Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Enquete: até que ponto você aceita smartphones sem manutenção?

Enquete: até que ponto você aceita smartphones sem manutenção?

Todos os meses diversos smartphones são lançados, prontos para atraírem nossa atenção. Alguns realmente achamos lindos, e curtimos as especificações. Compramos. Mas nos esquecemos de observar qual o índice de manutenção desse aparelho, e isso pode custar bem caro depois de um tempo.

Alguns sites como o iFixit analisam os aparelhos mais famosos e dão vereditos sobre a sua capacidade de manutenção. Abrem os aparelhos até as últimas peças e avaliam o quão fácil é consertar alguns dos problemas mais comuns como tela quebrada, sensor queimado, botões estragados, entre outros.

Percebe-se que, cada vez mais, os smartphones são mais difíceis de serem consertados. Não que seja impossível, mas sabemos bem que quanto maior a dificuldade, maiores as chances de um técnico nos dizer: "Olha, vai ficar tão caro consertar isso que eu acho mais fácil comprar outro".

E assim, mesmo sem perceber, aumentamos o já gigantesco volume de lixo eletrônico no mundo, com um aparelho funcional e de boa qualidade, mas caro demais para ser consertado.

AndroidPIT Rosa with the bin 0383
Você deve conhecer alguém que já teve que jogar um aparelho quase novo no lixo / © AndroidPIT

Há o contraponto de que, muitas vezes, nós mesmos não ficamos mais do que dois anos com um aparelho. Com tantas propagandas, a pressão social e nossa própria vontade de ter mais, quase depois que compramos um celular já estamos de olho no próximo, reclamando em silêncio que acabou de lançar a nova versão do nosso.

Finalizo o pensamento com a expressão que é a cereja do bolo: obsolescência programada. Essa dificuldade na manutenção não é sem querer, pelo contrário. E eu acredito que a manutenção deveria ser pensada junto ao design, e que um produto não deveria ser aceito como finalizado enquanto não cumprisse requisitos básicos de conserto.

Mas é algo pelo qual ainda não lutamos, e mesmo difícil de consertar, continuamos comprando aparelhos assim porque, afinal, se não comprarmos eles, quais iremos comprar?

Então, hoje eu quero saber:

Até que ponto você aceita smartphones sem manutenção?

Participe! Vote acima e deixe seu comentário abaixo!

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  • Phelipe B. 17/03/2018

    Nunca parei para pensar em manutenção, embora ache que as fabricantes deveriam ser obrigadas a disponibilizar esquemas técnicos de hardware e dar suporte de software por, no mínimo, três anos.

  • Rogério Dias 18/03/2018

    Nunca fiquei mais de 10 meses com um smartphone, portanto ignoro quesitos como manutenção ou atualização de software. Ultimamente, devido as dificuldades financeiras, estou repensando: é preciso interromper esse ciclo vicioso.

  • Kerssy Jhonnes Wistherpon 18/03/2018

    Brother, Deivis a bateria dele é de 5.000mph passa 2 dias mesmo e se usar com uso moderado vai até 3 dias, já com uso pesado redes sociais, vídeos, jogos entre outros fica até 1 dia e meio, fora que tem opções de economia de bateria que não usei ainda. Até agora não tenho o que reclamar não trava e também tem 4 GB de RAM, 32 GB Interno e Snapdragon 652 octacore.

  • Lígia B. 18/03/2018

    Até considero, mas nunca foi fator determinante. E nem tem como ser determinante nos dias que vivemos, já que cada vez mais fazem os bens durarem cada vez menos, e isso não é só com os celulares.

  • Deivis Schuman
    • Mod
    18/03/2018

    E a bateria dele, passa de dois dias mesmo?

78 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.