O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
3 min para ler 364 Compartilhado 100 Comentários

Operadoras de TV a cabo vs. Netflix: a incrível arte de não aprender com o passado

Empresas do setor estão se esforçando bastante para viverem o mesmo drama das gravadoras na época do Napster. E vão conseguir seu objetivo. 

Eu queria ter alguns recursos do iPhone 7 no meu Android.
O que você acha?
50
50
2633 participantes

Nesse domingo (25/1), o jornalista Ricardo Feltrim, do UOL, divulgou que as operadoras de TV a cabo perderam quase um milhão de clientes desde 2014. Tal prejuízo faria qualquer empresa minimamente preocupada com o cliente se perguntar: “Onde erramos?” Mas, claro, isso daria muito trabalho para as Nets, VivoTVs e Skys da vida. 

Ao invés disso, as empresas do setor decidiram centrar fogo naquele que elas consideram a principal causa da perda de público: o Netflix. Para tentar enfraquecê-la, elas estão realizando um gigantesco esquema de lobby no Congresso para fazer com que o rival, entre outras medidas, tenha, ao menos, 20% do seu acervo com conteúdo nacional; pague cerca de R$ 3 mil por cada filme de seu catálogo (seguindo uma lei da Ancine) e ainda estudam como cobrar uma taxa extra de “uso de streaming” dos assinantes de internet banda larga. 

netflix
TVa cabo x Netflix: a briga promete / © ANDROIDPIT

Ao ler tudo, é obrigatório perguntar: por que certos setores insistem em não aprender nada com o passado?

O efeito Napster 

E quando dizemos passado, nem precisamos voltar muito no tempo: mais especificamente no começo do século 21, no ano 2000. O Napster estava no auge da popularidade e permitia que todos baixassem músicas a torto e a direito, sem pagar nada. As gravadoras, ao invés de tentarem entender o que se passava e como o mercado estava mudando, simplesmente se concentraram em derrubar o programa, com seu batalhão de advogados.

Elas conseguiram, mas o efeito colateral disso foi muito pior: no lugar do Napster apareceram varias cópias dele, como o Kazaa, eMule, AudioGalaxy, BitTorrent, entre muitos outros. Resultado: o mercado fonográfico sofreu quedas vertiginosas em suas vendas e, desde então, nunca mais foi o mesmo.

Claro que não estamos defendendo que as pessoas baixem músicas e filmes sem pagar nada. Todos devem receber por aquilo que criam. Mas essas medidas que as operadoras de TVs cabo querem implementar contra o Netflix só mostra o quanto elas – assim como as gravadoras na época do Napster – ainda não entendem (ou fingem não entender) como funciona hoje o mercado e os hábitos de consumo do usuário. 

androidpit netflix hero image 2
Quando, onde e como o usuário quiser. O segredo do sucesso do Netflix/ © ANDROIDPIT

Hoje, o público quer consumir o que quiser e quando quiser. Quer assistir ao seu filme ou série sem depender de uma grade fixa de programação ou da boa vontade de quem é responsável por ela. Quer acessar o conteúdo de forma prática, rápida e de qualquer lugar. E, claro, ele topa pagar um preço justo por isso. Adivinhem quem consegue fazer todas essas coisas? 

As gravadoras parecem ter entendido como funcionam esses novos tempos e se adaptaram. Serviços como Spotify, o iTunes Store (e Apple Music), Deezer e Tidal provam isso. Será que as operadoras de TV a cabo precisam passar pelo mesmo drama ao invés de repensar seu modelo de negócios e dialogar mais com o seu cliente? O Popcorn Time e o MegaFilmesHD já estão aí para mostrar que a história pode se repetir.

Fonte: UOL

Os comentários favoritos dos leitores

  • Willian Matheus Marchiori 25/jan/2016

    Pacote top da sky e tal passam da casa dos R$300, Netflix custa 29,90..
    Netflix eu assisto oque eu quero quando eu quero, sem propagandas e posso assistir a temporada inteira de uma serie sem parar, porque já esta tudo lá, simples.
    A e os esportes ? a diferença da pra ir no barzinho com os amigos varias vezes e ainda tomar uma..
    E os filmes lançamentos ? pega da diferença e vai no cinema assistir e ainda sobra uma grana...

  • Lígia B. 26/jan/2016

    E que caiam as TV's à cabo, já que não querem ouvir o que o consumidor quer de verdade...

  • Wesley 26/jan/2016

    " Tal prejuízo faria qualquer empresa minimamente preocupada com o cliente se perguntar: “Onde erramos?” Mas, claro, isso daria muito trabalho para as Nets, VivoTVs e Skys da vida. "
    Eh Realidade muito longe aki no Brasil e ver essas empresas preocupadas com o cliente kkkkkk


    Viva o NETFLIX

  • Leonardo Alves 25/jan/2016

    Comentário mais sensato impossível! Muito bom, Willian!

  • Alexssandro 25/jan/2016

    Essas operadoras são uma vergonha eu era cliente da SKY durante 3 anos só tive problema funcionário mal treinados e muito mal educados se você tinha um problema liga no número só chamava as vezes desligavam na minha cara qualidade do sinal péssima programação repetitiva mesmo com os HBO, e os Telecine péssima qualidade. Então cancelei e hoje só tenho netflix não tenho oque reclama ótimo atendimento muito bom mesmo nunca fui tão bem atendido essa foi a primeira vez que tive um atendimento digno o pessoal realmente te respeita não importa o nível social olha muito. tem vários filmes, seriados. não há muitos filmes lançamento mais tem um grande variedade bom preço ótima qualidade. Essas empresas em vez de melhor o seu atendimento e tratar
    melhor os cliente que prejudicar uma ótima empresa.
    E uma vergonha se depender de mim nunca terão um só centavo meu filhos......

100 Comentários

Escreva um comentário:
  • Isso me lembra gravadoras e estúdios (filmes e séries) versus mundo do compartilhamento de arquivos.

  • Acho q faz cada vez menos sentido o modelo das Tvs a cabo, provavelmente daqui há alguns anos essa queda vai ser muito maior, porque as pessoas começam a perceber como é pesado o custo da assinatura e quanto conteúdo que não temos interesse é empurrado junto .
    Aí surge o netflix bem mais moderno, onde agente escolhe oq quer assistir, com conteúdo interessante e não pesa no bolso.

  • Na minha opinião a unica coisa que faz falta na netflix, seria um app um pouco melhor, mais intuitivo, e um catalogo um pouco maior (nada que o tempo, já não esteja resolvendo). Ah e a possibilidade de qualquer pessoa possa acessar, conteúdo de qualquer lugar do mundo. (claro que sei sobre os direitos autorais) Porem isso já não é comigo, sou só um usuário.

  • Em grande parte a atitude das operadoras pode ser considerada um absurdo. Especialmente naquilo que pretende infringir a lei e atacar diretamente os consumidores exigindo taxa extra pelo livre acesso ao conteúdo disponibilizado na internet.

    Esse texto fala exatamente aquilo que todos querem dizer enquanto muitos ficam fazendo a política da boa vizinhança pra não se queimar com os gigantes da TV.

    fodapracaralho.wordpress.com/2016/01/25/o-ataque-das-operadoras-de-tv-a-cabo-ao-netflix/.

  • Para quem realmente só tinha TV por assinatura para ver filmes, Sai mais barato o netflix mesmo. Mas não abro mão dos canais fechados, discovery, History, CNN e etc....

  • Efeito Brasil Kkkkkkkkkkkk

  • Pararam no tempo. Quando as Tvs por assinatura permitirem montar o pacote de canais a vontade, com o gosto do cliente, eu volto a assinar. Em todos os pacotes te empurram um monte de canal que você não gosta.
    O pacote básico é uma piada, além de caro pelo que oferece, são canais abertos+canais de vendas /leilão + meia dúzia de canais pagos.
    A maioria das pessoas que conheço fazem pacote completo+pontos extras e dividem com amigos/parentes, ou utilizam decos piratas.

    • Ridículo isso de vc pagar e ter no pacote canal Rural e um monte de canal que se pudesse escolher não estariam ali. Sou a favor de vc montar a sua grade com os seus canais favoritos.

  • Concorrencia desleal.

    Por isso o Brasil nao vai pra frente. Uber é um exemplo.

    • A concorrência existe em todos os setores. As pessoas estão mais exigentes, o uber nasce no momento em que as pessoas não estão satisfeitos com os serviços de táxi e o preço é mais barato e o serviço é melhor. Até porque táxi é uma concessão, não pode ser vendida, sublocada e etc.

    • Não é desleal, é um outro meio.
      Por esse motivo as empresas precisam se reinventar, ou então lutar contra o inimigo correto, ou seja, os orgãos reguladores que cobram taxas exorbitantes para adicionar filmes no catalogo (leia-se aqui, também vender uma licença de taxista (caso do Uber) ou ativar linhas de telefone (caso das Operadoras vs WhatsApp)).
      Ao invés de tentar piorar o serviço do outro, pq não brigam para ter o melhor para sí mesmo?

  • Viva o Netflix! 🙌

  • Síndrome de Dick Vigarista impera no Brasil, tentar sabotar o concorrente ao invés de prestar um serviço melhor.

  • Depois que contratei a Netflix, deixei minha Claro TV de lado, cancelei mesmo o serviço, Netflix me atende muito bem, apesar de ter muitos filmes antigos, sempre encontro o que procuro e sem falar nos lançamentos que sempre tem de filmes e séries. Amo minha Netflix. Só não gosto da experiência de assistir a filmes em celulares, acho horrível.

    • Eu não vou dizer que abandonei a minha tv a cabo por causa do netflix, até pq tem algumas coisas que só consigo ver na tv a cabo. Mas eu diminui consideravelmente a frequência com que ligo a tv pra ver alguma coisa na tv a cabo. A única desvantagem que vejo no Netflix, é a velocidade de atualização das séries e filmes , tipo walking dead ta na metade da sexta temporada e no netflix ta na quarta ainda.

  • Excelente matéria, e não dúvido que o governo aprove, afinal depois de muitas gestões "porcas" estão tentando de todo modo arrecadar mais pra pagar o fruto de más gestões atuais e anteriores.
    Caso aprovem a saída é boicote total as operadores de TV a Cabo.

  • Conta simples, se aumentar o valor do Netflix, largo a Tv a Cabo e fico só com o Netflix.

  • Não sei o que tem a ver com Android mas vamos la,
    As tvs tem mais conteúdo mas tem que mudar tanto no preço quanto disponibilizar todo conteúdo para stream pro usuário ver quando quiser e eliminar as propagandas, na tv do futuro não cabe mais o usuário adaptar seu horário pra assistir o que gosta e sim o contrário, e pelo preço que se paga não devia ter nem metade das propagandas que tem. Muitos canais estão caindo de nível e repetem demais os programas, quem gosta de documentários mal reconhece o Discovery de hoje, e History channel.

  • Suponhamos que as operadoras consigam com este lobby, elevar o valor da netflix para uns 59,90, que é mais ou menos o valor médio de uma assinatura básica de tv, eu te respondo com toda a sinceridade, continuarei com a netflix ao invés da tv por assinatura, e eles continuarão perdendo mais clientes ainda.

Mostrar todos os comentários
364 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi