O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
4 min para ler 194 Compartilhado 31 Comentários

Este supermercado não tem funcionário, tudo o que você precisa é do seu smartphone!

Todos nós sabemos que a automação é algo cada vez mais presente em nossas vidas, e o próximo passo pode ser a centralização desses recursos independentes em nossos smartphones e tablets. Continue lendo este artigo e descubra como seu smartphone vai otimizar até a forma como você faz compras no supermercado.

Como acontece com qualquer tecnologia ou produto, países desenvolvidos tendem a adotar primeiro soluções mais inovadoras, é exatamente o que está acontecendo na Suécia, onde já existe uma pequena loja de conveniência que funciona 7 dias por semana, 24 horas por dia, e o principal funcionário é seu smartphone.

ucteql93v67tnnbn2p9t
Smartphone: seu novo caixa de supermercado! / © Associated Press

De acordo com a Associated Press, a pequena loja em Viken, Suécia, usa smartphones para tudo, de desbloquear a porta da frente a comprar individualmente cada item fazendo a leitura do código de barras.

O proprietário da loja e especialista em TI Robert Ilijason (um ser humano ... por enquanto) criou um aplicativo de smartphone que faz tudo. Após um mês frequentando esta loja de conveniência automatizada, você receberá uma fatura para pagamento.

Seu smartphone vai otimizar até a forma como você faz compras

Este novo modelo de negócios é o resultado de um país que está adotando rapidamente os meios pagamentos móveis. Um serviço de pagamentos sueco sozinho, WyWallet, teve 1,2 milhões de usuários em 2014, equivalente a 20% dos smartphones usados pela população, de acordo com The New York Times.

Robert Ilijason diz que a loja de conveniência não convencional é uma maneira de trazer pequenas lojas de volta para muitas comunidades na Suécia que tenham sido engolidas pelos supermercados e cadeias de grandes redes. Ele espera que a sua primeira loja piloto se espalhe por todo o país.

androidpit deals hero 5
Smartphones indo muito além dos pagamentos móveis / © ANDROIDPIT

Claro, a loja ainda precisa de algum trabalho humano, como a reposição de mercadorias, mas, depois do smartphone, o cliente é que faz o resto. Evidente que uma loja de conveniência sem funcionários tem alguns problemas simples, como a possibilidade maior de furtos, mas o proprietário afirma que instalou seis câmeras de vigilância para desencorajar furtos na loja 45 metros quadrados.

Além disso, ele é alertado por uma mensagem de texto, se a porta da frente permanece aberta por mais de oito segundos ou se alguém tentar quebrá-la.

O maior obstáculo ainda pode ser a barreira técnica, já que muitos clientes mais velhos não sabem como usar o app. Segundo Robert Ilijason, a loja está considerando algumas possibilidades diferentes para aliviar essa carga tecnológica, mas por agora diz que os clientes adoraram a ideia.

Será que a moda chega ao Brasil?

Uma loja totalmente automatizada parece ser um sonho, e para o mercado brasileiro pode realmente estar ainda longe de se tornar realidade, isso porque a Suécia é um dos países mais desenvolvidos do mundo, com um nível cultural e de educação altamente elevados.

Ainda que não seja algo viável para o mercado nacional atualmente, com algumas mudanças o projeto talvez de encaixasse na nossa realidade, desde que não se abolisse por completo a presença de seres humanos nas lojas, permanecendo ao menos para garantirem a segurança do estabelecimento e também dos usuários.

A tendência já chegou a outros países da Europa e dos Estados Unidos, ainda que de forma discreta, já que apesar de não serem totalmente automatizados, alguns supermercados oferecem um caixa do tipo “self service”, onde o cliente mesmo passa as compras e efetua o pagamento sem a necessidade de uma outra pessoa.

Considerando o cenário atual, será que se uma loja do gênero faria sucesso por aqui? Você gostaria de utilizar um serviço como este ou ainda prefere os supermercados tradicionais?

Os comentários favoritos dos leitores

31 Comentários

Escreva um comentário:
  • Espero que isso não chegue ao Brasil.

  • Seria super interessante uma forma diferente e inovadora de fazer compras, mas è Brasil não daria certo. Assaltantes aproveitariam a falta de funcionários e ele sofreria roubos constantes além da existência do geitinho brasileiro sempre tentando tirar vantagem de tudo, sem ninguém para fiscalizar os clientes registrando as compras o que ia ter de gente tentando burlar o sistema e se dar bem.

  • Aqui no Brasil iam arrombar a porta da loja e saquear ela hahahahhaha, parece até zuera achar que uma ideia desenvolvida na Suécia vai funcionar aqui...

  • Aqui ainda existe frentista, coisa que em alguns países já foi abolido há tempos. Imagina acabar com caixa de supermercado. Não se preocupem, ainda teremos esses postos de trabalho por longos anos.

    • Ainda bem que existe gente pra sujar a rua e as instituições, assim os lixeiros e faxineiros tem mais empregos. Ainda bem que existe o ladrão, assim a polícia e os seguranças tem muito emprego. Ainda bem que estamos num país burocrático, assim não falta trabalho aos advogados.

  • Gostei da ideia é achei bem interessante, mas acho que não daria certo no Brasil.

  • No Brasil isso nunca daria certo, tenho amigos que moraram nos EUA
    tem alguns mercados que não tem o atendente de caixa, e com isso só se faz pagamento do que você comprou através do cartão de crédito, débito ou cheque, la compras pagas através de um app vai ser aceito rapidamente.

    • Sam's Club em Orlando. Você mesmo passa os produtos, insere o cartão e paga. não tem atendentes de caixa. São 2 terminais sem atendentes, os outros terminais tem atendentes para os caixas

  • inovador... bacana... mas os mercados por conta disso nunca mais vão botar nada

  • No Brasil, onde a maioria da população quer usar o "jeitinho brasileiro" pra se dar bem em cima de tudo e de todos, isso não daria certo.

  • Estamos ficando cada vez mais individuais, e algo que foi criado para se comunicar, no fim está tirando a conversação olho a olho aos poucos... isso ai vai gerar desemprego ein!

    • Eu já não vejo por este lado, pode haver concorrência das duas formas, supermercado com funcionários, ou automatizado via smartphone o usuário escolhe em qual pretende realizar sua compra, veja bem temos demanda de pessoas que utilizam smartphones e demanda que não utilizam. O que gera desemprego é a falta de especialização uma vez que estamos em plena Revolução tecnológica.

    • Que gere desemprego. o que não podemos aceitar é chegar no caixa e nem ao menos a pessoa falar bom dia!!
      Melhor que não tenha ninguém mesmo, pois o que mais tem nesses caixas são funcionários despreparados.

    • Toda inovação em automações gera demissão, quando foi criada a linha de montagem nas montadoras de carros, foi gerado demissão. Quando vários robôs substituíram muita gente nas mesmas linhas de montagem, mais demissão. É assim sempre. Progresso e automação causa demissão.

      • Concordo, por isso existe especialização de mão-de-obra, deve haver liberação de concorrência de empresas, dessa forma haverá otimização(recursos), novas tecnologias e novos empregos, melhores atendimentos. Não é interessante pessoas desempregadas, porque quem vai comprar depois? A economia deve girar.

  • Haja bateria pra escanear a compra do mês.

  • O futuro é esse. Existem estudos que apontam que a automatização substituirá os trabalhos mais "primitivos" e o preço das coisas chegará a um custo marginal (de produção) quase zero e as pessoas vão trabalhar menos horas e ter mais tempo para outras coisas, como estudo e lazer. Nossos taxis andarão sozinhos, nossos mercados serão automáticos etc. Não haverá desemprego e fome porque a distribuição de renda, o capitalismo cederá e a noção de posse será substituída pelo compartilhamento. Óbvio que vai demorar mais em uns lugares que outros mas acho isso muito interessante, quem quiser ler mais procure o trabalho do ecnomista Jeremy Rifkin "Sociedade com custo marginal zero"

  • A ideia é muito boa, mas por motivos já mencionados na reportagem(educação) e pelos comentários abaixo(desemprego e segurança), longe de nossa realidade.

  • Bem inovador, digamos assim. Mas como toda inovação, temos vantagens e desvantagens. Quantas pessoas dependem do trabalho do supermercado para sobreviver? Mas sim, é uma idéia interessantíssima.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi