Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Esqueçam a antiga Motorola, meus caros. A nostalgia só atrapalha o mundo da TI
Opinião Motorola Lenovo 4 min para ler 122 Comentários

Esqueçam a antiga Motorola, meus caros. A nostalgia só atrapalha o mundo da TI

No último sábado, escrevi um artigo explicando por que a Lenovo é a fabricante a ser observada nos próximos anos. Dentre os motivos, citei o bom trabalho que a empresa chinesa vem fazendo entre os smartphones intermediários, inclusive com a linha Moto. Ao final do artigo, muitos usuários reclamaram que a Lenovo “estragara” a linha de dispositivos da Motorola – adquirida pela empresa em 2014. Respeitamos a opinião do leitor, claro, mas fica a pergunta: será que essa nostalgia pelas antigas marcas é uma coisa boa?

Essa nostalgia pela Motorola – e também podemos incluir a Nokia nessa questão – é totalmente justificada. Afinal, nos seus áureos tempos, a empresa desenvolveu belos dispositivos. E, tanto na época dos celulares, quanto na dos smartphones (este último caso quando esteve sob a administração do Google), ela foi o primeiro telefone de muitos usuários.

No entanto, diante da memória afetiva que muitos têm pela companhia, ficou fácil esquecer das inúmeras derrapadas que a Motorola deu quando os smartphones começaram a ganhar mercado, incluindo aí o lançamento de dispositivos bem ruins. 

Derrapadas culminaram na queda da empresa

Afinal, enquanto o iPhone começava a ganhar mercado entre 2007 e 2008, a empresa ainda investia no V3 e só resolveu entrar para valer na disputa quando lançou o Moto Droid (2009), seu primeiro modelo com o SO do Google e que não necessariamente primava por ser revolucionário. Ou até mesmo bonito. E não vamos esquecer de outras aberrações, como o Motorola Flipout. 

motorola flipout
Motorola Flipout: um dos smartphones mais feios já feitos / © Motorola

Todas essas más decisões resultaram em prejuízos seguidos para a Motorola – que já não estava bem das pernas antes. E o consumidor - incluindo muitos que hoje reclamam que a Lenovo “estragou” a Motorola – é impiedoso. Quando o aparelho é ruim, ele simplesmente compra outra marca. E o mercado, igualmente, não perdoa. A empresa foi dividida em duas, e sua divisão de telefonia mobile foi vendida ao Google em 2011 por US$ 11,5 bilhões. 

Sob a administração da Big G, a Motorola até conseguiu se reerguer, lançando duas séries que fazem sucesso até hoje: a Moto G e a Moto X (que pode ser substituída pela Moto Z). Mas o Google viu que produzir smartphones era algo mais complexo do que o imaginado e, depois de ter se apoderado de todas as patentes possíveis, revendeu a empresa para a Lenovo por US$ 2,91 bilhões, ou seja, US$ 8,59 bi a menos do que gastara na compra da empresa. 

A Lenovo faz o que precisa ser feito

Com a Motorola em mãos, a Lenovo poderia ter seguido o caminho mais fácil: manter a linha de design das séries Moto G e do Moto X e apenas atualizar o hardware. No entanto, a empresa deve ter notado que nostalgia não leva ninguém a lugar nenhum e optou pelo caminho mais difícil e, ao meu ver, mais acertado: manteve a marca Moto, mas começou a implementar um meio termo para agradar tanto o mercado oriental quanto o ocidental e, mais importante: passou a inserir inovações. 

androidpit moto z projetor
Moto Z plugado a um módulo: o indefectível "M" da Motorola ainda está ali. Mas até quando? / © AndroidPIT

O Moto G4 Plus, por exemplo, já conta com um sensor de impressões digitais; já a recém-apresentada linha Moto Z terá módulos opcionais, que podem ser plugados aos aparelhos por meio de conectores magnéticos, potencializando recursos como bateria, áudio e vídeo. E todos trazem uma configuração bastante razoável para suas categorias.

motog4plus androidpit front
Moto G4 Plus: design feito para agradar os mercados ocidental e oriental/ © ANDROIDPIT

E por fim, o design destes dispositivos atingiu um formato que pode agradar aos consumidores de todo os países onde a Lenovo está presente. Um layout que mescla características do Ocidente e do Oriente. 

A nostalgia não cabe no mercado de TI

A Lenovo agiu muito bem em não enterrar a marca Motorola ao compra-la, até porque ela correria o risco de sofrer uma grande rejeição do público ocidental e fechar o seu mercado por aqui. No entanto, não se enganem: a ideia da empresa é se afastar cada vez mais do que um dia foi a Motorola. Até porque ela sabe que se prender ao passado pode fazer com que seus smartphones por aqui virem um produto de nicho, o que restringiria o público. 

Ser nostálgico no mercado de TI nunca ajudou ninguém. Blackberry, Nokia, Yahoo e até a própria Motorola estão aí para provar isso. 

E você ainda sonha em ter um smartphone "100% Motorola" um dia?

Facebook Twitter 11 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Rodrigo J. B. Duarte 08/08/2016

    Discordo. Fiquei 2 anos com meu Moto G 4G (1Gen): aparelho resistente, rápido o suficiente para tarefas do dia a dia, tela confortável e custo/benefício imbatível. Agora, pensei em comprar o Moto G4 mas fiquei pasmo com a fragilidade da construção, o tamanho grotesco da tela e as especificações exageradas que aumentaram muito o custo. Sabe o que eu fiz? Fui no quiosque da Quantum aqui em Curitiba-PR e comprei o Quantum Go 4G 32Gb numa promoção de R$ 999,00 - ou seja, R$ 300,00 a menos que o Moto G4, sendo que eu ganhei o dobro de armazenamento, uma construção muito superior, Android igualmente "puro", tela ergonômica (esse quesito pode ser de caráter pessoal, mas até hoje não vi ninguém conseguir se adequar bem com tela 5.5'), e preço sensacional para a experiência incrível e desempenho que oferece. Falo isso pra dar o exemplo que a Motorola/Lenovo destruiu sim a linha Moto G, e olhar pra trás, no caso se aproveitar da nostalgia para identificar o que fez desta linha a líder do mercado por um bom tempo, seria algo excepcional, de grande valia para que os aparelhos pudessem oferecer muito mais pela faixa de preço exagerado sob a qual são vendidos.

  • Julio Andre 09/08/2016

    Sou usuário da Motorola desde os tempos dos V3, depois tive um Defy, Razri, Moto X, Moto X2 e agora um Moto G4 Plus. Sobre a aquisição, acho que a Lenovo vai usar isso apenas para aumentar sua presença no ocidente. Não continuará com a filosofia da Motorola, que para mim, começou com o Razr i, oferecer um produto de qualidade à um preço acessível. Depois veio a linha Moto, para mim os verdadeiros telefones inteligentes, faziam frente a rivais mais robustos, não era apenas potência bruta, o Google ainda manteve essa filosofia. E isso vai acabar. Então se nostalgia é sentir falta da época que eles fabricavam telefones espetaculares, sem custar um rim. Então sou nostálgico e acho que a nostalgia faz falta.

  • Paulo Lemes 09/08/2016

    Falou, falou, mas não disse nada. A lenovo está afundando a Motorola, ao mudar a receita de sucesso que a Google implantou: aparelhos bons, com preço competitivo, e uma linha pequena mas honesta com o comprador:low, mid e high. Hoje os aparelhos confundem e não agradam o comprador. E vender celular é o motivo de ser da empresa.

  • Ricardo 09/08/2016

    Tenho saudades da Motorola by Google com portfólio de 3 celulares (E, G e X). Agora são vários modelos como faz a Samsung e a velocidade de atualização também não é a mesma. A única coisa que me faz fiel à marca é pelo fato de manter o Android puro (ou quase).

122 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • seus bando de fanatico de marca eu quero saber de qualidade e um bom custo beneficio e isso a lenovo trouxe


  • uma coisa e certa a lenovo melhou as cameras da motorola que era ruim.


  • Nao quero me prender a nenhuma marca so quero um smartphone bonito barato e resistente sem cair e quebrar e sem travamentos tenho um da samsung e nao me agradou trava e desliga sozinho n tem memoria vou comprar um lenovo ou asus p testar estou pesquisando na net as melhores e piores marcas.


  • Talvez o grande erro da Motorola foi se perder nos erros administrativos, porque, em matéria de celulares e smartphones, muitos lançamentos superaram as espectativas da marca, que nunca foi unanimidade no meio. o grande "x" da questão é que talvez a Lenovo não vá primar por aparelhos tão resistentes e versáteis como os da Motorola, que são quesitos hoje mais apreciáveis dessa marca.
    Sou usuário motorola, desde o primeiro Motorola PT-550, fui um dos primeiros quatro mil contemplados para uma linha de celular na cidade do Rio de Janeiro. Durante todo esse tempo vi como a marca evoluiu em termos de aparelhos. Tive outras marcas, como Samsung, Nokia, Sony, mas a Motorola sempre se nostrou inovadora. A grande virada da Motorola foi com o Motorola Razr em 2011, que também adquiri no mês de lançamento, até hoje ainda é um aparelho considerável.
    Hoje tenho um Moto X Force que é um aparelho que prima muito mais pela robustez e resistência.
    À Lenovo resta trazer, alem de inovação, a continuidade ou até melhorar a resistência e qualidade dos seus novos lançamentos, pois o que tem mostrado até agora não é o esperado.


  • A Lenovo não quer fortalecer a finada Motorola, e sim fortalecer seu caminho nos principais mercados. Tanto que já colocou suas ideias nos Moto. Resultado: a NOSTALGIA dos antigos Moto G e X de primeira geração ainda soam nos corações daqueles que são fãs de celulares inteligentes com design agradável e custo benefício melhor ainda. A Lenovo não é louca de acabar com a Motorola assim do dia pra noite. Se fizesse isso iria perder mercado principalmente aqui. Mas tô nem aí! Tô saindo do Android mesmo...


  • Pois pra mim, o que a Lenovo vem fazendo é tentar passar a ideia de que design ruim é inovação. Involução e inovação são antônimos, e aprender com o passado para modelar o futuro é inteligência. E a Lenovo tem muito, mas muito mesmo à aprender com a antiga Motorola.


  • A Lenovo não está continuando na direção que fizeram da linha Moto um sucesso. Parece que vai ser uma nova "Samsung", onde os aparelhos melhores são de altíssimo custo e com grande fragmentação de modelos.
    Os modelos Moto X, G e E passaram pelas minhas mãos, e fui responsável pela aquisição de diversos aparelhos, comprando ou recomendando, para amigos e familiares.
    Os aparelhos atuais lançados pela Lenovo são bons, mas seu custo-benefício não compensa mais. No contexto atual outros fabricantes estão repetindo a fórmula anterior da Motorola (by Google): ótimos aparelhos, excelente custo-benefício. A eles, sucesso!


  • Meu primeiro telefone foi Motorola, em seguida conheci a Nokia e fiquei com eles até o N95. Tive um Samsung Galaxy S2, mas devido aos problemas não pretendo ter outro Samsung. Em seguida comprei um moto G 1 geração, muito bom. Existe até hoje funcionando perfeitamente, recebendo atualizações inclusive. Moto G foi apaixonante, comprei em seguida o moto Maxx (turbo Droid), infelizmente fui assaltado, mas tamanha a satisfação comprei outro igual novo. Feliz porque o hardware é ótimo, triste porquê a Lenovo/Motorola abandonou o telefone. Era o topo de linha, foi um dos últimos a ser atualizados para o marshmallow e provavelmente parará por aí, serei obrigado a ir para rooms alternativas como Cianogenmod. Se eles queriam manter a Motorola e conquistar isso fizeram muito mal, abandonaram os clientes que pagaram mais caro pelos aparelhos. Mataram o moto Maxx com moto x force, bom, mas por ser o sucessor do maxx eu esperava mais. Uma coisa é certa, ficarei com meu aparelho o quanto ele aguentar e depois irei para outra marca. Me senti um idiota por gastar tanto dinheiro com o melhor aparelho da Motorola de sua época.


    • Mas o aparelho não virou "abóbora" quando a Lenovo comprou. Tudo funcionou perfeitamente. E veja, eu quando tinha o Moto X primeira geração, rápido, excelente, ágil, comprado sem qualquer vínculo com operadora, não recebia nunca atualização. Era do Google ainda e descobriram que a mudança do Android 4.4.4 para o 5 no Moto X causava diversos problemas. O Moto G teve atualização bem mais rápido e se não me engano, até o Moto E. Ou seja, não era por estar com a Motorola que resolviam o caso. Ainda assim, a atualização demorou bastante, mas veio. O aparelho está com uma tia minha que ama o aparelho, adora. É mais rápido que iPhone 5 / 5s. Então não vejo problema em outra marca comprar, a marca "padrão". Eu não vejo a Lenovo "acabar" com a Motorola de vez. Fizeram aos poucos. E tchau nome Motorola, que substituam logo.


    • Concordo contigo. Tenho um Maxx também e sinceramente estou contigo nessa de usar até não poder mais ele, mas quanto ao abandono dele aí já acho meio exagerado e duvido que ele não receba a atualização para o 7.0 devido ao hardware mas é esperar pra ver


      • Tomara que eu esteja errado. Mas fica claro que não somos prioridade e nem temos o mesmo tratamento. O Google deveria, ele mesmo, dar continuidade ao aparelho que ele fez ou obrigar por contrato a Lenovo a fazer.

        Meu próximo aparelho será Asus.
        Abraço


  • Um aparelho que tem um "botão" só para ler digital onde o padrão é o botão Home é pra fazer o usuário de pateta. O imbecil vai ficar ali clicando toda hora pra ir no HOME e não vai acontecer nada. Pior, é uma ponto "duro" da tela. feio. Em cima dele fica o "home". Este Moto G4 PLUS é simplesmente hórrido. Eu tive o Moto X primeira geração. Uma pegada excelente, um aparelho delícia. Mas foi único. O Moto G era o irmão cabeçudo e adolescente, sempre foi feioso. Ok era ótimo. Agora estes gigantes de 5.5 ou mais é onda chinesa, é péssimo.


  • Pra mim Motorola sempre foi MÓLOROTA !


  • Ao meu ver a Lenovo fez uma escolha certa e errada ao mesmo. Certa devido as inovações, embora pra mim o sensor podia ser na própria tela do celular, e os módulos que sinceramente ajudam ou melhoram em alguns aspectos o celular, mas ela está seguindo um caminho que sinceramente também não me agrada, que seria pegar um modelo de sucesso por ser acessível e transformar num modelo top de linha ou quase top de linha. Ao meu ver a Motorola deve sumir porque hoje, até mesmo na lista de aparelhos do AndroidPit, o Moto G é mostrado como modelo da Lenovo. A Quantum, que é brasileira, é a nova Motorola graças ao GO e agora vem com o MUV que acaba de ser lançado. Ela conseguiu pra mim isso, porque pegou o sucesso de um aparelho e combinou características de outro (Moto G (Android puro para baratear os custos) e Xperia Z2(ou Z3 não consigo diferenciar direito os dois)(resistência)) mas principalmente a característica de ser acessível.


  • Meu primeiro Motorola foi o Moto G (primeira geração) gostei tanto que quando saiu o Moto G2 comprei...mas, não paro com celular /smartphone. Adoro eletrônicos e em seguida fui para um G3 da LG e me apaixonei. Quanto se a Lenovo vai afundar ou não a Motorola...eu vou para o aparelho que melhor me serve. E como já disse num comentário em outro artigo, gosto não se discute. Tem quem goste da Lenovo, LG, Samsung, Apple e por diante. Meu gosto cai naquele que me dá o que busco. Não trava, Não esquenta muito e atende todas as minhas necessidades e os que tive me atenderam.


  • Sempre achei os motos feios, e os Vibes muito bonitos. Aliás, desejo comprar o Vibe A7010. Tenho um notebook Lenovo e um tablet Lenovo. São aparelhos muito bem feitos e o pós venda da Lenovo me surpreendeu (pelo menos com relação ao tablet, que tem suporte da IBM). Acho que a Lenovo só tem a melhorar a Motorola.


  • Prefiro esquecer a apple ou a sony, depois de 3 motorolas fui para sony, um z2, que descepçao, voltei para a motorola agora nas maos da lenovo, lg tambem não curti, xiaomi não gostei da interface.


  • Eu tive Moto G e fiquei 1 ano com o celular, para mim foi um celular e tanto porque na época pelo custo nada se igualava e logo resolvi mudar para o tal do moto x que unica diferença que vi foi na memória RAM e câmera traseira, fiquei 2 anos com esse moto x, mas depois eu resolvi pegar o tal do Moto Maxx que me falaram que não valia o preço, mas eu como um bom fã da Motorola queria o top de linha da Motorola que está até hoje comigo e me adaptei muito bem com a tela de 5.3 e não troco esse celular tão cedo, muito melhor que vários ai, câmera fora do normal!


  • Comprei um lenovo, ótimo smartphone!


  • Pois hé...do jeito q essas telas enormes estão indo , eu não sei qual será meu próximo smartphone.
    Pra mim tela no máximo 5 pol, e olhe lá hein....
    Eu tenho um Moto g1 collors 16gb, já está
    Comigo a 2 anos , me atende ainda nas minhas necessidades do dia a dia.
    Meu próximo smartphone não sei qual será pois como disse só vjo telas enormes por ai


  • não é nostalgia e lógica, compare os preços do Moto G 2013 com o 2016 !!!


  • voce ta de brincadeira? nostalgia não cabe? não é nostalgia, a coisa do moto g é recente, nostalgia é jogar pokemon, um jogo, ou um desenho, que fazemos uma releitura. Então, quando voce comprou um moto g1 e foi para o moto g2, voce como cliente ve que a coisa é boa. Aí vem as alternativas itneressantes como moto e2. São smartphones de entrada com ótimo custo beneficio. Assim foi até o moto x force e o moto g3. Agora, piraram de vez. MOto g4 não tem ipx, e parece ser um smartphone muito fragil. Perdeu toda a caracteristica. Então, que tal voce dizer isso para a samsung, se tivesse dado a guinada do s2, s3, s4, s5, ... são celulares de qualidade que vão evoluindo. A linha moto g, não sei o que esperar mais dela na versão 4. Celular feio, e ouvi dizer que estão abandonando o android puro. Pra que comprar a motorola? Só para tira-la do mercado e tentar alavancar a linha Vibe? bom pra quem lucrou com essa venda, ainda que praticamente se desfez. Mas a google mostrou com a motorola o valor do seu sistema operacional, então não tenho certeza se ela saiu perdendo. Com essa mudança que houve na "linha moto", agora tenho pensando seriamente no galaxy, por que pelo que diz a propria lenovo, a "linha moto" será uma espécie de super premio, mas tá mais pra super porcaria.


  • O que não combina mesmo com TI são 3 marketings da coca cola num mesmo artigo 😅😅😅👍 ou 👎


  • Meu último será moto x play e ainda querendo vender para comprar zenfone 3...maus acho melhor trocar meu s6 pelo s7.... Vou ficar com x play como prêmio de um dos últimos bons aparelho feito pela Motorola....


    • moto x play a bateria não é espetacular, é melhor, mas não é espetacular. O wifi não é padrão b/g/n. E ele esquenta quando usa 4g e gps. Não tem giroscópio. Pelo preço, a marca capa o celular em alguns quesitos que voce só percebe na hora de usar.


      • A bateria dura um dia de uso intenso, tranquilamente no meu. O wifi é padrão a/b/g/n, 99% do Brasil ainda não faz necessidade do ac. Todo celular esquenta um pouco usando rede e gps, está em uso e com várias conexões ligadas. Não tem giroscópio, mas tem 2 acelerômetros que emulam o giroscópio, uso visão no street view e giro o celular e a imagem 360 acompanha como se tivesse um giroscópio. É um celular com excelente preço com o que os outros ofereciam na época e seus preços. Mas acho que será meu último Motorola/Lenovo, o design dos novos não me agradaram ainda. Vou esperar 2017 se virá, ou se consigo importar um Nexus, senão terei que partir pro iPhone...


      • Pq não um Asus? iPhone é bem fluido, mas o hardware é fraco.


  • Tenho vontade de comprar o Moto G4 Plus, mas tenho medo dos travamentos, porque esse Snapdragon 617 deve trabalhar "no limite"..


  • Tenho saudades da Motorola by Google com portfólio de 3 celulares (E, G e X). Agora são vários modelos como faz a Samsung e a velocidade de atualização também não é a mesma. A única coisa que me faz fiel à marca é pelo fato de manter o Android puro (ou quase).


  • Então, acho que avanço tecnológico deve ser seguido pelo respeito ao consumidor e isto implica em manutenção ou avanço da qualidade. Preço dos produtos elevados, retirada de certificações de proteçao são ítens que podem ser criticados.


  • Não sou nem contra nem a favor, muito pelo contrário.


  • Falou, falou, mas não disse nada. A lenovo está afundando a Motorola, ao mudar a receita de sucesso que a Google implantou: aparelhos bons, com preço competitivo, e uma linha pequena mas honesta com o comprador:low, mid e high. Hoje os aparelhos confundem e não agradam o comprador. E vender celular é o motivo de ser da empresa.


    • Essa notícia não concorda muito com você: www.tudocelular.com/android/noticias/n49249/Crescimento-da-Motorola-esta-constantemente-ajudando-no-aumento-de-lucro-da-Lenovo.html

      E a ideia, que acho que você não percebeu, é fortalecer a marca "Vibe", a tornando a linha do custo-benefício que um dia já foi da linha "Moto". E pelo jeito, pelo menos aqui no Brasil, ela vem conseguindo, já que o Vibe K4 Note e o Vibe K5 fizeram bastante barulho por aqui.
      É tudo parte da estratégia dela para "matar" a marca "Motorola" pouco a pouco. É provável que até 2018 já não vejamos mais aparelhos com a marca da fabricante norte-americana.

      Ou seja, a Lenovo não teve muito prejuízo, mesmo reposicionando a marca "Moto".


      • Concordo, e não acho que os modelos atuais sejam ruins e eles agradam sim o comprador. Eles estão realmente bons. E a questão de preço não é desculpa para falar mal da Lenovo, pois a prática de preço no Brasil é realmente injusta e todas as empresas trabalham da mesma forma e usam isso a seu favor .

        Não dá pra comparar os preços de 2014 com os de hoje, os preços subiram. Moto G está no preço, estamos achando caros? Sim! Mas infelizmente é essa a situação e o Google faria a mesma coisa se ainda fosse dona da Motorola.

        E se a Lenovo está usando a marca Motorola para valorizar sua própria marca, não acho isso errado, ela é dona da marca. Eu faria isso e acho que outros fariam também. Ficar lembrando de como era a marca anos atrás não ajuda em nada e a Motorola realmente não estava bem, está melhor agora com a Lenovo do anos atrás quando estava sozinha.

        CAV


  • Tenho um moto g2 há quase dois anos e posso falar que é o melhor aparelho que tive até hoje. Eu nunca tinha ficado usando um mesmo smartphone por todo esse tempo, minha média era um ano ou menos. Aparelho muito bom, me atende perfeitamente. Agora que coloquei uma ROM cyanogenmod 13 nele ficou melhor ainda.


  • a pergunta é se a Lenovo não destacar a Marca Motorola no seus aparelho será que conseguiria vender algo comparando as vendas utilizando a Logo da Motorola ?

    CAV


    • Penso assim, a marca é claro que chama atenção do consumidor, e mudá-la é sempre arriscado. Não sei se seria o caso por exemplo da Nokia/Microsoft durante a transição de marcas, mas neste momento, excluir totalmente a Motorola dos celulares não seria bom.


    • Ela sabe que a Lenovo não tem tanta imagem no ocidente, por isso que vai continuar usando a logo da Motorola.


    • Ela, pelo menos, está conseguindo chamar a atenção do público (pelo menos o brasileiro) com os seus Vibes. E ela já tem a seu favor ser bem conhecida no mercado de PCs.
      Mas as chances dela "quebrar a cara" como a Microsoft quebrou ao deixar de usar a marca "Nokia" não podem ser desconsideradas.


  • Se a Lenovo continuasse a seguir a mesma linha que o Google fez quando comprou a Motorola, todo mundo continuaria a reclamar só pelo fato de que a Lenovo assumiu a marca. Eu não acho que a Lenovo estragou a linha Moto, e ela está trabalhando sim para tornar esse dispositivo como um destaque hoje e está conseguindo.


  •   43
    Conta desativada 09/08/2016 Link para o comentário

    Devemos levar também em conta que a carestia não é só "culpa" da Motorola/Lenovo.


  • O Moto Z fez uma coisa que a "Motorola" não fazia há muito tempo: me chamar a atenção.


  • E verdade..o iPhone SE e uma prova disso..
    Mas acho que o que nós usuários fazemos não é nostalgia..E mais comparação mesmo..
    Ninguém está pedindo um smartphone com características do Moto G1, não as pessoas só querem uma verdadeira evolução do aparelho, mantendo o que a Google implantou na Motorola.
    Aliás, achei meio forçado colocar esses celulares aí bem antigos, pois a maioria dos fãs da Moto vieram pós moto X e Moto G.
    Mas no tudo, achei boa matéria.


  • Sou fã da Samsung meu marido têm um lenovo vibe muito bom . Só não tem a tela de amoled o que é uma pena.


  • Não vejo motivos para se afirmar que nichos de mercado são prejudiciais. A Apple é o melhor exemplo de sucesso em um nicho. E se a Motorola se ferrou não foi por causa do nicho.


  • Gostei muito do visual do novo Moto G, mas a única característica que eu queria que eles deixassem dos antigos aparelhos era justamente os speackers frontais de áudio stereo. Tenho um Moto G 2014 e gosto muito do som que sai deles. Pra jogos e vídeos é uma maravilha.

    Conta desativada


  • Difícil de esquecer do Moto X² e do Nexus 6 que tiveram o design mais bonito criado pela Motorola e com um preço bom (no caso do X).


  • Motorola nem sempre foi isso tudo que se fala por aí, ela teve tantos momentos ruins desde celulares formato flip, seu sistema travava o aparelho desligava sozinho, a Motorola deveria agradecer a Nextel por ter um acordo por muitos anos de ser exclusiva fabricante de celular /rádio nextel, pois fora isso era uma positivo da vida, a Motorola de fato voltou a firmar mercado com seu moto g, pois era Android e aparelho barato, um aparelho que não ia com frequência pra assistência técnica. A lenovo é uma marca muito bem conceituada lá fora mas não vai vingar aqui no Brasil, pois o pessoal ama Samsung que vc compra e vem com uma quantidade absurda de app spam de fábrica,fora que empresas entra e sai do Brasil pelo excesso de impostos altos, assim foi a xiaomi, Sony e agora a falência da Motorola que foi comprada pela lenovo, brasileiro compra um moto g4 que é 400 reais mais caro que um lenovo vibe que tem os mesmos hardware, ou compra um Samsung #&*@= - que é 50 reais mais barato que lenovo vibe e este Samsung tem hardware inferior e muito inferior a o lenovo. Lenovo não fica 1 ano no Brasil anota aí


  • O Moto G3 me decepcionou profundamente. Tentei ter boa vontade com ele, mas nao dá. Não consigo considerar bom um smartphone que eu preciso limpar o cache e reiniciar varias vezes durante a semana pra ele funcionar com o mínimo de fluidez e agilidade. Configurações ruins pra um celular do preço dele. Câmera sem modo AR, que não roda NENHUM JOGO, nem o simples two dots, sem travar e esquentar. Nem preciso falar da raiva que ja passei por perder pokébolas à toa graças ao processador ridículo colocado nesta merda. Não entendo o suficiente pra dizer que é ruim por isso e isso, mas se os iPhones funcionam perfeitamente com 1gb de memória RAM, creio que o problema do Moto G3 seja o processador. Enfim, decepção total.


  • Em épocas extintas a Motorola reinava com o seu V3


  • Moto X1, agora X2(desde 02/2015). Não me vejo comprando Moto G pelo preço que paguei no X2. Não vai rolar. E se tiver que gastar mais dinheiro para ter um intermediário de verdade, certamente este não será um Motonovo.
    Moto X play, puff. Moto X Style só não peguei pela tela. Sem amoled não quero.
    Moto Z, pelo preço também não rola(ainda mais, capado).
    Incrível é o discurso de alguns... Temos que ganhar mais dinheiro para pagar mais caro. Incrível e lamentável.
    Que os impostos e a variação do dólar, para cima, influi muito no preço, nem discuto. Só não venha me falar que o preço aqui no BR é compatível com o custo de produção/lucro médio em outros mercados. Comigo essa não cola, kappa.


  • Sou nostálgico sim até um certo ponto... mas não adianta ficar se lamentando por isso ou aquilo: gostemos ou não, a realidade hoje é a Lenovo.


  • Pra mim a época da Motorola já acabou. Agora é Lenovo. Achei extremamente feios os Moto Z, mas opinião é algo muito pessoal. Desde o começo critiquei a Lenovo por matar lentamente uma marca consagrada e tradicional, mas no fim até que deu certo. Mas não cogitaria comprar um Moto quando for trocar de smart.


  • Xiaomi mandou lembranças


    • Xiaomi mandaria mais lembranças se disponibilizassem mais modelos aqui. Mas parece que vai sumir só por não ter a coragem de apostar.


  • Mancada dos donos da Motorola ter vendido a empresa.


  • Com o hardware e o preço que a motorola/lenovo vende seus celulares com esse design horrível e descaracterização de "time que ta ganhando" o saudosismo fica evidente, vemos que a motorola nas mãos do google era bem melhor em vender smathphones a preço justo do que nas mãos da lenovo trazendo "inovações" que pouco serão usadas e que encarecem o aparelho para o consumidor.


  •   100
    Conta desativada 09/08/2016 Link para o comentário

    Se a Lenovo lançar bons aparelhos não serei nostálgico...


  • Mas agr os novos celulares tão cheios d bugs :/


  •   83
    Conta desativada 09/08/2016 Link para o comentário

    Esse Flipout era feinho msm. Aliás, design é o ponto fraco de toda linha Motorola até hj, e agora até piorou rsrsrs...
    O auge foi o V3, tinha um design elegante e refinado para a época. Eu, que não sou saudosista nem nd, já esqueci Moto e Nokia faz teeempo...


  • A maioria aqui ainda não entendeu os preços ficaram mais elevados de uma forma geral, e que isso não vai mudar. É o mesmo que aconteceu com os carros, apartamentos, supermercado, e etc. Ou você dá um jeito de melhorar sua renda, ou é engolido pelo capitalismo. Então parem de choro, e corram atrás do seu dinheiro, porque os aparelhos vão ficar cada vez mais caros.


    • Só é caro porque tem gente que compra por status. O custo não é tão caro. Infelizmente brasileiro gosta de pagar pelo ego. O preço não é caro pelo custo, é caro porque vende mesmo sendo caro. Não ganho mal. Consigo adquirir um top todo mês mas não pago porque discordo dessa metodologia e não aceito pagar por status. Infelizmente o nível de educação no Brasil é absurdamente baixo e por isso essa situação de preço caro tem uma probabilidade baixíssima de se resolver. (Menos de 0.1%). A nossa média de educação é muito muito baixa. Pronto revelei! !!!kkkk


    • O que o capitalismo tem a ver o governo esquerdista que vem fodendo o brasil a mais de 13 anos? É por falta de capitalismo que estamos na merda que estamos. Aprenda uma coisa, corporativismo não é capitalismo. Capitalismo é Livre mercado, é concorrência e isso está longe de se ter aqui no país da mãe joana. Basta pesquisar um pouco pra começar entender isso.


  • Quanta ignorancia e arrogancia aqui em galera? Quantos criticos renomados! Quantos economistas! Vocês acham que alguma empresa no mundo quer perder capital? Quer perder vendas? Quer fracassar? Se a empresa comprou a Motorola é por que ela tinha todo um plano formado para se destacar e buscar mercado no ocidente onde a marca ja é consagrada. A Lenovo manteve a qualidade e evolução do hardware desde o Moto G (2° geração) e Moto X2, manteve o sistema da Google da forma que estava (quase puro) tem planos para marca Motorola com os Moto Z ate 2017, tem um bom marketing, aposta em inovação e tem um bom suporte. Vocês querem mais o que? A Motorola dos V3s não voltará ate por motivos obvios, e fracassou com seus aparelho com android no inicio da aposta em 2009. A aquisição pela Google e consequentemente Lenovo era necessária, caso contrario viraria concorrente direta da Nokia em flop.


  • AndroidPit Brasil é mais fanboy da motorola do que os usuários


  • Esquece o ca****! materia tendenciosa e parcial sem profissionalismo algum! estão recebendo quanto ai na redação pra tentar maquiar uma marca vagabunda dessa igual a lenovolixo achando que o Brasileiro é otário?! Marca inovadora onde,? copiou os módulos da LG , só aprimorando oque já existia, moto z horrível de feio todo plagiado , mau feito cheio de borda, frente de Samsung, anel da camêra do lumia copiado, lateral copia do iphone, fim da entrada p2 ,pra copiar o iphone só pq teve rumores que virão assim , isso é inovação? pra mim chama plagio, e mau feito ainda! onde ficou a inovação simples e útil que a google trouxe como gesto de ativação de câmera , moto tela, assist etc? isso sim era inovação útil e bem aplicada, como esquecer uma excelente marca que foi na época google e antes também claro, e que morreu em 2014, que foi enterrada por uma outra horrível , lixo chinês de quinta , que tem mais processo por crimes contra o cdc e seus consumidores que clientes , piada que escreveu isso , não é atoa que que já começa a amargar queda de vendas , e vai piorar assim como piorou os aparelhos ficando feios , com peças vagabundas e com design chinês de 5ª, quem já teve motorola de verdade como eu, que só uso ela desde 2004 nunca vai recomendar , comprar ou aceitar oque a lenovolixo fez ,se ao menos fosse uma marca boa, de confiança , e que melhorasse oque já tinha até ia mais já e velha conhecida no Brasil por ser um lixo, eles destruíram tudo , igual fez com a antiga CCE que beirou a falência e foi processada até pelo m.p de sampa , LENOVOLIXO NEM DE GRAÇA!


  • acho que sempre deve renovar, mas jamais perder a identidade...

    um aparelho diferente do antigo, mas com um ótimo preço? ou algum detalhe que lembra dos anteriores...


  • Sou usuário da Motorola desde os tempos dos V3, depois tive um Defy, Razri, Moto X, Moto X2 e agora um Moto G4 Plus. Sobre a aquisição, acho que a Lenovo vai usar isso apenas para aumentar sua presença no ocidente. Não continuará com a filosofia da Motorola, que para mim, começou com o Razr i, oferecer um produto de qualidade à um preço acessível. Depois veio a linha Moto, para mim os verdadeiros telefones inteligentes, faziam frente a rivais mais robustos, não era apenas potência bruta, o Google ainda manteve essa filosofia. E isso vai acabar. Então se nostalgia é sentir falta da época que eles fabricavam telefones espetaculares, sem custar um rim. Então sou nostálgico e acho que a nostalgia faz falta.


    • Penso igualmente, serei nostálgico até a morte então! pois oque essa lenovolixo fez não tem perdão!


    • Que a Motorola fez escolhas ruins, isso ela fez. Meu primeiro smart foi o Flipout, muita gente achava horrível, mas eu achava simpático e o teclado físico ainda me parece uma boa ideia, passei pelo atrix, razr Maxx e hj estou no x2 (quebrado duas vezes) e não tenho vontade de sair do aparelho, apesar de estar defasado. A Lenovo poderia ter investido na motorola para ser uma empresa que trouxesse inovação e qualidade a um custo razoável, mas preferiu jogar sua filosofia no mercado ocidental, a Google só não ficou com ela pq ia perder muito se ela se dedicasse exclusivamente a uma marca.


    • Esses dias recebi um e-mail da Motorola dizendo que reservaram uma promoção imperdível do Moto G4... (mesmo sabendo que não seria respondido, desabafei! kkkkkk)

      "Prezados,

      Não entendi, reservaram o que?

      Me lembro que em 2014 comprei um Moto X 2ª geração por esse valor, diga-se de passagem, um celular fantástico e agora me oferecem pelo mesmo valor um celular inferior?

      Vocês devem no minimo duvidar da inteligência e capacidade de decisão dos clientes de vocês.

      É uma falta de respeito com o cliente, o que a Motorola vem fazendo no último um ano e meio.

      Convenci várias pessoas a comprar aparelhos da marca e recomendei a todos sem exceção e hoje por causa do sucesso de vendas vocês acreditam que podem oferecer qualquer coisa pelo valor que bem entenderem... Vergonhoso, muito vergonhoso...

      Eu falava do respeito da marca Motorola com o cliente, e o que os aparelhos ofereciam pelo preço que pediam... para agora vocês se igualarem a marcas como a Samsung e Apple.


      O meu desejo hoje é que vocês se arrependam muito das decisões que têm tomado em relação ao mercado e aos clientes."

      Respirei e encaminhei.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


  • Acredito que o meu problema principal com a Motorola (ou Moto by Lenovo né) seja o aumento de dispositivos e o preço. Por exemplo, em 2014:

    Moto E = R$ 500, de entrada
    Moto G = R$ 800, intermediário
    Moto X = R$ 1500, top de linha
    Moto Maxx = R$ 2500, monstro

    Aí chegou 2015 e bem... Três Motos Xs, dois Motos Gs, um Moto E, uma bagunça até mesmo nos preços. Eu até compreendo o aumento nos preços dos produtos da Motorola devido ao dólar e tal mas foi decepcionante ver Moto X Style chegando por 2500 e Moto G3 chegando a custar mais de mil Reais. Enfim, eu já aceitei que a motorola de 2014/13 morreu, mas eu sinto saudades, espero que a Moto do CxB imbatível (ou quase) e com um dispositivo pra cada tipo de usuário apenas (sem Z Force ou Z alguma coisa) volte um dia...


  • E vocês se lembram o que aconteceu com a Nokia? Foi comprada pela Microsoft em 2013 e, 1 ano depois, a Microsoft já estava trazendo novos aparelhos sem a marca da finlandesa.
    Pois é! Esse dia está próximo no caso da Motorola.
    Pode ser que muito em breve, aconteça uma das duas coisas:
    ► A linha Moto será extinta, junto com a marca "Motorola" em si (improvável, à curto prazo);
    ► A linha Moto pode continuar por mais uma geração, mas os próximos aparelhos já não contarão mais com o "M estilizado" na parte de trás, e selos e a própria embalagem já creditarão o aparelho a Lenovo, propriamente dita (isso ainda não acontece nos aparelhos de 2016, mas o fato do Moto Z vir com a tela de boot escrito "moto" ao invés do logo da Motorola e a embalagem do Moto G⁴ já mostrar a marca "Lenovo" já serve de alerta).

    Torcer para que a Motorola Solutions seja um alento para os "viúvos" da marca norte-americana em telefones celulares, assim como a Nokia Technologies será a salvação pra quem espera ver um novo aparelho com a marca da finlandesa depois de anos de hiato (os dumbphones com a marca "Nokia" lançados pela Microsoft não contam).


  • único medo que tive foi mudar a interface...tirar o "quase puro" e colocar uma personalizada pela Lenovo


  • Aquela ideologia da Motorola de 2013, 2014.. acabou quando ela foi comprada pela Lenovo. Sua opinião foi muito bem exposta.

    CAV


  • Perfeito o artigo. Quem vive de passado é museu. Eu sou consumidor de aparelhos motorola desde a linha RAZR, e sei entender que aquela Motorola, aquela que produzia o V3, essa acabou, faleceu, fim. Fica o nome "moto" e bola pra frente com Lenovo! Os chineses não decepcionaram quando assumiram a linha de PCs da IBM, e não decepcionaram quando assumiram a Motorola!


  • Confesso que fiquei com o pé atrás quando a Lenovo comprou a Motorola, portanto, a gigante chinesa está me surpreendendo com a linha Moto!!! Só gostaria de ver a tecnologia Shatter Shield na linha de intermediários da empresa!!! A concorrência ia pirar!


  • Evolução é necessário , mas evolução com qualidade , não vejo necessidade em lançarem uma penca de gadgets , focando 1 gadget por segmento (low,midle e high) e dando bom suporte seria o suficiente, provavelmente ganhariam mais , vamos acompanhar o desdobramento ao longo do tempo , a nível global a Lenovo está perdendo share , esperemos que reverta a situação.


  • Discordo. Fiquei 2 anos com meu Moto G 4G (1Gen): aparelho resistente, rápido o suficiente para tarefas do dia a dia, tela confortável e custo/benefício imbatível. Agora, pensei em comprar o Moto G4 mas fiquei pasmo com a fragilidade da construção, o tamanho grotesco da tela e as especificações exageradas que aumentaram muito o custo. Sabe o que eu fiz? Fui no quiosque da Quantum aqui em Curitiba-PR e comprei o Quantum Go 4G 32Gb numa promoção de R$ 999,00 - ou seja, R$ 300,00 a menos que o Moto G4, sendo que eu ganhei o dobro de armazenamento, uma construção muito superior, Android igualmente "puro", tela ergonômica (esse quesito pode ser de caráter pessoal, mas até hoje não vi ninguém conseguir se adequar bem com tela 5.5'), e preço sensacional para a experiência incrível e desempenho que oferece. Falo isso pra dar o exemplo que a Motorola/Lenovo destruiu sim a linha Moto G, e olhar pra trás, no caso se aproveitar da nostalgia para identificar o que fez desta linha a líder do mercado por um bom tempo, seria algo excepcional, de grande valia para que os aparelhos pudessem oferecer muito mais pela faixa de preço exagerado sob a qual são vendidos.


    •   32
      Conta desativada 09/08/2016 Link para o comentário

      Isso sim que é mostrar uma opinião imparcial. Mesmo sendo usuário (ou ex usuário, sei lá) da marca, conseguiu enxergar a realidade, diferente de muitos outros.


    • Cara linha da motorola é igual a da Samsung.
      J3 x moto g4 play
      J5 x moto g4
      J7 x moto g4 plus.
      A diferença é o quanto os Moto são superiores em inovação em relação aos Samsungs?
      Qual marca te entrega um Android limpo?
      Que trás funcionalidades que realmente façam diferença no seu dia?
      Uma câmera e acionamento rápido,
      Oq vc quer? Os preços daquela época ou oq?
      A motorola está praticando oq prática seu concorrente em termos de valor. A diferença é que a Motorola inova sendo sempre justa por quem opta pela marca.
      Não vejo falando da Samsung com o J3 custando oq custa hj... Vs um g4 play...
      Desculpe mas em disputa de qualidade o mercado da motorola não é disputar com a quatun go. A quantun está de parabéns por seus méritos , e que bom que deixe seus usuários satisfeitos , mas não é o caso de achar q a Motorola morreu.
      Motorola é inovação.


    • Eu prefiro a Motorola porquê tinha bastante atualização, mas agora que a lenovo assumiu, acho que vou trocar de marca. Talvez eu pegue um iPhone.


    • O mesmo pode se dizer da linha "S" da Samsung e outras linhas de sucesso que viraram celulares "top de linha".


  • galera eu vendo motorola. no inicio quando mudou pr lenovo fiquei muito chateado pela mudança e a estinçao da marca motorola. mas com o passar do tempo. estou muito contente com as inovaçoes que a lenovo esta trazendo pr linha moto.


  • Nostalgia ou não, achei de muito mau gosto esse sensor quadrado e saliente na frente do moto g4 plus. No moto z, além de colocar o mesmo sensor, ainda colocou um nome moto, sem necessidade, deixando a borda inferior grotesca. No entanto, reconheço que a lenovo aprimorou a série moto e acertou ao manter o android puro. #MotorolaForever


  • Concordo plenamente, esse povo é muito chato! Se n gostou da nova Motorola simples, não compre o aparelho pq ninguém é obrigado a nada.

    Conta desativadaConta desativada


  • Pra mim a Motorola Morreu em 2014 com a Segunda geração da linha Moto. O que veio depois disso, com os preços aplicados, e de qualidade inferior não passam de porcarias de plastico feitas com lixo reciclado. No dia que a Moto by Lixonovo fizer uma linha que supere em todos os sentidos a Linha RAZR e a linha Moto by Google, eu penso em me interessar pela tal "motorola" de agora.


  • Desse modo então, "bola para frente que atrás vem gente".


  • Minha única crítica é quanto à quantidade de aparelho que estão sendo lançados, no mais, tenho gostado bastante!


  •   45
    Conta desativada 08/08/2016 Link para o comentário

    Ainda são muito feios.. O Maxx nem tanto.


  • Até agora ela esta acabando com o que tinha da Motorola, maldita Lenovo e nem irei falar dos aparelhos dela o a7010 muitos reclamam dos travamentos e o Viber k5 com Adicionar ao snapdragon com uma péssima memoria volátil e péssimo leitor de microsd deixando o aparelho lento...
    Não adianta por o leitor de digital e o resto não presta e um snapdragon 617 que é mais lento do que 410
    Pior é vender viber c2 mais ruim do que k5


    • Primeiro que a maioria macica dos comentários sobre o Vibe A7010 são positivos, o aparelho é excelente, sobre o K5 eu concordo, mas parece que o problema já esta sendo resolvido, terceiro é que não se sabe daonde voce tirou que o Snap 617 é mais lento que o 410 e em quarto lugar, qual o problema é o C2 ser "mais ruim" que o K5?


  • não tem como esquecer o que a motorola fez em 2013 com o moto g. impossível


  • Cara, tu já zerou mesmo o NETFLIX?? Caral...