O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
4 min para ler 33 Compartilhado 5 Comentários

Oppo N1 - Primeiro smartphone a rodar com CyanogenMod pré-instalada

Esta é a apresentação que aguardo desde sexta-feira, quando foi ao ar o vídeo de Steve Kondik, fundador da CyanogenMod, dando todas as dicas de que o Oppo N1 seria o primeiro smartphone a rodar com o tão aguardado SO projetado por este coletivo de desenvolvedores. Entretanto, se você também esperava um dispositivo rodando com um software nativo e assinado pelo Cyanogen, não é exatamente o Oppo N1.

oppo 3
Oppo N1 é o primeiro smartphone a rodar com CyanogenMod pré-instalada. / © Oppo

SO Color: com base no Android 4.2

Utilizando como base o Linux, a Oppo se pronuncia como a empresa parceira de hardware da CyanogenMod. Entretanto, para quem estava esperando um novo sistema operacional móvel no mercado, adianto que ainda não será desta vez. O Oppo N1 roda com aquilo que podemos dizer ser a skin da Oppo, o Color, com base no Android 4.2. Assim como outras UIs, é exclusivo, oferece funções únicas e, nas palavras da fabricante chinesa, "melhorias sobre o Android puro".

A grande novidade, é que as versões internacionais do Oppo N1 já vêm com o Color e com a possibilidade de fazer o flash da ROM da CyanogenMod diretamente do modo de recuperação do aparelho. Além disso, uma edição limitada do Oppo N1 virá com a CyanogenMod pré-instalada.

Tela, design e funções

O Oppo N1 é grande, possui uma tela de 5,9 polegadas, com resolução full HD e uma densidade de pixels de 373 ppi. O aparelho foi construído com alumínio e, segundo a fabricante, o revestimento dá a sensação de toque semelhante a da cerâmica.

Em termos de design, a Oppo foi entregando pequenas doses de esperança nos usuários com relação a um projeto inovador. Na parte traseira do smartphones, existe um painel sensível ao toque que deixa mais fácil o uso do dispositivo com apenas uma mão. O painel de O-Touch, como a empresa está chamando, pode ser usado para rolagem da tela, toque ou para capturar imagens.

Algumas destas novidades lembram bastante o uso do LG G2, pelo menos, esta é a primeira impressão.

Câmera

A câmera do Oppo N1 é o recurso de hardware mais notável do aparelho: a câmera de 13MP pode ser girada de trás para frente. No vídeo abaixo, podemos perceber todo o potencial para capturar vídeos e imagens em alta definição também com a "câmera frontal" visto que podemos trocar a posição da mesma em um ângulo de até 206º:

Link para o vídeo no YouTube.

Um recurso de software chamado O-Click Control permite operar remotamente a câmera do N1, mesmo quando você estiver longe do dispositivo. Além disso, a função serve para dispara um alarme em caso de perda do dispositivo. O O-Click é um dispositivo que se encaixa em um chaveiro e suporta um alcance de até 50 metros, mantendo-se ligado ao aparelho via Bluetooth (BLE).

É notável que a câmera do Oppo N1 vem para competir diretamente com as do Sony Xperia Z1 e LG G2.

Especificações técnicas

A Oppo investiu nos recursos do N1. Além da tela IPS de 1080p, colocou um processador quad-core de 1.7GHz Snapdragon 600 e uma memória RAM de 2GB. Estas características podem ser encontradas em smartphones high-end como Galaxy S4 e HTC One.

Tela 5.9 polegadas, 1080p Full HD IPS, 1920 x 1080 pixels
Processador 1.7 GHz Qualcomm Snapdragon 600 Quad Core
Memória RAM 2 GB
Memória interna 16 o 32 GB
Sistema operacional Android 4.2, UI Color
Dimensões 170.7 x 82.6 x 9 mm
Peso 213 gramas
Bateria 3610 mAh
Câmera giratória de 13 MP, com sensor ISP e abertura f/2.0

Preço e disponibilidade

O Oppo N1 estará disponível a partir do início de dezembro. Entretanto, informações relativas ao preço do dispositivo ainda não foram divulgadas. O que tem sido comentado é a possibilidade do N1 chegar pelo preço de aproximadamente 420 euros, cerca de R$1.248.

Ainda não foi desta vez...

... que vimos um dispositivo rodando com um software nativo e assinado pelo CyanogenMod. Por mais ingênua que esta possibilidade possa soar, o mercado de dispositivos móveis está precisando de uma chacoalhada. Um sistema operacional com os ideais da Cyanogen poderia mudar algumas leis do universo móvel, como a independência de escolha do usuário pelas ferramentas presentes na plataforma do seu smartphone ou tablet.

Se voltamos um pouco no tempo, veremos que o iOS se transformou numa espécie de Android sem muita opção e, caso a Google não traga algo realmente inovador ao seu sistema 4.4, corremos o risco de ficar mais seis meses a espera de uma mudança significativa nos softwares para mobile.

Porém, podemos dizer que a Oppo nos dá uma certa esperança quando o assunto são aparelhos mais flexíveis, com a chance do usuário poder realizar o flash de novas ROMs e versões do Android de forma mais fácil e menos "perigosa". 

O que você achou do Oppo N1 e da união entre CyanogenMod e Oppo? Deixe-nos saber o que você pensa nos comentários abaixo.

Fonte: Oppo

5 Comentários

Escreva um comentário:
  • Acredito que a chacoalhada que o mercado está precisando venha da Jolla com o seu sailfish, por trás do SO (além de ser um descendente do meego, abandonado pela Nokia em favor do WPhone) tem gente com muitos anos de experiência em mobile na própria Nokia, toda a interface é escrita em C++ utilizando a Qt (como deveria ser em origem), para mim vale a pena esperar.

  • agora sim em

  • Eu acredito que se esperamos neia uns dia vai aparecer muitos outros sistema operacional. A samsung já está em fases de test com o seu Tizer assim como a HTC que ja esta também em fase de teste com o seu sistema operacional. Se esperamos mais uns meses quem sabe. Sem mais a decrarar. Abraços

  • Essa câmera que gira parece brinquedo de criança vindo da china, aonde se não tiver cuidado quebrar facilmente.

  • Medo dessa câmera que gira, isso tem de ser muuuuito bem feito, pois se der problema lasca tudo.

33 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi