O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
117 Compartilhado 23 Comentários

Review do Moto 360 Sport: o smartwatch que faz de tudo um pouco e custa caro

Enquanto muitos usuários esperavam pela chegada do modelo convencional do Moto 360 2015, a Motorola resolveu surpreender e lançar uma versão diferente por aqui, o Moto 360 Sport. O modelo foi pensado para pessoas que praticam exercícios físicos regularmente, desde esportes mais convencionais, como caminhada e musculação, até exercícios mais específicos, como natação, por exemplo. Confira a seguir nossa análise completa.

Avaliação

Prós

  • Construção e acabamento
  • Aplicação Moto Body
  • Precisão dos sensores

Contras

  • Tela
  • Preço
  • Bateria

Moto 360 (2015) – Data de lançamento e preço

A Motorola lançou o Moto 360 Sport no Brasil em 19 de janeiro deste ano, com o preço sugerido de R$ 1.999,00. Com o modelo comercializado apenas na versão com a pulseira preta, ele traz ainda uma opção de tamanho: 45 milímetros. O serviço Moto Maker, que personaliza os produtos da linha Moto, também não está disponível no Brasil.

Moto 360 (2015) – Desenho & Qualidade de Construção

O Moto 360 Sport foi desenvolvido para substituir o smartphone durante as atividades físicas. Portanto, essa versão deixa de lado elementos mais tradicionais em sua construção, como o couro e o aço. Para dar conta de toda a resistência necessária durante um treino físico, o revestimento do dispositivo, por exemplo, foi feito em silicone, sem nenhum tipo de emenda em sua construção.

O uso do silicone como material principal de sua construção tem seus prós e contras. Em uso convencional, esse material atrai muitos pêlos e resquícios de algodão, o que acontece durante o contato da pulseira borrachuda com outros tipos de tecidos. O lado bom é que o Moto 360 Sport é resistente a água, ou seja, todas as manchas e marcas de dedos podem ser facilmente removidas com um pano úmido (ou água, claro).

screenmotosport
Visual do Moto 360 Sport. / © ANDROIDPIT

Usar o Moto 360 Sport não é algo desagradável, visto que o modelo possui dimensões próximas ao de um modelo convencional. Aliás, dependendo do seu look, o Moto 360 Sport agregará um toque de elegância, principalmente se você se veste como um esportista ou faz uso de roupas do tipo 'sport chic'. Usá-lo, definitivamente, não será um problema para o seu visual.

O Moto 360 Sport não atrapalha o visual, ele se parece com um relógio de pulso convencional

Abaixo, coloquei o Moto 360 junto com modelos de relógios convencionais. Reparem que o representante da Motorola é pequeno, com o silicone conferindo uma ligeira espessura ao gadget.

watchesmotosport
Moto 360 Sport (por último) em comparação com modelos de relógios convencionais.  © ANDROIDPIT

Particularmente, achei o visual do Moto 360 Sport parecido com o Sony SmartWatch 3, principalmente pelo uso das pulseiras em silicone em corpo único - elas envolvem a caixa do relógio também. Claro, o relógio da Sony possui a caixa quadrada enquanto o Moto 360 Sport - como seu nome já sugere - possui o formato circular. Entretanto, ambos são destinados à praticantes de exercícios físicos e suas construções deixam essa proposta bem clara.

backmotosport
Acabamento em silicone e corpo único do Moto 360 Sport. / © ANDROIDPIT

O visual é uma das maiores diferenças entre o Moto 360 de primeira geração e o Moto 360 2015 tradicional, vendido internacionalmente. Você não terá pulseiras com diferentes tipos de materiais, assim como uma certa limitação, visto que a única cor vendida por aqui é a preta. A Motorola nos disse que pode trazer o Moto Maker com outras cores de pulseiras, mas, isso dependerá da demanda pelo produto nos próximos meses.

Moto 360 (2015) – Tela

A tela do Moto 360 Sport possui uma tecnologia bem interessante, chamada de AnyLight. Talvez essa seja a maior diferença entre os modelos já lançados do Moto 360. A tela do Moto 360 Sport foi batizada pela Motorola de display híbrido, visto que o painel do relógio se comporta como uma tela LCD em ambientes fechados e como uma tela do tipo e-ink em ambientes abertos.

O que isso significa? Dentro de casa ou no trabalho, por exemplo, as cores são exibidas normalmente, o nível do brilho também, assim como as interfaces dos mostradores de horas. Em ambientes externos a situação muda um pouco, visto que o mostrador de horas se adapta as condições de alta luminosidade e exibe um nível de brilho mais adequado e cores monocromáticas. 

telalightambmoto
Tela retroiluminada do Moto 360 Sport (esquerda) e Tel AnyLight (direita).  © ANDROIDPIT

Contudo, o painel do Moto 360 Sport não é de e-ink, que é aquela tela tradicional de leitores de livros digitais (e-books/ e-readers). Na verdade, a tecnologia AnyLight combina uma tela transmissiva tradicional - com retroiluminação - com um recurso que a torna refletiva. Assim, o display consegue ser legível em ambientes fechados e também menos reflexivo em lugares com alta iluminação - permitindo que os dados sejam bem visualizados nesses dois cenários.

A tela do Moto 360 Sport é legível em qualquer condição de luminosidade

A resolução de tela do Moto 360 Sport não é diferente de seus predecessores. Temos um painel revestido por Gorilla Glass 3 e com resolução de 360 x 325 pixels (263 ppi). A elevação da tela em relação ao aro continua presente, ainda que essa característica esteja menos evidente. Você notará essa elevação quando olhar o contorno do display, visto que a mesma se mostrará um pouco pixelada.

sreentwomotosport
Tela elevada com relação as bordas do Moto 360 Sport.  © ANDROIDPIT

O brilho não é muito intenso e as cores são um pouco fracas. Tive a oportunidade de testar o LG Watch Urbane e o Samsung Gear S2 e, em ambos, a vitalidade das cores e do contraste é mais evidente. Os fundos pretos não são tão profundos como em telas AMOLED. A resposta ao toque é boa em qualquer situação, mesmo quando os dedos ou o próprio relógio estão úmidos. 

Moto 360 (2015) – Software

O Moto 360 Sport roda com a última versão do Android Wear, baseada no Android Lollipop 5.1.1. O software possui uma boa integração com o hardware do relógio e oferece algumas aplicações da Motorola pré-instaladas, como o Moto Body e o Moto Body Running. A Motorola trabalhou em alguns mostradores específicos para o dispositivo, como o Sport, que funciona como um excelente widget inteligente.

Esse mostrador, o Sport, reúne informações que são coletadas pelo aplicativo Moto Body em tempo real. Assim, o usuário tem acesso à quantidade de passos dados, calorias queimadas e frequência cardíaca. Essa opção de mostrador é muito útil, visto que essas informações servem como atalhos para suas respectivas seções dentro do aplicativo Moto Body.

androidwearsettings
Interfaces de configuração do Android Wear.  © ANDROIDPIT

O Moto Body, por sua vez, foi redesenhado e funciona muito bem em conjunto com os sensores do Moto 360 Sport. O app da Motorola pode substituir aplicações de terceiros que entregam os mesmos recursos separadamente. Claro, se você procura por um aplicativo focado em rendimento cardíaco, o Moto Body pode não ser o mais recomendável, visto que os recursos e as informações fornecidas pelo software em quesrão são ligeiramente superficiais.

O GPS, o sensor de batimentos cardíacos e o pedômetro funcionam muito bem em conjunto com o Moto Body. Todos os meus dados foram coletados e armazenados mesmo quando o dispositivo pareado não estava por perto. Quando a conexão via Bluetooth era restabelecida com este dispositivo, todos os meus dados eram sincronizados com o Moto Body que; por sua vez, mantém todas as informações do usuário em sua conta do Google.

motobodyappscreen
Contador de calores (esquerda), de passos (centro) e de batimentos cardíacos (direita) do Moto Body do Moto 360 Sport. / © ANDROIDPIT

O medidor de frequência cardíaca se mostrou muito útil, assim como o contador de passos - o pedômetro, neste caso. Logo no primero acesso, o Moto Body pede algumas informações do usuário, como altura, peso e idade, e estipula metas diárias que devem ser atingidas. Sempre que uma nova meta é alcançada - como limite máximo de passos do dia - o app emite uma notificação no próprio relógio parabenizando o usuário.

Semanalmente, o Moto Body envia um resumo por e-mail com as metas alcançadas e com os objetivos para a próxima semana. Todos os dados são exibidos em gráficos e são enviados para a conta do Google do usuário. De modo geral, tudo o que é relacionado a saúde, informações, monitoramento e recursos funcionam bem no Moto 360 Sport.

emailmotobodyapp
E-mail semanal com o resumo das atividades físicas do usuário enviado pelo Moto Body.  © ANDROIDPIT

Com relação ao Android Wear, continuamos com as mesmas limitações existentes em qualquer ecossistema desenvolvido para dispositivos vestíveis. A maioria dos apps só funciona quando pareados com o dispositivo pelo Bluetooth e outros somente quando o Wi-Fi está ativo. A necessidade de abrir o Google Now no telefone para consultar detalhes da previsão do tempo ainda existe.

A usabilidade dos recursos nativos do Android Wear dependem muito do dispositivo. Durante os últimos 8 dias testei o Moto 360 Sport no Moto X Style e no Lenovo Vibe A7010. Esta versão do Wear pode ser pareada com qualquer dispositivo que esteja rodando com Android 4.3 ou superior, e também com o iOS 8.2 ou mais recente.

Pude testar o Moto 360 Sport num iPhone 6, mas notei que a experiência com o software é muito limitada nesse caso. A maioria dos recursos do Google não estão disponíveis, assim como os mostradores de horas, que estão em quantidades bem menores. O Moto Body, no entanto, funciona bem junto ao iOS.

traseiramotosport
Leitor biométrico do Moto 360 Sport ao centro da parte inferior da caixa. / © ANDROIDPPIT

Moto 360 (2015) – Performance

O Moto 360 Sport possui a mesma configuração da versão tradicional de segunda geração. Por dentro, temos um processador Snapdragon 400 de quatro núcleos, a 1,2 GHz. A placa gráfica do relógio inteligente é a Adreno 305, capaz de processar as animações do sistema sem muita dificuldade. De modo geral, a reposta do software é interessante nessas configurações. 

Nenhum app é aberto imediatamente e, em alguns momentos, o menu de configurações do Android Wear mostra ligeiros atrasos e engasgos. Quando olhamos para as especificações de hardware do novo Moto 360, basta dizer que são as mesmas da segunda geração do Moto G, lançada no ano passado. Ou seja, você realmente pode ter a certeza de estar carregando um pequeno e potente microcomputador no seu punho.

Moto 360 (2015) – Bateria

O Moto 360 Sport conta com o suporte Wi-Fi e Bluetooth 4.0, e isso faz com que você possa usar o relógio sem a necessidade do smartphone. Logo, você terá um consumo mínimo de energia do celular quando o smartwatch estiver conectado a ele. Como eu mencionei acima, algumas funcionalidades do Android Wear requer o dispositivo pareado pelo Bluetooth para funcionar.

chargermotosport
Dock com carregamento por magnetismo do Moto 360 Sport. / © ANDROIDPIT

A bateria do Moto 360 Sport possui 300 mAh, capaz de aguentar até um dia e meio de uso moderado. O meu uso moderado foi: usar o relógio poucas vezes durante o dia. Se você pretende usá-lo diariamente na academia ou durante suas caminhadas, certamente precisará carregá-lo a cada 6 horas.

Existem alguns recursos que podem prolongar a vida útil da bateria, como desativar a exibição de tela durante todo o tempo e desligar o Wi-Fi nos momentos em que o relógio não é utilizado. 

Moto 360 (2015) – Especificações Técnicas

Dimensões: 42 x 42 x 11,4 mm (42 mm)
46 x 46 x 11,4 mm (46 mm)
Tamanho da bateria: 300 mAh (42 mm)
400 mAh (46 mm)
Tamanho da tela: 1,37 polegadas (42 mm)
1,56 polegadas (46 mm)
Tecnologia da tela: LCD
Tela: 360 x 325 pixels (263 ppi) (42 mm)
360 x 330 pixels (233 ppi) (46 mm)
Versão do Android: Android Wear
RAM: 512 MB
Memória interna: 4 GB
Chipset: Qualcomm Snapdragon 400
Número de núcleos: 4
Velocidade máx. 1,2 GHz
Conectividade Bluetooth 4.0
${device:motorola/692}

Veredito Final

O Moto 360 Sport possui bons diferenciais em relação à seus concorrentes, como a tela híbrida AnyLight e suporte para Wi-Fi. A resistência à água também é um item interessante (e obrigatório) no modelo, visto que o relógio é destinado ao público que pratica atividades físicas. Porém, existem algumas ressalvas.

O preço do Moto 360 Sport está absurdamente elevado, o que não justifica a escolha entre seus concorrentes de mercado que rodam com Android Wear - e até o Gear S2 com o SO Tizen. A autonomia da bateria também desaponta, fazendo necessária a presença do smartphone como reserva.

Além do Moto Body, a Motorola não trouxe novas aplicações, ou seja, você pode comprar qualquer outro smartwatch com GPS integrado e usar o Google Fit no lugar, o app do Google dará o mesmo suporte ao usuário. Vale a mudança da primeira geração para o Moto 360 Sport? Não pelo conjunto da obra e, principalmente, pelo preço. O Moto 360 Sport custa quase três vezes o valor do modelo original e; além disso, o visual de ambos é semelhante.

Como mencionei acima, o Moto 360 Sport é destinado para praticantes de atividades físicas, logo, seu uso requer um certo estilo, visto que o modelo Sport não fica visualmente bem com qualquer roupa. Além disso, é essencial que o usuário pratique algum exercícios para usufruir dos benefícios do relógio pois; caso contrário, ele servirá apenas para olhar a hora e receber notificações do smartphone no pulso.

Se você estiver pensando em entrar no mundo dos smartwatches, o Moto 360 Sport pode ser uma boa escolha, visto que o relógio inteligente da Motorola é completo em termos de software, hardware e sensores. Mas, neste cenário, vale a mesma ressalva anterior: caso não haja prática de atividades físicas regulares, esse modelo pode não ser a melhor escolha. O básico, qualquer smartwatch com Android Wear já faz.

E aí, o que você achou dos diferenciais do Moto 360 Sport? Você o compraria ou prefere aguardar pelo lançamento de novos relógios inteligentes de outros fabricantes?

Moto 360 (2015) – Onde comprar

Atualmente, o Moto 360 Sport está disponível com exclusividade na loja online da Motorola. O preço do relógio inteligente é de R$ 1.999,00 em uma única versão com a pulseira na cor preta. Segundo a Motorola, o Moto 360 Sport chegará ao varejo online e físico dentro das próximas semanas.

Abaixo, segue a opção de compra do Moto 360 Sport na Loja da Motorola:

 

23 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários
117 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi