O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
46 Compartilhado 81 Comentários

Cinco previsões furadas que os especialistas insistem em fazer no mundo mobile

Entra ano e sai ano, os especialistas em Tecnologia sempre fazem suas previsões sobre as tendências que ditarão o futuro do mercado de TI. Algumas vezes, eles acertam, outras não. Faz parte. Mas existem algumas previsões que os ditos gurus sempre dizem que “dessa vez vai” e que nunca se concretizam. Selecionei cinco delas. Confira!  

1. Smartphones com telas dobráveis

Considerando que eu cubro Tecnologia desde 2005, essa talvez seja a previsão mais feita pelos especialistas e que nunca se concretiza. Em um ano, é a Nokia que estaria desenvolvendo um smartphone com tela dobrável. Em outro ano, a Samsung. Em seguida, seria a Apple. Depois aparecem aqueles mockups de telefones que poderiam ser dobrados no pulso. 

E no final, entra ano e sai ano, nunca vemos um bendito smartphone com a tal da tela dobrável - comercialmente falando, claro. Na verdade, o mais próximo que chegamos disso até agora foi o iPhone 6 que dobrava quando o se colocava ele no bolso. E isso deixou muitos usuários do aparelho bem bravos... 

IPHONETELATORTA
O iPhone 6 trazia tela "dobrável". Mas não do jeito que os usuários imaginavam... / © Business2community.com

2. O fim dos smartphones

Primeiro, eram os tablets que aposentariam os smartphones. Depois, os phablets. Agora, muitos “gurus” tecnológicos apostam nos wearables para mandar os “telefones espertos” para o fundo das gavetas. Mas, mais uma vez, talvez eles tenham de adiar a aposta. 

Quando os tablets e phablets estavam na “crista da onda”, muitos diziam que bastava que eles tivessem funções de chamada de voz e videochamada para mandar os smartphones para o asilo. Mas aí, os smartphones com telas acima de cinco polegadas chegaram para mostrar que eles estavam em plena forma e esfriaram a empolgação com os tablets.

AndroidPIT IT Samsung Galaxy s6 edge vs s7 edge 1454
Smartphones com telas acima de 5 polegadas já nos fazem esquecer os tablets / © ANDROIDPIT

Isso porque displays acima de cinco polegadas – aliado a boas configurações – permitem uma boa visualização de vídeos, games, sites, entre outros tipos de conteúdos. Além de caber no nosso bolso, claro.

Já no caso dos wearables, eles simplesmente ainda não caíram no gosto do público. Mesmo que vários até tenham um design razoável, seu alto preço não justifica o número limitado de funções que oferecem. E, eles não só não aposentaram os smartphones, como dependem deles para funcionar devidamente. 

smartwatch running
Os smartwatches não só não aposentaram os smartphones, como dependem deles para funcionar/ © ANDROIDPIT

Não, prezados, gurus. O fim dos smartphones não está próximo. Aliás, eles nunca estiveram tão bem como agora. 

3. O smartphone vai virar a nossa carteira

Primeiro, o Google apresentou o Wallet; depois a Apple lançou o Apple Pay e o Google voltou a carga com o Android Pay. Aí, veio a Samsung com o Samsung Pay (originalidade para batizar esses serviços não é o forte das empresas). E aí podemos dizer: “Agora vai! Finalmente meu smartphone vai virar uma carteira, certo”? Muita calma nessa hora, pequeno padawan!

Mais importante do que as fabricantes criarem sistemas de pagamento usando smartphones, são os estabelecimentos comerciais adotarem esse sistema, além de um “detalhe”: os usuários também têm de começar a utilizar a funcionalidade. E, pelo menos por enquanto, isso não está acontecendo. Até porque esse recurso está presente apenas em modelos mais caros de telefones, acessível a uma parcela mais restrita do público. 

aldi nord nfc bezahlen
Ainda vai demorar um tempinho até nosso smartphone virar nossa carteira/ © Aldi Nord

Para ficar em um bom exemplo: uma pesquisa da consultoria eMarketer registrou que em 2015 foram registrados US$ 8.7 bilhões em vendas usando o smartphone como forma de pagamento nos EUA. Parece muito, não é verdade? Mas isso corresponde a apenas 0,2% dos estimados US$ 4.35 trilhões em vendas feitas nas lojas físicas do país. 

Em resumo: nosso smartphone vai virar uma carteira. Mas isso ainda vai demorar um bom tempo. 

4. Os tablets vão substituir os PCs

Quando os tablets viraram uma febre de consumo, muitos previram que eles finalmente aposentariam os desktops e notebooks nos próximos anos, por aliar portabilidade e potência. Ledo engano. 

Ainda que os tablets sejam muito úteis e práticos, seu tamanho, design de uso e especificações tornam a maioria deles bem pouco práticos na hora de criar documentos mais complexos, utilizar seu processamento gráfico para softwares mais pesados ou simplesmente usá-lo por longas horas para fazer nosso trabalho. 

chromebook vs sony z4 1
"Não, tablet. Você não faz o que eu faço. Esqueça!". Carinhosamente - Notebook / © ANDROIDPIT

Claro que existem aqueles com configurações mais parrudas, que são quase um notebook – como o Microsoft Surface Pro ou o iPad Pro. Mas com o dinheiro que se gasta neles, ainda é preferível comprar um belo ultrabook, que é mais barato, mais poderoso e que, dependendo do modelo, ainda traz tela multitouch. 

Mas você pode rebater dizendo “Mas as vendas dos desktops e notebooks estão em queda ano após ano”. É verdade. Mas isso se deve mais a um mercado que já está maduro, com as pessoas ainda não vendo necessidade de trocar seus equipamentos, do que pelo desejo de aposentar o PC. 

5. Smartphones substituindo os videogames

Por mais que as fabricantes de smartphones se esmerem em desenvolver aparelhos com configurações cada vez mais robustas, não adianta: eles nunca substituirão videogames como PlayStations ou Xboxes. 

Alguns smartphones até conseguem encarar, em termos gráficos, consoles da geração anterior (PS3 e Xbox 360), como é o caso do Galaxy S7, que conta com diversos recursos para gamers. No entanto, a experiência de jogar um FIFA, um Call of Duty ou um World of Warcraft em um telefone móvel é infinitamente pior do que um console ou PC. 

androidpit galaxy s7 edge review 1
O Galaxy S7 tem bons recursos para gamers. Mas daí a substituir um console, tem chão... / © ANDROIDPIT

Seja pelo campo de visão, pela falta de precisão dos comandos em uma tela multitouch, pela preocupação com a bateria ou pelas notificações que insistem em ficar pingando. Nada se compara a um bom videogame. Para não ser totalmente injusto, mesmo os mais caros jogos de smartphones são bem mais baratos que os de videogame ou PC. 

Logo, meus caros gurus: parem de querer tentar aposentar nossos queridos videogames. Não dará certo nunca!

E que outras previsões furadas de tecnologia você conhece? Compartilhe com a gente!

Os comentários favoritos dos leitores

  • Shunsui há 9 meses

    Perdoe, eu discordo de você sobre os Tablet, colocar o iPad Pro como referência junto com o Surface Pro é um erro, o iPad Pro não passa de um Tablet com tela grande da Apple, com Hardware potente, mas é ainda ARM e que roda o IOS, sistema móbile não tem como substituir um Notebook ou mesmo um Desktop, pois sistema móbile em vista dos sistema para computadores são capadas e fracos. Neste caso o Surface Pro pode sim substituir um Notebook ou PC, principalmente para trabalhos, empresas, e assim por diante, pois usa um sistema mais completo e roda programas x86/x64, simples assim.

  • Rui Maciel há 9 meses

    1 - Jamais perca a piada, Maicon... :-D

    Um abraço e obrigado pelo comentário

81 Comentários

Escreva um comentário:
  • Quem fala que tablets não são produtivos é porque nunca explorou todo o potencial de um dispositivo desses... Venho desde 2011 usando apenas tablets Android p/ trabalho e estudo. Comecei com um Galaxy Tab Plus 7.0 e logo em seguida fiz um upgrade p/ um Galaxy Note 10.1 3G... Naquela época as funcionalidades de um tablet eram bem limitadas mas mesmo assim eles se viravam bem. No momento estou com um Galaxy Tab S 10.5 e falo com toda certeza, com a infinidade de aplicativos que temos hoje (sem mencionar toda a suíte office) e com o poder de hardware que ele tem, não volto p/ os Laptops/Desktops tão cedo! E quem trabalha ou convive comigo e vê o que eu faço nele está indo no mesmo caminho. Minha opnião sobre o assunto é claro.

  • No momento, os smartphones AINDA não substituem TOTALMENTE os PCs mas, acredito que muito breve, bastará conectar a um monitor por cabo HDMI e a um mouse + teclado Bluetooth (já existe um ótimo da Logitech inclusive com iluminação!) e teremos um ótimo desktop (?) . O teclado, mouse e monitor, eu já tenho! Só falta o smartphone PC !!!

  • Eu ainda acredito no smartphone dobrável. Com certeza a Apple e a Samsung estão trabalhando muito nisso mas ainda não chegaram a uma tecnologia confiável. Já imaginou um smartphone que se desdobra e vira um tablet?

  • Jogo no smart só jogo leve tipo star wars comander e the king of fighers , jogos pesados , fazer trabalhos, planilhas e fazer slides só no PC

    E jogos de FPS prefiro no console, smartphone
    tem algumas limitações chatas

  • Leitor de iris na série galaxy note.

  • tablet hoje nada mais que um calmante para os filhos rsrsrs

  • Só vou dizer algo, cada dispositivo em seu quadrado, tenho um Smartphone Samsung S5 new Edition (o falsário), mas tambem tenho computado e um notebookr. Cada um tem seu uso distintamente.

  • Alto's Adventure <3

  • "Tablets substituindo PCs". Se um dia acontecer isso acredito q o bom e velho "Mouse" continuaria sendo usado por muitos anos ainda. Não vejo nenhuma tecnologia com a usabilidade e rapidez que um Mouse pode oferecer. A tecnologia controlada pelo olhos ainda é muito incerta e limitada, há muitos anos ainda para o aperfeiçoamento e adaptação pra essa tecnologia.

  • A imagem da capa da matéria é uma foto ou um app?

  • Faltou dizer a morte do Windows Phone.

  • 'Smartphones substituindo os videogames" Não acho que isso um dia irá se concretizar...

  • "Smartphones substituindo os videogames" foi um grande erro. Prefiro muito mais jogar no meu console. =P

  • 1- desnecessário cutucar a Apple, não perde uma né?
    2- isso sempre foi algo que se dava risada, ainda mais que os smartphones estavam cada vez mais conectando pessoas e coisas.
    3- aqui no Brasil não é mesmo, pois lá fora muito se usa a tecnologia, porém não é toda loja que possui a máquina e nem toda pessoa que possui um aparelho compatível, basta ver que são basicamente tops de linha que possuem a funcionalidade. Eu já usei em Porto Alegre no meu Windows Phone (acredite se quiser) a carteira e paguei um café com o cartão da Visa, algo extremamente prático, porém foi o único lugar que achei que deu para testar a função.
    4- acredito que o que vai, não aposentar, mas diminuir muito o uso de pcs são os smartphones, tablet comum não poderia e os bons, como o Surface Pro 4, estão inclusive colocando os ultrabooks no bolso, pelo poder e praticidade, fora a versatilidade do Windows, mas PC em si nos já estamos deixando de lado.
    5- mito, sempre foi e sempre será, dizer que um smartphone vai aposentar um console é igual dizer que vai aposentar câmeras profissionais. Assim como abandonamos câmeras compactas, abandonamos consoles portáteis, pois os smartphones estão sempre conosco e fazem melhor, mas um console, assim como uma câmera profissional, são um nível acima, são dedicados e estão só pra isso, para serem os melhores.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi