O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
Opinião 274 Compartilhados 72 Comentários

Do que o Xperia XZ precisa para ser um verdadeiro sucesso?

O Xperia XZ é a nova aposta da Sony no segmento de luxo, visto que o modelo compete numa categoria que, atualmente, é ocupada apenas pelo Z5 Premium. Este modelo, por sua vez, chegou ao mercado custando caro em diversos países, principalmente no Brasil. A marca japonesa garantiu que está revendo algumas estratégias e, com base nisso, separei os três motivos que acredito serem essenciais para o XZ ter seu merecido lugar ao sol.

O preço precisa ser competitivo

Existem inúmeras controvérsias sobre os preços que são praticados pela Sony em seus aparelhos. Muitas vezes as especificações estão abaixo da média e não justificam o preço cobrado. Em outros momentos, ambos os aspectos parecem estar fora da realidade do mercado. Mas, afinal, será que podemos esperar por preços mais competitivos da fabricante?

Pessoalmente, acredito que não. Mesmo com as vendas abaixo da média em comparação com as demais marcas do mercado, a Sony tem mantido seus lucros dentro do esperado pela companhia. É a estratégia de vender pouco, mas lucrar em cima dessas vendas, mesmo que elas sejam consideradas baixas. Além disso, em alguns países, como no Brasil, a empresa já não fabrica aparelhos, visto que os mesmos passaram a ser importados do Japão.

Androidpit Xperia Z5 Premium 10
O Z5 Premium chegou custando R$ 4.699,00 / © ANDROIDPIT

Isso gera um custo ainda maior; além dos impostos, a taxa de câmbio e os componentes mais sofisticados encarecem os produtos importados. Contudo, percebo que parte dos usuários que criticam essa postura da Sony o fazem exatamente por se sentirem interessados pelos aparelhos da marca, embora os valores acabem afastando-os em alguns momentos.

Se a Sony quiser emplacar o XZ, terá que abrir mão da 'pompa' e literalmente partir pra cima dos concorrentes. Já vimos muitas marcas saírem do obsoleto e conquistarem rapidamente os usuários com uma abordagem mais pró-ativa, como a Motorola, por exemplo.

O sucesso de uma marca depende do quanto ela está disposta a transformar o feedback de seus consumidores num ótimo negócio para ambos. Os produtos da Sony são bons, mas o negócio para o lado do usuário é incerto e injusto muitas vezes.

Não precisa de novo concorrente daqui a seis meses

Numa recente conversa com alguns executivos da Sony aqui no Brasil, tive a oportunidade de questioná-los sobre o período de lançamentos da marca, que vinha acontecendo a cada seis meses. Semestralmente, a Sony estava lançando um novo top de linha, acompanhado de uma versão compacta e um modelo mais premium. Segundo a empresa, isso deve mudar ao longo dos próximos meses.

O Z5 Premium foi lançado no ano passado, chegou ao país em março e, agora em setembro, a Sony anunciou o Xperia XZ. Contudo, os dispositivos X fazem parte de uma nova série de produtos que não possuem relação com a linha Z, embora essa continue sendo vendida por aqui. O portfólio de 2016 da marca é bem enxuto, principalmente se compararmos com anos anteriores, quando tivemos dois tops da série Z, um modelo Ultra, e as demais linhas C, E, T, M e Compact.

AndroidPIT Sony XZ X compact 7274
Os modelos da linha X fazem parte de um novo portfólio da Sony / © AndroidPIT

Outro aspecto interessante é que o foco da marca agora é global, ou seja, a marca lançará produtos semelhantes simultaneamente em diversos países, sem nenhuma alteração nas especificações. Isso nos leva a crer que dificilmente surgirá um modelo premium para concorrer com o Xperia XZ nos próximos seis meses. Isso seria uma ótima notícia para aqueles que gostaram do XZ mas ficam com o 'pé atrás' no sentido da desvalorização precoce do dispositivo.

A bateria não pode decepcionar nos testes

A Sony sempre exalta dois pontos de seus aparelhos. São eles: câmera e bateria. Geralmente, a marca promove que os sensores fotográficos de seus dispositivos e a autonomia da bateria estão acima da média. Contudo, existem algumas entrelinhas nessa façanha japonesa.

Geralmente, a marca trabalha com o período de 48 horas de autonomia, mas os testes práticos sempre indicam uma durabilidade menor, como alguns que você pode conferir aqui no AndroidPIT. O software de câmera da marca quase sempre é o principal consumidor de energia e, inclusive, já gerou transtornos em aparelhos recentes, como no caso do Xperia Z3+ para gravação de vídeos em 4K.

AndroidPIT Sony XZ X compact 7219
O Xperia XZ conta com um conjunto de câmeras de três sensores / © AndroidPIT

Além disso, a marca de 48 horas que a empresa divulga é, geralmente, estipulada mediante uso continuo do modo STAMINA, que promove um gerenciamento inteligente dos recursos do sistema. Em alguns modelos, esse modo reduz consideravelmente o rendimento do sistema, o que obviamente faz com que o dispositivo bata a marca de até dois dias em atividade.

Mas qual é a real autonomia dos Xperia sem o STAMINA ativado? Bom, essa pergunta eu passo para os proprietários desses aparelhos; nos digam aí no final do artigo, por favor. O Xperia XZ une, novamente, o melhor da Sony nesses dois aspectos. Temos um software de câmera com novos modos manuais, um sensor de imagem triplo com estabilizador óptico de cinco eixos, além de uma bateria equipada com a tecnologia Qnovo, que promove mais autonomia e aumenta a vida útil da mesma consideravelmente.

Esperamos que o software de câmera entregue uma experiência ilimitada, e que a bateria dure até 48 horas sem o STAMINA - até porque o Marshmallow já tem o Doze, diga-se de passagem. Com isso, teremos certamente um aparelho de sucesso.

O que você achou dos aspectos que destacamos neste artigo? Acredita que a Sony pode voltar com tudo apoiada no Xperia XZ?

Os comentários favoritos dos leitores

  • ....._....._....._..... há 3 meses

    Concordo Bruno.
    Os smartphones da Sony são ótimos, não há o que contestar. O hardware do Xperia XZ suporta com folga qualquer uso e aplicativo disponível para o Android.
    Para a Sony conseguir conquistar o mercado, ela tem rever sua politica de preços. Porém, acredito que isto seja um sonho distante, pois a atual metodologia de mercado da empresa esta gerando lucros a ponto de corresponder a meta da empresa. Uma pena.

  • Muraque O. há 3 meses

    O meu é S7 normal sem ser EDGE, e esquentar só se levar ao fogo, pois mesmo jogando muito maximo 31 a 33 C° minimo.

72 Comentários

Escreva um comentário:
  • Somente um preço decente.

  • Ao contrário do que muitos políticos afirmam, vivemos num país pobre. Portanto não adianta um produto ter boas especificações e custar entre 3.500 e 4.000 reais. Então, um fator fundamental para o sucesso da Sony e de outros fabricantes, é o fator preço.

  • O xz precisa mudar de marca.. de fabricante.. Sony??? Nem de graça!!! Mesmo!

  • Rever a política de preços já será um grande avanço. Gosto dos aparelhos da Sony, acho muito bonito o design, interface da fabricante e suas câmeras e acabamento são bons, mas o preço me desanima totalmente.

  • Só precisa ter um bom custo benefício...mas tá difícil a Sony entender...

  • Pra ser um sucesso a primeira coisa que o smartphone deve ter é um custo menor que o de uma moto.

  • Não adianta pintar o Papai Noel de azul. Sem preços atrativos, sem vendas.

  • O que falta mesmo na Sony é inovação, infelizmente. Eu gosto muito da Sony, tenho um Xperia, mas a empresa simplesmente estagnou, está no ócio total. Enquanto Motorola/Lenovo, LG, Samsung, Xiaomi e muitas outras vem investindo pesado em inovação, a Sony só faz bons aparelhos. Ah, e sobre a pergunta, meu M2 sempre aguentou "um dia" (18 horas) com o Stamina desligado. Ligado, dura umas 36 hrs, perto de 2 dias

  • Só isso? Snapdragon 820 e não 821 ( q já vem batido pelo Kirin 960 ) , míseros 3 GB de RAM ( já tamos em 6,8 ) , bateria escassa, tela full HD ( Se não lançarem uma versão Premium com 4k ) , uma série de coisas q a Sony fazia para entregar o melhor! Eterno Z3 Compact, morreu por 1100 reais com Snapdragon 801 e câmera de 21 MP , esquecível X Compact q veio por 4200 com Snapdragon 650 e 2 GB de RAM

  • O que esta ganhando as discussões hoje é o preço porque meu amigo a crise ta 'braba'.

  • O dia que a sony começar a vender seu produtos com um preço justo poderá ser um sucesso,se ela estiver com essa ideia toscar de vender seu aparelho por um preço de R$ 4000,simplesmente vai continuar descendo ao fracasso,gosto muito dos produtos da sony mais os preços não estão no nível dos produtos oferecidos!!!!

  • eu compraria se viesse barato mas pelo que eu vi vai sair por mais de 2000 temers

  • Um bom design é o mais urgente!

  • Sony continua fazendo o usuário de trouxa. Lança um linha e depois lança aparelhos que tornam essa linha obsoleta.
    Vai tentar me convencer que essas "inovações" não estavam disponíveis há 6 meses atrás?
    Quem investiu (alto!) nos Xperia X no início do ano deve estar se sentindo um otário...

  • Não entendo, antes do boato de tela 4K no s8 o 2K usado pela LG era jogar bateria fora, o 4K da Sony tbm pois o olho não " vê" diferença acima de 300 ppi.
    Agora a full hd não é suficiente.
    Muito se elogiou que o zen3 tem a full hd ao invés do 2k, o mesmo motivo de energia.

    Obs: já tive samsung e não teria problema em ter novamente pois sei da qualidade dos produtos, mas não entendo o fanatismo.

    • Ah é complicado Moisés, ma já li muitos estudos sobre isto.
      As empresas responsáveis por criar tendencias de mercados nos smartphones são a Samsung e Apple, por isto, quando eles anunciam algo o hype sobe muito rápido.
      Mas, por quê Samsung e não LG, Lenovo?
      Simples, mercado. Samsung detêm de 50% a 60% do mercado mundial de smartphones com Android.

  • Eu gosto da forma deles,lembrar-me os Lumias da série 7.

  • 40% do aparelho é desperdiçado com bordas e menus virtuais, Sony e suas ideologias conservdoras e ultrapassadas pode começar a cavar o buraco pra se enterrar.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi