Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Por que os tops de linha não estão evoluindo tanto quanto os aparelhos mais baratos

Por que os tops de linha não estão evoluindo tanto quanto os aparelhos mais baratos

Uma tendência interessante no mundo dos smartphones tem se consolidando ao longo dos últimos dois anos. A diferença entre o melhor e o pior diminuiu drasticamente. Aparelhos de baixo custo têm se aproximado cada vez mais dos top de linha em desempenho, enquanto as melhorias ano a ano para dispositivos topo de linha têm sido cada vez menores. Mas por que isso está acontecendo?

A ilusão de inovação

Parte da razão para isso reside justamente no desejo dos fabricantes em fornecerem inovações atraentes, o muitas vezes acabam perdendo o foco em inovações que importam. Mudanças do jogo, se você quiser. Cada ano os fabricantes tentam garantir que seus novos telefones ofereçam funcionalidades novas e excitantes, mas eles sempre parecem ficar aquém da marca ou das expectativas de seus consumidores.

Um exemplo recente é a tecnologia de escaneando de impressão digital. Esse recurso se tornou popular ao longo dos últimos anos, mas a sua usabilidade ainda não é perfeito, se restringido basicamente a permitir o desbloqueio do aparelho e o pagamento mobile em mercados restritos.

samsung galaxy s6 edge plus keyboard
Teclado físico realmente não era o que esperávamos como inovação em 2015. / © ANDROIDPIT

Apesar de representar uma das maiores inovações dos últimos anos, empresas como LG ainda não adotaram o sensor de impressões digitais em seus aparelhos, e o suporte nativo a este recurso somente chegou com o Android 6.0 Marshmallow.

Que outras tendências podem ser observadas no mercado high-end? Temos observado grandes aumentos na resolução de tela, e agora temos smartphones com telas 4K. No entanto, estes fornecem a mesma função (isto é, mostrando o que está acontecendo na tela), como telefones com telas de baixa resolução, como 720 x 1280 pixels. Não é um novo - ou importante - recurso, basta uma melhoria sobre o que já estava lá, é uma evolução natural e não uma inovação.

sony xperia z5 premium front display
Xperia Z5 Premium com tela 4K pouco oferece de melhor em relação ao Z5 convencional. / © ANDROIDPIT

Smartphones não mudaram de forma significativa desde a sua criação. Olhe para as capacidades do primeiro telefone Android, o HTC Dream, a partir de 2008. Ele tinha uma tela sensível ao toque, Bluetooth, GPS, suporte a cartão microSD, Wi-Fi e uma câmera traseira. Desde que os telefones Android acrescentaram a segunda câmera, outras melhorias, como o software fornecido pelo "revolucionário" Galaxy S6 Edge, têm sido quase embaraçosamente sem importância.

Smartphones podem rodar aplicativos, tirar fotos, acessar a internet, enviar mensagens e fazer chamadas, como podiam os telefones de cinco anos atrás. Nenhum desses recursos tem mudado a um grau que faz com que esses telefones mais velhos significativamente menos útil do que um telefone moderno.

moto e 2015 abre
Moto E 2015, sinônimo de aparelho de bom e barato / © Motorola

A segurança é um problema para dispositivos mais antigos; claro, e a qualidade da câmera é pior em telefones mais velhos, e eles não podem executar os aplicativos mais recentes. Mas para todas as supostas inovações que desembarcam a cada ano - resolução 4K, displays com bordas curvas, leitor de digitais, monitores de frequência cardíaca - eles não estão adicionando nenhuma funcionalidade vital. Eles apenas fazem os telefones parecerem um pouco mais legais e chamativos do que eram antes, isso é tudo.

A evolução do essencial

Em vez de tentar produzir novas e excitantes características para abastecer suas campanhas de marketing, dispositivos mais em conta têm contado com uma abordagem diferente: fazendo o essencial, e fazendo bem. É por esta simples razão que os dispositivos de entrada e medianos estão se tornando mais interessante, e estão melhorando em um ritmo mais rápido, enquanto que a gama premium de aparelhos pouco inova, além do preço que sobe todo ano. Até um componente essencial como bateria parece ser posto de lado pelos grandes lançamentos.

Pense no Xperia Z5 com tela Full HD vendido por aqui pelo preço de R$ 4.299, custando até 10 vezes o valor de um aparelho de entrada que fornece basicamente as mesmas funções. Não que você não deva comprar um aparelho topo de linha, é que para a maioria dos usuários um aparelho de entrada agrega praticamente as mesmas funções por uma fração do preço de um high-end.

Preço maior não significa necessariamente qualidade.
vibeuiandroidlenovovibe
O Lenovo Vibe A7010 trouxe a tela FullHD e o sensor biométrico para a faixa intermediária. / © ANDROIDPIT

Em breve veremos os anúncios do Galaxy S7 e do LG G5, e esperamos que tais aparelhos possam trazer algo realmente novo, capaz de justificar a posição de aparelho top de linha e também o elevado valor que será cobrado pelos mencionados dispositivos.

E você, o que acha dessa evolução dos aparelhos de entrada?

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  •   44
    Conta desativada 23/01/2016

    Muito bom o texto.
    Podemos notar que para quem compra smartphones intermediários esta começando a fazer sentido um ciclo de troca maior (média 2 anos). Foi detectado queda de vendas no setor, não é atoa que as empresas estão tentando encontrar e descobrir novos atrativos para que se renove o ritmo de vendas de smartphones.

    =]

  • Jairo rios 23/01/2016

    A pseudo evolução estagnou , só comparar o mercado de PCs e smartphones , máquinas poderosas são só para nicho (jogos pesados etc) , para o dia a dia os intermediários atendem com sobra.

64 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Porque estão ficando muito caros pelo fato de ter que incorporar tecnologias mais caras para fazer algum diferencial, por que de resto é é tudo igual.

    Então os mais baratos evoluem e deixam de ser baratos por conta do que começam a agregar de tecnologia - desnecessária à maioria que vai (ia) atrás - a citar os Moto XPTO.

    Isso me lembra os que há anos compram PCs ultra mega turbo para utilizar Word, Excel e Power Point.


  • Os preços dos smartphones top de linha estão muito caros e acabam deixando a desejar, pois quebram muito rapido e os usuarios sao obrigados a trocar, e ficam com celulares de entrada que alguns sao bons atendem os pedidos dos usuarios e ficam mais tempo com eles, eu msm em particular prefiro um top de linha


  • Esperamos essa evolução nos aparelhos de entrada. Tá osso ter topo de linha no Brasil.


  • Eu sou usuário de Android desde 2010 e nesse tempo só tive dois dispositivos: Galaxy Y GT-S5360B e o meu atual, Moto E XT1025. Eu usei meu Galaxy Y até 2014, quando comprei o meu Moto E, o dispositivo da Motorola com a ajuda dos desenvolvedores independentes pode aguentar facilmente até 2018 mais ou menos. Na minha mão, celular sempre teve uma vida útil muito longa, em toda a minha vida eu não tive mais que 5 ou 6 dispositivos.


  • Acho o lenovo a7010 um ótimo exemplo de como um aparelho pode ser muito bacana sem ter um preço absurdo.


  • A gente só troca de celular por que é obrigado eles não dão suporte a atualizações nem por 2 anos.


  • Acho a grande diferença de preço o principal ponto!


  •   85
    Conta desativada 24/01/2016 Link para o comentário

    Os smarts não mudam muito, vc decide não trocar, e a fabricante não libera mais atualização pq seu aparelho é "absoleto" já....

    Triste história real baseada em quem compra Samsung... 😂👌


  • O iPhone por exemplo não deveria ser considerado top de linha... Não é porquê roda tudo que é top... As especificações fazem dele um mid e a Apple cobra um preço absurdo por especificações fracas... Se for olhar as especificações comprar um Moto G3 é mais vantagem que um iPhone


    •   85
      Conta desativada 24/01/2016 Link para o comentário

      Hahahahahahahah Moto G3 melhor que um IPhone 6s, sério isso cara? Ser fã de Android é uma coisa, agora não ter noção do que fala....


      • Onde você viu ele dizer que é melhor? Criticar comentário é uma coisa, agora ser analfabeto funcional... Ele disse que é mais vantagem comprar um Moto G pela relação custo-benefício.


      •   44
        Conta desativada 24/01/2016 Link para o comentário

        @Jonas D.
        "As especificações fazem dele um mid e a Apple cobra um preço absurdo por especificações fracas... Se for olhar as especificações comprar um Moto G3 é mais vantagem que um iPhone"

        Se não houve comparação ai amigo, me desculpe, mas devo voltar para a escola para estudar interpretação de textos. Vantagem é qualitativo, grandeza.
        Como em uma corrida, um corredor leva vantagem sobre o outro pela sua capacidade física. E ele não citou relação custo beneficio, e isso ficou explicito em ele citar que "Se for olhar as especificações".

        (que aliás, o autor do comentário se mostrou não ter conhecimento em citar que especificações do Iphone são fracas e comparáveis a um mid, de fato o mesmo só compara números e não tecnologias)

        Abraços.


      • O cara não falou "melhor que"... Falou "vantagem"... Seja menos...


      • Cara... Em todos os posts, seus coments arrogantes são muito infelizes... E pior que tão espalhados no site todo... Seja menos... Pro site não faz diferença alguma sua falta de educação, mas pros novos visitantes, faz... Mandar o cara se fu* e logo depois escrever "abraços"... Procura terapia, rapaz... Em fórum não se resolve problema de auto estima não...

        >> Curti a matéria. Queria saber mais sobre o recurso em que citaram o S6 :-)


      •   44
        Conta desativada 25/01/2016 Link para o comentário

        [Editado]
        Em nenhum momento xinguei o usuário e nem usei palavras ofensivas, houve sim uma edição do comentário, para complementar meu entendimento.
        Já repensei minha atitude no site e admito que estava me deixando levar por emoções e por grande ignorância, mas eu já a mudei a um tempo, e sei que posso melhorar ainda mais, evitando discussões desnecessárias e respeitando o gosto pessoal de cada um (mesmo que este fale besteiras).

        Em relação ao meu entendimento do comentário, a palavra em questão: "vantagem", incita algo qualitativo e quantitativo, mas é claro, se o seu entendimento é outro, vou respeitar.

        Se você não gosta da minha pessoa, não concorda com a minha atitude, lhe recomendo ignorar meus comentários e fazer da minha existência nula. Acredite, isso não irá mudar sua vida e nem mesmo a minha.

        Ah obrigado pela opinião, tentarei fazer ainda mais mudanças, tentando não poluir o site com a minha ignorância.

        Obrigado e abraços.

        (obs.: meus comentários não são ofensivos, a não ser quando me atacam. Infelizmente não sou pessoa de ficar calada e abaixar a cabeça para xingamentos proferidos a minha pessoa. Se não estão satisfeitos com a minha conduta, peço-lhe que mande um e-mail para equipe do AndroidPit, se a equipe julgar necessário minha saída do site, eu o farei respeitosamente)


      • Caro amigo Elerson, parabéns pela atitude de humildade em reconhecer q estava cometendo um erro, se agirmos assim com certeza estaremos melhorando a cada dia, vc ta certo em evitar discussões desnecessárias, a discussão quando é benéfica, abre a mente das pessoas e assim conseguem mudar um modo de pensar e entender que em um convívio social, podemos ter pontos de vista diferentes, mas respeitando a opinião e gosto de outras pessoas, só assim conseguimos mostrar que somos realmente seres humanos racionais, ao contrario de irracional, que acha que só a sua unica opinião ou gosto dele próprio equivale a tudo, quando mostramos atitudes assim, já é um sinal que de alguma mudança em nós está acontecendo.

        Um forte abraço amigo

        MarkConta desativada


      •   44
        Conta desativada 26/01/2016 Link para o comentário

        Muito obrigados pelas palavras e apoio Gilmar L.
        Parei e pensei muito sobre minha atitude aqui no Androidpit. Eu sempre prezei por uma discussão sadia em comunidades e fóruns de discussões, e acabei me desvirtuando desse caminho aqui no Androidpit, discutindo por besteiras e deixando me abalar por criticas, sendo ignorante a um ponto que eu mesmo não me reconheci ao reler muito dos comentários que fiz no site. Acredite, não sou assim na vida real, sempre ouço as pessoas, tento ajudá-las com meu conhecimento, enfim dizem que sou uma pessoa agradável e divertida.
        Não irei editar esses comentários, mas vou deixar eles no site para me relembrar de que esta pessoa não sou eu, e que sou melhor que isso.
        Desde já peço desculpas a todos que repreendi ou deixei uma má impressão sobre a minha pessoa.

        Muito obrigado e um forte abraço.


      • É isso aí guri, boa sorte

        MarkConta desativada


    • Concordo com você, até pelo óbvio. Moto G3 além de oferecer muito desempenho, custa bem menos. Continua a ser um excelente aparelho. Conheço pessoas que tem ele e o IPhone 6, e gosta dos dois, além de reconhecer o seu Exelente custo e benefício.


  • Ótima matéria. Smartphones intermediários chegaram para ficar mesmo; e se nenhum top de 2016 vier com uma real evolução (bateria, por exemplo), aí vão perder mercado mesmo


  •   44
    Conta desativada 23/01/2016 Link para o comentário

    Muito bom o texto.
    Podemos notar que para quem compra smartphones intermediários esta começando a fazer sentido um ciclo de troca maior (média 2 anos). Foi detectado queda de vendas no setor, não é atoa que as empresas estão tentando encontrar e descobrir novos atrativos para que se renove o ritmo de vendas de smartphones.

    =]


  • Em minha opinião penso que talvez não chegamos na barreira final da inovação, porém estamos parados no caminho, vou listar algumas coisas que eu teria vontade de ver em novos smartphones.

    Maior capacidade de bateria e carregamento turbo juntos, dual boot de fábrica pra Android e Windows Phone, uma integração mais bem trabalhada dos smartphones com SmartTVs e PCs, telas flexíveis, certificação de resistência a água e poeira sendo algo primordial até porque o custo de smarts tops são elevados e nada mais justo que eles já virem com isto, e pra finalizar acho que o projeto Ara já está na hora de começar a chegar ao público, porque a obsolência programada já está totalmente fixada neste nicho de eletrônicos.


  • A pseudo evolução estagnou , só comparar o mercado de PCs e smartphones , máquinas poderosas são só para nicho (jogos pesados etc) , para o dia a dia os intermediários atendem com sobra.


  • Discordo da parte que diz que o Vibe A7010 trouxe a tela Full HD aos intermediários.
    Outros aparelhos da Sony, e da própria Motorola já haviam o feito antes.


  • Juntando tudo a evolução que queremos é uma boa bateria e atualizações do Android por longo período. Só isso. Mas tá difícil...


  • Poderiam ser mais específicos e citar o que esperam por uma função "vital"? Um smartphone é feito pra ligar, mandar mensagens e acessar a internet, qualquer outra função que ele tenha a mais foge do pretendido "função vital".


  • celular barato todo mundo compra, então é melhor investir nos apareklhos de entrada, ainda mais em epoca de crise.


  • Realmente, a cada ano estamos tendo facilidades novas, mas nada vital. Como exemplo uso o display curvo da Sammy, o 3D Touch da Apple e o Continuum da Microsoft. São coisas novas, uteis dependendo do uso, mas nada vital, e não justifica o preço cobrado ser muito maior que o de aparelhos sem tal tecnologia. Outras coisas, como tela e câmeras, são diferentes, pq desde sempre se usa smartphones para tirar fotos, e a tela sempre está ali. A tela 2k agora tem a utilidade de ser usada para VR, e também pq a qualidade das câmeras estão subindo, e uma "simples" tela full hd não consegue mostrar todos os detalhes que uma tela QHD consegue. Basta olhar as câmeras, por exemplo do Xperia Z5, do iPhone 6s e do Lumia 950 XL, são tão boas, tão poderosas, que olhar seus resultados em qualquer tela chega a ser um insulto.
    A unica coisa que não está acompanhando telas, câmeras e processadores é a bateria, cada vez menos eficiente, principalmente em tops de linha, salvo um ou outro que tem bateria boa, mas ai seu foco é a bateria, e na minha opinião a bateria devia ser boa em todos, e não uma feature exclusiva de uns poucos.


  • Smartphone ta mais caro que notebook, e as inovações em função chegam lentamente.. A última e mais promissora é o sensor de pressão na tela, mas sem usos criativos e interessantes nos apps não vai impressionar no começo . Logo a diferença entre o premium e intermediário é mais tênue por falta de novidade os intermediários se aproximam dos top, a não ser que a empresa engane o consumidor e lance o mesmo hardware seguidamente (moto g 2015)


  • Hoje a evolução dos smartphones se resume a poder gráfico e computacional com pequenos acréscimos em tela, câmera e memórias mais rápidas. O top de hoje será o intermediário daqui a três anos. Atualmente estou com um idoso S4 mini que me atende bem no que ele faz, porém sinto falta do meu S6 e sua agilidade ímpar em executar emuladores pesados e jogos com efeitos gráficos aprimorados, no mais, para redes sociais e navegação básica o Mini está se saindo bem, então devo comprar o S6 mais barato no fim do ano, já que o S7 ainda estará terrivelmente caro na próxima Black Friday.


  • [Off - Topic] Pessoal, bom dia!
    Ainda vale a pena baixar o Tubemate no aptoide. Tem alguma sugestão quando for baixar?


  •   55
    Conta desativada 23/01/2016 Link para o comentário

    Vai continuar aumentando, pois, são poucos os que querem pagar R$ 2.000,00 a quase R$ 5mil reais num aparelho. Isto é irrisório para nossa realidade onde o salário mínimo não é nem R$ 900,00, ou seja, um smartphone intermediário fica nesta faixa do salário mínimo e chega até a ultrapassar o mesmo. Acredito que tecnologia nenhuma possa justificar os altos preços, mais sim, a ganância das empresas em ganhar muito aqui, porque brasileiro paga mesmo, e os muitos impostos.


  • Mas isso é uma questão de lógica, conforme as tecnologias que antes eram caras vão abaixando se popularizando e como consequência os preços abaixam, assim acabam entrando em aparelhos mais baratos.


  • A resposta é única e óbvia: as mudanças de um modelo antigo para um mais novo são mínimos, ou seja, o custo de desenvolvimento e produção desses aparelhos "mais modernos" também são pequenos. Mas o preço de venda é sempre maior, por ser algo "novo e tecnologicamente superior",e tbm pq as empresas são espertas o suficiente para perceber que há muitos consumidores que gostam de ostentar o celular do momento, mesmo que ele acrescente pouco aos que já são vendidos. Resumindo: não há muito o que inovar/acrescentar, produzem um novo aparelho custando mais que o anterior e os bobões caem no marketing das empresas que riem da nossa cara lucrando horrores, dando pouco em troca.


  • O Computador Pessoal também desde q foi inventado é monitor teclado e mouse, sem revoluções.


  • Nossa e pensar que uma tela Hd 720p, seria hj chamada de baixa resolução, me surpreende. Realmente os telefones evoluíram tanto que fica cada vez mais difícil de se notar uma inovação aplausível.


  • Está evoluindo a passos de tartaruga... Mas temos essa sensação de que os tops não estão evoluindo tanto como os intermediários e os de entradas porque há muito tempo esses setores estavam praticamente "congelado no tempo" pelas fabricantes que não colocavam resoluções de tela decente, memórias decentes, "qualidade decente" e era raro ver atualização nos aparelhos. Desde uns anos pra cá esse cenário veio mudando para melhor.


    • O que falta evoluir é a fidelidade das empresas em questão de atualização de SO e de segurança prós aparelhos de entrada. Tenho um Nokia Lumia desde que o WP 8 existe, e está sendo atualizado pra WP 10


  • os aparelhos de entrada e intermediários estão realmente muito.bons... eu gostei bastante do moto X play e desse lenovo que saiu agora... eles vem com chips excelentes que no dia a dia VC usa numa boa


  • Perfeita matéria.


  • Obrigado pela matéria, Flávio. Falou e disse!!


  • Por isso sempre compro Top de linha do ano anterior. Geralmente custa menos da metade do preço do lançamento.


  • Parabéns à quem escreveu. Só.


  •   100
    Conta desativada 23/01/2016 Link para o comentário

    Eu acho muito boa a evolução dos aparelhos de entrada!

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.