O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
5 min para ler 386 Compartilhado 108 Comentários

Valendo! Amazon começa a vender eletrônicos no Brasil

Valendo! O Brasil amanheceu com a certeza de que, sim, a Amazon começa a vender eletrônicos no País. Na sua página inicial, além de destaques no carrossel, há uma sinalização em rosa sobre a "Nova Loja de Eletrônicos".

E entre os dias 18 e 25 de outubro, clientes que comprarem eletrônicos ou acessórios de vendedores do marketplace da Amazon receberão um eBook gratuitamente: "A Startup Enxuta", de Eric Ries; "Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil", de Leandro Narloch e livros da série "As Crônicas de Gelo e Fogo", de George R.R. Martin.

Televisões, câmeras e celulares em até 10x sem juros e uma seleção de "Super Ofertas Lançamentos" com descontos são dois dos destaques na página inicial do site. Segundo comunicado da Amazon, "são mais de 110.000 produtos eletrônicos de marcas como Samsung, Motorola e Sony".

Captura de Tela 2017 10 18 as 08.15.15
Nova loja de eletrônicos da Amazon está no ar / © AndroidPIT

Na busca por Eletrônicos e Tecnologia você vai encontrar várias subcategorias de produtos: Acessórios, Áudio e Vídeo Portáteis, Câmeras e Fotos, Celulares e Comunicação, Computadores, Componentes e Acessórios, Eletrônicos para Carros e Veículos, Navegação por Satélite, GPS e Acessórios, Som e Hi-Fi para Casa, Tablets, Telefones, VOIP e Acessórios, TV, Vídeo e Cinema em Casa e Wearables e Tecnologia de Vestir. Há ainda a categoria Games e Consoles e de Dispositivos Kindle, incluíndo o novo Kindle Oasis.

Por enquanto, a Amazon trabalha no esquema de marketplace, como um intermediário de outras lojas, ganhando uma comissão por isso. Porém, oferece sua Garantia de A a Z, em que protege os clientes em compras no site em todas as transações.

No comunicado, a Amazon afirma que "o lançamento do Marketplace para Eletrônicos é uma extensão da bem-sucedida trajetória da empresa em oferecer uma excelente experiência no segmento de livros a seus clientes em todo o país. Há mais de quatro anos, a companhia oferece produtos como e-readers Kindle, livros digitais e físicos; além de ter lançado, em abril deste ano, seu Marketplace para Livros. A Amazon também oferece a autores independentes brasileiros sua ferramenta de autopublicação, o Kindle Direct Publishing (KDP)".

Os preços dos produtos anunciados, mesmo os em promoção, permanecem na média do mercado. Por enquanto, não há a opção de pagar com boleto bancário. As duas formas de pagamento disponíveis inicialmente serão o cartão de débito e o cartão de crédito com parcelamento em até 10 vezes sem juros. E, ao que parece, alguns ajustes ainda precisam ser feito. Porque eu realmente não quer crer que essa Câmera Instantânea Fujifilm Instax Mini 90 Preta está com preço promocional de R$ 102.990,00. Certo?

Captura de Tela 2017 10 18 as 08.25.47
Câmera Instantânea Fujifilm Instax Mini 90 Preta com preço promocional / © AndroidPIT

Promoções de eletrônicos na Amazon

  • Smartphone Motorola Moto G5s Plus Platinum 5.5" 4G Android 7.1 Octa-Core 2.0GHz na cor platinum: R$ 1.269,00, ou em 10 parcelas de R$126,90 sem juros;
  • Smartphone Samsung Galaxy J5 Pro Preto Dual Chip 32GB, Tela 5.2, 4G, Câmera 13MP, Octa-Core 1.6GHz nas cores preto ou dourado: R$ 979,00 ou em 10 parcelas de R$97,90 sem juros;
  • Smart TV Philco LED 32’ HD com Conversor Digital, HDMI, USB e Wireless Integrado: R$ 979,00 ou em 10 parcelas de R$97,90 sem juros;
  • Notebook ACER Travel Mate Core i3: R$ 1.899,00 ou em 10 parcelas de R$189,90 sem juros;
  • Câmera Instantânea Fujifilm Instax Mini 7s: R$ 269,90 ou em 8 parcelas de R$33,74 sem juros.

Histórico da Amazon no Brasil

Quem primeiro levantou a bola da venda de eletrônicos pela Amazon no Brasil foi o Valor Econômico, que disse que cinco anos depois de chegar no País, a Amazon começaria a vender produtos de outras categorias além de livros e Kindle. A Amazon chegou em 2012, vendendo livros eletrônicos. Em 2014, passou a vender também edições impressas e, para além disso, só vende Kindle, o leitor de livros da própria marca. Até então, todas as vendas eram feitas pela companhia, mas em maio deste ano a Amazon anunciou o modelo de marketplace para livros, permitindo a pessoas físicas e jurídicas de todo o Brasil vender livros novos, usados ou raros em seu site. 

Para quem não está familiarizado com o termo, marketplace nada mais é do que um loja virtual onde se vende bens e serviços. O modelo de negócios é conhecido por conectar diretamente cliente e fornecedor sem participação de intermediários. É como ter uma loja virtual dentro da Amazon que, bem, é um site enorme de compra e venda.

AndroidPIT amazon shutterstock
Androids vendendo na Amazon? / © ANDROIDPIT

Segundo o Valor, esse foi o primeiro passo para que a empresa começasse a conversar com varejistas de produtos de outras categorias e empresas de tecnologia que fazem a integração de lojas virtuais com marketplace. Antes do lançamento, a Amazon teria entregado um "Manual do Vendedor", documento com dicas para acessar o "Seller Central" – site em que os vendedores cadastram os produtos –, e um guia de como preparar um catálogo para os lojistas que concordaram em se integrar ao marketplace.

E aí, gostou da novidade? Vai comprar na Amazon hoje mesmo?

386 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • DogNinja há 1 semana

    Hum...agora faz sentido a modernização do sistema aduaneiro da Receita Federal mês passado...
    Nada é por acaso...
    🤔

  • Ricardo Barbosa há 1 semana

    Vão vender produtos que só existem nos EUA? Se não... fico com as CASAS BAHIA mesmo.

  • Jairo rios há 1 semana

    Ela será apenas uma intermediária , entre lojistas e consumidor , isto a B2C ja faz , não vejo o porquê deste alvoroço .

  • Deivis Schuman há 1 semana

    Sinceramente não fico esperançoso e nem confiante!
    Não acho que seja algo espetacular a ponto de desbancar a mafia B2W.
    Não por falta de vontade deles, mas sim por serem impedidos!

  • Daniel há 1 semana

    O mercado brasileiro é bem complicado, com desafios de logística, custos de tráfego e um sistema fiscal complexo. Porém, a Amazon não é uma amadora no negócio, espero que dê certo, pois o brasil carece de boas lojas virtuais.

108 Comentários

Escreva um comentário:
Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi