X

Fazer o login

Registre-se para confirmar

Esqueceu a sua senha?

Faça o Login com o Facebook:

Ainda não tem uma conta no AndroidPIT? Criar conta

O que é o Android?

Mauro Feola
2

O que é o Android?

 

Muita gente se pergunta: o que é esse tal de Android?

Quer gostemos da pergunta ou não, deve-se constatar: há muita gente que ainda não sabe o que é o Android. Ao menos uma coisa deve ficar bastante clara: não se trata de um personagem futurístico. E se você associou o Android ao tema smartphones, você já deu um grande passo para entender melhor o tal conceito.

Talvez a forma mais didática de explicar o que é o Android àqueles que não têm nenhuma ideia do que isso possa ser é: Android é como se fosse o Windows de alguns telefones celulares. Isso quer dizer que o Android é, como o Windows, um sistema operacional. E neste caso, um sistema operacional para celulares. É, mas tente utilizar estes termos com um leigo. Ele vai achar que você é esquisito...

Por outro lado, tente explicar a alguém o que é um iPhone. Pois é... Não será nada difícil, de tão conhecido que um iPhone é. Na verdade, você não precisa explicar quase nada. Mas falar que o Android é um sistema operacional para celulares é um sacrilégio, quase uma blasfêmia, de tão estranhas as palavras proferidas: sistema operacional!

Android é um sistema operacional para celulares que roda com Linux e que foi desenvolvido única e exclusivamente para celulares (ou smartphones) e tablets. Além disso, há outros dispositivos que funcionam com Android, embora não se comparem, em quantidade, com os citados anteriormente. São eles: relógios, MP3 players, computadores, netbooks e até mesmo aparelhos de TV.

 

O que é o Android?

 

Todo mundo associa o Android ao Google. E a associação procede totalmente. Ainda para quem não sabe: o Google comprou o Android lá nos idos de 2005. Para a maior empresa da Internet em todo o mundo, isso significou a formalização do primeiro passo dado em direção ao mercado da telefonia móvel. Antes dessa parceria, o Android não era nada conhecido... Pois é, o Android é bem jovem ainda. Iniciou suas atividades no ano de 2005, mas seu lançamento oficial se deu apenas em 2008. E, mesmo com tantos poucos anos de kilometragem, o Android tornou-se já no segundo trimestre de 2010 "o" sistema operacional de telefones inteligentes nos Estados Unidos. Mas o que há de tão interessante no Android? Na verdade, ele se diferencia de outros sistemas operacionais, como o da Apple, por exemplo, porque ele está constantemente em desenvolvimento. Isso quer dizer o quê? Que qualquer pessoa que tenha conhecimentos em programação  pode criar apps, melhorá-los, criar widgets, etc. Sem contar que um celular Android é bastante flexível às suas escolhas e gostos. É você que escolhe o que o seu telefone deve ter e o que ele não deve ter. Ou seja, você não é obrigado a ter jogos ou aplicativos de horóscopo que lhe são totalmente indiferentes. Com o Android, o seu telefone é feito à sua medida. E melhor: por você mesmo.

Quais os aparelhos celulares que rodam Android?

Bem, algo deve ficar bem claro aqui: não existe uma marca que trabalhe única e exclusivamente com o Android. Empresas como a Samsung, HTC, Sony Ericsson, Motorola, LG, etc., são marcas que vêm trabalhando frequentemente com o Android. Na verdade, seus melhores celulares sempre têm o Android como sistema operacional. Isso porque uma coisa deve ser dita: Android tem sido sinônimo de êxito. Há casos, porém, em que um mesmo modelo de aparelho celular conta com uma versão com o sistema operacional Android e outra com outro sistema operacional. 

Diferenciando-se de outros sistemas operacionais para celulares como o iOS (Apple), o Symbian ou o Blackberry, o Android permite o desenvolvimento de aplicativos em uma especificação da linguagem Java chamada Dalvik. O Android propicia todas as interfaces necessárias que acessam as funções do telefone, tais como GPS, chamadas, agenda, etc.  Isso facilita a entrada de mais aplicativos desenvolvidos por diferentes programadores e, consequentemente, os custos baixam consideravelmente. Qualquer pessoa pode baixar o código fonte, inspecioná-lo, trabalhá-lo, alterá-lo, etc. Isso dá segurança ao usuário, uma vez que é um código aberto que permite detectar falhas mais rapidamente e, com isso, corrigi-las. Assim é que o Android mantém-se em constante desenvolvimento, atualizando-se. Tudo isso para presentear seus usuários com uma experiência única.

Em seguida, o diagrama do Android:

O que é o Android?

Histórico dos updates do Android:

Android 1.0

Lançado no dia 23 de setembro de 2008

Android 1.1

 Lançado no dia 9 de fevereiro de 2009

 Android 1.5 (Cupcake) Baseado em Linux 2.6.27

 No dia 15 de setembro de 2009, o SDK 1.6 (Donut) foi liberado. As novidades deste update também incluíam:

  • a possibilidade de gravar e reproduzir vídeos através do modo camcorder
  • a capacidade de fazer o upload de vídeos no YouTube e de imagens no Picasa diretamento do telefone
  • um novo teclado com correção automática
  • suporte para Bluetooth A2DP e AVRCP
  • capacidade de conexão automática para conectar com auricular Bluetooth a certa distância
  • novos widgets e pastas que podem ser dispostas nas telas de início
  • transição de tela animada

 Android 1.6 (Donut) Baseado no kernel do Linux 2.6.29

 No dia 15 de setembro de 2009, o SDK 1.6 (Donut) foi liberado. As novidades deste update também incluíam:

  • experiência otimizada no Android Market
  • uma interface integrada entre câmera, filmadora e galeria de fotos
  • a galeria de fotos passa a permitir aos usuários selecionarem várias fotos simultaneamente com o fim de eliminá-las
  • busca por voz atualizada, com resposta mais rápida e maior integração com aplicativos nativos, incluindo a possibilidade de marcar contatos
  • uma experiência de busca mais otimizida, permitindo, assim, buscar marcadores, históricos, contatos e páginas web a partir da tela de início
  • atualização de suporte para CDMA/EVDO, 802. 1x, VPN e text-to-speech
  • suporte para resoluções de tela WVGA
  • melhoras na velocidade dos aplicativos de busca e câmera
  • framework de gestos e ferramentas de desenvolvimento GestureBuilder
  • navegação gratuita turn-by-turn do Google

Android 2.0 / 2.1 (Eclair) Baseado no kernel do Linux 2.6.29

No dia 26 de outubro de 2009, o SDK 2.0 (Eclair) foi liberado. As novidades deste update também incluíam:

  • velocidade de hardware otimizada
  • suporte para variados tamanhos e resoluções de tela
  • uma interface de usuário renovada
  • uma nova interface de usuário no navegador e suporte para HTML5
  • novas listas de contatos
  • uma nova relação de contrate para os fundos de tela
  • melhoras no Google Maps 3.1.2
  • suporte para Microsoft Exchange
  • suporte integrado de flash para a câmera
  • zoom digital
  • MotionEvent otimizado para captura de eventos multi-touch47
  • um teclado virtual melhorado
  • Bluetooth 2.1
  • fundos de tela animados             

O SDK 2.0 foi liberado no dia 3 de dezembro de 2009.

O SDK 2.1 foi liberado no dia 12 de janeiro de 2010.

Android 2.2 (Froyo) Baseado no kernel do Linux 2.6.32
 
             No dia 20 de maio de 2010, o SDK Android 2.2 Froyo foi liberado. As novidades deste update também incluíam:

  • a otimização geral do sistema Android, tanto em relação à memória como ao rendimento
  • melhorias na velocidade dos aplicativos graças à implementação do JIT
  • a integração do motor JavaScript V8 do Google Chrome no aplicativo Browser
  • suporte otimizado do Microsoft Exchange (regras de segurança, reconhecimento automático, GAL look-up, sincronização do calendário, limpeza remota)
  • um launcher de aplicativos melhorado com acessos diretos aos aplicativos do telefone e do Browser
  • a funcionalidade de Wi-Fi hotspot e tethering por USB
  • a possibilidade de desativar o tráfico de dados através da rede da operadora
  • atualização do Market por meio de updates automáticos
  • a mudança rápida entre múltiplos idiomas do teclado e seus dicionários
  • a marcação por voz e o compartilhamento de contatos por Bluetooth
  • suporte para senhas numéricas e alfanuméricas
  • suporte para campos de carregamento de arquivos no aplicativo Browser
  • suporte para a instalação do aplicativo em memória expandível
  • suporte para Adobe Flash 10.1
  • suporte para telas com grande número de pixels por polegada, tais como 4" 720p

 Android 2.3 (Gingerbread) Baseado no kernel do Linux 2.6.35.7 

No dia 6 de dezembro de 2010, o SDK 2.3 (Gingerbread) foi liberado. As novidades deste update também incluíam:

  • a atualização do design de interface do usuário
  • suporte para telas extra-grandes, resoluções WXGA e maiores
  • suporte nativo para telefonia VoIP SIP
  • suporte para a reprodução de vídeos WebM/VP8 e para decodificação de áudio AAC
  • novos efeitos de áudio como reverberação, equalização, virtualização dos fones de ouvido e reforço dos graves
  • suporte para Near Field Communication
  • funções como cortar, copiar e colar disponíveis para todo o sistema
  • um teclado muti-táctil reformulado
  • um suporte melhorado para desenvolvimento de código nativo
  • melhorias na entrada de dados, áudio e gráfico para desenvolvedores de jogos
  • um rearranjo de elementos concorrentes para melhor rendimento
  • suporte nativo para mais sensores (como giroscópios e barômetros)
  • um gerenciado de downloads de arquivos grandes
  • gerenciamento de energia otimizado e controle de aplicativos através do gerenciador de tarefas
  • suporte nativo para múltiplas câmeras
  • mudança de sistema de arquivos de YAFFS para ext4

Android 3.0 / 3.1 / 3.2 (Honeycomb)

Os tabletes entram em cena.

  • melhor suporte para tablets
  • escritório 3D com widgets reconfigurados
  • sistema multitarefa melhorado
  • melhorias no navegador web pré-determinado, destacando-se a sincronização de favoritos com o Google Chrome e navegação privada
  • suporte para video chat através do Google Talk
  • melhor suporte para redes WiFi
  • complemento de suporte para uma grande variedade de periféricos e acessórios com conexão USB: teclados, mouses, hubs, dispositivos de jogos e câmeras digitais
  • redimensionamento manual dos widgets sem limitação do número de quadros que tem cada escritório
  • suporte opcional para redimensionar corretamente os aplicativos inicialmente criados para celular para que se adaptem ao layout de tablets

Android Ice Cream Sandwich

Ainda não se sabe como se comportará o Ice Cream Sandwich, mas há rumores de que ele terá:

  • interface estilo Honeycomb 
  • barra de status redimensionável
  • reconhecimento de voz do usuário
  • reconhecimento de rosto (facial)
  • um único e novo framework para os aplicativos

 

O que é o Android?

 

É verdade que o Android apresenta problemas de privacidade?

Foram descobertos certos comportamentos em alguns dispositivos que limitam a privacidade dos usuários, como também é o caso do iPhone. Porém, isso somente ocorre quando se ativa a opção "Usar redes sem fio" no menu "Localização e segurança", avisando-se que estes dados serão salvos e que serão excluídos caso a mesma opção seja desativada. Mas vale dizer: são dados utilizados como cache e não como log, como é no caso do iPhone.

Avanços do Android

É realmente impressionante como a tecnologia avança em velocidade exponencial e, por conta disso, como temos tantas novidades ao nosso alcance graças aos nosso celulares. Quem de nós cogitava ou pensava que poderíamos ter, num belo dia, Internet em nosso bolso e a todo momento? Ou então, quem imaginava que seríamos capazes de fazer video-chamadas, checar nossos e-mails, tocar e parar a música de nosso computador, etc.

Os mercados do Android e do AndroidPIT

Todos os aplicativos, widgets e softwares necessários encontram-se na página oficial do Android, o Android Market. Ele vem pré-instalado em todos os dispositivos Android.

Você também tem a opção de utilizar o App Center do AndroidPIT, que apresenta um número ainda maior de apps do que o Android Market. E o aplicativo do AndroidPIT App Center você pode baixar em português no seu celular, digitando no navegador "androidpit.com/pt". Você será indagado se quer baixar o aplicativo em seu celular ou em seu dispositivo Android.