O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
161 Compartilhado 93 Comentários

Review do Samsung Galaxy J7 2015: o smartphone tela grande e bom de selfie

O Galaxy J7 foi lançado pela Samsung no Brasil em agosto do ano passado. Entretanto, mesmo após quase um ano desde o seu lançamento, muitos usuários ainda se interessam pelo dispositivo, principalmente por algumas de suas características, que são: tela grande, câmera frontal para selfies com flash e processamento regular. Saiba como foram os meus dias testando o aparelho a seguir.

Avaliação

Prós

  • Tela grande e bem definida
  • Processamento regular
  • Câmera frontal boa para selfies

Contras

  • Sistema desatualizado
  • Software de câmera sem muitos ajustes

Galaxy J7 – Data de lançamento e preço

O Galaxy J7 foi apresentado pela Samsung em meados de julho de 2015, e chegou ao varejo durante o mês de agosto do mesmo ano. O preço de lançamento do dispositivo era de R$ 1.299,00. Atualmente, o modelo é comercializado nas cores preta, prata e dourada.

Galaxy J7 – Desenho & Qualidade de Construção

O Galaxy J7 foi lançado após o lançamento mundial do Galaxy S6, mas com o dispositivo seguindo as diretrizes de design do modelo topo de linha do ano anterior, o Galaxy S5. A parte frontal do modelo é recoberta por vidro e possui bordas salientes, que realçam o contorno em policarbonato que imita alumínio.

androidpit galaxy j7 hero2
Parte frontal do Galaxy J7 / © ANDROIDPIT

Na parte superior temos o flash de LED, a câmera frontal, sensores de movimento e aproximação e o alto-falante para chamadas telefônicas. Na parte interior frontal estão os famosos botões capacitivos da linha Galaxy que, infelizmente, não contam com retroiluminação. 

O botão home não é um sensor biométrico, mas mantém o formato triangular e o aro em alumínio dourado ao redor. Com relação a espessura do Galaxy J7, podemos dizer que a Samsung fez um trabalho interessante, visto que o modelo possui apenas 7.5 milímetros em seu ponto mais espesso.

androidpit galaxy j7 back
Acabamento traseiro em policarbonato do J7 / © ANDROIDPIT

Essa espessura mais fina torna o Galaxy J7 mais maleável, apesar de seu tamanho avantajado. O dispositivo se comporta muito bem nas mãos, principalmente por ser totalmente construído em plástico policarbonato. Esse material é infalível no sentido anatômico.

androidpit galaxy j7 review aparence
O Galaxy J7 é muito confortável / © ANDROIDPIT

Com relação ao design do Galaxy J7, posso dizer que o dispositivo possui mais pontos positivos do que negativos, principalmente levando em consideração sua pegada confortável e o seu tamanho. Não é um aparelho que considero bonito ou elegante, mas tem seus méritos.

Galaxy J7 – Tela

A tela é uma característica positiva do Galaxy J7 do ponto de vista de muitos usuários e, agora, passo a compartilhar da mesma opinião. Não é um display fabuloso, mas a Samsung teve o cuidado de embarcar um bom painel Super AMOLED com resolução HD, que era um padrão entre os dispositivos lançados no ano passado custando 1.200 reais.

O painel do Galaxy J7 possui brilho e cores fortes, característicos da tecnologia AMOLED. A leitura em ambientes com alta iluminação é garantida, sendo que entre as configurações da tela é possível encontrar uma opção que intensifica o brilho além de seu nível máximo. De modo geral, a tela de 5,5 polegadas do J7 não decepciona.

androidpit galaxy j7 screen
Tela do Galaxy J7 garante boa legibilidade no sol / © ANDROIDPIT

Galaxy J7 – Software

Se eu disser que o Galaxy J7 está rodando com a mesma versão de fábrica há quase um ano, você vai acreditar? Provavelmente. O dispositivo roda com Android Lollipop 5.1 e a interface do usuário TouchWiz, que foi remodelada e oferece recursos mais úteis ao usuário.

androidpit galaxy j7 android version
Galaxy J7 roda com Android lollipop 5.1 / © ANDROIDPIT

O que me chamou atenção foi o excesso de aplicativos que, prioritariamente, se tratam de parcerias comerciais da Samsung, como seis apps da Microsoft e cinco demos de jogos da Gameloft, fora os utilitários do Google. No total, a TouchWiz vem com 51 aplicativos pré-instalados.

androidpit galaxy j7 touchwiz
Interface TouchWiz do Galaxy J7 / © ANDROIDPIT

Não tive problemas com a interface durante o período em que estive com o dispositivo. Aliás, um ligeiro bug acontecia quando eu mudava do app de câmera para outro que estava pausado no multitarefa. 

Galaxy J7 – Performance

O Galaxy J7 tem um conjunto de especificações interessantes, mas, vale lembrar que os números técnicos deste dispositivo são de um modelo intermediário. Portanto, embora o modelo seja embalado por um processador de oito núcleos, o Exynos 7580, não podemos esperar uma performance excepcional.

Por algum motivo, a Samsung resolveu colocar 1,5 GB de memória RAM no dispositivo, que teria uma performance ligeiramente melhor com 500 MB a mais. Porém, essa quantidade de RAM dá conta das tarefas mais cotidianas sem problemas. Abaixo, você confere a pontuação do Galaxy J7 entre os principais benchmarks do mercado:

  AnTuTu Vellamo - Browser Vellamo - Metal Vellamo -Multicore Geekbench 3 - single core Geekbench 3 - Multicore 
Pontuação 39.329 2.422 1.088 1.656 651 3.187

Redes sociais, aplicativos de mensagens instantâneas e vários jogos, como Asphalt 8, por exemplo, rodam sem problemas no aparelho. Como mencionei na seção de software, a TouchWiz travou em alguns momentos, principalmente quando eu trocava de aplicativo no multitarefa. As animações do sistema rodam tranquilamente e sem atrasos, enquanto o lançamento de aplicativos acontece de maneira consideravelmente rápida.

Galaxy J7 – Áudio

O Galaxy J7 não oferece um sistema de áudio espetacular, visto que o modelo possui uma pequena saída de áudio localizada no canto superior direito traseiro. O volume é ligeiramente alto, com graves e agudos equilibrados, porem baixos. O áudio para chamadas é limpo e o bloqueio de ruído funciona de forma satisfatória.

androidpit galaxy j7 camera lens
Áudio do Galaxy J7 é mono / © ANDROIDPIT

Galaxy J7 – Câmera

O conjunto de câmeras do Galaxy J7 não decepciona, visto que eles estão dentro da média do segmento intermediário. A qualidade das fotos, portanto, é satisfatória. Na parte frontal temos um sensor de 5MP que vem acompanhado por um flash de LED, característica um pouco incomum na faixa de preço que o J7 está.

Quem busca por um dispositivo que tire boas selfies para postar em redes sociais, pode considerar o Galaxy J7 se não estiver disposto a gastar muito. A qualidade das imagens tiradas por esse sensor é boa, podendo variar de acordo com a luminosidade do local. Em ambientes bem iluminados as fotos saem melhores.

androidpit galaxy j7 camera selfie
A câmera frontal funciona bem em ambientes com boa iluminação / © ANDROIDPIT

Na parte traseira temos um sensor com 13MP, capaz de tirar fotos bacanas, desde que em condições ideais. O software de câmera da Samsung é bem simples no Galaxy J7, visto que poucos modos e funções estão presentes, como grade, temporizador e alguns filtros para imagens. O modo HDR, por exemplo, não está disponível no app.

Algo que me surpreendeu positivamente foi a velocidade da captura. O tempo entre focar o objeto desejado e fazer o clique é bem rápido. Demora mais para a foto ser exibida após o disparo.

androidpit galaxy j7 camera
A câmera traseira do Galaxy J7 tem 13MP/ © ANDROIDPIT

Com relação ao flash fronta,l sugiro que o mesmo seja usado com parcimônia, visto que as fotos podem ficar ruins quando tiradas com esse recurso em locais extremamente escuros. O modo de embelezamento do rosto pode ser regulado para que a face do usuário não fique parecendo uma pintura.

Galaxy J7 – Bateria

A bateria do Galaxy J7 é um dos pontos fortes do aparelho. Com 3.000 mAh de capacidade, é possível chegar ao final do dia com um pouco de carga. O tempo de carregamento não é nada excepcional, visto que leva cerca de 1 hora e 40 minutos para que a bateria fique com 100% da sua energia. 

A Samsung manteve a sua tradição de manter a bateria removível neste modelo, algo que não está acontecendo mais em aparelhos tops da marca. Outro ponto positivo do Galaxy J7 é a temperatura, que permaneceu dentro do esperado durante todo o tempo em que estive testando o dispositivo. Abaixo, você confere meus números com o J7:

  • Wi-Fi: streaming pelo Chromecast e Spotify/ sincronização e localização ativados/ WhatsApp - 5 horas
  • Internet móvel: WhatsApp/ Instagram/ Chrome - 6 horas
  • Wi-Fi: WhatsApp/ jogos casuais/ sincronização e localização desativados - 8 horas
androidpit galaxy j7 battery
É possível remover a bateria do Galaxy J7 / © ANDROIDPIT

Galaxy J7 – Especificações Técnicas

    • Tipo:
    • Smartphone
    • Modelo:
    • J700M
    • Fabricante:
    • Samsung
    • Dimensões:
    • 152,2 x 78,7 x 7,5 mm
    • Peso:
    • 171 g
    • Tamanho da bateria:
    • 3000 mAh
    • Tamanho da tela:
    • 5,5 polegadas
    • Tecnologia da tela:
    • AMOLED
    • Tela:
    • 1080 x 720 pixels (236 ppi)
    • Câmera frontal
    • 5 megapixels
    • Câmera traseira
    • 13 megapixels
    • Flash:
    • LED
    • Versão do Android:
    • 5.1 - Lollipop
    • Interface:
    • TouchWiz
    • RAM:
    • 1,5 GB
    • Memória interna:
    • 16 GB
    • Memória removível:
    • microSD
    • Chipset:
    • Samsung Exynos 5 Octa
    • Número de núcleos:
    • 8
    • Velocidade máx.
    • 1,5 GHz
    • Conectividade
    • HSPA, LTE, Dual-SIM , Bluetooth 4.0

Veredito Final

O Galaxy J7 não tem performance e nem visual de top de linha, mas, cumpre seu papel de intermediário sem nenhum problema. As especificações são boas, as câmeras razoáveis e o armazenamento é honesto. A Samsung fez um bom intermediário que, na época de seu lançamento, custava caro, mas atualmente está com o preço equivalente ao de seus concorrentes.

Para quem gosta de autorretratos o J7 é uma boa opção. O flash frontal é uma boa sacada do aparelho, mas, este recurso deve ser utilizado apenas em ocasiões extremamente necessárias. Por fim, a experiência com o software da Samsung não decepciona e pode agradar aqueles que gostam de interfaces recheadas de pequenas funções.

O que você achou do Galaxy J7?

Os comentários favoritos dos leitores

93 Comentários

Escreva um comentário:
  • Retifico: a carcaça do J7 não é de metal, apenas sua lateral que tem a vantagem de não descascar mais como ocorre com a lateral de plástico anodizado imitando aço polido do J7 2015. De resto é o mesmo de sempre e apenas funcional, nada que o coloque acima da concorrência na mesma faixa de preço. Notei que a Samsung é a última a incorporar novidades e avanços importantes em seus SmartPhones de entrada e de gama média. Bom para a concorrência.

  • O J7 2015 e importado ou nacional

    • Todas as peças internas são importadas já prontas e depois montadas na placa mãe, com sua bateria também importada, incluindo, logicamente, o display de LCD/Leds ou AMOLED também. O resto de plástico é produzido no Brasil com boa qualidade, exceto a parte da anodização que por aqui carece de qualidade, o que não ocorre com o J7 2016 que tem a lateral de metal, não a tampa da bateria que ainda é de plástico de boa qualidade.

  • Fiquei hiper desanimado quando li no site da Samsung BR as configurações e novidades do novo J7 2016. Não oferece nenhuma novidade além da bateria de 3.300mAh e de apenas +0,5 de RAM a mais além da carcaça de metal para poderem cobrar muito mais do que vale. O resto está tudo igual ao J7 2015. É a Samsung nos tapeando mais uma vez.

  • Eu tive um Galaxy J7 2015 durante 6 meses. Foi um dos melhores telefones que eu já tive depois de passar por Motorola, Xiaomi e Blu. Eu estava com receio por conta de ser Samsung, mas no fim das contas apesar da baixa quantidade de memória RAM ele dava conta do recado para a maioria das tarefas, e o processador Exynos dele rodava com tranquilidade vários games 3D como a saga GTA, a exemplo de tops de linha. A bateria dele também era um máximo, até sinto falta de uma duração como a do J7. Hoje eu estou com um Xperia Z3+ Dual, mas recomendo sim o J7 para quem busca um bom intermediário, e ele ainda vai pro Marshmallow 6.0.1, pois na Russia já começaram a atualiza-lo

  • j7 é um bom aparelho, porém eu prefiro investir um pouco mais e catar um zenfone 2, ou outros........visto que 1,5 de ram é um pouco complicado.

  • Uma retificação: apesar do display ser de um SUPER AMOLED (todos os bons SmartPhones poderiam ter o AMOLED, também) ele não tem proteção de vidro. Comprei uma película de vidro por R$50,00 para garantir a longevidade desse excelente produto da Samsung que me surpreendeu positivamente, e agora estou aguardando o novo J7 2016 que vai detonar todos os SmartPhones médios que existem hoje.

  • Interessante esse j7 tenho um j3 2016 e acho essa linha j muito boa.

  • Tenho um e tô satisfeito, nada a reclamar.

  • O zenfone 2 laser mesmo com um Snapdragon 410 mas com 2GB de RAM pra levar a ZenUi e com uma boa câmera não seria melhor e mais barato do que o J7 com 1,5GB de RAM pra levar a pesada TouchWiz?

  • quando tá novo é bom, mas pra quem deseja ficar mais de um ano com o aparelho, e melhor pegar o lg g3 ou g4

    • concordo com vc em partes jorge, digo isso pq nao dá pra comparar com o g3 muito menos com o g4 que ainda é um top de linha.....g4 1000 vezes melhor............

  • falando em j7, quando que o 2016 vai vir para o Brasil

  • muito bom para um intermediário

  • Grande problema ... Desatualizado

    • Diante de vários problemas quanto a necessidade de hardware, a falta de atualização não e nada, até porque temos opção de escolha em comprarmos a linha 2016 que já estará atualizada. E quando se tornar obsoleta também você poderá atualizar comprando a linha 2017... e assim por diante.

    • A Samsung já começou a atualizar o Galaxy J7 2015 pro Marshmallow 6.0.1, mas por enquanto só na Russia pro modelo 3G

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi