O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
11 Compartilhados Sem comentários

IFA 2012 reserva lugar para pequenos fabricantes asiáticos - Parte 1

Além de ser palco para a apresentação de novos e aguardados dispositivos Android, como foi o caso do Samsung Galaxy Note 2 e do Sony Xperia Tablet S, a IFA 2012 é uma feira de inovação e tecnologia voltada para negócios. Na minha primeira participação, minha tarefa foi fazer a cobertura dos expositores de dispositivos móveis Android fabricados na Ásia. A primeira impressão, pode parecer irrelevante se levarmos em consideração o tamanho da feira, com nomes como Samsung, Sony, Intel, Motorola, Huawei, Archos, HTC e Lenovo, porém, foi a abertura de um extenso mundo novo, que eu realmente desconhecia em termos de magnitude. No entanto, este novo universo também abriu uma caixa de dúvidas e questionamentos sobre o mercado Android. O assunto rende tanto que este artigo será dividido em duas partes, na primeira serão apresentados apenas smartphones e, na segunda, tablets.

 

Em primeiro lugar, devemos ter em mente que, todos os produtos comercializados, hoje, como câmeras fotográficas, PCs, smartphones ou tablets, possuem componentes fabricados na China. Quando anunciamos que um produto foi fabricado na China, é muito fácil julgar a autenticidade do que estamos levando para casa, se é um produto original ou uma cópia. Porém, empresas idôneas como Apple e IBM, por exemplo, terceirizam a fabricação de componentes, ou mesmo uma linha de produção completa, a subsidiárias chinesas. Isto pode ser explicado porque na China, a mão de obra e a matéria prima são mais baratas, bem como possui uma mão de obra qualificada.

Entretanto, todo este conhecimento tecnológico e vantagens de mercado também culminam para uma linha de produção de smartphones e tablets que são muito parecidos, mas não são originais. Some isso às vistas grossas do governo daquele país, ao potencial de venda dos produtos em mercados emergentes e você terá um mercado paralelo abraçado por uma feira do porte de um evento global de apresentação de novas tecnologias como a IFA. O que levanta uma questão bem importante:

Comercializar os chamados “Xing-lings” é crime?

A resposta é “não”, até que uma empresa entre com um processo judicial. Porém, acordos comerciais e brechas na legislação dão margem para interpretações, assim, se cinco itens do projeto original forem alterados, por menores que sejam, já podem caracterizar o produto como diferente. Os produtos similares, muitas vezes, oferecem ainda mais funções, já que podem unir em apenas um dispositivo diferentes tecnologias existentes em variados produtos, a preços muito baixos, o que os torna tentadores. Agora, nunca esqueça o que podem acarretar menor tempo de garantia - se existir - e a falta de assistência técnica.

Dito isso, a IFA 2012 reservou três zonas para pequenos fabricantes asiáticos, as quais foram identificadas como setores 26, 27 e 28 - IFA Technology & Components. Neste espaço, existiam centenas de fornecedores de variados produtos. Meu foco foram smartphones e tablets rodando o sistema operacional Android. Qual foi a primeira surpresa, o fato de não se falar em marcas, torna o entendimento e a comunicação um tanto quanto complicada, pois os representantes de cada fabricante estavam lá para negócios e não para divulgar seus produtos a sites especializados. Pelo contrário, a sensação é a de que quanto menos for divulgado, melhor.

Para se ter uma ideia, logo na entrada ocorreu uma situação curiosa no estande de uma fornecedora chinesa, quando perguntei se poderia fazer uma imagem dos produtos expostos ou mesmo dos banners nas paredes, uma das responsáveis disse a seguinte frase:

Pode tirar fotos dos produtos e dos banners, com exceção deste, pois o aparelho se parece demais com o Galaxy S3 e não queremos ter problemas com a Samsung.

Antes de apresentar alguns dispositivos móveis “Xing-ling” que serão oferecidos no mercado internacional nos próximos meses, é preciso dizer que o Brasil está nos primeiros planos de qualquer uma destas fabricantes asiáticas. Amanhã você ficará sabendo o porquê disso, o valor de fábrica destes produtos, alguns parceiros e especificações dos tablets que se parecem com os originais, mas não são.

O que fabricantes asiáticas reservam para o mercado de smartphones Android

Primeiro, vamos levar em consideração que estes aparelhos ainda serão revendidos para marcas “X” do mercado, por isso, o nome dos smartphones, certamente, não serão os que estou especificando abaixo, mas o modelo poderá ter a mesma identificação. Dito isso, aqui seguem alguns dos recursos apresentados pelas fabricantes asiáticas durante a IFA 2012 e que completarão os dispositivos móveis lançados nos próximos meses:

M5000B

Este smartphone é um misto de HTC sensation XL com o modelo em branco da Samsung Galaxy S3. Tem uma tela de 5 polegadas, com resolução de 800x480, 512MB DDR RAM+ 512MB Nand falsh, processador Qualcomm MSM7227A-0-AA ARM Cortex A5 1GHz, microSD com suporte até 32G, roda com Android 4.0, é Dual SIM, câmera traseira de 5MP e frontal de 0.3MP. O aparelho pesa 130.6g, GPS e possui conexões WiFi, GSM e 3G (recurso especial).

M5000X

É inevitável não lembrar do HTC desire HD ou então do Samsung Galaxy S2 quando estamos cara a cara com este aparelho da fabricante chinesa ZoWee. O dispositivo traz um processador Qualcomm MSM8225-0-AA nuclear duplo, ARM Cortex A5 de 1.2GHz, uma tela de 5 polegadas, com resolução de 800x480, 512MB DDR RAM+ 512MB Nand falsh e também vem com Dual SIM card. Roda com a versão Android 4.0 Ice Cream Sandwich e oferece suporte microSD de até 32GB, câmera traseira de 5MP e frontal de 0.3MP e GPS. Conexões WiFi, GSM e 3G (recurso especial).

M5020X

Este outro smartphone, difere apenas em design quando comparado ao M5000X. O dispositivo também traz um processador Qualcomm MSM8225-0-AA nuclear duplo, ARM Cortex A5 de 1.2GHz, uma tela de 5 polegadas e também é Dual SIM card. Roda com a versão Android 4.0 Ice Cream Sandwich e oferece suporte microSD de até 32GB, câmera traseira de 5MP e frontal de 0.3MP e GPS. Conexões WiFi, GSM e 3G (recurso especial).

Então, o que você acha das especificações destes três smartphones fabricados na China, muito similares a modelos existentes no mercado, mas com recursos como Dual SIM card, por exemplo?

Antes de adquirir qualquer aparelho, certifique-se de que o mesmo contêm todas os recursos anunciados, prazos de garantia e se a empresa oferece assistência técnica. Outra dica é participar de fóruns onde você possa conferir a opinião de quem adquiriu o mesmo produto ou similares.

Fique ligado, pois quinta-feira vou publicar a segunda parte deste artigo sobre os pequenos fabricantes asiáticos que estiveram presentes na IFA 2012.

Sem comentários

Escreva um comentário:

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi