia. Em resumo, este “Core Acompanhante” possui menor rendimento e overclocking que os quatro núcleos principais. E são utilizados para tarefas diárias e processo padrões que não requerem esforço no cálculo de dados. Isso poupa energia e reduz o trabalho dos quatro núcleos.

A Qualcomm utiliza um conceito similar, mas sem o “Core Acompanhante”. Em vez disso, baseia-se no princípio da pulsação assíncrona, isto é, se um núcleo está utilizando menos energia para executar as suas funções, baixará suas pulsações independente dos núcleos restantes. No Snapdragon 800, cada núcleo é usado somente quando você precisa dele e todo o sistema é construído para poupar energia sempre que possível, enquanto você tem picos de processamento de dados sendo realizados.

O processador Qualcomm Snapdragon 800 foi desenvolvido para embalar telefones celulares premium e dispositivos de computação.

Na opinião de especialistas, a arquitetura da Qualcomm não oferece nenhuma vantagem, visto que as sistemas operacionais não estão desenhados para as pulsações assíncronas. Entretanto, ainda é muito difícil tirarmos tais conclusões, pois nenhum dos três processadores foi colocado à prova, nem se quer temos exemplos de benchmark para um comparativo de consumo de energia.

Tegra 4, Exynos 5 Octa, Snapdragon 800 - Você precisa deles?

A resposta à esta pergunta só você pode dar. Com certeza esta tecnologia terá um preço bem alto, assim, você terá que pensar sobre a função de um smartphone no seu cotidiano. Se você utiliza dezenas de aplicativos no dia-a-dia, se utiliza seus dispositivos móveis para conteúdo multimídia, se você realmente precisa de uma tela de ultima geração Full HD, Ultra HD ou 4K...? Enfim, não caia na besteira de consumo de alta tecnologia sem necessidade, pois se você não usa recursos de última geração é o mesmo que não tê-los.

Uma coisa é certa, os smartphones e tablets processarão mais dados, em menos tempo e de maneira mais eficiente, mas você precisa mesmo disso?

Imagens: Nvidia, Qualcomm, NH/AndroidPIT

Tópicos relacionados

Artigos relacionados

Notícias / Hardware
47 Há 19 horas

Galaxy Alpha: novas imagens do metálico da Samsung

Notícias / Hardware
26 há 2 dias

Galaxy Note 4 poderá ter sensor de raios UV

Notícias / Hardware
27 há 2 dias

Android L portado ao Samsung Galaxy S4!

Comentários

Escreva um comentário:
  • Foto do usuário
    Admin
    jefferson h. 16/jan/2013 Link

    maior capacidade de processamento eu sempre to precisando, eu posso dizer com certeza que utilizo todos os recursos do meu smartphone, mas a pergunta realmente procede, são poucos que realmente precisa de tamanha capacidade.

    0
    0
  • Foto do usuário
    Dan Bocchi 16/jan/2013 Link

    Para o meu perfil de usuário o Snapdragon S4 pro é o suficiente.

    0
    0
  • Maiky Braga 17/jan/2013 Link

    *OFF-TOPIC*: Olá Camila, gosto muito do seu blog e percebi que vc tem bastante conhecimento do android, por isso gostaria de tirar uma duvida.
    Sou um recente proprietário de um Galaxy S3 (tive um iphone 4 antes) e estou me acostumando com as características do android ainda, como eu nao curto pirataria gosto de comprar os apps, mas estou passando por um grande aborrecimento. Eu trabalho embarcado e aqui não existe conexão wi-fi disponível, logo meu cel funciona offline durante o tempo q estou aqui. E alguns jogos simplesmente nao abrem por necessitar de conexão de rede, como o Wild Blood da Gameloft, pow, mais de 2 gigas comprados legalmente e eu nao posso jogar em um avião ou uma viagem para o interior? Até um emulador pra PSX q eu comprei não abre pois fica pedindo conexão.
    Gostei muito do celular, mas o android esta se mostrando um sistema muito chato. Só pra vc saber eu abri todos os jogos em casa antes de embarcar, e todos eles pediram download adicional (o q eu acho uma outra sacanagem, parece q é um monte de gambiarra) e rodaram normalmente.
    Existe alguma solução para esse meu problema ou eu tenho q me contentar com um tremendo celular q só funciona online?

    0
    0
  • Foto do usuário
    Admin
    Camila Rinaldi 17/jan/2013 Link

    Oi Maiky, criei um tópico no fórum relacionado ao tema "Como Jogar Wild Blood Offline", que você encontra neste link: http://goo.gl/98of5

    Infelizmente, depois de fazer uma pesquisa entre os editores da nossa equipe, cheguei a um fórum sobre o tema, onde estava especificado que você precisará de acesso root para utilizar o jogo offline. A questão é que este procedimento, apesar de extremamente fácil de fazer, faz com que você perca a garantia sobre o aparelho.

    Enfim, espero que outros usuários possam trazer novas informações.

    0
    0
  • Maiky Braga 17/jan/2013 Link

    Muito obrigado pela informação, o chato é saber q isso pode acontecer com vários apps, pelo que eu percebi o android se conecta pra validar a licensa do app, diferente do iOS que uma vez instalado ele funciona offline normalmente.
    Root só depois da garantia, 11 meses ainda. :(

    De qualquer forma obrigado.

    0
    0
  • Doom Fidel 23/jan/2013 Link

    Interessante essa matéria-quanto mais núcleos, menos consumo de energia e mais eficiência.... Eu compraria um desses por que amo tecnologia de ponta,mas concordo que muita gente não precisaria mesmo não. O básico já temos,mas a tendencia é essa mesma,mais tecnologia e avanços. Só os preços que são abusivos aqui no Brasil,infelizmente. Bem,tem 2 anos que estou com um Motorola Defy,e ultimamente ia comprar o Gs3,mas uma simples ROM JG 4.1.2 me salvou de comprar outro. ROM bonita e rápida com baixo consumo de bateria, enfim,essas são as vantagens de possuir um Android.

    Sobre o fato de jogar conectado isso de fato é um saco,pura sacanagem deles,e só tem jeito com o Root,é seguro e so perde a garantia se você enviar o aparelho pra assistência com uma ROM. Recentemente meu aparelho deu problema,ae flasheei a ROM de fabrica e mandei. Voltou zero!

    0
    0
  • lvamberto jose da silva 23/jan/2013 Link

    bom gente eu adoro tecnologia de ponta ,e por falar em telefone entao o que a sansung faz e tudo de melhor tenho um galax s2 e afirmo com certeza e um ecelente smartfone parabens a estes cientistas maravilhosos que deve ter a cabeça do tamanho de cearence bem grande ,para poder inventar tanta coisa boa valeu...

    0
    0