O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
4 min para ler 197 Compartilhado 77 Comentários

Novo Google+ aposta em "Comunidades" e "Coleções": é isso o que você realmente queria?

O Google+ - sim, aquela “rede social que ninguém usa” - recebeu uma atualização na noite desta terça-feira (17) e está com um visual renovado. Agora, a interface do serviço está mais simples, minimalista, adequada ao Material Design e dá mais atenção aos recursos que os usuários mais usam, a saber: comunidades e coleções. O Google+ cada vez mais deixa de ser uma rede social para se transformar numa central de conteúdo, que reúne os assuntos que você mais gosta. Mas será que essas mudanças são as que os usuários do serviço realmente desejam?

Desde o seu lançamento, e consequente insucesso, estamos a dizer que o serviço está morto. Ainda mais com redes sociais de maior sucesso e abrangência, como o Facebook, o Tumblr e o Twitter. Porém, a Google, que não é besta nem nada, está monitorando as ações e as opiniões de seus usuários e adaptando o Google+.

Capturar
Google Plus sofre um belo redesign. / © Google

De acordo com a companhia, por dia, o botão “Participar” das comunidades é apertado cerca de 1,2 milhão de vezes. Ou seja, os usuários realmente gostam das comunidades e usam tais canais não apenas consumir conteúdo, mas para criar também. Embora o nome nos remeta ao finado Orkut (que Deus o tenha), as comunidades do Google+ funcionam muito mais como no Facebook, com um feed de notícias que apresenta cartões em ordem cronológica.

As Coleções também têm uma função de destaque na rede social, junto com as Comunidades. Lançadas em maio desse ano, basicamente, elas reúnem textos, imagens e vídeos sobre um mesmo assunto. A seleção dos assuntos é feita pelos usuários e se assemelha muito ao Pinterest, outra rede social de sucesso. Dentre elas, encontramos coleções sobre carros, psicologia, Android, informática e muitos outros temas. Essa função também pode servir para reunir tudo que publicamos por lá. Elas estão crescendo tão rápido quanto as comunidades.

Outra mudança recebida pelo Google+ foi um design responsivo. Agora, a interface do serviço se adapta a qualquer tipo e tamanho de tela. Assim, o conteúdo sempre será bem visualizado, seja no PC, no tablet ou no smartphone. Além disso, ele está mais leve também. A versão antiga consumia 22.600 KB de dados. A nova consome apenas 327 KB.

novo google plus
Captura de tela mostrando nova interface do Google Plus / © ANDROIDPIT

No momento, apenas a versão web foi atualizada e ainda não chegou a todos os usuários. Porém, clicando neste link e fazendo uma pesquisa qualquer, você já tem acesso à nova interface. Contudo, esse macete é provisório. Não se preocupe; logo, logo você receberá um aviso informando sobre a mudança do Google+. Nos próximos dias os apps do serviço, tanto para Android quanto para iOS, serão atualizados com o novo redesign.

Olhando para trás, é interessante notar as adaptações que o Google Plus sofreu. No início, no longínquo 2011, se você quisesse ter uma conta Google era obrigado a ter também uma conta no Google+. Se quisesse comentar no YouTube, tinha de ser com uma conta do Google+. A impressão era a de que a gigante das buscas estava empurrando goela abaixo a sua nova rede social.

google plus androidpit
Aproveita e segue a gente no Google+ / © ANDROIDPIT

Vendo a baixa adesão dos usuários ,e após a saída de Vic Gundotra da direção do serviço, os executivos começaram a fazer algumas adaptações. Assim, o Hangouts e o Google Fotos, que antes eram vinculados ao G+, se tornaram serviços independentes. Para se ter uma conta Google já não é mais necessário criar uma conta no Google+ e, seguindo a mesma linha, os comentários em vídeos do YouTube não são mais vinculados à rede social.

Assim, fica claro que a empresa não quer deixar o Google+ morrer e está tentando adaptá-lo à vontade dos usuários. Se continuar nessa pegada, o G+ pode conquistar um número considerável de usuários. E isso me leva a perguntar: o que você acha do Google+? Você utiliza a rede social do Google? O que acha dela? Deixe a sua opinião nos comentários.

197 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Camila Rinaldi
    • Admin
    • Equipe
    18/nov/2015

    Acho que nem é esse o problema, quer dizer, quem quer bilhões de pessoas falando sobre questões pessoais no G+? O G+ não é uma rede social para trocar fotos do Instagram, vejo muito mais como um lugar com vida inteligente que quer compartilhar conhecimento mais do que momentos privados ou opiniões quando o assunto vira "trend topic" . E não me levem a mal, existe espaço para tudo na internet, para todos, mas acho que encher o G+ de críticas porque nem todos usam a rede social é não conhecer a plataforma que, necessariamente, não precisa ser tão popular quanto o Facebook. Não acham?

  •   44
    ALCIDES 18/nov/2015

    Eu uso o G+ exatamente porque ninguém usa! Rsrsrsr

  • Victor Lima 18/nov/2015

    eu uso o G+ pq não tem postagens ridículas do facebook e as comunidades são ótimas... as pessoas realmente postam coisas úteis e legais lá... facebook é uma bagunça

  •   15
    Camilo r. 18/nov/2015

    ninguém usa? fale por si. lá e cheia de informações sobre smarts atualizações de android. muito bom

  • Vagner Martines 18/nov/2015

    O Google Plus, ao contrário do Facebook, é uma rede social com maturidade; um lugar de aprendizado e conhecimento.

77 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi