O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
4 min para ler 106 Compartilhado 32 Comentários

Conheçam o Fairphone 2, primeiro smartphone modular do mundo

Se você está esperando pelo smartphone modular do Google através do projeto Ara, uma alternativa a ele estará disponível em poucos meses: o Fairphone 2. A empresa responsável por ele já o colocou em pré venda, ou seja, finalmente teremos o primeiro smartphone modular da história, embora este ainda esteja um pouco longe da realidade proposta pelo Google.

Vale lembrar que desde que foi anunciado o primeiro modelo do Fairphone, o principal objetivo é a conscientização dos usuários quanto aos recursos minerais utilizados, e desperdiçados, na fabricação de smartphones. Também leva em consideração o uso de mão escrava (ou quase isso) por partes das grandes empresas asiáticas. Com isso em mente, a idéia de ter um smartphone modular é que ao invés de trocar de smartphone freneticamente como acontece hoje, os usuários trocam apenas partes do hardware dele, economizando assim os recursos utilizados na fabricação de novos aparelhos.

Fairphone 2 detalhes 4 1260x710
Fairphone 2 e seus módulos substituíveis.  / © Fairphone

Obviamente isso tem um preço, e não é muito baixo. Como eles dizem utilizar minerais que não são extraídos de zonas de guerras na África e não trabalhar com mão de obra exploratória e sim com salários justos, o dispositivo custa € 525 (cerca de R$ 2.200). 

Quando aos módulos que atualmente podem ser trocados, atualmente estão “limitados” a tela, câmera, alto-falante e microfone. Além disso, há uma porta de expansão na traseira que permitirá criar capinhas com recursos adicionais como carregamento wireless, NFC, ou até mesmo células solares integradas. Eles ainda não possuem preços estabelecidos, porém dá para se ter uma ideia com os preços das peças de reposição do primeiro Fairphone: a bateria custa R$ 80; a câmera traseira custa R$ 120; e a tela custa R$ 300. 

Fairphone 2 detalhes 2
Preço do Fairphone 2 e a justificativa de ser alto. / © Fairphone

Quanto às suas especificações, podemos dizer que é de um intermediário:  Processador Snapdragon 801, tela Full-HD de 5 polegadas, 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento com microSD. A câmera principal é de 8 megapixels e a frontal é de 2 MP, e para fechar uma bateria de 2.420 mAh. Na parte de conexões ele terá WiFi 802.11ac, Bluetooth 4.0 e suporte para redes 4G LTE.

Um grande problema que poderá ocorrer é a questão do software. Como se trata de uma empresa pequena, garantir atualizações para o Android 5.1 Lollipop poderá ser difícil e, segundo eles, vai depender muito "dos detentores das licenças e também dos recursos que eles conseguirem (lucro)". Mas eles já possuem um plano B que envolve outros sistemas. Eles cogitam usar também o Ubuntu Mobile e/ou o Firefox OS. Mas o mais provável, e melhor diga-se de passagem, é o uso do sistema Sailfish OS que além de ser um sistema aberto, roda apps do Android.

O site Ars Techica já colocou as mãos no Fairphone 2 e testou e desmontou o mesmo. O resultado foi muito animador. Eles conseguiram desmontar o celular todo em apenas 20 minutos enquanto conversava com um executivo da Fairphone.

Segundo o Ars Technica, ele é composto por sete blocos principais: a tampa traseira, bateria removível, tela, chassi principal, módulo de receptor, módulo de câmera traseira, e módulo de alto-falante. Posicionados desta maneira, os componentes que quebram com maior frequência – como a tela – são isolados para melhor facilidade no conserto. Como todos os parafusos são iguais, ainda não há risco de trocar os mesmos. Abaixo um vídeo demonstrativo que fizeram.

Provavelmente nunca veremos esse smartphone no Brasil, mas ele nos dá uma idéia do que podemos esperar do futuro. Só nos resta esperar como os grandes fabricantes da atualidade que fazem centenas de modelos diferentes de  smartphones por ano irão reagir a isso, ou se estão preparadas para isso. E vocês, acham que o preço alto do Fairphone vale a pena?

Os comentários favoritos dos leitores

32 Comentários

Escreva um comentário:
  • Vish, eu só vejo treta nos comentários😂

  • Intermediário com um SD810?
    Hahaha
    Vocês são uma piada

  • Desde de Quando Os Intermediário de hj tem um Snapdragon 801?
    Que eu Saiba nenhum se tiver me avisem.
    kkk

  • Legal, toda vez que sair de casa desmonta o Smartphone para o ladrão não levar todo ele hahaha. Quando chegar em local seguro, monta de novo.

  • Nunca havia pensado no projeto Ara como um algo mais sustentável.

  • O preço é alto, mas a justificativa é convincente e o nome já diz tudo: ele é justo (ou tenta ser), seja com a natureza ou com o empregado que vai montar o aparelho. Infelizmente, não é um smart desses que as pessoas querem, precisam, acham que precisam e/ou podem comprar. E o "poder comprar" realmente pesa muito na decisão.

  • Uma boa idéia, mas o preço não vale

  • Não sei se essa idéia vai entrar com boa visão no mercado. As pessoas querem agilidade, não ficar procurando peças pra fazer alguma coisa. Isso é bom pra quem é desenvolvedor e não para o público geral (minha opinião)

  • A ideia é muito boa. Mas pelas características e preço vai ser um smartphone de nicho.

  • Se com celulares normais já somos roubados, imagina com celulares assim.
    As peças teriam fácil acesso ao mercado negro.
    Ou seja, o roubo de celulares iria aumentar muito mais do que já é, somente pelo simples fato de revender as peças fácil e o cara que comprou revender em sua loja.
    Não vale muito a pena, comprar celulares assim.

  • Ainda no aguardo do projeto ARA .

  • Vai ser meio o que acontece com os PCs.
    O cara vai trocando placa de vídeo, placa de som, aumenta a memória, troca monitor/mouse/teclado, etc...e ele fica parecendo e tendo o desempenho quase igual ao de um novo.
    Aí chega uma hora que não vale mais a pena atualizar e vc acaba tendo de realmente comprar um novo.
    Ou seja, tudo o que vc economizou adiando na compra de um novo vc acabou gastando nas peças para atualiza-lo, e depois gasta mais ainda na compra de um novo.
    Em se tratando de smarts, pode ser bom nessa questão do ecologicamente correto, mão de obra, etc...
    Mas pra mim mesmo, acho que não serviria.
    Eu sou desses que fica com um smart por pouco tempo (no máximo 1 ano e pouco), aí vendo ele por um bom preço, junto mais um $ e compro o novo praticamente pela metade do preço ou um pouco mais.
    O meu futuro X Style, por exemplo, pelo que eu ando vendo não irei gastar do meu bolso mais do que $1.000/1.100 pra comprar o meu, o restante do dinheiro virá do meu atual que já está quase vendido.
    Acho muito melhor assim, pois sempre tenho um aparelho atual gastando bem menos, do que ficar com um smart por uns 3 anos ou mais se tornando defasado e quase sem valor e tendo depois que pagar o preço cheio de um cel novo.

    • acho q vc é doido com smartphone...meu s5 vai até ele pifar...prefiro gastar com viagens do que smartphone..he he

      • Doido pq?
        Por trocar todo ano, não perder muito $$$ com isso e estar sempre de smart novo sem ter de me preocupar com atualizações e nem passar raiva com ele cada vez mais lento?
        E vc ficar com seu S5 até pifar e depois ter de gastar uns $2.000 num novo?
        Cada um cada um né... rsss.
        E outra, eu ganho em média $3.000 p/ mês, as vezes mais...as vezes menos.
        Quando troco de cel uma vez por ano eu gasto em média pouco mais da metade do que vale o cel novo.
        Esse ano, por exemplo, vou pegar um X Style e irei tirar do meu bolso uns $1.000 e pouco, ou seja, gastarei 1/3 do que eu ganho em UM mês...rsss.
        Então eu acho que não estou perdendo é nada, e continuo viajando sempre como de costume. 😎

    • Faço o mesmo que você, fico no máximo um ano,vendo e compro um mais potente.
      Tem dado certo,por isso tenho economizado bastante.

      • Né?
        Sempre fiz isso e, pelo menos até agora, tem dado certo.
        Pego um cel novinho, fico com ele pelo menos por um ano aproveitando tudo a que tenho direito, não me preocupo se vai atualizar ou não (o próximo dono que lide com isso...hehehe) e quando lança o novo espero uns 3 meses até ficar mais barato e no final do ano vendo o "antigo" e compro um novinho em folha na BF ou em alguma promoção relâmpago. ^^

      • *aliás, só não comprei ainda o X Style nessas promoções que teve pq eu vou comprar pelo menos uns 4 smarts nessa BF: o meu, um X Play de presente pra minha mãe, minha irmã tbm tá querendo comprar um pra ela pq o dela só dá bug ultimamente e o meu colega de trampo tbm tá querendo trocar de cel e vive me enchendo o saco.
        Então espero fazer um mega pacotão (de preferência em uma loja só) e com isso ganhar um desconto melhor ainda. ^^

Mostrar todos os comentários
106 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi