O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
3 min para ler 32 Compartilhado 33 Comentários

Fairphone: você daria uma chance a um celular com preço justo?

Durante o MWC 2014, enquanto passava pelo Hall 8, onde os desenvolvedores estavam "escondidos", tive a oportunidade de conversar com a equipe por trás de um dispositivo que diz ser ser verdadeiramente justo. O Fairphone promete colocar acima de tudo os valores éticos e, segundo seus realizadores, ele está além da tecnologia, já se tornou um movimento. Mas o que é o Fairphone e como você pode ter um?

Fairphone software android
O Fairphone não foi desenvolvido para ter um design elegante, mas um valor que fica acima da estética! / © Fairphone

O que é o Fairphone?

O Fairphone começou como uma campanha dentro da Waag Society para aumentar a consciência do consumidor sobre os materiais usados na fabricação de telefones celulares. Aliás, você já se questionou quais são os custos de produção do seu smartphone? A campanha ganhou vida própria e, em 2013, a Fairphone se tornou uma empresa independente. Com base na ideia de que a melhor maneira de compreender os processos da produção de um telefone celular (e de influenciar na mudança da indústria) era se tornar parte desta máquina, o pessoal da Fairphone resolveu desenvolver o o próprio celular.

Fairphone o1
Os materiais usados na fabricação do telefone são provenientes de áreas livres de conflito na África. / © Fairphone

A ideia é que a pessoa que adquirir um modelo do Fairphone estará colocando às mãos sobre um produto livre de conflitos, fabricado usando recursos justos e que colocam as pessoas em primeiro lugar. Por exemplo, o aparelho é produzido com minerais livres de zonas de conflito provenientes da República Democrática do Congo (RDC), além disso o dinheiro oferecido por eles sustenta famílias e não milícias armadas.

Em relação ao software do aparelho, existe uma equipe que trabalha desenvolvendo o OS, que por sinal é o Android, por se tratar de uma plataforma aberta. O time é formado por designers que tive a oportunidade de conhecer em Barcelona, onde pude ter um gostinho de como funciona a software do dispositivo. Tudo me lembrou muito uma ROM customizada, como uma skin própria, mas ainda assim muito pararecida com a ROM Paranoid Android

O sistema operacional é bastante personalizável, intuitivo e leve, apesar da customização em cima do Android.

Fairphone 02
© Fairphone

O objetivo final do grupo de desenvolvedores do Fairphone é descobrir os processos que entram na produção de um smartphone e estimular a discussão sobre o real significado de ser "justo".

Em resumo, o Fairphone serve para iniciar uma conversa sobre a abertura de cadeias de abastecimento para ajudar os consumidores a adquirir mais consciência sobre os impactos sociais e ambientais dos produtos eletrônicos que adquirem. Assim, posso dizer que é uma crítica direta aos dispositivos de empresas como Motorola, Samsung, Sony, LG, Huawei, Xiaomi e companhia.

Especificações técnicas

Tela 4.3 polegadas, qHD, com resolução de 960×540 pixels, Dragontrail Glass
Processador Mediatek 6589, Quad-core, 1,2GHz
Memória RAM 1GB
Armazenamento interno 16GB + microSD até 64GB
Câmera 8MP (traseira); 1,3MP (frontal)
Sistema Operacional Android 4.2.2 Jelly Bean (Fairphone Interface)
Conectividade 2g, 3G, GPS, Wi-Fi, Bluetooth, micro USB, bússola e giroscópio
Preço 310 euros, aproximadamente R$ 935,00
Bateria 2.000 mAh; removível; carregador não incluso por padrão
Extras

Dual SIM

Acesso Root: Variantes com acesso root, oferecendo assim acesso de super usuário imediato e maior controle sobre o seu telefone.

Como comprar?

Se você se interessou pelas especificações e pela ideia por trás do Fairphone, para comprar o dispositivo basta acessar a loja online da empresa aqui. Tenha em mente que Fairphones são smartphones que se aplicam aos valores sociais e aos princípios do design aberto para influenciar as práticas de abastecimento e de produção mais justas e, neste intermédio, utilizam o OS Android como plataforma.

Ao comprar um Fairphone, você ajudará a financiar a produção do próprio telefone, bem como permitir que o Fairphone mantenha-se independente e investir em nova iniciativas que trabalham para uma economia mais justa. Porém, estou curiosa para saber o que você pensa sobre esta iniciativa e, sobretudo, sobre o preço justo deste smartphone?

Aliás, o que você considera um preço justo para um smartphone?

Fonte: Fairphone

Os comentários favoritos dos leitores

  • Jonas Baeta 22/mai/2014

    Anderson,

    O que se vê aqui é uma representação micro do macro que nós Brasileiros vivenciamos todos os dias de nossas vidas. O reflexo de um povo que só pensa no próprio umbigo e que tem como conceito de "justo" a premissa de estar levando vantagem! Não importa se para produzir um produto moto A ou X, ou sansung, ou apple se desmata alqueires de mata nativa, se perfura crateras de centenas de metros de profundidade, se se derrama milhares de galões de oleo no mar, se se escravizam famílias inteiras para servir de mão de obra! O conceito de fairtrade ainda não chegou aqui, e pela "cultura" da vantagem do brasileiro acho que ainda vai demorar a pegar! Depois reclamam da carga tributária de nosso País, os que fazem as leis e os impostos são apenas mais brasileiros querendo tirar vantagem em cima de algem ou de algo!

    Abraços

33 Comentários

Escreva um comentário:
  • O que desanima é o preço , espero que quando lançarem o projeto ARA no final desse ano , empresas como essa do fairphone desenvolvam celulares modulares e módulos justos também , já que a ideia de modularidade é muito sustentável .

  • Ufa, alguns, menos do que o ideal, entenderam a idéia! Deixar eu perguntar:
    Todos vcs sabem da onde vem o C(cristal) do LCD?
    Vcs acham menos que o último vazamento de petróleo foi aquele anunciado no Jornal Nacional?
    Quantos aqui que trabalham, dormem no dormitório fornecido pela empresa?
    Ah bom, então essa idéia não faz sentido algum....

  • Muito bom artigo team, parabéns pela preocupação.

    Pessoalmente, cada dia mais tento adequar minhas atitudes em relação à sustentabilidade e bem estar de modo geral, fisica, psiquica e espiritual.

    O artigo vem ao encontro destas questões que estão na mente de muitos de nós, porém, há uma dificuldade imensa em adequar nossa crescente demanda por multifunção nos diversos ambientes em que devemos estar conectados.

    Eu ja transitei de iphone para galaxy e o ultimo foi o s4. Note que eu não tive problemas com a consciência anteriormente, porém há sempre tempo para mudanças, assim como o Tesla no campo do automobilismo. Eu desejaria poder fazer meu próprio Smartphone para não impactar sobremaneira o ecosistema como um todo, porém, esbarro ai na impossibilidade técnica para tanto certo?

    Agradeço muito a equipe do Fairphone poder dar um ponta pé inicial a esta crescente mudança de mentalidade sobre nosso papel no ciclo do consumo, pois irá impactar certamente na opnião dos consumidores em algum tempo, visto que ainda somos ignorantes a muitas consequencias que a produção dos eletronicos.

    A exemplo da Apple e Sammy que recentemente tiveram casos de maus tratos dos funcionarios, doenças relacionadas à manuseio da fabricação etc fora o impacto ecológico que nem sequer podemos mensurar.

    A idéia está lançada e sou apoiador da causa, inclusive peço aos moderadores que além de mim, iniciem pesquisas para saber a opnião sobre como podemos forçar os fabricantes a criarem ideias que visem estes novos rumos de fabricação de eletrônicos em geral.

    Podemos ainda criar abaixo assinado nos diversos sites que atuam com esse tema para forçar a legislação local.

    Obrigado Team.

  • A lógica do pessoal aqui é: Mas a empresa X, assim como a Y, tem um produto bem mais barato e ganha muito dinheiro...
    Aí te pergunto, quem recebe esse dinheiro? Empresários, CEOS, acionistas? Mas e o trabalhador? Se acredita que o funcionário na linha de produção massivamente terceirizada dessas empresas recebe justamente pelo que trabalha, está completamente louco.
    Sim, aqui tudo é muito caro, mas a ideia é bastante boa, tem valor, logo o 'preço' é justo sim!

  • Segundo o Priberam:
    "Preço" Importância moral, valia, quilate, merecimento.
    Compensação,
    Lembre-se que as palavras têm mais de um significado, nesse caso, difere de dinheiro.

  • A verdade é q "preço justo" dá margem a interpretações

  • Creio eu que aqui Justo aplica-se a forma, os meios, materiais, mão de obra foi produzido o smart e não o custo beneficio de um tel de uma empresa gigante que produz em massa. No caso o smart é produzido com recursos da venda do proprio gadget.

  • Meu moto X tem especificações mais robustas... e ta em torno desse valor :-)

  • É, realmente a raça não entendeu a concepção do "preço justo", vou exemplificar: Você prefere comprar um produto feito por mão de obra escrava, ou por funcionários dignamente remunerados?
    Esta é a questão. Revejam seus conceitos de "preço justo" ;-) #ficaadica

  •   28

    Com essa cara de iPhone, porém mal acabado? Não. Podia ser todo de plástico. kkk

  • eu só comprava por vir root de fabrica, imagina vc faz overclock queima a placa inteira do smartphone, chega na garantia e manda eles trocarem kkk

  • Realmente o moto g veio com preço mais justo.

  • acesso root de fábrica? bem legal isso aí... mas só isso mesmo kkkkk preço bem acima da média para um "mero" desconhecido.

  • Achei legal

  • bem analisando a pergunta no final do artigo e o preço justo em relação a fabricação, temos que comparar com preços de outros smartphones por melhor impacto que cause, pode ser um bom preço porém não entraria como preço justo eu acho.

  • 935? prefiro meu galaxy win mesmo

  • Estou querendo atualizar o meu galaxy s4 pró Android 4.3 e não consegui fazer nem uma atualização porque

  • Bela iniciativa por parte deste empreendimento, nos " paises em desenvolvimento" não possuímos ainda a noção de politicamente correto , preservação do meio ambiente etc , com certeza este de vice fará sucesso nos paises da Europa Central .

  • caro d mais ,so mais meu moto g.
    Barato e massa.
    pelo preço moto x ta mais em conta

Mostrar todos os comentários
32 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi