O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
175 Compartilhados 108 Comentários

Relembre quais smartphones ficaram sem atualização cedo demais

Na semana passada, a decisão da Motorola, empresa da Lenovo, sobre não atualizar o sistema operacional do Moto G 2015 para a versão mais recente da plataforma chamou a atenção dos usuários aqui no site. Por isso, resolvi listar alguns smartphones de sucesso, que tiveram o update do SO interrompido cedo demais. Relembre a seguir momentos em que outros smartphones emblemáticos ficaram sem receber atualização do sistema operacional.

Samsung Galaxy S3

A última atualização do Galaxy S3 foi feita oficialmente pela Samsung em 2013, e deixou o dispositivo rodando com o Android 4.3 Jelly Bean. O Galaxy S3 foi anunciado em maio de 2012, e a versão 4.3 Jelly Bean em julho de 2013. O Android 4.4 KitKat, chegou em 31 de outubro de 2013, ou seja, um ano e cinco meses após o lançamento do S3 pela Samsung.

AndroidPIT Samsung Galaxy S3 12
O Galaxy S3 foi um dos primeiros banhos de água fria do mercado Android em relação às atualizações do sistema / © ANDROIDPIT

Na época, devido ao grande sucesso do carro-chefe da Samsung de 2012, a comoção foi geral. Mesmo o prazo oficial para o update do SO de smartphones tendo sido estipulado para até 18 meses após a data de lançamento destes, de acordo com  a Google.

Em sua defesa, entretanto, a Samsung declarou que limitações da memória RAM do aparelho e o peso da TouchWiz foram as grandes causas para interromper o ciclo de updates do sistema operacional do Galaxy S3. E assim, milhares de usuários tiveram que trocar seus aparelhos por outros para contar com as versões mais recentes do Android.

No entanto, graças à comunidade de desenvolvedores do Android, várias ROMs alternativas foram e ainda estão disponíveis aos proprietários do Galaxy S3 e mantiveram, ou ainda mantêm, o aparelho atualizado.

CR
Camila Rinaldi
Um smartphone deveria ter atualizações do sistema operacional garantidas por pelo menos dois anos.
O que você acha?
1440 participantes
50
50

Nexus 4

O Nexus 4 foi um dos smartphones mais populares da série Nexus, e muitos brasileiros tiveram a primeira experiência com o Android direto do Google com este aparelho, ou seja, sem modificações por parte da fabricante. Contudo, a última versão do SO que chegou oficialmente através do Google foi o Android 5.1 Lollipop, em meados de abril de 2015.

Contudo, como este aparelho é um dos queridinhos dos desenvolvedores do Android, a comunidade não só trouxe uma ROM customizadas com base no Android Marshmallow, como também na mais recente versão do SO, o Android Nougat. Para saber como fazer o novo Android rodar liso no seu Nexus 4, clique no link abaixo:

NEXUSquatro
O Nexus 4 foi o primeiro fabricado pela LG / © LG

Sony Xperia Z3

Agora, uma das maiores decepções será, sem dúvida em relação ao Xperia Z3. O carro-chefe da Sony da segunda metade de 2014 é embalado pelo processador Snapdragon 801 e, pelo fato desta CPU não oferecer suporte para o OpenGL ES 3.1, rodar a versão 7.0 do Android não será possível.

Aliás, o fato do Xperia Z3 ter sido escolhido para fazer parte do programa de testes da versão beta do Android N teve tudo a ver com a questão de suporte ou não da CPU ao sistema. Ao final dos testes, ficou provado então que smartphones embalados pelo Snapdragon 801 possuem limitações e, assim, não rodarão a versão mais recente do SO.

android n sony xperia Z3
O Xperia Z3 chegou a receber a versão beta do Android N, mas não terá a oficial / © AndroidPIT

A notícia sobre o Xperia Z3 é realmente triste, visto que este é um dos smartphones com uma das melhores autonomias de energia do mercado.

Por fim, mesmo com o suporte da comunidade para trazer as versões mais recentes do Android para smartphones esquecidos pelas fabricantes, vale dizer que tanto a Google quanto qualquer outra empresa que utilize a plataforma Android tem responsabilidades sobre seus aparelhos. Logo, atualizar o sistema operacional com versões que apresentam bugs e prejudicam a performance dos celulares não é uma opção.

Nem sempre ter um dispositivo rodando a última versão do SO é uma vantagem

Em 2015, por exemplo, os dispositivos da linha Moto G 2013 e 2014 tiveram queda na performance, na autonomia de energia e diversos bugs com a chegada do Android 5.0 Lollipop. Aparelhos da Samsung, como o Galaxy S5, também tiveram um histórico parecido. Com isso, nem sempre ter um dispositivo rodando a última versão do SO é uma vantagem.

Além disso, updates de segurança são liberados pela Google mensalmente e, mesmo que um smartphone Android não receba a última versão do SO, estará seguro contanto que rode com a versão Android 4.0 ou superior. Contudo, sou da opinião de que um smartphone deveria ter atualizações do sistema operacional garantidas por pelo menos dois anos, assim como defende o Google.

Qual outro smartphone merece um lugar nesta lista na sua opinião?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Danilo há 1 mês

    Deixar o Moto G Turbo de fora foi sacanagem!

  • Vinicius Guerra há 1 mês

    O pessoal fala do iPhone, mas esquece que o 4s ficou estagnado e bem lento, mesmo com iOS 9. todo hardware, tem o seu prazo de validade, mas em comparação com os Androids, sem dúvida, muitos aparelhos mal recebem uma atualização. O Lenovo Vibe K5, um bom aparelho, até agora nem o Android 6 recebeu. Muitas vezes, o descaso, a má vontade das fabricantes é latente, e a mesma '' obriga '' o consumidor a comprar um modelo mais novo.

    Nesses casos, a melhor forma é boicotar, várias fabricantes, pois só assim, terão um pouco mais de respeito com o seu cliente.

108 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi