Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Apple não está na CES, mas nenhuma marca se esqueceu dela

Apple não está na CES, mas nenhuma marca se esqueceu dela

Tradicionalmente, a Apple não participa da Consumer Electronics Show, a conhecida CES, que acontece todo início de ano na cidade de Las Vegas. Isso não significa que a empresa de Cupertino não esteja presente de certo modo, principalmente como parte de outros produtos inteligentes que são lançados por lá. 

Enquanto o MWC, em Barcelona, costuma reunir as novidades voltadas para o mercado de dispositivos móveis, vestíveis e software, a CES tem se tornado o palco das novidades relacionadas ao consumo inteligente de modo geral, como carros, eletroeletrônicos e eletrodomésticos para uso de sistemas Smart Home, entre outros. As grandes fabricantes desses segmentos apresentaram novidades por lá e, curiosamente, a menção honrosa de cada novidade apresentada por LG, Sony e Samsung era a Apple. 

Todas essas empresas lançaram televisores modernos, com painéis OLED e resoluções 4K e 8K, por exemplo, com tecnologias e recursos Apple. A Samsung, por exemplo, vai disponibilizar com exclusividade o aplicativo iTunes em Smart TVs da marca que rodam com Tizen OS vendidas em 2018 (modelos selecionados), via atualização de software, enquanto futuros televisores já sairão com o app de fábrica. Assim, usuários poderão alugar filmes e shows do catálogo da Apple sem precisar de uma Apple TV ou de um iPhone (ainda bem, né?).

LG, Vizio, Sony e Samsung também estarão incorporando em TVs vendidas a partir deste ano o recurso AirPlay 2, que tem a mesma finalidade de um Chromecast, mas que é compatível apenas com aparelhos com iOS, ou seja, iPhones e iPads.

Mídias, como vídeos e fotos, poderão ser espelhadas em televisores dessas fabricantes através de iDevices compatíveis. A própria Apple divulgou uma lista final e oficial de modelos compatíveis com AirPlay 2 de outras marcas.

mastvsam
TV Samsung rodando Tizen e com o app iTunes, da Apple / © Samsung

O grande destaque, contudo, ficou por conta da Sony, que apresentou uma série de TVs que, além de contarem com o espelhamento via AirPlay 2, oferecem suporte ao HomeKit. Mesmo rodando Android TV, os televisores das linhas Bravia A9G OLED 4K, Z9G 8K LCD e X950G poderão ser conectados ao aplicativo Home (Casa, em português) do iOS, permitindo que o usuário possa controlá-las remotamente através de seus iPhones.

O Home é uma espécie de central que reúne dispositivos inteligentes para controle remoto, como lâmpadas, interruptores, câmeras, speakers e TVs.

Além de promover maior inclusão aos usuários de iPhones, esses lançamentos são sinais claros de que a Apple está investindo forte em Internet das Coisas e em Smart Home, dois segmentos que são atualmente dominados pelo Google e pela Amazon. O Google Assistente, pro exemplo, já está presente em um bilhão de aparelhos inteligentes, enquanto a Amazon Alexa segue na cola. 

Os produtos anunciados por essas marcas citadas no artigo devem chegar ao Brasil nos próximos meses, custando caro, mas já é um bom começo para uma nova era onde produto Apple não é sinônimo de ecossistema fechado.

CES

Artigos recomendados

2 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Eu já até tinha me esquecido, mas o artigo me fez lembrar da marca da maçã mordida.


  •   41
    Conta desativada há 8 meses Link para o comentário

    É sempre bom notar a unidade formada entre concorrentes para promover o avanço tecnológico focado no bem comum dos seus usuários: o conforto. Nunca é demais para todas as gigantes tecnológicas se unirem para proporcionar qualidade de vida.