O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
Opinião 187 Compartilhados 70 Comentários

As fabricantes estão nos surpreendendo tanto quanto elas lucram vendendo smartphones?

Apple e Samsung lançam novos dispositivos periodicamente a cada ano, deixando inúmeros usuários que são fãs dessas marcas enlouquecidos. Outras fabricantes também colocam produtos incríveis no mercado todos os meses - ou semanas - e estão ganhando cada vez mais visibilidade no mercado global de smartphones. Mas, afinal, qual é o objetivo e o resultado dessa corrida pelo melhor lançamento? Será que nós usuários estamos recebendo aquilo que esperamos de nossos fabricantes favoritos?

Apple e a queda de vendas. Será que devemos nos preocupar?

Em 26 de julho, a Apple divulgou seu resultado financeiro do último trimestre fiscal e, em comparação com o mesmo período do ano passado, os produtos da empresa da maça tiveram uma ligeira queda. Os iPhones caíram de 47,5 milhões de unidades para 40,5 milhões no último relatório. Macs, iPads e outros acessórios também ficaram um pouco para trás. O lucro, com relação aos iPhone, diminuiu de 49,6 bilhões para 42,2 bilhões de dólares.

Notoriamente, o número dos iPhones retraíram um pouco, mas essa é uma tendência natural no mercado quando uma empresa cresce rapidamente, vindo a se estagnar por um determinado período e tendo ligeiras quedas na sequência. É um ponto onde os usuários interessados por produtos da Apple já tiveram a oportunidade de adquirí-los, e a espera pela troca por um modelo de nova geração, como o iPhone 7, acaba causando uma retração nas vendas globais.

AndroidPIT flagship smartphones 4051
Samsung e Apple ainda estão no topo / © ANDROIDPIT

De acordo com os últimos rumores, o iPhone 7 virá com algumas melhorias pontuais e poucas novidades significativas. Contudo, a expectativa pelo modelo da oitava geração é maior, visto que 2017 é o ano em que o dispositivo completa dez anos de vida. Os lucros não preocupam os investidores, como também não impactam no campo do Android. Pelo contrário, qualquer deslize da maça é motivo para que as fabricante que usam o SO do Google aprimorem suas estratégias de vendas.

Apesar das vendas em baixa, o CEO da Apple, Tim Cook, comemorou essa semana a marca de um bilhão de iPhones vendidos em todo o mundo desde o seu lançamento, que aconteceu em 2007, há quase dez anos. O dispositivo de Cupertino, segundo Cook, revolucionou o mercado e teve participação importante no mercado tecnológico. Eu também concordo com ele, até porque o Android só chegou ao patamar que temos hoje através da competitvidade com o iOS.

AndroidPIT iPhone SE 4169
Apple resolveu focar no futuro / © ANDROIDPIT

Samsung: S7 e S7 Edge elevaram os lucros

A Samsung também passou por um período complicado recentemente, mas o último relatório financeiro da companhia revelou números muito positivos, principalmente com relação a divisão móvel da empresa. Uma parte significativa dos lucros da marca vieram das vendas do Galaxy S7 e do S7 Edge.

A marca sul-coreana lucrou 158,9 milhões de dólares com esses dois produtos no último trimestre fiscal, significando um aumento de 5% em relação ao mesmo período do ano passado. Apesar de um início de ano pouco promissor, a Samsung espera fechar o ano com 350 milhões de dispositivos vendidos.

Galaxy S7 e S7 Edge puxam os lucros da Samsung.

Assim como a Apple, a Samsung também lança um smartphone premium no segundo semestre do ano, que neste caso é o Note 7. Usuários europeus, por exemplo, não tiveram a oportunidade de conhecer o Note 5, visto que a Sammy resolveu não comercializar o aparelho em vários países. Se o Note 7 surpreender, a Samsung terá um desafio ainda maior no próximo ano, que será criar um dispositivo superior.

AndroidPIT samsung galaxy s7 samsung galaxy edge comparison 1
O Galaxy Note 7 será a segunda novidade do ano da Samsung / © AndroidPIT

A chinesa Huawei cresceu 40%

Segundo o último relatório fiscal divulgado pela Huawei e também analisado pela Reuters, a marca chinesa lucrou aproximadamente 33 milhões de dólares durante o primeiro semestre de 2016. Em comparação com o período anterior, a empresa cresceu 40%, lucrando 12% a mais do que no ano passado. Os números da Huawei surpreendem e colocam a empresa numa competição direta com a Apple e a Samsung.

A Huawei cresceu 40% em comparação com o último ano.

A Huawei espera vender 60,56 milhões de smartphones até o final deste ano - 4,5 milhões desse total correspondem apenas ao modelo Huawei P9. A empresa almeja lucrar 75 milhões de dólares até o final deste ano fiscal.

AndroidPIT Huawei P9 Plus 8003
O P9 é um dos melhores smartphones da Huawei  / © ANDROIDPIT

Mercado cada vez mais competitivo

Apple e Samsung, por enquanto, continuam dominando o mercado de telefonia móvel, enquanto outras marcas como a LG, a HTC e a Sony tentam encontrar a fórmula mágica para o sucesso. A Huawei, por sua vez, segue crescendo no mercado, lançando novidades que estão cativando os usuários chineses e europeus.

O quatro trimestre do ano é o fim da linha para as marcas que querem fechar o ano no verde. A maçã e a sul-coreana já estão preparando novidades que, coincidentemente, levam o número 7 em seus nomes. A Huawei também deve lançar o Honor 8 na Europa muito em breve.

JM
Jessica Murgia
Lucros baixos e a competitividade obrigam as fabricantes e inovarem cada vez mais.
O que você acha?
331 participantes
50
50

O lucro e o aumento da concorrência obrigam as marcas do setor a serem mais criativas no desenvolvimento de seus dispositivos. Isso envolve uma atenção especial aos detalhes, como materiais bons e construção reforçada. Claro que algumas exageram na hora de implementar novidades que, por sinal, são inúteis para a maior parte dos usuários, como scanner de íris, câmera dupla e etc.

androidpit money cash 2
Será que temos o retorno daquilo que pagamos tão caro? / © ANDROIDPIT

Para evitar o lançamento frenético sem muita novidade - oi, Sony! - as empresas do setor podem ser obrigadas a seguir a nova estratégia da Apple de lançar um produto completamente novo a cada três anos. Falamos sobre isso no artigo abaixo:

Uma coisa é certa: a proximidade de concorrentes, como a Huawei, faz com que as duas líderes do setor mobile sejam obrigadas a inovar de qualquer forma. Basicamente, para se manter no topo elas precisam impressionar os usuários. Nós, por sinal, estamos pedindo baterias realmente melhores há algum tempo, mas, aparentemente, nenhuma fabricante está se importando com isso.

Alguns usuários fazem verdadeiros sacrifícios para adquirir um novo smartphone, principalmente quando olhamos para a renda média de alguns países e as situações financeiras em que os mesmos se encontram. Na hora da troca, a necessidade por inovação fala mais alto.

Como você se sente quando descobre que sua marca favorita está em baixa? Já desistiu de algum fabricante pela falta de inovação? Deixe-nos saber nos comentários.

Os comentários favoritos dos leitores

70 Comentários

Escreva um comentário:
  • Setembro chega e a Apple volta ao topo, com o lançamento do iPhone 7 o preço do 6s cai e as vendas sobem.
    Sempre foi assim e sempre será.

  • Soa meio como deboche! Quase como quem quer dizer: E os otários continuam nos enriquecendo, só porque nós os surpreendem.

    Por isso ja ha miuito tempo eu parei de me iludir, nescessito de um bom aparelho, mas se o custo-benefício não me agradar não gasto meu dinheiro em qualquer top da vida.

  • O problema é que na verdade não temos uma real inovação há tempos. As fabricantes se vêem obrigadas a lançar novos produtos em datas sazonais já pré estabelecidas mas no fundo não têm nada de novo para lançar.

  • pra falar uma verdade faz um bom tempo q nao é lançado um aparelho que tenha uma tecnoligia capaz de mudar e fazer com qua as demais corram atras dessa tecnologia
    o iphone 5s trouxe o touch ID o leitor de digital (a apple nao foi a primeira a colocar isso em um celular) mas a apple ditou regra todo aparelho lançado em 2014 em diante tinha q ter um bom leitor digital, pronto depois disso a apple nao apresentou mais nada revolucionario
    e o Galaxy S6 Edge foi outro aparelho q trouxe recurso q pode nao ter pegado tanto mais revolucionou em questao de design

    entao pra mim depois do S6 e do iphone 5s nao foi apresentado um aparelho tao revolucionario
    ate a cor dourada em celulares a apple revolucionou kkk

  • Surpreender não mais, acho que chegamos a um limite, temos celulares com processadores com 8 e 10 nucleos, mas esquecem da memoria ram, agora que estão lançando com mais memoria. Talvez não tenhamos mais grandes avanços, em tese, o mobile está seguindo à risca o que aconteceu com os PCs lá no início de 2000, cada novo lançamento um novo clock de processador, e assim por diante.

  • a grande pergunta é, o quantos é importante para as fabricantes venderem smartphone no Brasil ?

    • É importante a partir do momento em que a margem de lucro é interessante, e não se tenha tantas dificuldades para atuar no mercado.

      • Por isso que para min essa devia ser a pergunta desse artigo, pois com tantos obstáculos que o governo impõem só afasta cada vez mais e consequentemente reflete nos preços

  • Eu estou quase trocando meu 6s por um S7.

  • Torço muito para a Oukitel multiplique seus lucros em decorrência da oferta inovadora em seu portfólio de smartphones com baterias monstras. Quando é que as grandes marcas vão descobrir que o que os consumidores realmente querem é ficar longe das tomadas?

  • As fabricantes tem surpreendido sim pelo menos em relação design. Pq o resto são pequenas melhorias que não justificam novo investimento em menos de 2 anos.

  • A única surpresa que temos mesmo é o alto preço a cada modelo lançado

  • Os aparelhos top e até os intermediários vendidos no Brasil tem um preço absurdo e para nós os mesmos aparelhos vendidos lá fora são mais baratos comparado com os praticados lá fora... Mas para quem mora nos EUA por exemplo, acham caro os aparelhos vendido lá?

  • Elas surpreendem o tempo todo, elevando seus preços! Surpreendente mesmo, esse ano, foi a Motorola com seus MotoMods, numa proposta muito mais ousada e bem elaborada do que os Friends do LG G5 e sua variante Suckers Edition. A Sony me decepcionou com o lançamento da linha X, a Samsung é mais do mesmo e a LG caiu muito no meu conceito. Continuo com a boa e velha Motorola, mas com pretensões de comprar um aparelho da Xiaomi, Huawei, One ou algo do tipo num futuro próximo, os aparelhos delas me surpreenderam muito, tanto em qualidade quanto em design e especificações. Só estou cabreiro com relação à importação e assistência técnica, já que nunca comprei um aparelho nesses meios.

  • Comprei um Galaxy J3 2016 e já estou gostando do aparelho, paguei 718,80 e achei que vale o preço.

    • tbm tenho um sai de um moto G3 n aguentei 3 meses vivia travando dai peguei um j3 por 499 em promo nao me arrependo otimo aparelho nunca se quer travou comigo

  • Fala Galera, brothers e Sisters do Androidpit!
    Voltando de férias, e voltando na ativa de comentar tudo! ^^
    Acharam que iam se ver livre de mim brothers? Que isso, só saiu daqui se o site deixar de existir!

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi