O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
22 Compartilhado 31 Comentários

Memórias RAM e ROM: definição e características

O smartphone que você carrega no bolso tem memória e essa característica precisa ser levada em consideração na hora da compra. Contudo, existem duas delas: a RAM (volátil) e a ROM (interna). A RAM costuma ter uma capacidade menor e ajuda o processador a ter todas as informações necessárias para realizar seus cálculos. Já a ROM, ou memória interna, é uma memória de longo prazo, na qual podemos instalar todo o sistema operacional, aplicativos e salvar nossos arquivos. Vamos vê-las em detalhe!

Pegue um atalho

O que é memória RAM?

Para entender o significado de RAM é preciso quebrar a sua própria sigla: Random Access Memory. Em português isso quer dizer Memória de Acesso Aleatório, visto que se pode ler e escrever sobre ela em qualquer posição sem ter que esperar uma fila de processos. Isso agiliza a busca por informações já que, ao contrário da memória ROM ou microSD, é muito fácil de acessar o local físico no qual os dados são armazenados.

Características da memória RAM

Na memória RAM se carrega tudo o que é necessário para fazer funcionar um dispositivo, ou seja, o sistema operacional, os aplicativos em uso e os que estão sendo executados em segundo plano. A RAM é onde o processador recebe diretamente as informações necessárias. Portanto, a RAM e o processador estão contidos em um único módulo (indivisível) soldado diretamente à placa-mãe.

Na imagem abaixo, temos como exemplo a placa-mãe do Nexus 5X. Nela, temos a memória RAM (2GB) e o processador marcados em vermelho, bem como a memória interna, em laranja:

Nexus 5x mother board ram
Placa-mãe de um Nexus 5X / © ifixit

Quanto mais RAM você tiver em um smartphone, geralmente, melhor será o desempenho e rapidez, mas isso também dependerá do tipo da memória e da qualidade de sua construção.

A RAM só funciona quando o dispositivo está ligado

A RAM só funciona quando o dispositivo está ligado. Ou seja, este tipo de memória não é capaz de armazenar informações uma vez que o dispositivo for desligado. É por isso que se faz necessário esperar um pouco na hora em que ligamos o smartphone, pois é preciso dar tempo para o sistema carregar a RAM.

Tipos de memória RAM

Existem muitos tipos de RAM e pode ser técnico demais falar sobre todos eles neste artigo voltado para leigos. Mas em geral, as principais diferenças estão na velocidade de leitura e consumo de energia. Os primeiros relatos sobre a memória RAM vieram na década de 60 e, desde então, cada nova geração possui mais capacidade, ficou mais rápida e consome ainda menos energia.

Nos smartphones usamos um tipo muito especial de RAM chamado LPDDR, que consomem pouca energia, aquecem pouco, são muito pequenas e, claro, não são nada baratas. Atualmente,as mais comuns são LPDDR2, LPDDR3 e LPDDR4. Estas são as últimas três gerações deste tipo de memória para dispositivos móveis. A principal diferença aqui entre cada uma é que a cada nova geração, a velocidade de transmissão dobrou.

Androidpit Tips and tricks 4
Seu smartphone precisa de dois tipos de memória para executar suas funções / © AndroidPIT

O que é memória ROM?

Se a RAM é uma memória voltada para a leitura e escrita, a ROM é uma memória voltada apenas para leitura (Read Only Memory). Os dados armazenados na ROM não podem ser alterado, ou pelo menos não facilmente ou rapidamente.

Nas gerações mais atuais, como a EPROM ou Flash EEPROM (memória flash), é possível apagar e reescrever conteúdo várias vezes, mas ainda é considerada como "somente para leitura". A principal razão para manter a nomenclatura é que o processo de reprogramação (apagar e escrever), normalmente, é lento e só podem ser escritos em locais determinados pela formatação.

Sim, as ROMs incorporadas nos smartphones são muito mais rápidas do que as dos discos rígidos de computadores tradicionais e também são soldadas diretamente na placa-mãe. É nesta memória ROM que está armazenado o bootloader (um programa que inicia o dispositivo e carrega o sistema operacional), o sistema operacional em si e todos os dados e aplicativos do usuário.

Normalmente, também se chama de ROM as versões modificadas do sistema operacional. Fazendo uma pesquisa na internet, você encontrará muitas destas ROMs personalizadas, aqui no site temos um artigo específico sobre este tipo de software. Estas ROMs possuem este nome porque são uma imagem de sistema similar a que é instalada de fábrica na memória ROM.

E aí, este artigo foi útil para você? O que mais você gostaria de saber sobre este tema?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Deivis Schuman há 1 semana

    Em um dia de chuva e frio como esse, ler uma matéria dessa até me animou em fazer umas experiencias aqui! ^^
    Grande matéria. Estou de parabéns!

  • Marcelo Neri há 1 semana

    Muito interessante a matéria, parabéns AP e Luis Ortega!

  • Henrique P.
    • Blogger
    há 1 semana

    Me lembrou ano passado em minhas aulas de Fundamentos da Informática aqui no IFC kskskskskksks. Mas a matéria ficou bem clara e esclarecedora. Agora só tá faltando a matéria sobre a Memória Cache.

  • Jayson S. há 1 semana

    Estou pensando em instalar algo da CyanogenMod, ou Paranoid Android, mas ainda tenho muito receio, sou leigo nesse assunto. Queria algo funcional, um launcher funcional, apps funcionais, e do google, usar apenas Gmail e Chrome. Quem sabe um dia eu crio coragem hahahahahahahahaha. ;(

  • Deivis Schuman há 1 semana

    Não tenha medo brother! Instale e seja feliz! Fazendo todo procedimento como deve ser feito, não tem erro!
    E se der algo errado, vc pode voltar a rom original!

31 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários
22 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi