O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
167 Compartilhado 96 Comentários

No Android com Camila - Você deveria se importar mais com o ecossistema Android

Cada vez mais aplicativos estão chegando à Google Play. Consta no último levantamento que a loja do Android possui 1,6 milhões de apps disponíveis aos usuários, 100 mil a mais que a concorrente App Store, da Apple. Contudo, muitos usuários não estão cientes disso e acabam desmerecendo o esforço de um imenso número de desenvolvedores ao acreditar que aplicativos funcionais são sinônimo de "gambiarras". De que lado você está?

Na semana passada, os comentários de um artigo sobre dicas que permitem usar os recursos do Android Marshmallow sem necessidade de esperar pelo update do sistema me chamaram a atenção. Primeiro, todos sabemos que o Android possui uma fragmentação de suas versões bastante grande. Assim, a maior parte dos usuários acaba ficando muito tempo estacionado em uma versão anterior à mais recente. Porém, existem centenas de aplicativos na Play Store que oferecem os mesmos recursos de software, as vezes mais maduros que os do Android padrão, e que estão à disposição dos usuários a qualquer momento a partir do botão de download da loja do Google.

Para um sistema de backup de dados, por exemplo, existe uma lista de aplicativos que oferecem mais e melhores opções aos usuários. Serviços como antivírus e de economia da bateria também são muito populares pelos seus benefícios. E nada disso é improviso ou "jeitinho", pelo contrário, são softwares que têm por objetivo melhorar a vida dos usuários.

androidpit google play store hero 3
Não olhe para a Play Store com desdém. / © ANDROIDPIT

Ontem, bateu uma nostalgia do jogo "Batalha Naval" e a primeira coisa que pensei foi: "vou baixar um app". Na Play Store estavam diversas opções, dos games mais elaborados aos mais simples. A grande maioria dos títulos eram gratuitos. Comparei com a App Store, em um iPhone, e apenas um aplicativos podia ser baixado de forma gratuita. O que estou tentando dizer é que, além de milhares de opções de aplicativos à nossa disposição na Play Store, existem serviços muito bons e bastante acessíveis.

O que você pensar tem na Play Store. Como a maioria dos desenvolvedores não cobram pelo download, acabam oferecendo propagandas ou compras dentro do app. Essas são algumas das alternativas de se ganhar dinheiro como programador para Android. Contudo, isso não deve ser encarado de forma negativa ou desmerecer o trabalho de quem está tornando o ecossistema do Android maior e melhor.

Os usuários do Android deveriam se importar um pouco mais com o ecossistema Android, não acha?

 

Esta é uma nova série de artigos semanais, nos quais irei publicar única e exclusivamente a minha opinião sobre determinados assuntos do universo Android.

Os comentários favoritos dos leitores

96 Comentários

Escreva um comentário:
  • Interessante matéria. Tendo a seguir a linha: só uso o que é necessário pra mim. Tem apps bons que PODERIAM ser úteis, mas que raramente usaria (como Mandic Magic) que eu prefiro não fazer uso, mas recomendo e dou valor aos devs. Sou aquele tipo de cara que busca ter o minimo de apps no seu smartphone, só oque eu de fato vou usar. Isso não diminui a minha usabilidade, pelo contrário, melhora minha experiência.

  • O problema é que as pessoas querem aplicativos mais baratos. Exemplo é a Squarenix que tem jogos custando quase 50 reais .

  • E ainda tem muitas pessoas por aí reclamando de anúncios nos app's! Se não existisse os anúncios não existiria os app's free na Play Store! Temos que valorizar mais o trabalho dos desenvolvedores.

    • O problema não é ter os anúncios em si e sim não ter a opção de pagar para retira-los. Sim, é ótimo ter apps gratuitos, mas é bom ter a opção de melhorar a experiência nele, caso ele se torne recorrente ao seu uso.

  • Um ótimo exemplo são os jogos da Gameloft. São jogos incríveis, com ótimos gráficos, e gratuitos. Onde eles ganham: vendendo conteúdo dentro do app, como melhorias , armas etc.

    • Não entendi, você quis dizer que são bons ou ruins? O modelo da Gameloft é o famigerado Freemium, mas aplicado da pior forma possível. Sim, no inicio é tudo lindo, mas é só você avançar demais e verá o quanto o jogo dificulta as coisas para te fazer desembolsar algo. Isso quando você não joga online, onde você sente o peso já de inicio quando vê os ricões nadando no cash.

  • Um comentário que eu ouvi uma vez quando reclamei dos Apps serem pagos na App Store da Apple, foi o seguinte:

    "Tem dinheiro pra ter um iPhone, mas não tem U$1,00 para comprar um App?"

    A partir daí, comecei a perceber que os Apps nem são tão caros assim, alguns poucos beiram ao absurdo de caro, mas os de U$1,00 são baratos. Minha única reclamação hoje, é não ter uma versão de teste para todos os Apps Pagos na App Store e Play Store, isso sim estimularia os desenvolvedores a tirarem as propagandas e valorizar seus trabalhos, além de trazer uma experiência para o usuário.

    • O problema em si para muitos nem é o valor do app e sim o ato de gastar em um app. Estranhamente, as pessoas ainda enxergam essa ação de forma injusta. Por exemplo, qualquer um pagaria 36 reais para baixar o FF7 em seu PSVita ou 3DS, mas não pagam isso nem a pau na Play Store.

  • axo q a única coisa q a play store deixa a desejar são em alguns jogos que não estão disponíveis no nosso país, ow que por algum motivo que eu nunca vo entender não lança, caso de jogos como Max Payne, Monster Hunter, Assasins Creed e mais uma infinidade de apps que não Me recordo...mais na minha opinião ea melhor loja de apps com certeza.

  • É verdade!

  • Pelo que conheço e sei... iPhone é pra quem pode realmente ter e não uns e outros que querem apenas ganhar status sem nada terem. Sou usuário iOS (iPhone 6 Plus), Android (Sony Z3) e Windows Phone (Lumia 1520), apenas porque eu quero fazer comparações. O que eu percebi? iPhone, quase 98% dos apps são pagos; Android, vários apps grátis sem muitas utilidades e repetidos com outros nomes e com uma ou outra diferença; Windows Phone, fica no meio termo. Mas, se comparar há um todo... O Windows Phone se sai na frente dos demais. Digo em apps não repetidos (Android) e nem tem uma quantidade exacerbada de apps pagos (iPhone). Sendo assim, não há motivos de ataques e defesas sem nexos a outros OS. Uso os três e cada um tem sua vantagem e desvantagem!

    • Não sente falta de alguns apps na Windows Store? Uma das principais reclamações ao Windows Phone é essa, por ter menos variedade...

      • Pior que não. A história na verdade é bem diferente do que dizem. Com o Windows 10 Mobile tem vários apps e não muitos desnecessários. Isso se deve à junção das lojas Lumia e Windows Phone.

      • Vejo a cada dia que isso é mais um tabu criado pelos haters, afinal, as coisas evoluem, não é mesmo? Um dia ainda comprarei um Microsoft Lumia como segundo celular, para testar e comparar com o Android.

      • Não sei se estou sendo radical, mas eu acho que o Windows 10 Mobile muito melhor que iPhone e melhor em relação ao Android

      • É, pode ser um sistema mais ''redondo'' que o Android, pelo mesmo motivo da Apple: hardware e software feitos pelo mesmo fabricante. Mas não sei se arriscaria dizer que é superior ao iOS... Entra na velha comaparação Windows X Mac, o que inclui a questão de preferência pessoal também...

  • A maior quantidade de apps de terceiros se deve ao Android ser um sistema de código aberto, o que realmente facilita o trabalho dos desenvolvedores, e é muito bom para nós, usuários!

  • Ganhou JABÁ

  • Não vejo problema em anúncios, apenas existem alguns que são tão invasivos, que geram links direto para download de outro app, isso é irritante. Porém, ter os apps grátis é ótimo, veja, nem todos podem pagar por app, não porque não quer, é porque só aceita cartão de credito, eu mesma não possuo e nem quero. Logo minha possibilidade de comprar um aplicativo é bem pequena

Mostrar todos os comentários
167 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi