O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
3 min para ler 213 Compartilhado 51 Comentários

Projeto Treble: Google quer deixar as atualizações do Android mais fáceis

Pouco antes do Google I/O 2017, a gigante das buscas anunciou o Project Treble (Projeto Triplo), que chegará junto com o Android O. Essa melhoria pretende tornar as atualizações do Android mais fáceis (não necessariamente mais rápidas), posto que poderão acontecer sem a otimização do SoC pelas fabricantes. Para tanto, a Google desenvolveu uma interface alternativa.

Como usuário do Android, você sabe que as atualizações do sistema operacional têm um longo caminho a percorrer antes de chegar até o seu celular, certo? Do Google até os fornecedores dos componentes internos dos dispositivos (como a Qualcomm ou a MediaTek), para o desenvolvimento e teste de firmware pelas fabricantes e operadoras de telefonia móvel (Vivo, TIM, Oi e Claro), e este processo pode demorar até seis meses ou mais. Abaixo, você vê um infográfico que mostra como as atualizações acontecem hoje:

google android update flowchart
Os muitos caminhos dentro do processo atualização acabam por prejudicar a experiência dos usuários / © Google

Em todas as fases deste processo existem pontos de conexão: um deles são os ajustes necessários para cada versão do SoC e outros chips (fornecedores). Assim, se um fabricante de processador resolver não fazer quaisquer ajustes para a nova versão do Android, não haverá nenhuma atualização oficial - a última esperança seriam então os projetos de código aberto, como Lineage OS, que desenvolvem as adaptações necessárias ou soluções alternativas para o software do sistema mais antigo para que este permaneça compatível com a nova versão do Android.

Contudo, existe uma desvantagem aqui: este procedimento não permite a liberação de uma atualização oficial, e para os fabricantes esta não é uma alternativa.

É aqui que entra o Project Treble. O Android O ganhará uma interface de fornecedor com o Project Treble. Isso definirá uma interface estrutural do Android usada para acessar as implementações dos fornecedores de componentes (implementação do fornecedor). Isso permite atualizar o Android de forma independente da implementação do fornecedor. O gráfico abaixo mostra essa diferença no processo de atualização:

project treble changes
O Projeto Treble vai separar o framework do Android da implementação do fornecedor / © Google

Assim, a implementação do fornecedor pode permanecer intacta para uma atualização do Android. "Com o Projeto Treble, estamos reestruturando o sistema Android, tornando mais fácil e mais econômico para os fabricantes de hardware atualizar os dispositivos", afirmou Iliyan Malchev, líder da equipe do Projeto Treble.

Ainda não foram informados todos os detalhes técnicos sobre o Projeto Treble. No entanto, já está claro que com esta reestruturação do sistema algumas mudanças ocorrerão no desenvolvimento da atualização. Fica claro que o desejo da Google é que as fabricantes possam desenvolver e entregar as atualizações de forma mais rápida. Também seja possível estender o período de suporte para smartphones e tablets, que hoje é de dois anos.

Embora a publicação no canal oficial da Google afirme que Project Treble estará presente em todos os novos smartphones rodando com Android O de fábrica, os smartphones Pixel com a prévia do Android O para desenvolvedores já vem com o Project Treble. Por isso, parece ser possível que o Project Treble também possa oferecer suporte para atualizações de smartphones mais antigos. Mas isso ainda não está claro.

Resta saber, no entanto, se o tempo de entrega das atualizações idealizado pela Google com o Project Treble vai realmente ser respeitado pelas fabricantes.

Na sua opinião, o Project Treble mostra que a Google está se encaminhando para uma solução quando o assunto é a fragmentação do Android?

213 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Sidney Piesco há 3 meses

    Na primeira figura, entre todas as etapas tinha que colocar os consumidores gritando: "cadê a minha atualização?" "isso é descaso do fabricante!" "isso é uma vergonha!" se fosse iPhone já estaria atualizado!" " a Apple respeita o consumidor!" "o google tem que dar um jeito nisso!" "a nova versão já saiu há 6 meses, isso é descaso!", entre outras gritarias normais...kkkkkk

  • Claudio R. há 3 meses

    Acho que a fragmentação continuará...

  • Henrique P.
    • Blogger
    há 3 meses

    No papel tá ok, mas quero ver na prática como vai ser, pois pode afetar as fabricantes de componentes e as OEM's, no que tange a interface. Tem que ser bem planejado ou então de nada adianta ter o Treble...

  • Felipe Lima há 3 meses

    Entre o querer e o poder existe um imenso abismo, até para gigantes como o Google.

51 Comentários

Escreva um comentário:
  • Pode ser um começo a longo prazo para atualização cada vez menos demoradas das novas versões do Android. Poderia também acabar com a desfragmentação do SO Android a partir de então (se as fabricantes deixar de lado os interesses mercenários), além de reduzir os bloatwares indesejáveis e permitirnos a opção de removê-los sem root...

    CAV

    • Atualizações cada vez menos demoradas, talvez. Agora, acabar com a desfragmentação, fazer as fabricantes deixarem de lado seus interesses e reduzir os bloatwares indesejáveis já não é garantido (aliás, arrisco a dizer que o Projeto Treble por si só não vai acabar com isso).

  • Eu penso que as atualizações do Android deveriam ser feitas de outra forma, como atualizamos um PC com Windows, uma atualização para a nova versão do sistema deveria ser online como uma compilação, em que a nova versão iria fazer uma busca por essas informações e fazer as adaptações necessárias em virtude das informações do hardware do Smartphone ficarem de certa forma tão escondidas dentro do sistema, assim não dependeríamos mais dos fabricantes que demonstram claramente não terem a menor vontade de proceder essas atualizações. Mas há algo que gostaria de comentar aqui, aproveitando esse canal é que os fabricantes alteram o Android a seu bel prazer que impossibilitam os usuários do sistema a utilizarem as inovações que o Google traz a cada nova versão do Android, citando apenas uma como exemplo: no Marshmallow o Google implementou uma alteração no sistema que nos possibilita formatar o cartão de memória como memoria interna, dando ao Smartphone uma sobrevida aos aparelhos medianos e fabricantes como Samsung e Sony com o Marshmallow não permitem essa utilização.

    Me desculpem se escrevi alguma bobagem, tentei exprimir somente uma opinião baseada justamente nessa dependência dos fabricantes.

  • Estão encurtando o caminho, mas a liberação ainda depende da fabricante. Receio que continuaremos sem atualizações!

  • Não entendo.. no windows, acerta as atualizações pra vários tipos de hardwares e de boa, pra Apple e as várias versões de hardware dos Iphones tb de boa.. só com o Android é esta p******.. e olha que os low ends e os intermediários atuais muitas vezes tem o hardware de high ends de outras épocas.. mas enquanto atualização for motivo pra vender, as fabricantes não vão lançar mãos destes métodos mercenários.. mas dói ver vários aparelhos com hardware bom e não serem atualizados..

    • A Apple ainda tem a vantagem de fabricar os próprios chips, mas a Microsoft não fabrica e consegue atualizar né!?

    • Eu também não entendo Dalbert, porque num sistema que tinha tudo para dar certo, mas na verdade deu, só não nesse quesito "atualização do sistema", talvez pelo fato de ser de código aberto, mas penso que não, acredito que faltou regras, faltou por parte do Google impor condições aos fabricantes de não poderem retirar implementações no sistema como a que eu citei em meu comentário. O sistema só cresceria, só melhoraria com a participação dos fabricantes no sentido de acrescentar qualidade ao sistema e não em diminuir para lucrar mais. Será que esse projeto Treble realmente vai ser a solução?, depois do que vai adiantar se o próprio Google está anunciando um substituto do Android, espero que seja diferente do Android nesse quesito, senão vai ser trocar 6 por meia duzia. Gostei muito de todos os comentários.

  • Mostra que ela finalmente percebeu algo que já deveria ter visto há muito tempo: que tem partes do SO que devem ficar uniformes em qualquer aparelho, e que as fabricantes não precisam mexer nisso e ainda continuar implementando suas customizações.

    Todavia, isso não vai influenciar diretamente na estratégia e na logística das fabricantes quanto a esse quesito. Ou seja, do que adianta a OEM poder compilar uma ROM mais rápidamente se isso não necessariamente garante que ela vá mandá-lo mais rápido? E outra: do que adianta existir esse Projeto Treble, se no final, a fabricante ainda vai dar um xeque-mate num aparelho com mais de 24 meses de idade?

    Ou seja: a Google achou uma forma de facilitar o processo (aliás, demorou um bocado!). Mas enquanto ela ainda delegar uma responsabilidade sua pra terceiros, as coisas vão continuar complicadas, a fragmentação vai continuar do mesmo jeito, e logo se concluirá que as coisas não vão mudar nada.

    Concluindo: do jeito que a Google faz as coisas, esse Projeto Treble é uma perca de tempo! É inútil! Não serve pra nada!

  • eu gostei da ideia e acho possível sim, mas aposto que assim que isso for posto em pratica de fato (se é que vai ser feito mesmo), alguns fabricantes iram capar a função... porque? pra atrapalhar a vida do usuário, esperamos uma eternidade pra chegar a atualização e quando chega, vem com funções capadas

  • O problema não é atualização mais fácil, e sim a maior cobertura de aparelhos, não da forma que está, apenas alguns poucos recebem, no caso, até dois anos, no máximo.

  • A proposta é muito louvável, porém as fabricantes tem que se comprometerem a entregar as atualizações como dita a regra do projeto.... Seria bom tbm essas atualizações serem pelo menos por 3 anos... Espero que as fabricantes não avacalhem o projeto e o torne obsoleto.

    CAV

  • quero só ver isso aí

  • EIS AÍ, A MAIOR NOVIDADE DAS ÚLTIMAS VERSÕES! Só que como já disseram, não é da vontade das fabricantes atualizar o Android por muito tempo. Acho que quem deveria decidir isso é o Google, mandar atualizações sem o intermédio da Samsung/Motorola/LG/HTC/OnePlus via OTA. Como não sei, mas os engenheiros poderiam trabalhar nisso, porque senão vai continuar do mesmo jeito.

  • Eu acho que esperar nao e o problema, o problema e nao receber a atualizacao, eu nao me importaria de esperar desde que recebesse 3 ou 4 atualizacoes.

    Mas isso ja e um comeco.

  • adoro o sistema android mas ja estou começando a pensar duas vezes se continuarei por conta das atualizações pelo menos as de seguranças tinham q ter suporte pra mas tempo.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi