Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Aplicativos criados para Android 4.1 ou inferior podem ser bloqueados com a chegada do Android P

Aplicativos criados para Android 4.1 ou inferior podem ser bloqueados com a chegada do Android P

Com o lançamento do Android P, aplicativos projetados para Android 4.1 ou inferior podem ser bloqueados na Play Store. É o que mostra uma ferramenta que indica o suporte mínimo de apps nas versões Android.

Recentemente, a Google começou a criar requisitos para o funcionamento de aplicativos. Em dezembro, a empresa anunciou que os aplicativos da Play Store deveriam ter um nível de API inferior a um ano, em relação à versão atual. Isso significa que, com o lançamento do Android P, todos os apps da loja deveriam se direcionar, no mínimo, ao Android Oreo.

Não havia, porém, detalhes específicos. Agora, uma função que indica o nível mínimo de API suportado pelo dispositivo mostra que o nível mais baixo de apps suportados pelo Android P deve ser o Android 4.1. Ou seja, todos os aplicativos criados para essa versão do sistema operacional – ou para versões anteriores – devem ser bloqueados.

A versão de desenvolvedor do Android P mostra um aviso quando aplicativos antigos são abertos. Nela, é dito que a aplicação foi feita para uma versão antiga do Android e que, por isso, não deve funcionar corretamente. O aplicativo funciona, mas o aviso está lá. 

falha app antigo
Vídeo mostra app antigo sendo aberto no Android P / © Android Police

Ainda não está claro se a Google irá de fato bloquear os aplicativos criados para versões anteriores ao Android 4.1, ou se irá apenas manter o alerta a respeito de possíveis problemas no funcionamento. O documento de desenvolvedor do Android P afirma, porém, que "aplicativos que marcam valores baixos [de API] não serão instalados e executados".

Será o fim dos apps antigos e sem suporte? Você acha que a Google está fazendo certo?

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  • Luiz Henrique 19/03/2018

    A API mínima deveria ser a do Lollipop que introduziu o Material Design.

  •   41
    Conta desativada 20/03/2018

    Totalmente fora de questão! Não existe isso! Muitos aplicativos nacionais, principalmente para a gestão de acessibilidade, não podem perder suporte dessa maneira! O Google se esquece de que pessoas novas no sistema, uma grande parte idosas, que precisam de um aparelho assistente, são os seus usuários! São os fabricantes, estúdios e desenvolvedores de conteúdo digital que devem ser orientados a fornecer versões da sua mídia para todas as versões do sistema! Se fosse um Gingebread, um Froyo, eu entenderia, pois a maior parte dos aparelhos não contam com um armazenamento interno ou memória RAM decentes. Mas, até o 4.1 Jelly Bean, ainda existem aparelhos capazes de rodar bem o Android, e executar aplicativos sem engasgos ou travamentos. E muitas dessas pessoas não querem trocar os seus dispositivos!

    Faça-me o favor, Google... O Apple iOS já é complicado demais com essa questão de suporte, mesmo com poucos dispositivos na sua cartela. A Microsoft nunca ofereceu atualizações decentes para os aplicativos do seu Windows Phone/Windows 10 Mobile. Muitos sistemas morreram justamente pela falta de suporte...

    Parem com esse descaso!

  •   62
    Conta desativada 19/03/2018

    Existir uma padronização é importante, contanto que o Google faça também uma bela de uma limpeza em sua loja, tem muita porcaria por lá, inclusive aplicativos que não recebem atualização a anos.

51 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Nem sei se meu Moto G5 vai receber o Oreo. 😭


  • Pessoal, só para esclarecer um ponto:

    Quem é desenvolvedor, como eu, tem um painel à disposição que indica o uso de cada versão do Android.

    Atualmente da versão 4.1 prá baixo não representa 2,5% de uso do sistema.
    Então essa decisão não chega a ser uma crueldade.
    Esse painel pode ser visto por qualquer pessoa já que não é necessário ter uma conta de desenvolvedor para acessa-la.

    Veja no link https developer[.]android[.]com[/]about[/]dashboards[/]index[.]html

    No meu outro comentário classifiquei como "sacanagem" a decisão, mas olhando essas informações, acho que não é isso tudo...

    Precisamos ser coerentes também.
    Cobramos o tempo todo que as montadoras e a Google mantenham o sistema atualizado, etc.
    Se queremos isso não podemos simplesmente ser contra essa medida.

    Conta desativada


    •   40
      Conta desativada 20/03/2018 Link para o comentário

      2,5%? Não é o que diz o relatório mensal da Google(diz que tem 5% de porcentagem, vi no seu próprio link e calculei na calculadora do celular)!


  • com as novas API's os apps ficarão melhores... o que custa desenvolver do KitKat pra cá

    Conta desativada


  •   40
    Conta desativada 20/03/2018 Link para o comentário

    Isso tudo é para os desenvolvedores fazerem atualizações desnecessárias e cheira a dinheiro para a Google!


  • Vejo como positivo essa questão dos aplicativos, mas também tem um lado negativo pois principalmente os apps nacionais irão se perder.

    Conta desativada


  • Quando o dinheiro fala mais alto...


    •   40
      Conta desativada 20/03/2018 Link para o comentário

      Verdade brother AC&MM! Isso cheira a lucro que a Google quer ganhar por cima dos usuários ao trocar de smartphone!


  • iphone fazendo escola.

    Conta desativada


  •   41
    Conta desativada 20/03/2018 Link para o comentário

    Totalmente fora de questão! Não existe isso! Muitos aplicativos nacionais, principalmente para a gestão de acessibilidade, não podem perder suporte dessa maneira! O Google se esquece de que pessoas novas no sistema, uma grande parte idosas, que precisam de um aparelho assistente, são os seus usuários! São os fabricantes, estúdios e desenvolvedores de conteúdo digital que devem ser orientados a fornecer versões da sua mídia para todas as versões do sistema! Se fosse um Gingebread, um Froyo, eu entenderia, pois a maior parte dos aparelhos não contam com um armazenamento interno ou memória RAM decentes. Mas, até o 4.1 Jelly Bean, ainda existem aparelhos capazes de rodar bem o Android, e executar aplicativos sem engasgos ou travamentos. E muitas dessas pessoas não querem trocar os seus dispositivos!

    Faça-me o favor, Google... O Apple iOS já é complicado demais com essa questão de suporte, mesmo com poucos dispositivos na sua cartela. A Microsoft nunca ofereceu atualizações decentes para os aplicativos do seu Windows Phone/Windows 10 Mobile. Muitos sistemas morreram justamente pela falta de suporte...

    Parem com esse descaso!


  • Por um lado vejo isso de forma positiva.
    Mas cabe uma crítica à Google em relação às atualizações do Android!

    Enquanto o sistema continuar nessa "liberdade" toda, deixando que as montadoras de celular façam o que quiserem e definam qual aparelho será atualizado, essa decisão é uma sacanagem.

    Tudo bem que a base instalada dessa versão prá baixo é pequena mas não acho que isso seja 100% correto.


  • E quem comprou apps ,vai ficar no prejuízo,essa política está errada deve sim obrigar todos os apps pagos e não pagos a se adequar ao novo sistema sem sem prejudicar quem tem dispositivos mais antigos


  • Mas que sujeira isso! Se for verdade, pessoas que PREFEREM outra versão serão "obrigadas" a trocar de aparelho caso queiram ou precisem de algum serviço. Está errado!
    O desenvolvedor ser 'forçado' à adaptação das novas versões é coerente, mas bloquear o acesso de um app desenvolvido no Gingerbread (o Alchemy por exemplo) em versões novas, e ridículo.

    O problema não e um aplicativo estar la na Playstore sem atualização, o problema é aplicativo malicioso e mal desenvolvido, que trava, rouba dados, que so recebe avaliações ruins e ainda esta la.

    Nao e assim que se resolve os problemas Google, mas é assim que você cerca os outros pra fazer $.


    •   40
      Conta desativada 20/03/2018 Link para o comentário

      Concordo brother Roberto Oliveira! A Google só quer $$!


  • É, desse modo será necessário trocar de dispositivo, no máximo, de dois em dois anos, de de forma que possa receber atualização, se não, ficará sem ter suporte para os aplicativos.

    Conta desativada


    •   40
      Conta desativada 20/03/2018 Link para o comentário

      A Play Store não é a Windows Store!


      •   40
        Conta desativada 20/03/2018 Link para o comentário

        E os Pixels não são Lumias para perder o suporte muito rápido!


  • O androidpit deveria reformular seu app tbm!! parou no tempo... n existe nenhuma novidade há anos... nem material design foi embutido!!!

Mostrar todos os comentários
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
[Error]