O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
5 min para ler 1.255 Compartilhado 47 Comentários

Com estes truques você não terá mais problemas de armazenamento cheio

Vira e mexe pego um smartphone aqui na redação que não aceita mais atualizações da Play Store ou do WhatsApp ou não salva mais fotos porque o armazenamento interno está cheio. Isso é extremamente frustrante para o proprietário, e por isso decidi reunir os melhores truques e ações para acabar de vez com os problemas de armazenamento do seu Android. Veja como abaixo.

Uma memória cheia é tão irritante quanto uma bateria vazia ou o volume de dados gasto. Seu smartphone não só fica mais lento, torna-se também impossível realizar certas ações com ele. Tem algo pior do que reunir os amigos para uma foto e descobrir que seu aparelho não pode salvar mais imagens? Com algumas medidas simples você evita todos os problemas de espaço de armazenamento insuficiente no Android.

 

Opinion by Eric Herrmann
O problema do espaço de armazenamento insuficiente pode ser resolvido com a nuvem.
O que você acha?
50
50
1006 participantes

1. Faça a limpeza do sua memória

A memória interna dos smartphones Android fica cheia devido a três coisas:

  • Dados de aplicativos
  • Dados salvos temporariamente (Cache)
  • Dados do usuário (imagens, vídeos, música)

Todas as três situações felizmente estão no nosso campo de ação, de maneira que você pode liberar muito espaço ao apagar dados de aplicativos, desinstalar ou apagar apps supérfluos e limpar o cache. O aplicativo SD Maid realiza muitas dessas ações automaticamente, e um app como o ES Explorador de arquivos ajuda a desinstalar apps de maneira mais completa e sem deixar resíduos.

ES Explorador de Arquivos Install on Google Play SD Maid - Limpeza de sistemas Install on Google Play

Os dados de usuário, por outro lado, ninguém quer apagar, e sim transferir para outro aparelho. Para isso, conecte o seu smartphone a um computador e desbloqueie a tela. Na pasta DCIM, Movies e Music, você encontra todos os seus dados. Além disso, na pasta do WhatsApp também podem se encontrar arquivos de interesse. Todo o conteúdo dessas quatro pastas pode ser transferido para o seu computador.

2. Use um cartão SD

Se você não tiver um Nexus, um Galaxy S6 ou um dos muitos outros smartphones Android hermeticamente fechados, seu dispositivo conta com uma entrada para microSD. Esse cartão infelizmente ainda não pode ser usado como extensão direta do armazenamento interno, mas se usado corretamente pode resolver o problema de memória.

Insira o cartão, por exemplo num Galaxy S5 e abra o aplicativo da câmera. Imediatamente aparecerá a pergunta de ouro: se você quer que as fotos sejam salvas no cartão. Sim!

leaf access sd card reader android
Com um adaptador é possível usar cartões microSD em dispositivos sem memória expansível. / © Leef

Para transferir dados nesse caso, você irá precisar de um explorador de arquivos, e aqui recomendamos novamente o ES File Explorer. Com ele, você pode salvar todas as pastas acima mencionadas no SD externo, abrindo espaço para novas fotos, vídeos e atualizações de aplicativos. Também é possível transferir aplicativos para o cartão microSD, mas isso pode alterar seu funcionamento.

3. Sincronize com a nuvem

Se as culpadas por lotar sua memória forem sobretudo fotos e músicas, seu problema é bem fácil de ser resolvido nos dispositivos Android. As imagens são salvas gratuitamente no app Google Fotos em “alta qualidade” até o limite de 15 GB. No caso das músicas, é preciso passar suas músicas com o Google Play Music para a nuvem e para depois poder escutá-las novamente no seu smartphone.

Para as suas fotos existem várias alternativas de armazenamento na nuvem. Os melhores serviços você pode conferir no artigo abaixo:

Para sincronizar a sua coleção de músicas no PC com o Google Cloud, você precisa de um Companion-App para seu computador , ou então da extensão para o Chrome. Na própria Play Music você pode ver as instruções para a sincronização, em Minhas Músicas > Adicionar músicas.

Dessa forma, você pode adicionar até 50.000 faixas gratuitamente, tornando-as acessíveis a partir do seu Android (usando obviamente a mesma conta Google). Quando você abrir sua lista, verá um pequeno símbolo de pino ao lado de cada álbum. Clicando nele (melhor com Wi-Fi), poderá baixar e abrir o álbum correspondente offline. Dessa forma, você tem o melhor de dois mundos: memória livre, nenhum gasto em volume de dados e o máximo de escolha para a sua playlist.

4. No Marshmallow, utilize o cartão microSD como memória interna

Quando um cartão microSD é formatado como memória interna é possível armazenar aplicativos e games completos nele. Ou seja, se você está baixando um app com um tamanho total de 2GB, ele deve passar para o cartão de memória com os 2 GB inteiros, e não menos do que isso.

O Android Marshmallow foi otimizado para lidar com cartões microSD como memória interna, para que a migração completa dos seus aplicativos e dados aconteça sem problemas, tornando a memória do smartphone completamente expansível.

androidpit external usb battery pack 8
Ao formatar o cartão microSD no Marshmallow, você passa a usá-lo como parte do armazenamento interno / © ANDROIDPIT

O problema do espaço de armazenamento insuficiente no Android pode ser resolvido de várias maneiras. Arquivos inúteis podem ser eliminados de maneira simples, e com os serviços de nuvem você tem (quase) todas as suas fotos e músicas a um clique de distância.

 Conhece outros truques para resolver o problema de memória dos smartphones?

1.255 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Camila Rinaldi
    • Admin
    • Equipe
    23/jul/2016

    Franco, não existe um milagre para um problema relacionado à uma limitação de hardware. O que existem são paliativos, como a opção do Marshmallow, por exemplo, do cartão microSD como parte do armazenamento interno. Querendo ou não, a indústria encontrou no cartão microSD a melhor opção para tentar evitar a falta de memória. E do jeito que as coisas vão, com a quantidade absurda de dados que compartilhamos diariamente, o investimento na nuvem deve ser algo que veremos e muito no futuro, bem como o aprimoramento destes cartões superpoderosos que já encontramos no mercado com 1 ou 2 Tera... Logo, nem tem muito mistério, para continuar usando o celular de forma fluída, é preciso se apegar à nuvem, às limpezas constantes do dispositivo e assim por diante.

    Acredito que na IFA teremos novidades neste sentido, talvez possamos ver soluções melhores para estes casos. Infelizmente não conheço um aplicativo que compacte todas as informações salvas em um smartphone a ponto de otimizar o espaço a um nível que não nos obrigue a ter que recorrer a outras ferramentas.

  • Maicon Bruisma 23/jul/2016

    Ou simplesmente reveja suas prioridades. Não precisa de mais de 16 gb pq não joga games pesados e usa streaming de música? Compre um aparelho mais barato e com entrada SD se possível, para se prevenir.
    Precisa de muito armazenamento pq tem e usa muitos apps incluindo jogos pesados, música só na memória interna e muitas fotos? Gaste um pouco mais e pega um aparelho com 32 gb de memória interna mais SD ou um de 64 gb, já que maioria das pessoas usa SD de no máximo 16 gb. Sempre é bom a pessoa analisar bem o que quer antes de fazer qualquer coisa.

47 Comentários

Escreva um comentário:
  • Boas dicas, mas com o marshmallow ficou bem melhor com o fato de expandir memória com sd....

  • Creio que a .melhor solução seria o Whatsapp permitir que a midis fosse armazenada direto no cartão sd, a maior parte das pessoas que estão com memoria cheia não limitam o download de midia do Whatsapp.
    Quanto as outras pessoas com memoria cheia tem que rever se alguns após estão consumindo demais, a memoria cache de alguns apps é muito alta, o app do Facebook guarda como dados os apps.
    A utilização de alguns apps pelo navegador também ajuda a economizar bastante espaço.

  • A solução para os problemas de armazenamento nos smartphones seria a não adição de bloatwares inúteis pelos fabricantes.
    Claro que isso seria em uma utopia.

  • Isso é sempre um problema, para termais memoria é preciso apagar coisas que nem sempre queremos. Ainda bem que novos aparelhos estão chegando com mais memória interna e com preços acessíveis, e o conjunto fica completo com o Android Marshmallow possibilitando usar o cartão como expansão interna. Aliás, nao tirando créditos do sistema, mas, se nao me engano no Windows Phone nao tem esse problema, já vem assim de fabrica, pena não ser um sistema operacional justo como o Android.

  • Eu tento deixar a memória mais aplicativos , fts e vídeos e musicas,deixo no cartao, mas nao adiante pensar que a a memória interna tem 16gb, pois só o sistema Android utiliza 5 ou 6 gb, e tem alguns arquivos aplicativos padrão que já são são tipo 2 ou 3 gb...e fica difícil mesmo..

  • Porém nem todos os apps permitem serem gravados/instalados no armazenamento externo. Além disso, a taxa de leitura/escrita é bem superior no armazenamento interno e ainda existe a possibilidade do cartão sd ficar corrompido ou inutilizado totalmente. Caso este que aconteceu comigo num Galaxy S3.

  • Utilizo um Pendrive com cabo OTG e estou ok com isso.

  • utilizo o cartão microSD como memória interna no Marshmallow ;3 128gb sem problemas com espaco , aps etc

  • com 64GB de armazenamento no meu smartphone nunca tive problemas kkkkkkk

  • Nunca tive esses problemas. Mesmo com 16GB. Drive, Google fotos estão aí pra isso. Só um leigo ou idiota fica armazenando fotos de 5 anos atrás no celular. Músicas? Pra que 5 mil músicas se vc escuta no máximo 20

  • Pra manter sempre um bom espaço vago tanto na memoria interna quanto na externa, eu faço uso do SD Maid Pro. Eu programei esse app pra fazer uma limpeza completa do sistema sempre às 00hs. O resultado é um smartphone sempre rápido e com espaço sobrando. No caso da nuvem, eu tenho vários serviços, incluindo uma conta no Mega com capacidade de 50GB. Pra juntar todas elas, eu uso o ES File Explorer Pro. Sempre que preciso de algum arquivo, eu faço o download por ele e após o uso, eu excluo. Prático e muito útil sem sombra de dúvidas!!!

  • Graças a Deus, os micros sd estão aí, a Sandisk, lançou de 256 GB, tá certo que o preço é alto, mas no Dx xtreme, já se compra um de 128 por valores bem atrativos. Eu só uso a memória do micro sd, a do dispositivo é apenas para caso de emergência.

  • É só desinstalar o devorador de specs chamado Facebook que tudo volta ao normal -)

  • uso sd-card e armazenamento em nuvem, só mantenho app's que realmente uso, isso já tem sido o suficiente por enquanto, mas ajudaria muito mais se a sony não tivesse capado a função de usar o SD card como memoria interna no marshmallow do meu Z2

  • 32GB + micro SD + bom serviço de armazenamento em nuvem.

    Para mim está ótimo!

  • Eu costumava baixar titulos e mais titulos de jogos pesados, sendo que destes, só jogava o que mais me interessava, então os outros ficavam lá, ocupando memória. Pra quem gosta de jogos mais elaborados e tem pouca memória no celular, que baixe um por vez e jogue até enjoar, porque eu que tinha mais de 30 num celular de 32GB, só jogava um e me esquecia do resto.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi