O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
4 min para ler 20 Compartilhado 8 Comentários

O que eu mais gostei no "unpacked" da Samsung foi o Google Glass

A Samsung era a dona da festa. O time de desenvolvedores da sul-coreana subiu ao palco do Tempodrom, em Berlim, para mostrar os novos recursos do seu híbrido Galaxy Note 3 e as peripécias do relógio inteligente Galaxy Gear. Porém, confesso que o que me chamou a atenção foi o que um geek tinha pousado sobre o nariz: o Google Glass. Ontem, tive o meu primeiro contato com os óculos de realidade aumentada do Big G, e alguns minutos foram suficientes para saber que é este o tipo de inovação que estamos precisando no universo techie.

Google Glass
Google Glass: a interação invisível entre homem e máquina! / © AndroidPIT

A Samsung bem que tentou, colocou a cantora Icona Pop em um palco no centro de Nova York e compartilhou em live stream para quem participava do evento em Berlim. Depois, mostrou as inúmeras (e bem-vindas) funções da S Pen do Galaxy Note 3, apresentou o novo "acessório" que foi desenvolvido para acompanhar o seu phablet de 3ª geração e ofereceu uma festa e tanto para a imprensa e parceiros.

Eu sairia do Tempodrom até que feliz com tudo isso, mas talvez o problema da Samsung tenha sido o coquetel. Quando já estava quase de saída, lá estava ele, Guillaume Campion, com óculos um tanto quanto curiosos. Comentei com a minha colega canadense, Loie Favre, e fomos as duas tirar o sossego deste desenvolvedor com o Google Glass.

Com a maior cara-de-pau do mundo, pedi se podia usar o dispositivo depois de quase uma entrevista sobre a experiência de Campion com o Glass.

Google Glass: a interação invisível entre homem e máquina

No início, você imagina que "vestir" o Glass é algo mágico. Quando o experimenta, você passa a ter certeza disso. O Glass não possui vidro, ele é "simplemente" uma haste com um dispositivo de realidade aumentada acoplado a ela. É leve e causa bastante estranheza no primeiro minuto. A primeira coisa que você tem que ter em mente é ajustar a tela, que possui resolução nativa de 640 x 360 pixels. Com o display ajustado, você precisa se acostumar às imagens exibidas a alguns centímetros de distância do seu olho direito.

DSC 0779
Esta é a Loie, com o Google Glass. A tela é pequena, mas perfeitamente adaptada para o olho humano! / © AndroidPIT

Passado o momento de ajustes e adaptação a esta nova realidade, é hora de interagir com o Glass. É neste momento que você percebe que a relação com o aparelho é quase invisível, pois não parece que estamos lidando com uma máquina, é quase que natural. A palavra mágica é "Ok, Google!". A primeira coisa que perguntei para Guillaume foi se os óculos responderiam aos meus comandos de voz ou apenas aos dele. Para minha surpresa, quando disse "Ok, Google, take a picture" - "Ok, Google, tire uma foto" - o comando foi prontamente atendido. Ou seja, se você estiver usando o dispositivo e alguém quiser te sacanear, parece bem fácil.

Na lateral direita, existe uma espécie de "mousepad", o qual executa comandos de toque como navegar na galeria de imagens e selecionar conteúdo. Porém, como não existia conexão, não pude ver como seria usar o GPS do Glass, o que é muito simples e fascinante, segundo o dono do gadget.

Infelizmente, não tive muito tempo com o Glass, foram cerca de 4 minutos, mas que valeram para ter uma pequena noção de como funcionam os óculos da Google. Posso dizer que provei 5 a 7% de todo o potencial do Glass. Porém, serviu como uma prévia para o dia 12 de setembro, data marcada para o meu teste exclusivo com o Google Glass, na sede da Google, em Hamburgo. 

Save the date!

Mas quem diabos é Guillaume Campion?

Guillaume Campion é desenvolvedor dos games para Android e iOS: Hills of Glory 3D e Escape, bem como gerente de produto da Advanced Mobile Applications (AMA). O jogo Escape é um dos aplicativos que serão lançados com o Google Glass, por isso, ele é um dos mortais que podem circular por aí usando os óculos desenvolvidos pela equipe de Sergey Brin. Além de roubar a cena no evento unpacked do Note 3, Guillaume veio a convite da Samsung para testar o Galaxy Gear e as possibilidades como dispositivo para jogos.

Guillaume Campion
O dev e os seus gadgets durante teste do Galaxy Gear! / © Guillaume Campion/ G+

Como dissemos anteriormente em uma troca de tweets: foi ótimo compartilhar este momento geek!

Espero ter respondido algumas das suas dúvidas sobre o Google Glass. Caso você queira saber mais sobre o dispositivo, deixe a sua pergunta nos cometários abaixo e eu ficarei muito feliz em responder. 

Qual seria a primeira coisa que você faria usando o Glass?

8 Comentários

Escreva um comentário:
20 Compartilhado

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi