O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
3 min para ler 603 Compartilhado 145 Comentários

A Lenovo finalmente parece ter entendido o papel da Motorola

A Lenovo vai trazer a marca "Motorola" de volta para seus produtos e, finalmente, colocar de lado essa nossa dúvida sobre como chamar um das mais icônicas marcas do mercado mobile. O motivo disso? A Lenovo precisa sobreviver a essa união.

Esqueço o Moto by Lenovo, agora o Moto Z e seus módulos serão diretamente associados ao nome Motorola e é como a Lenovo vê a empresa ganhando em cima do legado da fabricante que inventou o celular.

Segundo uma reportagem da Cnet, a Lenovo trará os smartphones da Motorola para mais regiões do globo onde a empresa vende seus aparelhos, mesmo que isso demore um pouco. O Brasil e, claro, os Estados Unidos já representam grande parte da fatia do bolo da Motorola, mas  a Rússia e a China ainda são lugares nos quais a Lenovo impera quando comparada à Motorola.

AndroidPIT moto mods heros 2387
A linha Moto Z é a promessa da Motorola / © AndroidPIT

Logo, são dois mercados imensos nos quais a fabricante Chinesa vinha segurando a entrada da Motorola. Na minha opinião, um erro, mas enfim, com a mudança da equipe sob o comando das duas empresas, a ordem agora é trazer a Motorola para o centro.

Opinion by Camila Rinaldi
Talvez esse seja realmente o momento de tirar as amarras da Motorola em mercados-chave.
O que você acha?
50
50
1612 participantes

Como nossos leitores sabem, o AndroidPIT possui diferentes braços em diferentes países, e se existe uma coisa que posso afirmar é que nem a Motorola, nem a Lenovo ainda conseguiram entrar na Europa de forma definitiva. Olhando para os dispositivos da Motorola, vejo muito mais chances de "desbravar" o Velho Continente com a linha Moto do que investir em aparelhos da linha Vibe.

Aliás, de acordo com a Gartner, a fabricante chinesa já não aparece mais entre as cinco maiores empresas que vendem smartphones no mundo, tendo sido ultrapassada por outras empresas chinesas, como Huawei e Oppo. Assim, talvez esse seja realmente o momento de tirar as amarras da Motorola em mercados-chave, como a Rússia e a enorme China.

Mais uma vez, os executivos da empresa falaram sobre o "não anúncio" da nova geração do Moto 360. Em dezembro do ano passado, o chefe de produto da Motorola já havia afirmado que não teríamos um novo Moto 360 tão cedo. Agora, mais uma vez vemos este posicionamento: os executivos afirmam que não querem simplesmente estar "no mercado fazendo produtos só por fazer". Sinceramente, este é um posicionamento que muitas empresas deveriam ter, ou fazer como a Samsung, que desenvolveu o próprio sistema operacional para seus wearables, com atenção para o Gear S3.

Jan Huckfeldt, ex-executivo da Procter & Gamble, e que assumiu o cargo de Diretor de Marketing da Lenovo, afirmou que "foi tolice jogar a Motorola ao mar”,  e que em "12 meses todo mundo nos EUA vai conhecer a nova Motorola”. Anotem essa data!

Fonte: Cnet

603 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Bruno S. há 5 meses

    Trazer o nome Motorola de volta é fácil, quero ver trazer a qualidade e custo-benefício de antes!

  • Vinicius Guerra há 5 meses

    É importante a Lenovo entender exatamente isso, a Motorola tem um renome mundial, assim como a icônica Nokia, que ainda é um mistério, pois não sabemos quais serão as suas diretrizes. Eu lembro perfeitamente que a Samsung, a muitos anos atrás era uma desconhecida, e hoje com ou sem o fracasso dessas empresas supracitadas, foi também ganhando terreno, qualidade. A empresa, no caso da Lenovo, tem que entender, o que ela pretende com a Motorola, se é levantar a empresa ou derrubar de vez. Creio, que com a chegada do Moto Z, recuperou um pouco a imagem perdida, mas ainda precisa navegar por um oceano mais calmo, afim de conseguir conquistar um mercado cada vez mais competitivo.

    Muitas empresas chinesas, vem desbancando grandes empresas, como Sony e LG , que antigamente, não perdiam mercado, por isso, se a Lenovo pretende alguma coisa nesse mercado, precisa fazer mais, como principalmente, possuir qualidade, ter um design sóbrio, elegante, as pessoas querem isso, não tem como voltar atrás e claro, o preço também ajuda a alavancar o seu produto, marca.

    Tendo um bom produto, com qualidade e preço competitivo, vira a receita de sucesso, é preciso saber entender isso, o consumidor, está muito mais exigente que a 10 anos atrás por exemplo. Embora o grande público seja leigo em especificações, eles avaliam o modelo pelo design '' bonito '' . Somente os entendidos ou experts, conseguem ter aquela paciência e analisar um produto com mais frieza, sabendo se o mesmo se encaixa ou não no seu perfil de uso. Pelo que vejo por ai, as pessoas, mesmo leigas, estão mais espertas sim, e errando menos, por isso é importante sempre se reinventar nesse setor.

  • Henrique P.
    • Blogger
    há 5 meses

    O que nos interessa não é a marca e sim a qualidade... Só o Moto Z e Moto Z Play tiveram qualidade... A linha Vibe tem uma mancha por causa do K5 e a linha Moto G agora convive com uma mancha por causa dos problemas que ocorreram a linha... Isso sem falar da assistência que piorou de lá pra cá, devolvendo aparelhos com outros defeitos...

  • Denis há 5 meses

    A Motorola é uma marca grande demais para ser englobada por outra empresa. Sua história se confunde com a da própria telefonia móvel. Ignorar essa história e esse apelo junto ao público, seria uma burrice sem fim da Lenovo. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

  • Rafael Nunes há 5 meses

    Vale ressaltar que para o chines, ainda é difícil entender como funciona o ocidente, parece que eles não enxergam que nossos padrões são diferentes e tentar implementar o padrão de negócios que funciona na china nos países aqui é algo muito complicado. A Lenovo tenta fazer isso, assim como também outras marcas, vulgo Xiaomi.

    No caso da Motorola, eu acho sim um erro mudar a marca ou até mesmo querer matar ela, porque cá entre nós, ninguém vai se referir a linha Moto com sendo Lenovo, mas sim Motorola. A Motorola construiu um nome que a muito vai ser lembrado, e a Lenovo deveria aproveitar isso.

    Outra coisa é a questão cliente, o chines ainda tem muita dificuldade em ter um vinculo bom e de qualidade com o cliente, e principalmente com o ocidente. Ainda tratam com parcialidade outros países com relação eles mesmos ao invés que prezar por todos. Qualidade nos produtos chineses ainda é um problema, outra coisa que precisam melhorar. Embora existam muitos produtos com boa qualidade, ainda assim precisam melhorar. Isso tudo envolve a Lenovo como também outras marcas, elas precisam entender que em cada lugar deve se adaptar as condições ali existentes.

145 Comentários

Escreva um comentário:
  • Será mesmo? Meio duvidoso em.

  • Ué, mas já? Desde o dia que a Lenovo adquiriu a Motorola, sabia dos riscos que iria correr em administrar a empresa numa crise e ainda jogar na cara do mundo mobile que iria "matar" a Motorola aos poucos. Querendo ou não, isso foi um impacto que chocou muita gente da imprensa, usuários etc. A prepotência dos chefões da marca chinesa, fizeram eles mesmos cavarem suas próprias covas. A sorte é que antes de levar mais prejuízo e se enterrarem de vez, acordaram pra vida! Lenovo é grande no mercado de PCs, isso não tenho dúvida nenhuma. E pode até ser grande no mercado mobile, mas no oriente, ou mais precisamente, na China. No ocidente, o buraco é mais embaixo. E se acontecesse o contrário: a Motorola comprasse a Lenovo e de repente quisesse "apagar" o nome da chinesa no mercado de PCs e colocar o seu nome. Seria um pouco estranho ver um PC com nome Motorola, não? E a princípio, de caráter duvidoso em qualidade. O que a Lenovo quer agora é colocar os pingos nos is. Cada empresa com seu objetivo, ou em um lugar específico. Vibe no oriente, Moto no ocidente. Algo que nunca deveria ter mudado desde a aquisição. Mas só "trazer" de volta o nome Motorola, não vai fazer a marca estar entre as principais. O que a Lenovo precisa trazer de volta é a qualidade dos Moto de anos atrás. A coisas no mundo corporativo não são tão simples assim. Cada macaco no seu galho.

  • Já que está dando prejuízo, a Lenovo poderia colocar a mão na consciência e devolver a Motorola para a Google. A Motorola vai voltar a ter os preços justos como em 2013, vai ter melhores softwares, e ainda o Google vai ter uma gigante para fabricar seus Pixels, com mais facilidade para trazê-los ao Brasil e por preços mais justos do que com contrato de fabricação com outras empresas. Então a Lenovo sai do mercado ocidental, deixa a gente em paz pois muita gente (pelo menos que eu conheço), leiga inclusive, só de saber que é uma marca chinesa já pula fora.

    CAV

    • .

    • É mais fácil a Motorola Mobility se tornar independente de novo do que a Google readiquiri-la.

      E infelizmente pra você, a Lenovo é uma marca forte (especialmente no setor de PCs), e dificilmente vai desistir do mercado ocidental.

  • A questão não é quem engole quem, ou quem tem mais relevância. A questão é... Que os smartphones caíram em qualidade desde que a lenovo tomou a dianteira no segmento, e isso é bem nítido. Que a qualidade volte, que a linha G não tenha mais os problemas que deram tanta dor de cabeça aos consumidores.

  • Em tempos de crise é mais facil vender um Motorola que um Lenovo.

  • Tem gente falando sobre custo benefício e qualidade. Qualidade as vezes não vem acompanhada de menos custo.

  • Não tem por que mudar de nome já faz mais de 5 anos e tá vendendo muito, a Lenovo se precipitou, ainda bem que voltou atras, não é que nem uma Microsoft dá vida que muda nome de uma empresa que era líder de ranking vendas de celulares, pra colocar seu nome que já faliu sua própria empresa de celulares.

  • Tem trazer também custo benefício do moto-g1 e do moto-x2. Aí sim teremos Motorola

  • Vida longa a Motorola

  • Meu Moto Z Play tem uma semana. Não tenho muito o que reclamar dele, a não ser que ele, assim como os outros moto que foram fabricados pela Lenovo (G2 e G3, entre outros), esquenta pra caramba quando tá carregando. Bem que tinham me avisado, mas quando meu moto G2 faleceu, eu estava tão habituada à linha moto, que não dei muita bola.
    Espero que esta seja a única surpresa desagradável do aparelho, e que a Lenovo conserte este problema nos futuros aparelhos. Ainda não descobri tudo que o aparelho pode me oferecer, mas até agora - tirando o inconveniente do superaquecimento - estou satisfeita.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi