O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
801 Compartilhado 304 Comentários

Review do Galaxy S8: ainda mais bonito e mais inteligente

Atualizado: começa a venda oficial

Você conhece essa sensação: de quando algo faz muito sentido, quando estar com alguém ou ter alguma coisa parece apenas certo? Esse é o que venho sentindo nestes últimos dias com o Galaxy S8. O novo carro-chefe da Samsung possui um design futurista, que combina com o ano de 2017. Entre os destaques estão a tela e a nova proporção de 18,5:9, as mudança na interface do usuário e as opções de performance do dispositivo. No entanto, nem todas as escolhas foram acertadas na construção deste dispositivo, como o sensor de impressão digital. Continue lendo este review do Galaxy S8 e descubra se os pontos positivos deste aparelho conseguem superar os negativos. Atualização: hoje começa a venda oficial do dispositivo no varejo nacional. Confira os detalhes na seção data de lançamento e preço.

Avaliação

Prós

  • Design
  • Tela
  • Interface do usuário
  • Modos de performance

Contras

  • Posição do sensor de impressão digital
  • Assistente virtual Bixby
  • Bateria mediana

Samsung Galaxy S8 – Data de lançamento e preço

O Galaxy S8 foi lançado mundialmente no dia 29 de março, em conjunto com a variante Galaxy S8+. No Brasil, o anúncio oficial foi feito no dia 17 de abril. A pré-venda do dispositivo começou no dia 18 do mesmo mês, através da loja oficial da Samsung Brasil, e hoje (12/04) os aparelhos chegam ao varejo nacional.

O Galaxy S8 é vendido por R$R$3.999,00, enquanto a sua variante Plus custa R$4.399,00. Neste momento, o dispositivo será comercializado na variante de 64GB de memória RAM e traz na caixa os fones de ouvido fabricados pela AKG, sobre o qual falo um pouco mais logo abaixo. Para saber quais são os outros acessórios enviados dentro da caixa do aparelho, assista ao vídeo unboxing do Galaxy S8.

Samsung Pay: com relação aos serviços, o Samsung Pay, sistema de pagamento embarcado nos dispositivos da Samsung, será expandido para dois novos bancos: Itaú e Intermedium.

Acessórios: os novos acessórios da Samsung disponíveis a partir de hoje são os seguintes:

Vale informar que, de acordo com a Assessoria de Comunicação da Samsung, os novos Galaxy S8 e Galaxy S8+ registraram uma procura quatro vezes maior do que seus antecessores, Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, no período de pré-venda. A fabricante não divulgou os números.

Para saber quais lojas já possuem os dispositivos, acesse este link.

Samsung Galaxy S8 – Desenho & Qualidade de Construção

Como disse no início deste review, ter o Galaxy S8 nas mãos é ter a sensação de que estamos segurando o smartphone certo. A leve mudança nas dimensões desta geração para a anterior é muito pequena para sentirmos uma grande diferença na pegada do aparelho.

O mesmo não acontece em relação à tela. Enquanto o novo carro-chefe da Samsung tem um aproveitamento de aproximadamente 83,6% do espaço da frente dedicado ao display, o seu antecessor tem 72,1%. E essa diferença no tamanho da tela importa muito mais do que os 6,5 milímetros a mais de comprimento da tela em relação a do Galaxy S7.

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 1994
O limite entre a borda e a tela sensível ao toque é quase imperceptível / © AndroidPIT

A otimização também permitiu à fabricante sul-coreana colocar uma tela de 5,8 polegadas no Galaxy S8, mas praticamente manter o tamanho físico da geração de 2016. Para fazer isso, também foi necessário remover o botão de início físico da parte da frente, deixando a nova linha incomparável em relação a qualquer outro modelo da série, ou mesmo do mercado.

Toda vez que pego no aparelho para verificar uma notificação, ainda me impressiono com o design da tela. Chamada de Display Infinito, o projeto da tela do S8 passa a impressão de que realmente toda a parte da frente do aparelho é usado para a tela. Isso acontece por que, diferente das versões anteriores, todas as variantes de cor do aparelho têm a parte da frente na cor preta, logo, dificilmente você verá o limite entre a as boras e a tela sensível ao toque.

Mesmo os sensores, a câmera frontal e o speaker para ligações estão camuflados, então, apenas quando ativamos a tela é que vemos as finas bordas do ao redor do painel.

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 1992
O sensor de impressão digital não está no melhor lugar possível / © AndroidPIT

No entanto, nem tudo está no seu devido lugar. Na parte traseira do Galaxy S8 temos o sensor de impressão digital localizado ao lado da lente da câmera. Sinceramente, não é difícil desbloquear a tela usando este recurso ou mesmo baixar a barra de notificações deslizando o dedo sobre este sensor. Na realidade, este não é o problema aqui.

Acontece que toda vez que você tatear a parte traseira para desbloquear a tela com a impressão digital, ou terá que segurar o smartphone com as duas mãos, o que não é nada conveniente, ou vai esbarrar na lente da câmera e, consequentemente, terá que limpá-la toda vez que capturar uma foto ou vídeo.

Considerando que a grande maioria das pessoas não limpa a lente antes de fazer uma foto, a experiência dos usuários com o telefone será prejudicada. Porém, a Samsung oferece outras opções de tela de bloqueio.

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 vs S8plus 2053
Tanto o Galaxy S8 (em cima) quanto o Galaxy S8+ (embaixo) possuem um botão dedicado ao assistente virtual Bixby / © AndroidPIT

Em relação aos materiais usados na construção do Galaxy S8, no vidro da parte da frente e de trás temos o Gorilla Glass 5 e, com base na minha experiência, o tratamento da tela para evitar o acúmulo de impressões digitais é bem maior do que o da parte traseira. A moldura de alumínio é extremamente fina nas laterais e, como a Samsung resolveu trazer um terceiro botão dedicado para o assistente virtual Bixby, tivemos uma mudança no balanço visual do aparelho.

Muitas vezes me vi usando o botão do Bixby pensando que era aquele para diminuir o volume. Contudo, pior do que isso é saber que a verdadeira função deste botão não pode ser usada neste momento no Brasil, pois o Bixby não está disponível para uso pleno no mercado nacional, apenas algumas de suas funções podem ser utilizadas neste momento. 

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 2019
Na parte de baixo, temos o USB Type-C, a entrada para os fones de ouvido, o microfone e os alto-falantes / © AndroidPIT

Como o Galaxy S8 vem com a certificação IP68, você não precisa se preocupar em molhar o aparelho e ainda pode usá-lo para gravar vídeos ou mesmo fazer fotos embaixo d'água. Porém, não pode ultrapassar 1,5 metro de profundidade ou o limite de 30 minutos submerso. Como consequência, no entanto, os alto-falantes precisarão de um tempo para secar por completo para voltar a entregar a mesma performance de som que antes de estarem em contato com a água.

Samsung Galaxy S8 – Tela

Uma das obras mais notáveis da Samsung está na parte da frente do Galaxy S8. Assim como a LG, que construiu o G6 com uma proporção de tela de 18:9, em vez do tradicional 16:9, a Samsung trouxe ao seu novo flagship a proporção 18,5:9, com resolução de 2.960 x 1440 pixels, a qual chamamos de WQHD+, pois em comparação com outros smartphones WQHD clássicos, a tela do Galaxy S8 possui 400 pixels a mais.

Para oferecer o aspecto 18,5:9, o Galaxy S8 possui uma tela mais longo que a média dos aparelhos disponíveis no mercado. Na prática, além de integrar ao dispositivo o novo padrão que já está sendo usando pela indústria cinematográfica, conseguimos ver mais conteúdo na tela do Galaxy S8 do que podíamos ver na tela do Galaxy S7, por exemplo. Além disso, a proporção de 18,5:9 permite o uso de fontes menores, melhor aproveitamento dos elementos da interface do usuário e otimiza o uso do recurso multi-janelas.

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 2037
O recurso Tela Edge chegou também ao Galaxy S8 / © AndroidPIT

Os benefícios são múltiplos. Porém, como se trata de uma nova tecnologia, nem todos os aplicativos oferecem suporte para essa nova proporção de tela, a maioria dos jogos e vídeos ainda vão exibir uma barra preta na parte superior e inferior da tela (ou nos cantos). Como consequência, alguns jogos no formato 16:9 podem perder alguns pixels para compensar as barras pretas quando adaptados à tela.

O jogo Sky Dancer, por exemplo, cortou pela metade as informações dos botões de menu e, devido à curvatura das bordas do S8, e experiência foi ainda pior do que a que tivemos na tela plana do G6, usando o mesmo game:

galaxy s8 aspect ratio difference
Alguns aplicativos ainda precisam ser adaptados à proporção 18,5:9 / © AndroidPIT

Notei também que, ao contrário do LG G6, o software do Galaxy S8 é menos intuitivo, demora mais para oferecer a opção de uso do aplicativo em tela cheia, mesmo quando este oferece suporte. Assim, para melhorar a minha experiência, configurei quais aplicativos deveriam usar a tela cheia a partir do menu "Visor", pois toda vez que começava um jogo e então ativava a tela cheia, a partida recomeçava do zero.

Infelizmente, mesmo que a Samsung reveja este recurso e torne mais intuitivo alternar entre as proporções 16:9 e 18,5:9, enquanto os aplicativos não oferecerem suporte para tal escala, o uso da tela nessa proporção será comprometido. Felizmente, aplicativos como o Netflix e o YouTube podem ser usados perfeitamente nesta nova configuração.

A tecnologia da tela do Galaxy S8 é Super AMOLED, que oferece um espectro de cores bastante amplo. O painel é super brilhante, oferece uma experiência bem realista de cores e, por se tratar de uma tela AMOLED, oferece pretos profundos. No entanto, o branco puxa um pouco para a tonalidade azul, mas nada que realmente interfira na qualidade da tela. 

AndroidPIT HaGe 0376
A tela do Galaxy S8 é um dos destaques do dispositivo / © AndroidPIT

Em 2017, todas as versões do Galaxy S8 possuem a tela dual-edge, o que significa que na parte da frente não temos nenhuma borda lateral. Assim como o LG G6, os cantos da tela são arredondados, o que oferece uma experiência melhor em jogos e vídeos. Algumas vezes, as laterais curvas do Galaxy S8 refletem luz e isso prejudica a visão completa da tela, infelizmente.

Por padrão, a tela do Galaxy S8 oferece uma resolução Full HD+ (2.224 x 1.080 pixels), que é menor do que a WQHD+ (2.960 x 1.440 pixels). Este recurso foi adicionado ao Galaxy S7 com o update do sistema operacional para Android 7.0 Nougat, e serve para aumentar a autonomia da bateria dos carros-chefes da Samsung. Para mudar isso, você terá que acessar as configurações do dispositivo.

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 2002
Usar o Always On Display ficou mais intuitivo agora que basta tocar 2x em uma notificação para acessá-la / © AndroidPIT

Eu sou fã dessa função. Assim como o processador do S8 não usará os seus oito núcleos o tempo todo, um smartphone não precisa estar sempre configurado para entregar alta performance. A Samsung oferece a opção de ativar diferentes modos de performance para o Galaxy S8: otimizado, jogo, entretenimento e alto desempenho. Usando como atalho a Tela Edge, ativada a partir da aba posicionada na lateral do display, é possível selecionar um destes modos de forma rápida e otimizar o aparelho para configurações que vão desde economia de energia até alto desempenho de áudio e vídeo.

Quando o Galaxy S8 está configurado para usar as especificações máximas, no entanto, apesar do aumento do consumo da bateria, conseguimos nitidamente sentir a diferença na mudança da qualidade do display e, principalmente, no áudio dos fones de ouvido. Logo, este recurso não é balela, mas uma ferramenta do sistema que, sabendo se usar, vai melhorar e muito o uso do Galaxy S8.

Samsung Galaxy S8 – Características Especiais

O Galaxy S8 pode ser usado como PC

O Galaxy S8 é mais do que um smartphone, pois você poderá usá-lo como PC em conjunto com a nova estação DeX. Usando essa doca, é possível conectar o dispositivo - via porta USB Type-C - a periféricos como tela, teclado e mouse.

Com base na função multi-janelas temos a interface do Android em um desktop. No evento de lançamento do S8, tivemos a chance de testar o recurso e, embora o desempenho não tenha sido muito rápido, é evidente que a Samsung implementou muito bem o recurso de janelas múltiplas e a função está bem amadurecida no software da fabricante sul-coreana.

AndroidPIT HaGe 0368
O DeX transforma o Galaxy S8 em um PC / © AndroidPIT

Bixby: assistente virtual da Samsung

O Bixby é uma versão inacabada do Google Assistente e, neste momento, não pode ser usado plenamente no Brasil (o assistente só entende inglês dos EUA, espanhol dos EUA, coreano e chinês em um primeiro momento). A Samsung claramente está correndo para alcançar a Microsoft, a Apple e a Google, por isso anunciou o próprio assistente virtual. Porém, deveria ter usado outro dispositivo para lançar este recurso que mais prejudica a experiência com o Galaxy S8 do que melhora.

samsung bixby wein
O Bixby usa a câmera para dar informações sobre produtos / © AndroidPIT

O objetivo do Bixby é fazer com que possamos interagir com o dispositivo usando basicamente comandos de voz, e um botão dedicado na lateral esquerda do Galaxy S8. Porém, neste momento, podemos usar apenas os cartões do Bixby ao deslizar o dedo para a direita na tela de bloqueio ou na tela inicial. Este recurso me lembrou muito os cartões do Google Now, e serve para mostrar a programação do dia, que vem dividida por manhã, tarde e noite.

Além disso, também é possível usar o recurso de câmera chamado Bixby Vision (uma conta da Samsung se faz necessária), que a partir do reconhecimento de determinados objetos, pode fazer pesquisas ou indicar uma loja online para comprar um produto. Assim, se você capturar uma imagem com a câmera do aparelho, poderá automaticamente selecionar parte dela, como uma joia, por exemplo, e fazer uma pesquisa ou ir direto para a compra. Contudo, as indicações de loja só funcionarão se o Bixby estiver ativo no seu país. Nos EUA, este recursos está associado à Amazon.

galaxy s8 bixby vision
A busca por imagens funciona, comprar produtos ainda depende do país em que você se encontra / © AndroidPIT

Neste momento, o Bixby ainda é um recurso em desenvolvimento. Existe um conjunto de dez aplicativos nativos da Samsung adaptados para o uso conjunto com o assistente, e a fabricante está incentivando mais desenvolvedores a acessar seu SDK  (ambiente de desenvolvimento) para tornar mais aplicativos compatíveis com o Bixby.

O assistente virtual da Samsung estará disponível para os brasileiros a partir de junho, mas apenas em inglês. Segundo a empresa, o desenvolvimento do assistente em português está em andamento, mas ainda não existe previsão de liberação do Bixby no nosso idioma.

Enquanto isso não acontece, no entanto, é possível usar o Google Assistente no Galaxy S8, que funciona plenamente. Porém, o uso ainda não pode ser feito em português.

Samsung Galaxy S8 – Software

O Galaxy S8 sai de fábrica rodando com o Android 7.0 Nougat e, apesar desta não ser a última versão do software da Google, a fabricante sul-coreana aperfeiçoou o design da sua interface do usuário em pontos-chave. A interface se chama Versão Samsung  Experience 8.1 e é a melhor versão do software que a Samsung já desenvolveu. É limpa, fluida e lembra bastante o lançador da linha Pixel.

galaxy s8 review software BRA
Agora é possível trocar a ordem dos botões de navegação / © AndroidPIT

Com a remoção do botão inicial físico, passamos a ter os botões de navegação virtuais, que agora podem ser posicionados de acordo com a preferência dos usuários. Como utilizo muito mais o botão para voltar ações, mantive a configuração multi-tarefas/início/voltar, pois ajuda a usar o aparelho com uma mão.

Ao deslizar o dedo sobre a tela, de cima para baixo e vice-versa, abrimos a gaveta de apps, e isso facilita bastante o uso do aparelho com apenas um mão. É uma pena, no entanto, que a Samsung não tenha usado função semelhante para baixar rapidamente a barra de notificações usando o mesmo golpe na tela. A tela do S8 é mais comprida do que a da maioria dos smartphones, logo, seria inteligente poder usar este recurso, tal como a Xiaomi oferece na MIUI.

galaxy s8 review UI
Interface do usuário do Galaxy S8 / © AndroidPIT
galaxy s8 review menu UI
Gaveta de apps (esquerda); barra de notificações (centro); menu de configurações (direita) / © AndroidPIT

No entanto, assim como na linha Pixel, é possível deslizar o dedo sobre o leitor de digitais na parte traseira para acessar rapidamente a barra de notificações, mas sinceramente teria sido muito mais intuitivo se pudéssemos deslizar o dedo de cima para baixo na tela.

A Samsung Experience é leve, e por leve me refiro a pouca quantidade de aplicativos embarcados. O que me chamou a atenção é que em vez de ver apps como o WhatsApp, o Facebook e o Instagram pré-instalados, o Galaxy S8 tinha o Google Duo, o app para videochamadas da Google. Como de costume, suite Office da Microsoft e o Skype são oferecidos aos usuários.

samsung galaxy s8plus home button
O botão da home também vai funcionar com pressão, como voltar à tela inicial em jogos / © AndroidPIT

Ainda em relação ao software, existem dois recursos que tornam a experiência com o Galaxy S8 muito boa. O Samsung Flow que permite dar continuidade às ações entre dispositivos, tal como continuar a leitura de um artigo entre dispositivos. A nuvem da Samsung oferece um backup super confiável e trazer meus dados do Galaxy S7 para o Galaxy S8 foi fácil.

Outra opção do Galaxy S8 que oferece uma experiência muito rápida é o desbloqueio de tela através do reconhecimento facial. Na época do lançamento do aparelho, um vídeo mostrando como burlar este recurso foi publicado e, inclusive fiz muitas críticas qui no site a respeito desta vulnerabilidade. No entanto, depois de vários testes, nem eu nem meu colega que testou o Galaxy S8+ conseguimos reproduzir o problema.

Usando esta opção, a tela é desbloqueada de forma muito rápida, questão de milissegundos, mas o reconhecimento da face em ambientes escuros é bem precário, às vezes impossível. Este método também não pode ser usado para validar pagamentos.

galaxy s8 review face recognition BRA
O reconhecimento facial é realmente rápido para desbloqueio da tela / © AndroidPIT

Samsung Galaxy S8 – Performance

O Galaxy S8 comercializado no Brasil é embalado pelo processador Exynos 8895 e processador gráfico ARM Mali G71, e foi essa a variante do aparelho que testei. Estas configurações oferecem ao novo carro-chefe da Samsung um poder de computação até 10% mais rápido do que o do Galaxy S7, e um ganho de desempenho em gráficos até 21% mais rápido do que a geração anterior. No entanto, apesar de bastante fluido, nas atividades do dia a dia, não senti uma grande diferença no uso do S8 para o S7.

O S8 chega ao mercado internacional com uma variante de armazenamento interno: são 64GB (UFS 2.1). A memória RAM foi mantida em relação ao antecessor, são 4GB (LPDDR4), contudo, na Coreia, a Samsung lançou um modelo Premium com 6GB de RAM e 128GB de armazenamento. Aliás, nos EUA, também é possível encontrar a variante com o Snapdragon 835, que não chega ao varejo nacional.

Galaxy S8 review performance mode BRA
A Samsung oferece quatro modos de performance para o Galaxy S8 / © AndroidPIT

Até os testes de benchmark do Galaxy S8, o dispositivo que usamos como referência em performance era o Huawei Mate 9, embalado pelo processador Kirin 950. Depois de passar pelos mesmos testes, o desempenho do Galaxy S8 superou em 4,71% o do Mate 9. O que chama a atenção, no entanto, é que durante o teste de leitura e velocidade de gravação na memória interna, o Galaxy S8 ficou bem atrás do Mate 9, mesmo tendo a nova configuração Universal Flash Storage (UFS) de geração 2.1, que deveria em tese carregar informações de forma mais rápida.

No entanto, não podemos considerar o resultado do benchmark PC Mark Storage como definitivo, visto que uma atualização de otimização pode corrigir esse problema. Aliás, a memória é um dos pilares do Android O, em desenvolvimento pela Google neste momento e, até agora, nos nossos testes vem demonstrando uma melhoria considerável nesta área.

Galaxy S8: resultado de benchmark

 
  Samsung Galaxy S8 Huawei Mate 9 Snapdragon 835
3DMark SlingShot ES 3.1 3.174 2.293 3.543
3DMark SlingShot ES 3.0 3.217 2.724 4.540
3DMark Ice Storm Unlimited 27.330 27.516 37.096
Geekbench Single Core 1.983 1.843 2.061
Geekbench Multi Core 6.402 5.840 6.440
PCMark Work Performance 6.135 6.350 7.887
PCMark Storage 4.644 7.340 4.900
Google Octane 2.0 9.775 8.807 11.974

Na tabela acima, os dados de benchmark referentes ao modelo embalado pelo processador Snapdragon 835 são da versão de demonstração que testamos à convite da Qualcomm. Este dispositivo tinham uma tela de 6 polegadas, com resolução de 2560 x 1440 pixels. Dentro vinha com memória RAM de 6GB (LPDDR4) e armazenamento de 64GB (UFS 2.0). No nível do software, o aparelho rodava a versão NMF27V do Android (algo como Nougat 7.1.1) e Kernel 4.4.21.

Deixando os números de lado, durante esses dias de teste com o Galaxy S8, posso dizer que o desempenho do Exynos 8895 é muito bom. Não tive problemas em jogos como Assassin's Creed Identity, Brothers: a Tale of Two Sons e Sky Dancer. O uso de aplicativos como Facebook e Skype foi super otimizado, o recurso de multi-tarefas funcionou bem e o lançamento de apps foi sempre rápido.

Mesmo considerado o modo de otimização do Galaxy S8, usado para economizar recursos do aparelho, a performance do dispositivo é muito boa.

Samsung Galaxy S8 – Áudio

Com a compra da empresa especializada em áudio Harman Kardon, a Samsung conseguiu pela primeira vez oferecer um ótimo fone de ouvido incluído na caixa do seu carro-chefe. O fone da AKG consegue realmente entregar uma qualidade de áudio superior em relação à geração passada. Agora temos suporte de reprodução de DSD64/128, dependendo do formato do arquivo.

Apesar de boa, a qualidade do fone da AKG fica realmente excepcional quando usamos o Galaxy S8 no Modo de entretenimento, pois ativa o otimizador UHQ (Ultra High Quality), que aprimora a resolução do som nas músicas e nos vídeos. Usando o atalho para o recurso "Manutenção do Aparelho" na Tela-Edge do Galaxy S8, sempre que vou ouvir música, ativo essa opção. Ou você pode deixar este recurso ativado a partir do menu de configurações.

Este recurso de áudio UHQ  só pode ser usado quando os fones de ouvido estiverem conectados ou caixa de som Bluetooth estéreo. De um modo geral, gostei destes fones de ouvido da AKG, mas ainda prefiro a experiência com os fones com cancelamento de ruído da Sony.

Uma das novidades do Galaxy S8 é o fato de poder usar até dois fones de ouvido, ou um fone de ouvido e uma alto-falante Bluetooth, ao mesmo tempo conectado. Isso ocorre porque o Galaxy S8 é o primeiro smartphone a trazer a nova versão da tecnologia, o Bluetooth 5.0. O recurso é chamado de Áudio Duplo e funciona neste momento com qualquer fone de ouvido ou caixa de som Bluetooth.

O benefício disso é que cada uma das duas pessoas pode controlar individualmente o volume enquanto escuta música, ou usar duas speakers para uma qualidade de áudio estéreo. No início tive problemas para conectar meus fones, mas depois de conectados, a função funcionou muito bem.

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 1949
Os fones de ouvido da AKG são enviados na caixa do S8 / © AndroidPIT

A qualidade do alto-falante já não é tão boa assim, mas permanece acima da média, como no Galaxy S7. O som é alto, porém metalizado, por isso perdemos muito dos graves quando usamos apenas o alto-falante do aparelho na hora de ouvir música ou assistir a filmes.

AndroidPIT Samsung Galaxy S8 1979
O alto-falante é mono e o ainda temos a entrada para os fones de ouvido na parte de baixo do S8 / © AndroidPIT

Já a qualidade de áudio nas ligações é muito boa, se ouve muito bem a voz do interlocutor sem precisar ativar o volume total das chamadas e, ao mesmo tempo, o som do speaker de ligações não pode ser ouvido por terceiros. E, assim como o Galaxy S7, a Samsung oferece as chamadas VoLTE, a qual aprimora a qualidade das ligações usando os dados do 4G.

Samsung Galaxy S8 – Câmera

Nos últimos anos, a Samsung depositou muita atenção na câmera da linha Galaxy S. Com o Galaxy S6 e o Galaxy S7 mostrou que quando o assunto é qualidade pode-se fazer muito melhor do que a maioria. Mas a concorrência não dorme: a LG introduziu a câmera dupla com uma lente grande angular e a Google conseguiu construiu com a série Pixel, provavelmente, a melhor câmera no mercado.

Em 2017, a Samsung utilizou novamente um sensor de 12 Megapixels e tecnologia dual pixel para um foco rápido e preciso. Em relação à captura de imagens em ambientes pouco iluminados, a fabricante continuou investindo na abertura f/1.7 em pixels de 1.4µm. O sensor utilizado desta vez é o SLSI_S5K2L2_FIMC_IS, desenvolvido pela própria Samsung e não pela Sony, como tivemos com a linha Galaxy S7. A Samsung oferece um estabilizador ótico de imagem e suporte para o formato RAW.

O sensor da câmera frontal também é assinado pela fabricante, vem com 8 Megapixels, auto foco automático (AF) e abertura f/1.7. A qualidade da câmera frontal é superior a do Galaxy S7, e é uma das melhores do mercado na minha opinião.

samsung s8plus camera
O software da câmera continua limpo / © AndroidPIT

Usando o modo automático, a experiência com a câmera é muito boa em ambientes bem iluminados, temos imagens bem nítidas, coloridas e com boa luz, com bom contraste e boa exposição. Se você ativar o modo HDR, as imagens terão um ótimo equilíbrio de cores e tons. Mas no geral, não temos uma revolução aqui, a Samsung manteve-se apenas competitiva. Confira alguns exemplos nessa galeria de imagens que criei no Google Fotos:

A câmera oferece a opção de capturar vídeos em 4K e a mudança de foco durante a filmagem é rápida. O fato de podermos gravar as imagens e vídeos direto no cartão microSD é uma mão na roda durante viagens ou conferências. Os vídeos em movimento lento (slow motion) podem ser capturados em 240fps e 720p.

Opinião do nosso especialista

De acordo com o nosso especialista em fotografia, Stefan Moellenhoff, em situações de pouca luz, como é típico da maioria de câmeras não high-end, as cores se tornam um pouco quente demais. Também temos um ligeiro aumento no ruído e uma perda de pequenos detalhes dependendo de quão escuro está o cenário para a foto. Os algoritmos de processamento de imagem do Galaxy S8 geralmente fazem um bom trabalho em manter o equilíbrio entre os ruídos e a manutenção de detalhes/cores.

O grande destaque do Galaxy S8 em relação aos seus concorrentes é o software. O aplicativo é incrivelmente rápido ao tirar fotos e o foco automático geralmente faz um bom trabalho - mesmo em condições de pouca luz.

Além de bem projetado, o Modo Pro permite ao usuário ajustar manualmente configurações como balanço de branco, velocidade do obturador ou sensibilidade do ISO. Embora seja uma pena que a velocidade máxima do ISO seja limitada à ISO 800 - em lugares com condições de iluminação ruins, velocidades de ISO mais elevadas, por exemplo, poderiam ser úteis. No Modo Automático, o Galaxy S8 usa velocidades de ISO de quatro dígitos. Para a maioria dos usuários isso provavelmente passará batido.

iso comp compiled
Esta imagem mostra a diminuição da qualidade da imagem com o aumento do número do ISO. Quanto pior as condições de luz, mais temos necessidade de velocidades de ISO mais altas / © AndroidPIT

Samsung Galaxy S8 – Bateria

A bateria do Galaxy S8 não pode ser removida, e vem com 3.000mAh de capacidade. Usando o benchmark PC Mark para testar a performance da bateria do novo smartphone da Samsung tivemos resultados diferentes conforme os modos de performance do Galaxy S8 estavam configurados. Anteriormente, o resultado havia sido de 5h37min, mas refazendo os testes com as configurações do aparelho que chegam de fábrica, os resultados foram consideravelmente diferentes.

Desta forma, usando o dispositivo configurado com 50% de brilho da tela, com resolução FHD+ e modo de performance otimizado, o benchmark do Galaxy S8 foi de 8h37min.

Galaxy S8 review performance mode BRA
A Samsung oferece diferentes modos de performance / © AndroidPIT

Em um dia de uso mediano, utilizei o Galaxy S8 nas conexões 4G e Wi-Fi, Bluetooth ativado, com o brilho da tela configurado entre 40 e 75%, assisti a vídeos no YouTube e no Netflix por cerca de uma hora (Modo de Entretenimento ativado), naveguei na internet para ler notícias, editei artigos do site, acessei o Twitter, mantive conversas no WhatsApp (upload e download de dados automático), joguei por pelo menos 40 minutos e escutei música por 30 minutos (Modo de Entretenimento ativado). O resultado disso foi ter que carregar o celular quase que duas vezes ao dia.

Realmente me chamou a atenção a autonomia de energia do Galaxy S8 em relação ao antecessor. Para evitar ter que carregar o Galaxy S8 tantas vezes na semana, usei a tela como padrão Full HD+, em vez do QHD+, este é o modo otimizado, que diminuiu o desempenho do aparelho para garantir mais bateria ao final do dia.

Por outro lado, o carregamento do Galaxy S8 é muito rápido, de forma que chegar de 0 à 100% de carga leva cerca de 1h40min. Se o dispositivo estiver com carga entre 10 e 20% levará cerca de 1h10min para carregar e, com 50% esse tempo cai bastante, cerca de 30 minutos para chegar à carga total. Isso usando o cabo carregador e o adaptador oficial do aparelho, não pude testar o carregamento sem fio do Galaxy S8.

Samsung Galaxy S8 – Especificações Técnicas

Dimensões: 148,9 x 68,1 x 8 mm
Peso: 152 g
Tamanho da bateria: 3000 mAh
Tamanho da tela: 5,8 polegadas
Tecnologia da tela: AMOLED
Tela: 2960 x 1440 pixels (568 ppi)
Câmera frontal 8 megapixels
Câmera traseira 12 megapixels
Flash: Dual-LED
Versão do Android: 7.0 - Nougat
Interface: TouchWiz
RAM: 4 GB
Memória interna: 64 GB
Memória removível: microSD
Chipset: Samsung Exynos 8895
Número de núcleos: 8
Velocidade máx. 2,3 GHz
Conectividade HSPA, LTE, NFC, Bluetooth

Veredito Final

No ano passado, a Samsung cometeu um dos maiores erros da sua história enquanto fabricante de smartphones, e a retirada do Galaxy Note 7 do mercado devido a uma falha no design do aparelho que não oferecia espaço suficiente para a expansão da bateria saiu caro. Porém, isso gerou uma grande expectativa em cima do novo flagship da Samsung.

Assim, com todos os holofotes virados para o Galaxy S8 e para o Galaxy S8+, cometer novamente um erro seria catastrófico. Por isso, claramente a Samsung deu continuidade à evolução do design da linha, lançou um dos smartphones mais bonitos do mercado, e economizou na capacidade da bateria. E o maior problema do dispositivo é consequência desta escolha: um consumo maior de energia quando usamos os modos que exigem mais da performance do dispositivo.

Apesar das opções de software, que oferecem uma autonomia de bateria maior, pagar R$3.499,00 por um smartphone também significa poder usufruir de todos os recursos que o mesmo oferece. No caso do Galaxy S8, é possível ter tudo, mas a consequência maior será ter que carregar o dispositivo mais vezes. O fato de termos uma das opções mais rápidas de carregamento no Galaxy S8 ajuda a contornar essa situação.

A seu favor, o Galaxy S8 possui um grande design, uma tela realmente incrível e opções de software que apenas um dispositivo high-end consolidado no mercado pode oferecer. O Assistente virtual Bixby não é uma realidade neste momento, apenas uma promessa, assim como a estação DeX, que transforma o S8 em um desktop. Porém, se você conseguir conviver com as questões de autonomia de energia pelos próximos dois anos, o Galaxy S8 é o smartphone para se ter.

Por fim, penso que os pontos positivos deste smartphone conseguem superar os negativos. E você, o que acha?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Pedro há 1 mês

    Com 4300 reais eu prefiro ir pra Alemanha só pra dar um abç na Camila Rinaldi e depois voltar pra casa...kkk

  • Camila Rinaldi
    • Admin
    • Equipe
    há 1 semana

    Mas existem várias opções de software para contornar a situação. Sinceramente, o modo otimizado dá conta, e vem como padrão. O problema é que nem todo mundo tá ligado nisso, aí ou acha ruim porque esperava mais (por padrão as configurações são inferiores) ou vai reclamar da bateria.

  • Victor Hugo Novais Lima há 4 semanas

    repito... a bateria é bem fraca ... evolui tudo mas a bateria fica assim igual

  • AC&MM há 4 semanas

    Vocês estão no jogo Baleia Azul e a primeira tarefa é me darem de presente um Galaxy S8 Plus!
    Que o jogo comece!

    Bom... Vai que cola...!

  • Sidney Piesco há 4 semanas

    Legal saber que os moderadores estão de olho nessa turminha que entra só para destilar suas frustrações da vida real. Belo exemplo para os outros que pensam em serem agressivos.

304 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários
801 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi