O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
108 Compartilhado 48 Comentários

Uma nova estratégia do Facebook para analisar você?

O Facebook é popular por muitas razões, mas estas nem sempre são positivas. Ao longo dos anos, a rede social esteve em evidência por causa da sua política de privacidade, da disseminação do discurso de ódio e notícias falsas. E se você está achando que essa situação não poderia piorar, saiba que a equipe do Facebook pode ter atingido o ponto crítico no que se refere à privacidade dos usuários.

O arquivo de patentes do Facebook...

Se você, assim como eu, vê o Facebook como um polvo que deseja mergulhar seus tentáculos em tantas áreas quanto possível, não ficará surpreso ao saber que a rede social está investindo em uma gama variada de áreas. A integração com a Tinder, por exemplo, mostra o interesse da rede em sistemas de encontros. 

Contudo, em muitos casos, algumas patentes do Facebook permanecem em arquivo e continuam sendo trabalhadas ao longo do tempo, algo completamente normal para uma empresa de tecnologia.

Assim, nos últimos anos, nos arquivos do Facebook podemos encontrar patentes destinadas a otimizar (ou melhor, desenvolver) seus serviços. Entre estas, estão um sistema que gera um feed de notícias com base em e-mails recebidos pelo usuário, ou mesmo um sistema de bate-papo anônimo (o que é bastante surpreendente para uma plataforma que exige um nome real para abrir uma conta). No entanto, existem patentes em arquivos que merecem mais atenção.

Androidpit Facebook Deactivation
Ao longo dos anos, vários usuários desativaram suas contas no Facebook por problemas com privacidade / © AndroidPIT

... possui coisas bem invasivas

Emoções representam uma mina de ouro na internet e o Facebook sabe disso. Há algum tempo, a rede social começou um sistema de reações para que os usuários pudessem indicar como se sentem em relação a uma postagem: rindo, irritado, triste e assim por diante. Mas como nem todo mundo usa tal função, o Facebook cogitou usar outro tipo de ferramenta para entender as emoções dos usuários.

facebookreactions
As suas reações no Facebook / © AndroidPIT

Assim como a Google, o sistema do Facebook vai passar a analisar diversos fatores (particularmente velocidade de escrita e escolhas de palavras) para entender o estado de espírito dos usuários. Assim, saberá que tipo de conteúdo faz você reagir ou não.

Além disso, teremos um "detector de tédio" que, como o nome indica, vai determinar se um usuário está entediado. Para tanto, o recurso irá calcular quanto tempo você está inativo na rede social e o tempo que passa no seu feed de notícias; se você para para ler algo que chamou a sua atenção ou se mudou para outro app por que estava entediado.

E isso, meus amigos, parece bastante crítico, pois existem muitas razões pelas quais você deixaria o feed de notícias do Facebook (uma delas seria responder a uma mensagem no Snapchat, por exemplo, ou conversar com seus amigos em uma mesa de bar).

O melhor é o sistema de análise visual

O que é análise visual? Se estiver em pé, senta. Uma das patentes no arquivo do Facebook mostra a intenção da empresa de Mark Zuckerberg em analisar visualmente as emoções dos usuários. Sim, graças à câmera do seu smartphone, o sistema poderia reconhecer e analisar a sua expressão facial, por exemplo, durante a leitura do seu feed de notícias, e verificar o seu interesse sobre o conteúdo que aparece na tela. Assustador, não?

Olhando pelo lado da tecnologia, sim, isso produziria melhores resultados do que a atual coleção de reações nas publicações, mas seria uma grande invasão da sua vida privada.

Androidpit facebook at work 0417
Você traz o Facebook com você para todos os lugares / © AndroidPIT

Claro, é uma patente, o que significa uma ideia que está na fase de pesquisa, que pode vir a se tornar um recurso ou não. Neste momento, não é nada, porém o assunto começa a ganhar proporção. O canal Independent escreveu um artigo sobre o tema, explicando que esta é uma patente antiga (publicada em 2015) e que foi descoberta recentemente. 

O Facebook respondeu ao artigo, explicando que as patentes são muitas vezes arquivadas, mas isso não significa que tenham sido postas em prática. Logo, não teríamos nada com que nos preocuparmos. Contudo, eu não confiaria no Facebook.

Opinion by Benoit Pepicq
Eu não confio no Facebook.
O que você acha?
50
50
205 participantes

A equipe do Facebook está certa sobre uma coisa, muitas patentes não se materializam. No entanto, na prática, o que está realmente impedindo a gigante americana das redes sociais de tornar este tipo de recurso público somos nós, os usuários. Bom, pelo menos enquanto pudermos proteger a nossa privacidade. 

E aí, você está surpreso com essa patente do Facebook ou já não se importa mais?

108 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Ralf Alencar há 1 mês

    Hahahaha é piada esse pessoal que quer privacidade na Internet, WhatsApp, Instagram são do Facebook e você acha que não tem troca de informações? E outra o sistema do seu celular você acha que não conversa com os servidores da Google? E você já fez alguma compra online? Se a resposta for sim lamento dizer mais os grandes varejos usam serviços de hospedagem que são interligados com a Google. Só tem uma solução more em uma caverna.

  • Maurício Rodrigues há 1 mês

    Eu falo e repito, em rede social o produto é você. Quanto mais eles poderem fazer pra saber sobre você, e lhe manter conectado na rede eles o farão. Esta errado? Não, é o negócio deles, agora se submete a isso quem quer. A muito tempo que o face não vê um clíck meu.

  • Phelipe B. há 1 mês

    Depois que o Facebook"se vendeu" o foco deles é analizar todos os aspectos da vida de seus usuários para direcionar propagandas, vendas, produtos específicos.
    Não estão errados, é uma rede social capitalista, cabe a nós termos cuidado.

  • Ralf Alencar há 1 mês

    Vocês são muito ingênuos mesmo, acham mesmo que o sistema que reje seu aparelho o qual a Google é dona, ela não mexe? Hahaha e vocês acham que ela vende anúncio baseado em água?

  • Sidney Piesco há 1 mês

    "Eu não confio no Facebook"
    Na verdade, eu não confio no ser humano.

48 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi