O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK

Huawei rouba a cena no MWC: afinal, quem são esses caras?

 

Imagem: Quickmeme.com

Para quem tem acompanhado as novidades do Mobile World Congress, uma das gratas surpresas está certamente reservada para uma empresa que não tem grande expressão quando se pensa no Android. As fabricantes que nos vem à mente são a Samsung, a Motorola, a Sony e, num segundo pelotão, a LG, a HTC ou a ASUS. Não estamos nos referindo a nenhuma delas. Um dos grandes destaques em Barcelona é a chinesa Huawei. Pudera: a fabricante resolveu lançar nada mais, nada menos, que um processador quad core declaradamente QUATRO vezes mais potente que o Tegra 3 que equipa aparelhos como o Ascend D Quad e o Ascend D Quad XL. Sem mencionar o MediaPad 10 FHD, um tablet quad core que parece muito com o Samsung Galaxy Tab 10.1. Mas afinal, quem são os caras que estão por trás da Huawei? Que empresa é essa que, apesar de não estar na linha de frente da corrida pela liderança em tecnologia, resolve surpreender e trazer dispositivos tão sofisticados? A pergunta tem o mesmo teor se fosse feita no circo da Fórmula 1 em relação a um carro que surpreendemente aparece no pelotão de frente das corridas, superando Ferrari, Red Bull, McLaren ou Lotus (que está de volta). 

Comecemos, portanto, do começo. A Huawei não é de maneira alguma uma daquelas empresas "pequeninhas". Ao contrário, emprega mais de 100 mil pessoas ao redor do mundo - ao todo, em 140 países. Sua base é em Shenzen, cidade que se localiza na província de Guandong, na China. A Huawei é uma das maiores fornecedoras de smartphones do mundo. Mas a empresa não se restringe a fabricar celulares. No Brasil, ela já é conhecida por prestar serviços em telecomunicações. Ou seja, a empresa não é apenas fabricante de celular ou de chip. Ao contrário, a Huawei é bem verticalizada.

E não é porque estamos falando de uma empresa chinesa que devemos ser tomados pela armadilha dos preconceitos que envolvem empresas daquele país. O analista Ramon Llamas, por exemplo, afirma categoricamente que os aparelhos da Huawei são muito bons e que podem fazer frente aos melhores aparelhos produzidos nos Estados Unidos. E qualidade é o que precisará mostrar a empresa chinesa, caso queira conquistar mercados como o europeu ou o norte-americano.

Um bom exemplo de qualidade está nos dois aparelhos abaixo. Acompanhe suas especificações e tire suas conclusões:

 

                                                    Imagem: TechShout

  • processador quad core Huawei K3V2 em modelos de 1,2GHz e 1,5GHz
  • Android 4.0 Ice Cream Sandwich
  • 4,5" com LCD IPS em alta resolução (1280 x 720)
  • 5.1 Surround Sound com Dolby Mobile 3.0 Plus
  • Câmera traseira de 8MP com gravador de vídeo HD a 1080p
  • Câmera frontal de 1,3MP
  • Bateria de 1800mAh
  • WLAN 802.11 bgn
  • Bluetooth 3.0
  • HSPA+ 21,6 Mbit/s
  • 8GB de memória interna
  • 1024MB de memória RAM
  • 64mm de largura por 8,9mm de espessura
  • Peso: 130g
  • MHL-HDMI
  • DLNA


Especificações do Huawei MediaPad 10FHD:

                                                    Imagem: PC World

  • 2GB de memória RAM
  • Processador quad core 4x mais veloz que o Tegra 3
  • resolução de 1920 x 1200
  • 3,5mm de espessura
  • 226 pixels por polegada (76 ppi a mais que outros tablets)
  • modelos com 8,16 e 32GB e com placa de micro SD
  • câmera traseira de 5MP e câmera frontal de 1,3MP
  • Ice Cream Sandwich

Convencidos do poder da Huawei? Talvez há leitores aqui que podem nos falar mais a respeito. Sobretudo se forem possuidores de algum dispositivo da Huawei.

Fonte: PC World

2 Comentários

Escreva um comentário:

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi