O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
Opinião 260 Compartilhados 273 Comentários

Por que o Quantum Fly mudará o patamar de smartphones intermediários no Brasil

Apresentado no último dia 31 de agosto, o Quantum Fly não é apenas um bom smartphone intermediário. Ele pode ser também um divisor de águas na categoria de smartphones mid-range no Brasil, por conseguir combinar boas configurações a um preço razoável, algo que outras fabricantes insistem em não fazer por aqui. 

O review completo do Quantum Fly será publicado nos próximos dias, mas, basta dar uma olhada em nosso hands-on do aparelho que já dá para ver que a Quantum fez um trabalho interessante nele. Ao contrário da maioria das fabricantes, que traz mais do mesmo quando o assunto são smartphones intermediários, o Fly alia um processador competente (Helio X20 com dez núcleos de até 2.1GHz), uma boa quantidade de memória RAM (3 GB), capacidade de armazenamento decente (32 GB) e expansível, tela de 5,2 polegadas com resolução FullHD e uma câmera de 16 megapixels com flash dual-tone. Ah sim, a bateria tem 3.000 mAh. 

quantum fly tela full
Quantum Fly: boas configurações a um preço justo para um smartphone intermediário / © AndroidPIT

Ou seja, a fabricante brasileira elevou o padrão de configuração dos smartphones intermediários e conseguiu fazer isso sem esfolar o bolso do consumidor brasileiro. O Quantum Fly saiu por justíssimos R$ 1.200 (ou R$ 1.499 de forma parcelada), um valor bastante atrativo para quem corre atrás de modelo com certa potência e que pode durar bons três anos sob uso constante. 

RM
Rui Maciel
O Quantum Fly inaugura uma nova era entre os smartphones intermediários no Brasil: modelos com boas configurações, sem exigir a venda de um baço para tê-los.
O que você acha?
1073 participantes
50
50

A concorrência terá de “acordar para cuspir”

A chegada ao mercado de um dispositivo como o Quantum Fly não é apenas uma boa notícia por se tratar de um bom smartphone a um preço justo. Ele também pode fazer com que concorrentes mais estabelecidos no Brasil finalmente “acordem para cuspir” e ofereçam modelos intermediários mais decentes, a valores que caibam no nosso bolso. 

Afinal de contas, atualmente, o padrão de telefones mid-range no Brasil é aquela coisa que já deveria ter saído de linha em 2015: 2GB de memória RAM, capacidade de armazenamento de 16GB (com uns 12 GB livres na prática), câmera “ok” e baterias que ficam entre os 2.600mAh e 3.000 mAh, mas sem tecnologia de carregamento rápido. A exceção, talvez, fique por conta do Moto G4 Plus, que traz configurações inferiores ao Quantum Fly, mas conta uma ótima câmera, um belo acabamento. Mas, em compensação, é mais caro: R$ 1.499. 

moto g4 plus frente
Moto G4 Plus: talvez o melhor modelo intermediário da atualidade / © ANDROIDPIT

Em resumo: se você pensa em comprar um novo smartphone intermediário para breve, a chegada do Quantum Fly pode inaugurar uma nova era nessa categoria já para os próximos meses no Brasil: modelos com boas configurações, sem exigir que a gente venda um baço para tê-los. Quem não seguir essa toada ficará para trás. 

Você pretende comprar um smartphone intermediário nos próximos meses?

Os comentários favoritos dos leitores

273 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi