Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 78 Comentários

Enquete: até que ponto você aceita smartphones sem manutenção?

Todos os meses diversos smartphones são lançados, prontos para atraírem nossa atenção. Alguns realmente achamos lindos, e curtimos as especificações. Compramos. Mas nos esquecemos de observar qual o índice de manutenção desse aparelho, e isso pode custar bem caro depois de um tempo.

Alguns sites como o iFixit analisam os aparelhos mais famosos e dão vereditos sobre a sua capacidade de manutenção. Abrem os aparelhos até as últimas peças e avaliam o quão fácil é consertar alguns dos problemas mais comuns como tela quebrada, sensor queimado, botões estragados, entre outros.

Percebe-se que, cada vez mais, os smartphones são mais difíceis de serem consertados. Não que seja impossível, mas sabemos bem que quanto maior a dificuldade, maiores as chances de um técnico nos dizer: "Olha, vai ficar tão caro consertar isso que eu acho mais fácil comprar outro".

E assim, mesmo sem perceber, aumentamos o já gigantesco volume de lixo eletrônico no mundo, com um aparelho funcional e de boa qualidade, mas caro demais para ser consertado.

AndroidPIT Rosa with the bin 0383
Você deve conhecer alguém que já teve que jogar um aparelho quase novo no lixo / © AndroidPIT

Há o contraponto de que, muitas vezes, nós mesmos não ficamos mais do que dois anos com um aparelho. Com tantas propagandas, a pressão social e nossa própria vontade de ter mais, quase depois que compramos um celular já estamos de olho no próximo, reclamando em silêncio que acabou de lançar a nova versão do nosso.

Finalizo o pensamento com a expressão que é a cereja do bolo: obsolescência programada. Essa dificuldade na manutenção não é sem querer, pelo contrário. E eu acredito que a manutenção deveria ser pensada junto ao design, e que um produto não deveria ser aceito como finalizado enquanto não cumprisse requisitos básicos de conserto.

Mas é algo pelo qual ainda não lutamos, e mesmo difícil de consertar, continuamos comprando aparelhos assim porque, afinal, se não comprarmos eles, quais iremos comprar?

Então, hoje eu quero saber:

Até que ponto você aceita smartphones sem manutenção?

Participe! Vote acima e deixe seu comentário abaixo!

41 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Phelipe B. há 3 meses

    Nunca parei para pensar em manutenção, embora ache que as fabricantes deveriam ser obrigadas a disponibilizar esquemas técnicos de hardware e dar suporte de software por, no mínimo, três anos.

  • Rogério Dias há 3 meses

    Nunca fiquei mais de 10 meses com um smartphone, portanto ignoro quesitos como manutenção ou atualização de software. Ultimamente, devido as dificuldades financeiras, estou repensando: é preciso interromper esse ciclo vicioso.

  • Kerssy Jhonnes Wistherpon há 3 meses

    Brother, Deivis a bateria dele é de 5.000mph passa 2 dias mesmo e se usar com uso moderado vai até 3 dias, já com uso pesado redes sociais, vídeos, jogos entre outros fica até 1 dia e meio, fora que tem opções de economia de bateria que não usei ainda. Até agora não tenho o que reclamar não trava e também tem 4 GB de RAM, 32 GB Interno e Snapdragon 652 octacore.

  • Lígia B. há 3 meses

    Até considero, mas nunca foi fator determinante. E nem tem como ser determinante nos dias que vivemos, já que cada vez mais fazem os bens durarem cada vez menos, e isso não é só com os celulares.

  • Deivis Schuman
    • Mod
    há 3 meses

    E a bateria dele, passa de dois dias mesmo?

78 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Na pesquisa por um smartphone pesquiso primeiro o que se há de melhor no mercado em relação ao custo x benefício, (sim, sou o cara dos flagships dos anos anteriores e intermediário premium). Procuro assiduamente por possíveis problemas do modelo, sobre a previsão de atualização para futuras versões do android ( sim, acho que novas versões do android implementam muitas coisas, principalmente nas versões menos trabalhadas como motorola).
    Se o conjunto me agradar, não faço questão de bons designers quando consigo um bom custoxbenefício aliado a um smartphone "poderoso" e sem problemas recorrentes.
    Sou um Brasileiro comum, procuro bons produtos com preços médios.


  • Matéria perfeita. Assino embaixo de cada palavra da Stella. Ultimamente tenho me preocupado com o lixo eletrônico. Nunca jogo um aparelho fora. Ele passa por diversas mãos até terminar nas mãos de alguém mais carente. Depois disso não sei o que acontece.
    Antes eu trocava de aparelho todo ano. Agora estou ficando 2 anos com o mesmo e pretendo alcançar de 3 a 4 anos. Não tenho visto necessidade de troca, a não ser pela vontade de ter algo novo.


    • Tenho feito isso com qualquer eletrônico Sidney, tem Tv, Home Theater, roteadores e etc na casa de irmãos ou amigos!
      Temos que usar os produtos até acabarem, senão vamos morrer soterrados de tanto lixo.


  •   42
    Conta desativada há 3 meses Link para o comentário

    Eu troco de celular todo ano, nem me importo muito com isso! Mas não vou trocar meu Moto G5 Plus tão cedo!


  • Sou técnico, então não estou nem aí sobre qual é o índice de disponibilidade de peças para reparo de um smartphone que pego. Quem efetua reparo/garantia de troca ou solda de componentes do meu aparelho sou eu.


  • Poxa, Stella...você está de parabéns!!! Como a grande maioria, eu votei em: "Na verdade, nunca parei para pensar nisso" acredito que as empresas fazem isso de proposito justamente pra obrigar nós consumidores a comprarmos um novo aparelho de ano em ano.


  • O problema é q tem gente que paga preços absurdos pra ter um aparelho em seu lançamento. E o mesmo vai comprar o próximo e o próximo e assim por diante. A fabricante quer vender seu produto e vai fazer de tudo para que vc não fique com o seu por muito tempo, e a falta de suporte é uma dessas maneiras. Enquanto o consumidor aceitar essa condição, não haverá outra saída.
    O pior é que as fabricantes nos impõem tal situação, que nos deixa de mãos atadas.
    Quem sabe algum dias alguma fabricante chegue e se preocupe em oferecer poucos e bons aparelhos, dando suporte por tempo suficiente para usarmos por mais alguns anos.


    • Penso da mesma forma!!!


    • Empresas vivem de vendas e pensar que algum dia alguma empresa irá fabricar aparelhos para o consumidor ficar mais de um ano com ele é surreal. Elas dificultam a manutenção do aparelho realmente para caso ocorra algum acidente o mesmo seja trocado e não reparado.


      • Sim, é inimaginável no mundo atual se pensar nisso. Eu não espero que isso um dia realmente irá acontecer. Mas como eu disse, quem sabe?
        Isso passa tmb pelo ponto q eu falei: Nós aceitamos! Compramos ano após ano seus lançamentos!
        Um Note 4 até hje seria um puta aparelho. Ainda vendem baterias novas e originais dos mesmos. Eu tive até o ano passado e só troquei pq não teve jeito. E já não há mais suporte.
        Tô com o S7 Edge e não me vejo trocando por um S9, por exemplo, tão cedo.
        Logo, a mudança tem q começar por nós. Temos q fazer eles respeitarem o consumidor q paga caro por seus aparelhos e merecemos usá-los por um tempo maior!


  • Acho que pouco pensam em manutenção ao comprar um smartphone, tablet ou notebook. Pois muitos já pensam que daqui 1 a 2 anos vai trocar para um novo.
    Eu por exemplo sou pão duro mais penso do que ralei para ganhar esse din din. Se for gastar em algo, tem que gastar um pouco a mais para não sofrer com lentidão e durar muito tempo o produto. Por isso que meu bom e velho XPS 15 vai fazer 6 anos.


  • Uso a mais de ano um modelo da Alcatel pixi4.6 que não tem mais atualização. Tela boa em tamanho é um processador razoável. Gosto do aparelho pena que não obtenho mais atualização. Mas optei em fazer Root e tenho muitos aplicativos rodando e onde tenho acesso a muitos apps. Uma atualização nesse momento só estragaria.


  • Penso o seguinte quando eu tinha o moto x era bom sempre ter a versão mais recente do Android. Hoje em dia prefiro ter os patchs de segurança. A Motorola largou o moto x cheio de bugs sempre tava atualizado mas a atualização cheia de bugs. Prefiro ter uma versão estável e segura que uma nova cheia de bugs, gosto de atualizar mas não me importo em esperar para ter uma versão estável com tudo funcionando bem. E o Galaxy s7 que eu estou está muito mais estável que o moto x era, dizem que vai atualizar mas felizmente a Samsung já tem as funções que são implementadas no Android puro muito antes então nem tem muito pq atualizar.


  • Por isso que só compro aparelhos que tenha autorizada nacional, por que se não tiver e quebrar a tela ou outros problemas, pode jogar no lixo. Tenho um Galaxy A9 Pro nacional, não achei película, nem capa em loja nenhuma e olhe que moro na capital, tive que comprar pela Net, fico imaginando um importado.

Mostrar todos os comentários