O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
7 min para ler 54 Compartilhado 30 Comentários

A realidade virtual ficou mobile. Mas ainda pesa no bolso

De todas as novidades que marcaram presença na Mobile World Congress 2016, uma chamou especial atenção: a tecnologia de realidade virtual chegou de vez aos dispositivos mobile, lideradas por Samsung e LG. Mas será que ela está ao nosso alcance?

A resposta é: sim e...mais ou menos. O problema é que você precisa de alguns bons milhares de reais para desembolsar em um smartphone topo de linha. Isso porque os dispositivos precisam ter configurações poderosas para conseguir rodar conteúdos nesse formato sem engasgar, permitindo que o usuário tenha a experiência de imersão correta. 

Prepare o bolso

Atualmente, três aparelhos da Samsung à venda no Brasil conseguem reproduzir conteúdos a partir de óculos de realidade virtual: o Galaxy Note 5 e os Galaxy S6, Galaxy S6 Edge e o S6 Edge+. O número de dispositivos da marca deve aumentar a partir do segundo semestre deste ano, quando aportam no país os aguardados Galaxy S7 e S7 Edge.

No entanto, como dissemos acima, nenhum deles custa menos de R$ 2,5 mil, sendo que a linha S7 não deverá custar menos do R$ 3,5 mil. E, além disso, o usuário ainda precisa desembolsar outros R$ 799 no Gear VR, o óculos de realidade virtual da Samsung. 

androdipit samsung gear vr
Gear VR: a Samsung chega na frente na corrida da realidade virtual/ © ANDROIDPIT

Ainda que os preços não sejam nada convidativos, Renato Citrini, gerente senior de Produto da divisão de Dispositivos Móveis da Samsung Brasil, informou que, pelo menos por enquanto, apenas equipamentos topo de linha poderão rodar conteúdos em realidade virtual: “Os conteúdos em realidade virtual precisam de dispositivos de maior capacidade de processamento, o que inclui uma CPU rápida, uma boa quantidade memória RAM e uma GPU com bom processamento gráfico”, afirmou ele.

"Eles precisam ser rápidos o suficiente para acompanhar o movimento do usuário, permitindo a imersão. Até poderíamos tentar algo com smartphones intermediários, mas a experiência seria frustrante para todos, o que poderia prejudicar a popularização da tecnologia."

Já a LG entrou meio atrasada nessa disputa, mas entrou. Junto com o G5 – a grande, sensação da Mobile World Congress deste ano – a empresa trouxe ainda o LG 360 VR, um óculos de realidade virtual que pode ser conectado exclusivamente ao G5 através de um cabo dedicado. O acessório simula uma TV de 130 polegadas, vista a dois metros de distância, e com resolução de 639 ppi. 

lg vr headset 3
LG 360 VR: acessório simula TV de 130 polegadas a dois metros de distância/ © ANDROIDPIT

No entanto, a empresa não se pronunciou quanto à data de chegada dos dois dispositivos (o G5 e o 360 VR). Procurada pelo AndroidPIT para falar sobre o assunto, a LG informou que “prefere não se posicionar, pois não conta atualmente com o produto no mercado local”. 

A Samsung sai na frente na corrida da realidade virtual

Além de já contar com três modelos de smartphones compatíveis e UM óculos voltado para realidade virtual, a Samsung também já vem trabalhando com produtores de conteúdo para oferecer material aos usuários do VR Gear. Um deles é o nosso querido Netflix, que já conta com um aplicativo na loja virtual da plataforma, a Oculus.

“Ainda que não seja uma experiência 100% imersiva, o usuário tem uma espécie de sala de cinema dentro do Gear VR e pode acessar a todo conteúdo do Netflix a partir dos nossos óculos”, afirmou Citrini.  Existe ainda a possibilidade futura do serviço de streaming desenvolver material especialmente para este acessório, mas as empresas preferiram não confirmar o projeto. 

GEARVRTELA
A sala virtual da Netflix no Gear VR da Samsung/ © ANDROIDPIT

Além do Netflix, outras companhias vêm mantendo parcerias com a Samsung para o desenvolvimento de conteúdo em 360 graus, inclusive no Brasil. Uma delas é a produtora de jogos Black River Studios – localizada em Manaus – e que já desenvolveu um título para o Gear VR, o Finding Monster, voltado para crianças. Outros estão a caminho.

MONSTERS
Finding Monsters: game em realidade virtual criado pela brasileira Black River / © Google Play / © Google Play

Outra produtora especializada em conteúdo para ambientes de realidade virtual é a Tamograma, que também é parceira da Samsung. A empresa já possui cinco anos de expertise na produção de vídeos em 360 graus e produziu materiais diversos para o Gear VR. Um deles é uma experiência imersiva na mega-rampa do skatista Bob Burnquist, onde o usuário desce rampa abaixo como se estivesse no local. Clique neste link para visualizar o vídeo. 

“A realidade virtual também já utilizada por diversas empresas para promover seus produtos e também por instituições culturais, como uma forma de prender a atenção dos visitantes”, declara Citrini. “A BMW já faz isso para simular passeios em seus novos modelos de carros; e o British Museum, em Londres, também já oferece um passeio virtual pela Idade do Bronze utilizando nossos óculos”. 

Você também já pode produzir conteúdos para os óculos de realidade virtual

Produzir conteúdo em 360 graus em nível profissional ainda é uma experiência caríssima, que exige câmeras e lentes especiais. Mas na MWC deste ano, tanto a Samsung quanto a LG apresentaram seus primeiros dispositivos que permitem ao usuário final criar conteúdos nesse formato e que são compatíveis com os óculos de realidade virtual.  

A Samsung apresentou o Gear 360, uma pequena esfera que conta com duas lentes Olho de Peixe, que cobrem 180 graus nas laterais e tem, cada uma, resolução de 15 MP. Confira nosso vídeo com a demonstração do dispositivo:

Na parte superior da esfera, há uma tela onde é possível visualizar o menu que indica em que modo se encontra a câmera: foto ou vídeo, assim como os botões de menu. Nas laterais se encontram outros dois botões que nos permitem escolher o modo desejado.

gear360
Samsung Gear 360:duas lentes Olho de Peixe, que cobrem 180 graus nas laterais / © ANDROIDPIT

A câmera funciona em conjunto com o aplicativo Gear 360 e os smartphones Samsung Galaxy S7 e S7 Edge. A potência dos dispositivos permite “costurar” o vídeo ou as fotos feitas com a Samsung Gear 360 e, com a ajuda de do VR Gear, poderemos ver nossas imagens em 360 graus. Preço e data de lançamento ainda não foram divulgados, mas a previsão é que o acessório chegue às lojas já no segundo trimestre deste ano. 

Já a LG apresentou a LG CAM 360, uma câmera compacta que consegue também capturar fotos e vídeos em 360 graus. Ela vem equipada com duas câmeras de 13 MP e 200 graus de grande angular, bateria 1,200mAh e 4GB de memória interna -  que pode ser expandida por meio de um cartão microSD.

lg 360 cam 3
LG CAM 360: duas câmeras de 13MP e 200 graus de grande angular / © ANDROIDPIT

A CAM 360 grava vídeos em 2K e seus três microfones trazem canais surround 5.1. A LG ainda fez uma parceria com o Google, para que as imagens registradas com o dispositivo possam ser carregadas para o Google Street View e o YouTube360. E claro, o conteúdo também está disponível para visualização nos óculos  LG 360 VR – compatível inicialmente com o G5. Preço e data de lançamento também não foram informados pela LG. 

OK, tudo muito legal. Mas quando a realidade virtual vai ficar mais barata?

Segundo Renato Citrini, da Samsung, a ideia é que a tecnologia de realidade virtual possa ficar mais barata – e mais acessível – já nos próximos anos:

“As configurações mais poderosas presentes nos smartphones topo de linha de hoje se tornarão populares em pouco tempo e serão especificações que você encontrará em smartphones intermediários. Com isso, a tecnologia de realidade virtual tende a se popularizar já que o preço para se desfrutar dela será muito mais em conta, e sem perda da qualidade de imersão.”

Sim, a realidade virtual ainda dói no bolso. Mas, pelo menos, já podemos ter a tecnologia na palma da mão. 

E qual sua opinião sobre a realidade virtual? Preparado para desfrutar dela no seu smartphone? Dê a sua opinião!

30 Comentários

Escreva um comentário:
  • e o google cardboard não traz nada de inovador mas não da a sensação de imersão como o gear vr

  • Seria bom experimentar a realidade virtual.

  • Por enquanto só observando... Quem sabe quando se consolidar.

  • Comprem um daqueles óculos mais baratos no aliexpress, desliguem a luz do quarto e sentem numa cadeira de rodinha. Tudo isso você pode fazer com menos de 20 reais.

  • É simples: se é para smartphones, o Cardboard dá conta tranquilamente.
    Agora, se queres desfrutar do que a VR têm a oferecer de verdade, invista no Oculus Rift, PlayStation VR, HTC Vive, e companhia.

  • Pessoal é caro e não é ao mesmo tempo, lógico que se pensarmos nos óculos VR da Samsung, LG, Sony, Rift..... estes sim são caros, agora se quisermos usar o smart junto com um óculos VR as opções são muitas no Aliexpress, caso não tenha paciência com o tempo de entrega do Aliexpress, vai no mercado livre e procure por óculos VR, lá se encontra vários vendedores vendendo o Google Cardboard. Como a tecnologia é nova, creio que somente pra sentir um pouco da imersão, o Cardboard já dá pra desfrutar um pouco, tenho um e achei massa, agora devo comprar um mais trabalhado em algum site chinês rsrsrsrs.

  • Galera que esta achando isso inútil, vem aqui falar novamente daqui uns 5 10 anos ou talvez nem precise disso tudo, as pessoas falavam a mesma coisa quando começaram a sair aqueles computadores caríssimos que só a nata tinha, sim como toda tecnologia nova no começo e menos acessível, ate pelo custo dos fabricantes usar, e por ser uma tecnologia nova ainda precisa optimizar e melhorar ainda, falo a mesma coisa para os wearables que ainda não são acessíveis e ainda falta muita coisa para melhorar e optimizar, podem não ser tão uteis agora para algumas pessoas, mas já pode ser bem uteis para outras. Sou um aficionado por tecnologia e acredito que quem venha aqui todos os dias no android pit dar uma lida deve gostar um pouco também, então logo qualquer tecnologia nova ou melhorada e muito bem vinda.

  • Engraçado mesmo é chamar o Gear VR de óculos de realidade virtual! AHAHAHAHAHAHAHAHA
    Aquilo não passa de um mero suporte pro smartphone e que custa o olho da cara! Sim, pq um cardboard faz a mesma coisa e tem tutorial na net pra vc fazer um em casa, com aquela caixa de leite que vc ia mandar pra reciclagem!

    Ainda acho que vamos rir um bocado dessa galera com esses trambolhos pendurados na cabeça.

  • Acesso à esses produtos nos EUA de acordo com as classes ...
    Classe Baixa (PROVAVEL)
    Classe Média (ACESSÍVEL)
    Classe Alta ( COM CERTEZA )
    Papagaio da Família ( ACESSÍVEL )
    Cachorro ( SIM )
    Filhos de 3 a 2 anos ( TERÃO )

    Acesso à esses produtos no Brasil de acordo com as classes ...
    Classe Alta ( PODE SER QUE SIM )
    Classe Alta ( PODE SER QUE SIM )
    Classe Alta ( PODE SER QUE SIM )
    Classe Alta ( PODE SER QUE SIM )
    Classe Alta ( PODE SER QUE SIM )
    Classe Alta ( PODE SER QUE SIM )


    PS: Outros com uma renda não tão favorável quanto alguns podem ter? Claro! Mas haja paciencia para juntar uma graninha para paga a vista, porém, ainda tem o bom ruim velho modo de 18x no carne ou 12x no cartão '-'

  • Nunca experimentei mas confesso que tenho pouco interesse. Será que as fabricantes contornaram o problema do enjoo ao usar os óculos? Vi que uma solução é colocar um nariz virtual no campo de visão para deixar a experiência mais natural, além de exigir muito hardware por que por menor que fosse o lag ao mover a cabeça ia causar desconforto.

  • E o Google Cardboard? Ele é barato (ou fácil de se fazer), o que você mais precisa investir é em um smartphone com os sensores necessários. (me corrijam se eu estiver errado)

    • Essa informação confere, camarada.

      Lembro que contribuí com um conhecido meu, que usava um Lumia, mas queria testar melhor a imersão em RV, e acabei negociando meu antigo Nexus 4 para contribuir com isso.

      Acredito que deva ter controle sobre acelerômetro e giroscópio, e a única informação que eu encontrei foi sobre a compatibilidade total e parcial de determinados aparelhos.

  • 1° coisa que imaginei quando li isso foi que seria muito maneiro jogar Ingress e o futuro Pokémon Go nesses óculos aí! Chato que é impossível de se usar isso na Rua né... É pedir pra perder tudo!

  • É realidade virtual mesmo, porque na realidade " real "vai ser difícil... rsrsrs quantas mil Dilmas deve custar isso

  • Acho tão desnecessário quanto a um Smartwatch!
    E olha que o Smartwatch já faz um tempinho e ainda não emplacou!

  • Uma "Realidade" que está longe de se tornar uma realidade para o povo brasileiro. Infelizmente! :(

  • o lenovo vibe também n tem esse recurso '-' ? pressionando o botão power

  • Me digam o que não pesa no bolso dos brasileiro?
    Esta é a realidade e não é a virtual

Mostrar todos os comentários
54 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi