Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

3 min para ler 41 Comentários

Correios em greve: conheça 5 serviços alternativos

O que fazer quando os Correios entraram em greve? Sentar e chorar? Calma lá, nós temos a solução. Como você já sabe, oss Correios entraram em greve na segunda-feira (12) e ainda não há uma previsão para o fim dessa paralização. O motivo é uma alteração realizada no plano de saúde dos funcionários da empresa. Mas, e os usuários, como ficam? Preparamos uma lista com serviços alternativos aos Correios.

Opções alternativas aos Correios para entregas locais

Loggi

Se você precisa entregar ou receber uma encomenda de alguém que não está tão longe assim, a Loggi pode ser a solução. É uma plataforma online de entrega expressa que te conecta com motoboys. Funciona de maneira bem simples: após criar um cadastro, você seleciona o endereço da entrega (ou mais de um, se for o caso) e a própria plataforma encontra o mensageiro mais próximo para realizar a corrida.

Loggi funciona tanto pelo site como pelo aplicativo e, através deles, é possível rastrear a entrega em tempo real. Também dá para compartilhar esse caminho com a pessoa que deve receber a encomenda. A Loggi é um serviço que funciona nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre.

loggi 2
Loggi é uma ferramenta simples e fácil. / © Captura de tela/AndroidPIT

Vaptuber

Ainda pensando em entregas locais, outra opção é a Vaptuber. Como o próprio nome já diz, o aplicativo funciona como um Uber de entregas. O serviço funciona com motoboys e ciclistas, e está presente em 645 cidades do estado de São Paulo. Com uma proposta parecida com a do Loggi, você se cadastra no aplicativo, chama um entregador e, pronto, a encomenda chegará em segurança ao destino final.

vaptuber 3
Parece mesmo com o Uber, né? / © Captura de tela/AndroidPIT

EcoBike Courier

Mais uma opção similar às anteriores é o EcoBike Courier. A diferença, aqui, é que todas as entregas são feitas por ciclistas, então a empresa ainda possui um apelo ambiental.

O pedido de um ciclista entregador pode ser feito através do site, e a empresa atende as cidades de Balneário Camboriú, Blumenau, Brasília, Itajaí, Curitiba, Londrina, Cascavel, Porto Alegre, Santos e São Paulo.

Opções alternativas aos Correios para entregas distantes

FedEx

Para enviar encomendas para locais mais distantes, também existem alternativas de grande abrangência territorial, assim como os Correios. E uma delas é o FedEx. Além de atuar em encomendas internacionais, a empresa também tem a opção de serviços domésticos.

O Rapidão Cometa, que é o braço do FedEx que realiza a entrega de encomendas no território nacional, transporta diversos tipos de carga em longas distâncias, e possui serviço de rastreamento para monitorar a carga.

Mais informações como valores e abrangência podem ser encontrados no site da companhia.

UPS

Assim como a FedEx, a UPS realiza entregas de longa distância, se tornando uma alternativa para quem precisa enviar encomendas para longe. Além disso, a empresa também transporta diversos tipos de cargas, e possui serviço de rastreamento. Informações como a abrangência do serviço podem ser encontradas no site da empresa.

Rodoviárias

Talvez você não soubesse disso mas, além de levar pessoas de um lado ao outro, algumas rodoviárias e empresas de ônibus oferecem serviços de transporte de cargas. Com a vantagem de uma ampla cobertura geográfica, é possível enviar encomendas através do bagageiro dos ônibus que realizam as viagens normais.

No Rio Grande do Sul, por exemplo, todos os terminais rodoviários que vendem passagens têm um setor de envio de encomendas. Em São Paulo, algumas empresas específicas, como a VB Transportes e Turismo, também realizam esse tipo de serviço.

Gostou das dicas? Tem algum app, site ou serviço para indicar?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Sidney há 9 meses

    Que bacana. Eu não fazia ideia que a Fedex estava nas terras tupiniquins junto com a Rapidão cometa. Vou olhar esse serviço com calma. Valeu, Emily.

  •   85
    Conta desativada há 9 meses

    Não conhecia nenhum valeu emily curti 🤙

  •   55
    Conta desativada há 9 meses

    Bom seria se na hora de comprarmos algo em qualquer site, tivesse a opção de escolher entre a empresa que quiséssemos que entregasse o produto.

  •   62
    Conta desativada há 9 meses

    Sem dúvida Marcelo, queria entender o motivo do FHC ter deixado para lá a privatização dos Correios, desconheço qualquer pessoa que fale bem dos serviços prestados por eles.

    Só salvo os carteiros, esses fazem um trabalho acima da média, pela empresa que eles trabalham.

  • Marcelo Neri há 9 meses

    Isso mesmo Vinícius, saquearam primeiro e agora pensam na privatização.
    Gosto dos carteiros, principalmente aqueles que tem bom senso e continuam trabalhando.

41 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Duas coisas essenciais a dizer: 1- o baixo custo do transporte rodoviário, pois eles cobram por dimensão do pacote e não por kg, costumo enviar de Brasília para o MA umas caixas do tamanho de um fogão e chegam em 2 dias ao custo de R$80,00.
    2- Envios aéreos, como gol log e tam cargo, aqui a vantagem é a velocidade, basta despachar 2 horas antes do vôo e a pessoa retira no destino após 2 horas da aterrissagem. Já enviei encomendas do DF para PE e o destinatário recebeu em menos de 5 horas. Detalhe: não é tão caro.


  • Muito bom e seria muito útil para mim se tivesse aqui este aplicativo de MotoBoys para o Pernambuco, mais só tem para São Paulo.


  • Acho que vou contratar os serviços do 'EcoBiker Courier' pra retirar minha encomenda lá dos Correios de Curitiba e me entregar aqui em São Paulo.


  • A itapemirim/Kaissara tem um serviço bacana de logística para cargas pequenas, o problema que a pessoa tem que estar para receber no destino kkkk


  • Os correios até o final do governo FHC fazia concurso a cada dois anos, a empresa éra exemplo de empresa publica que dava certo, nas pesquisas de credibilidade só perdia para o corpo de bombeiros, não sou defensor do governo FHC mas as empresas publicas que não eram privatizadas eram bem administradas. Depois que entrou o PT acabou os concursos, fecharam os ambulatórios médicos que a empresa tinha, acabou com as corridas de carteiros que o povo faziam uma grande festa todos os anos. A ultima bandeira asteada na frente do local em que trabalho apodreceu no mastro que caiu os pedaços ate acabar tudo. Saquearam o fundo de pensão dos trabalhadores o Postalis, e estão deixando a empresa nessa situação justamente para por o povo contra a empresa e justificar a sua entrega de graça para os apadrinhado do poder. Como uma empresa pode esta dando prejuiso se não da conta da demanda de encomenda que tem que entregar, como pode a demanda só esta aumentando e a empresa fazendo PDI para demitir e não repor os que estão saindo e os que estão aposentando. Infelizmente essa é a herança da era PT que não só sucateou as empresas publicas como tambem quebrou o nosso pais. Só não podemos esquecer que os que estão hoje no poder tambem não são providos de boas intenções com relação aos bens publicos.


    • Certo, o numero de compras internacionais também era o mesmo de hoje, alias, todo mundo na década de 90 entrava no Aliexpress, Banggood, Gearbest.
      Nas compras no mercado livre as metas são cumpridas, mas nas compras internacionais, parece que Curitiba e São Paulo é um buraco negro.


  • é mais rapido pombo-correio do que os Correios


  • O problema é que os sites nao usam essas empresas pra entregarem


  • qualquer coisa supera correios


    •   85
      Conta desativada há 8 meses Link para o comentário

      Quando vc é o correios e ve 2 note 7 encima de um mediatek


  • Esqueceram de citar a maior empresa privada de transportes: DHL Express


  • Por mim podem deixar o correio na mão do estado , desde que permitam uma livre concorrência de empresas privadas neste segmento , o consumidor contribuinte só teria a ganhar


  • Vou fazer de um braço da minha corporadora uma operadora logística. E ser concorrente direto dos Correios.


  • A greve parece que já acabou no Paraná, aqui em Santa Catarina e na Paraíba. Serviços normais nesses estados a partir de amanhã segundo os jornais.

    Info: Diário Catarinense, Globo.com/G1


  • O PT e outros governos saquearam a empresa Correios e agora querem que o povo pague a conta. É uma vergonha o serviço prestados por esta empresa. Por quê até agora não teve uma CPI para apurar o quê ocorreu com uma empresa que era uma das mais confiáveis deste país.
    Se não tem competência deixem que outras empresas prestem o serviço.
    Tenho encomenda da China que foi enviada em novembro!
    É de fodeeeer!


  •   42
    Conta desativada há 9 meses Link para o comentário

    Não conhecia nenhum! Obrigado Emily pelas alternativas, não conhecia nenhum dessas alternativas!


  •   55
    Conta desativada há 9 meses Link para o comentário

    Muito bom saber das opções locais, não sabia da existência das mesmas, e até aqui em BSB tem! Gostei. O que eu gostaria de ver era um serviço alternativo dos correios funcionando de igual para igual. E na hora da compra o comprador pode escolher qual empresa deseja que faça a entrega. Sinceramente, este monopólio dos correios como serviço de encomendas tem que ter um fim. Não podemos depender do serviço público para isto. Já que pagamos mesmo (não que seja contra isto), então, poderia abrir as portas para a Fedex e outras empresas atuarem com mais liberdade nos serviços de entregas.

Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados