O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
2 min para ler 36 Compartilhado 6 Comentários

Google pode substituir o Dalvik na próxima versão do Android

Desde a sua primeira versão o Android utiliza a máquina virtual Dalvik, projetada por Dan Bornstein e engenheiros do Google. Ela é a base de como os aplicativos Android são executados em uma variedade de dispositivos com diferentes quantidades de RAM e processadores. Agora, a empresa acredita que o Dalvik está ficando velho e já tem planos de aposentá-lo.

nexus 5 android 4 4 kitkat logo 02
ART - Nova máquina virtual virá em breve / © AndroidPIT

O substituto do Dalvik é o ART - Android Runtime. Ele surgiu pela primeira vez no Android 4.4 Kitkat para o Nexus 5, nas opções para desenvolvedor, onde pode-se escolher qual máquina virtual utilizar. Segundo a Google, o ART deve substituir completamente o Dalvik na "próxima oportunidade", o que nos leva a acreditar que seja na próxima versão do Android.

Android dalvik art
Seleção de máquina virtual no Kitkat! / © AndroidPIT

"Eu não quero fazer promessas, mas eu acredito que no próximo release do Android o ART esteja pronto. Talvez. Nós migraremos quando ele estiver pronto. Ele já está muito veloz atualmente e agora estamos fazendo alguns ajustes de performance e acreditamos que já estará disponível na próxima oportunidade", disse o engenheiro responsável pelo Android, Dave Burke. "Nós estamos trabalhando nisso e iremos liberá-lo quando percebermos que ele é melhor que o Dalvik em todos os sentidos."

Com o passar do tempo, a Google não fez grandes mudanças no Dalvik, e por isso hoje fica muito difícil de fazer grandes otimizações. Com isso, a equipe do Android resolveu começar um projeto do zero. Mesmo já estando presente como uma opção no Kitkat, Burke afirma que muitos usuários não perceberão a diferença entre os sistemas. Os próximo passo para a Google será a otimização do novo sistema, juntamente com os fabricantes de chips.

A liberação do ART no Kitkat, segundo Burke, foi incentivado por ele, pois queria ver o sistema funcionando e desenvolvedores testando assim que possível.

Fonte: ReadWrite

6 Comentários

Escreva um comentário:
  •   60

    acho que isso sim é uma novidade que teremos que acompanhar de perto, pois ele poderá resolver o problema de fragmentação do android.

    • Ou não. Como diz o post a Google está trabalhando junto às fabricantes de chip (SoCs e processadores). Pode ser que aconteça o mesmo que aconteceu com o Galaxy Nexus (darem a desculpa que a TI não fabrica mais o chip então não pode ser atualizado)

  • Essa atualização faz o sistema ficar mais rápido o que dobra a velocidade de abrir Apps e com aparelhos com 512 de RAM poderia rodar sem nenhum tipo de engasgo ou tratamento, segundo a Google espero que liberem geral esse ART.

  • Seria possível uma atualização para todos os dispositivos da plataforma?

  • Não sei se entendi direito, pois não entendo nada de programação!
    Caso o Google substitua o Dalvik pelo ART, é capaz que todos os aparelhos antigos (com versões anteriores do Android) não conseguirão mais rodar os aplicativos disponíveis no Google Play.
    Estou errado?

    • A Google não faria desse jeito. Eles vão migrar, vai ser mais trabalho para os desenvolvedores, eles terão de desenvolver o app que rode tanto na VM Dalvik quanto no ART. A Google deve facilitar esse trabalho, mas vai levar um tempo até que todos (ou os principais) apps se adaptem. Mas não acredito que essa mudança seja tão dolorosa, já que dá pra testar o ART no Nexus 5, e aparentemente tudo funciona.

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi