O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
95 Compartilhados 44 Comentários

Como o scanner de íris pode chegar aos smartphones de entrada e intermediários

Apresentado recentemente no Galaxy Note 7, o scanner de íris é um recurso de segurança dos mais úteis, mas restrito. Isso porque sua implementação exige altos custos, o que impacta no preço final dos smartphones. Logo, ele seria indicado apenas aos modelos top de linha. Mas uma companhia sul-coreana quer mudar esse cenário. 

Especializada na fabricação de semicondutores, a Dangwoon Anatech Co. Ltda divulgou o desenvolvimento de um método que permitiria aos smartphones de entrada e intermediários ter o scanner de íris em seu hardware. 

Para que isso seja possível, a tecnologia combina um filtro infravermelho com uma câmera frontal normal, que permitiria o reconhecimento da íris. De acordo com a Dangwoon, para que isso seja possível, a empresa usa um módulo que integra a câmera e scanner de íris em um só componente (imagem abaixo). A peça ocupa uma área menor dentro do telefone e faz com que os custos de produção sejam reduzidos. Dessa forma, seria possível adotá-lo em smartphones de categorias de preços mais baixas. 

SCANNERBAIXOCUSTO
A tecnologia da Dangwoo integra câmera e scanner de íris em um só componente/ © Dangwoon Anatech Co

Esta nova tecnologia foi apresentada pela Dangwoon na última terça-feira (23/8), durante uma reunião com a Samsung.  A criadora desta tecnologia afirmou que vem trabalhando nela em conjunto não apenas com a fabricante sul-coreana, mas também com fabricantes de outros países, com o objetivo de diminuir ainda mais os custos de produção. 

No entanto, a empresa não divulgou uma data de quando esta tecnologia estaria apta a chegar aos dispositivos de baixo custo (leia-se ao grande público). 

O scanner de íris é o melhor método para proteger seu smartphone?

Segundo muitos especialistas em segurança, sim. O fato de que cada um de nós possuir um padrão diferente da íris em cada olho - e que se mantém inalterado ao longo da vida -  torna essa parte do corpo quase impossível de ser replicada. Com isso, a leitura das mesmas é uma das mais seguras e confiáveis técnicas de autenticação biométricas disponíveis.

NOTEIRIS1
A íris é uma parte do olho quase impossível de ser replicada/ © Samsung

Com isso, as autoridades passaram a usar a leitura da íris como controle de acesso a prédios, controle das fronteiras e segurança em aeroportos. E, desde o ano passado, ele também passou a ser utilizado em smartphones. Modelos como o Lumia 950 XL (Microsoft / Nokia ) e o Arrows nx F-04G chegaram ao mercado, mas essa funcionalidade ganhou notoriedade com o Galaxy Note 7. 

Aliás, para saber como funciona o scanner de íris do Galaxy Note 7, leia nosso artigo no link abaixo, que explica a tecnologia em detalhes e de forma acessível:

E você acha importante ter um scanner de íris no seu smartphone?
 

Os comentários favoritos dos leitores

44 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi