O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
4 min para ler 287 Compartilhado 112 Comentários

A Intel está se retirando do mercado mobile? E o que isso significa para o Brasil?

Atualizado: Asus se posiciona sobre a questão

Na última sexta-feira (29/4), a Intel anunciou que descontinuará as linhas de processadores Broxton e SoFIA, voltadas para tablets e smartphones. Ambos os chipsets pertenciam à família Atom e, com o anúncio do cancelamento, a empresa não terá mais nenhum chip mobile no seu roadmap de 2016. Estaria a companhia abandonando a divisão de dispositivos móveis? E o que isso significa para o mercado brasileiro? Confira declaração da Asus.

Destacar mudanças recentes

A Asus é a única que utiliza os processadores da Intel no Brasil

O Brasil será pouco impactado pela decisão da Intel, uma vez que, até o momento, a Asus é a única marca no país que utiliza os processadores marca em seus smartphones: hoje, o Zenfone 2, o Zenfone 2 Deluxe e o recém-lançado Zenfone Zoom trazem o chip Atom em suas especificações. Já os Zenfones Laser e Live contam com chipset da Qualcomm, enquanto os Zenfones Go e Selfie têm o SoC da MediaTek. 

asus zenfone 2 back
A Asus era a única empresa a ter smartphones com processador Intel no Brasil/ © ANDROIDPIT

Declaração oficial da Asus Brasil

O AndroidPIT entrou em contato com a Asus no Brasil para pedir um posicionamento oficial da empresa sobre esta decisão da Intel. Perguntamos se a medida impactará de alguma forma na atuação da companhia por aqui, principalmente na questão do suporte dos Zenfones que trazem o Atom. A empresa afirmou  que continuará a dar suporte aos dispositivos da marca que trazem o chip em questão. 

Entrada tardia e prejuízo

Dominante no mercado de PCs, a entrada da Intel no mercado de smartphones e tablets se deu em 2012, quando o chip Atom Z2460 equipou o RAZR i, da Motorola. O modelo fez um relativo sucesso entre o público, o que não ocorreu com outros dispositivos que traziam o chipset da marca nos anos posteriores. 

No entanto, a Intel redobrou a sua aposta no mercado mobile em janeiro de 2014, quando passou a equipar a linha Zenfone, da Asus, sendo o Zenfone 4 o primeiro deles e atingindo o auge da sua popularidade com o Zenfone 5. 

A Intel continuará no mercado de dispositivos mobile, mas apenas com um processador: o Cherry Trail

O problema é que na tentativa de popularizar o padrão x86, a Intel bateu de frente com fabricantes de chips ARM, muito mais consolidadas no mercado, e subsidiou os SoCs customizados para as fabricantes de smartphones com quem manteve parcerias. O resultado da aposta foram prejuízos de US$ 3.1 bilhões em 2013 e US$ 4.2 bilhões em 2014, valores que não conseguiram ser recuperados em 2015 e que culminaram em uma “reestruturação” da empresa, anunciada na última semana. 

INTELATOM
Os chips Intel não conseguiram bater de frente com rivais como Qualcomm e MediaTek/ © Intel

E por reestruturação, queremos dizer que a Intel cortará 12 mil cargos do seu quadro de funcionários, algo em torno de 11% de empregados da empresa. E, na toada dessas mudanças, houve o anúncio do cancelamento dos chips Broxton e SoFIA, cujos recursos serão redirecionados “para produtos que oferecem retornos mais elevados e avançar em nossa estratégia”, segundo comunicado da empresa enviado ao AndroidPIT. 

A reestruturação da Intel resultou também no corte de mais de 12 mil funcionários

Ainda no mesmo comunicado, a Intel afirma que não abandonou de vez o mercado de smartphones e tablets. A empresa afirma que "continuará a entregar o chip Atom Cherry Trail, nas versões x5 e x7, e continuará a trabalhar com as OEMs para desenvolver novos "2 em 1" (híbridos de tablets com notebooks) com base nas plataformas Apollo Lake e Core M". Atualmente, o Cherry Trail já equipa o tablet Surface 3, da Microsoft. 

No entanto, a Intel não divulgou quais dispositivos contarão com o Cherry Trail em um futuro próximo e nem datas de quando isso acontecerá. E, dado o atual cenário, dificilmente esse dia chegará.

E o que você acha da saída da Intel do mercado de dispositivos mobile? 

Os comentários favoritos dos leitores

  • Diego há 10 meses

    Menos concorrência = preço maior. triste

  • Douglas há 10 meses

    Estou quase a 2 anos com meu Zenfone 5(Com o tal chip falho),o curioso e que mesmo com muitas atualizações ele continua como se eu liga se ele pela primeira vez,dizer que algo e falho sem ter experiências mais amplas com o mesmo e agir com amadorismo e comodismo.

112 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários
287 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi