O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site.

3 min para ler 12 Compartilhado 22 Comentários

De quem é a culpa pelo atraso da atualização do OS do seu dispositivo?

A notícia de que a Google passou a exigir das fabricantes o uso das versões mais recentes do seu sistema operacional causou uma reviravolta no universo Android. E isso me fez recordar do infográfico publicado pela HTC colocando a responsabilidade pelo atraso na entrega das atualizações nas costas das operadoras de telefonia móvel. Mas quem é realmente responsável pelo atraso da atualização do OS do seu dispositivo?

update
A anatomia das atualizações do OS Android. © HTC

Seguindo a explicação oficial da HTC, uma das únicas fabricantes que pareceu ter interesse em explicar tal processo até o momento, temos que levar em consideração 3 tipos de dispositivos: aqueles vinculados às operadoras de telefonia móvel, os desbloqueados e as versões Google Edition. Apesar dos detalhes superficiais sobre os prazos, o gráfico traz algumas informações que indicam como uma atualização pode morrer na praia ou seguir em frente.

De acordo com a fabricante taiwanesa, existem dois grandes obstáculos para o update do OS de um dispositivo Android. O primeiro está relacionado às fabricantes de processadores, tais como Qualcomm e Nvidia, que precisam atualizar e otimizar os seus drivers. Se as desenvolvedoras dos chipsets decidirem que não irão oferecer suporte para a nova versão, o processo para no primeiro estágio: chamado de "Desenvolvimento". Agora, se elas decidem suportar a nova versão, então criarão os drivers necessários e as otimizações para tal chipset.

Aí, meu queridos, vem o segundo obstáculo. Este se refere às próprias OEMs (HTC, Samsung, Motorola, LG e outras) que precisam fazer as alterações de software para acrescentar seus recursos e tornar seus dispositivos únicos.

Se levarmos em consideração o infográfico abaixo, o principal culpado pela lenta atualização do OS do seu dispositivo é mesmo a sua operadora. Tomando como exemplo os dispositivos Google Play Edition, existem apenas 8 etapas entre o processo inicial e final; já um dispositivo desbloqueado que utiliza a skin da fabricante precisa passar por 9 etapas; e aparelhos vinculados a uma operadora precisam passar por 12 estágios.

anatomy
© HTC

Assim, a mensagem aqui é clara: as empresas de telefonia móvel retardam o processo de atualização mais do que qualquer outra coisa. Na imagem abaixo, isso fica bastante óbvio. O HTC One desbloqueado e as variantes Google Play Edition e Developer Edition já contam, por exemplo, com a atualização Android KitKat, enquanto os modelos vinculados à operadora continuam na espera pela versão mais recente do OS da Google:

Atualizacao android htc
© HTC

A lista indica que os modelos HTC One da AT&T, T-Mobile, Sprint, Verizon ainda estão na fase de "integração", que é apenas a segunda etapa dos quatro passos necessários para poder liberar uma atualização. Na fase de integração a HTC e as operadoras negociam e fazem as alterações em relação à versão desbloqueada (geralmente agrupando apps e serviços da própria operadora). Depois de acrescentadas as mudanças, os dispositivos ainda precisam ser testados pelas teles novamente, por isso, na imagem acima as variantes do HTC One ligadas às operadoras ainda precisarão de mais tempo para receber o respectivo update.

Conclusão

Respondendo a pergunta inicial deste artigo, o atraso nas atualizações de dispositivos Android está diretamente ligado aos serviços da sua operadora. E vou além, pois muito desta burocracia por trás da liberação das novas versões do sistema operacional da Google vem da lei de mercado, pois se o seu smartphone não possui a versão mais recente, você terá que comprar um novo, certo?

E você, qual é a sua teoria para o atraso das atualizações de smartphones Android? Deixe-nos saber sua opinião nos comentários abaixo.

Fonte: HTC

12 Compartilhado

22 Comentários

Escreva um comentário:

  • Mancada, se eu soubesse que tinha essa treta de operadora só liberar a atualização quando tivesse afim, eu tinha catado um celular Retail Brasil!


  • por isso sempre compro desbloqueado. de operadoras


  • Bem... tenho um Galaxy S4 octa... E todas as atualizações tiveram atraso... Neste caso comparado as outras linhas de Galaxy... Justamente por ser octa. Estou seriamente pensando e vender ele e comprar um S4 4g...


  • Eu tenho um galixy s3 gti9300 minha amiga já tá rodando no dela a versão mais recente , porque o meu não foi atualizado . Sera por ser vinculado a claro ? O que devo fazer ? Da uma ajuda aí galera !


    • cara essas operadoras são uma M...baixa o rom stock original do s3 sem operadoras (puro) ja tem o 4.3 e agora ja vai sair o 4.4..se vc esperar pela operadora vc vai ficar velho e não vai atualizar seu smart


  • desculpa eu não entendi direito, mesmo aqueles dispositivos que não vieram com os logos de operadoras passam por esse impasse?


  • a culpa nem sempre é da operadora pq tem as roms que não são atreladas com as operadoras e demoram pra ser atualizadas, no s3 o 4
    4.3 foi culpa da Samsung, é relativo, nem sempre o culpado é o msm, e claro que os que deixam de ser atualizados é pq o fabricante é fd# que te obriga a comprar um outro aparelho.


  • Essa matéria desnuda completamente a péssima postura da Samsung Brasil em disponibilizar atualizações da sua versão de desenvolvimento do Android. Vide o aparelho que possuo, Galaxy Grand Duos (desbloqueado) GT-I9082L,lançado com Android 4.1.2 e que teve todas as suas versões no mundo atualizadas para a 4.2.2 e SOMENTE A BRASILEIRA está atrasada. Em novembro passado foi lançado a versão ZTM, vinculada à operadora TIM, e até hoje não foi liberada a versão 4.2.2 (ZTO) para celulares desbloqueados. Concluímos que a Samsung Brasil além de disponibilizar versões bugadas do Android não possui o menor apreço ao consumidor, pois, disponibiliza para update uma versão vinculada à TIM e deixa os proprietários dos aparelhos desbloqueados a ver navios. Por essas e outras que não indico celulares da Samsung e meu próximo aparelho certamente não será dessa fabricante. Cliente deve ser tratado com respeito.


  • Eu concordo com a segunda hipótese da Camila, acho que as fabricantes são as principais responsáveis pq a questão não é operadora. Os celulares Android de uma maneira geral demoram a ser atualizados, ou nem são atualizados. Para mim o principal problema é a atualização dos mid e low ends, as fabricantes não dão muita atenção a eles e não adianta dizer que é por causa das fabricantes de processadores, uma vez que quase todos usam os mesmos processadores. Em fim, ou é muito difícil fazer as alterações necessárias no software ou é simplesmente obsolência programada.


  • no caso do moto x e dos nexus é que por mais que haja uma demora o processo é mais rápido pq a google não deixa poluirem o sistema, nesse caso só demora os testes exaustivos e a operadora não tem que se dar ao trabalho de atualizar as coisas extras que ela coloca no aparelho.


  • vale citar q as operadoras tbm tem a sua parcela de culpa...s3 stock 4.3 ja está disponível para o brasil a quase 2 mêses...e vê se alguma delas ja atualizaram?? não não..ainda estão na 4.1..por isso q aconselho quem tem smatphone "preso" a operadora q se livre disso pq é furada!!


  • Meu S3 comprei pela tim...no msm dia ja fiz o root e instalei a rom stock sem operadoras...fala sério a tim coloca uns 15app INÚTEIS que não serve para nada..


  • Eduardo, isso pode acontecer sim. Principalmente quando o fabricante faz o dever de casa. Se ele monta uma versão do OS rodando limpo e que tente abranger os principais parâmetros que as operadoras usam, a atualização pode sair rápido.


  • Tenho dois aparelhos da Claro um Xperia SP (a Sony Brasil e a Claro liberaram a versão 4.3.3 hoje) e um Moto X que a versão 4.4.2 foi liberada há 10 dias no Brasil que foi atualizado há dois dias pela Motorola/Claro. Ou seja as atualizações foram entregues com certa agilidade


  • Eu já estou na espera da próxima versão, que é o 4.4 kitkat.


  • É simples e fácil não comprem de operadora eu nunca comprei é fato! Paga a vista na Internet colega


    • Gabriel pode comprar da operadora sim! Se a pessoa tem conhecimento em colocar uma ROM retail pode comprar da onde ela quiser que pra ela as atualizações vão ser as mesmas caso faça a modificação.


  • Camila,
    Tbm achava que o problema era da operadora (mesmo trabalhando em uma rs).
    Eu culpa a operadora por encher os aparelhos de aplicativos próprios que dificultavam a atualização de OS.
    Como trabalho muito focado na parte de dados, procurei entender o processo de homologação de terminais e foi ai que encontrei o X da questão:
    Existe a norma internacional que regulamenta o padrão das redes das Teles. Em algum momento vcs já ouviram falar do 3GPP. Essa norma da as diretrizes do que a rede precisa. fora isso, existe a norma da companhia e de seus braços. Vou usar como exemplo a que eu faço parte. Existe a Telefônica com suas normas gerais e a Vivo com suas normas locais. Cada rede tem uma particularidade. Quando o fabricante oferece o aparelho para a companhia, ele passa pelo processo de homologação. Nessa fase a operadora lista dotas as modificações e adaptações conforme os protocolos de sua rede. Depois desse processo, existe uma segunda etapa que se chama regressão. Nessa etapa consta pequenas correções ou até mesmo atualizações de OS. Claro que tbm entra nesse processo todo a customização de skin que as operadoras colocam nos seus terminais.
    O que acontece é que a operadora precisa se certificar que o terminal execute todos os comandos que a rede mandar. E posso garantir que são muitos. Alguns tão banais que nem percebemos. Um aparelho comprado direto do varejo recebe atualização mais rápido por conta do processo ser direto. Esse é um dos motivos que no manual diz que vc deve consultar sua operadora para que determinados serviços funcionem! Na operadora demora mais por conta da segurança do usuário. Estou escrevendo este comentário para mostrar que por muitas vezes a atualização demora por conta de todos os testes feito por TODAS as operadoras.
    EU, Vinicius sou contra a customização exagerada que todas as operadoras utilizam. Acho que o aparelho deveria vir com a ROM o mais próxima da versão Stock más com a garantia da homologação.
    E só pra deixar claro uma coisa: é interessante pra operadora atualizar o software. Cada regressão que o fabricante faz, ele paga para a operadora. então quanto mais atualizações melhor. Mas é obvio que uma atualização de operadora vai demorar mais por conta dos exaustivos testes que acontecem.
    Seguindo essa lógica, TODOS os fabricantes irão atrasar suas atualizações! Mas não quer dizer que isso seja uma coisa ruim.

    Espero ter ajudado e qualquer duvida é só perguntar.

    Abs.


    • Interessante seu comentário, Vinícius. Mas ainda assim, por mais explicações que possamos ter, o gargalo realmente aperta nas operadoras. E convenhamos, usuários de dispositivos desbloqueados não possuem um serviço pior ou melhor das operadoras. E ainda contam com as atualizações mais cedo. E, mesmo que comprando um aparelho vinculado à uma tele possa ser mais barato, o plano que você assina acaba pagando os dispositivos.

      É triste e acontece no mundo inteiro, mas a impressão que tenho é que no Brasil o problema das atualizações é um pouquinho mais embaixo. Pode estar relacionado sim a normas, mas também está relacionado ao mercado. E isso, é inegável.


      • É Camila, essa premissa que trata dos clientes de aparelhos desbloqueados tendo prioridade para receber atualizações não se confirma no que se refere à Samsung Brasil. Comentei isso abaixo. Muito obrigado por essa matéria.

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações