Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.
Como a beta do Android Q está me tirando do sério
Opinião Android 10 – Q 3 min para ler 29 Comentários

Como a beta do Android Q está me tirando do sério

Há pouco tempo, aqui mesmo no site, publiquei um artigo em que relato minhas primeiras impressões depois de 10 dias com o Android Q. Porém, conforme o tempo vai passando, mais uso faço do aparelho e mais coisas passam a me irritar. Estou quase desistindo da beta do Android Q.

Que fique claro que eu sei do que se trata uma versão beta. Ela se chama assim justamente por se tratar de testes, de uma versão instável, que serve para que o Google encontre erros com mais testadores e também para que desenvolvedores deixem seus apps prontos para o grande dia. Porém, também serve para que analistas e curiosos se divirtam, se impressionem e se irritem.

Nessa análise que fiz uns dias atrás, constatei que um dos poucos jogos que tenho instalado no Pixel 3, Pokémon Go, não está funcionando. Ao menos, PUBG está. Jogo não é tudo na vida, ainda mais pra quem tem muita coisa pra fazer que nem eu, então não era uma prioridade.

uma semana android q 4
Tá bom, né? / © AndroidPIT (captura de teka)

A coisa já começa a ficar tensa com o Files Go, que também informa que se recusa a funcionar e me informa que os funcionários do Google estão virando madrugadas para que eu tenha um pouco de paz ao apagar meus memes inúteis do WhatsApp. Não falaram com essas palavras, mas foi isso que entendi.

Outros apps não pararam de funcionar, mas já me deram avisos desagradáveis. O Fabulous, um ótimo app para adquirir novos e melhores hábitos, costuma se jogar na frente dos meus outros apps e tocar de maneira incômoda pela manhã para me acordar. Isso está com os dias contados, aparentemente por uma questão de segurança. Poderia ser opcional e me irritou.

Porém, ontem, a situação começou a afetar meu trabalho, o que passa a ser preocupante. Em eventos, além de termos um texto ou vídeo prontos para o site ou para o canal, é importante também fazer stories e posts no Instagram. O Android Q não me deixava acessar a galeria de fotos já capturadas fora do app para postagem.

problemas android q
Qual é, Android! Me deixa fazer meu trabalho! / © AndroidPIT (captura de tela)

À noite, em casa, estava organizando meus papeis, e eu escaneio muita coisa para manter alguma espécie de organização por aqui. Deixo tudo guardado no Evernote, até já ensinei como fazer isso em outro arquivo. Mais uma vez, um serviço útil ao meu dia a dia me deixou na mão. O Evernote se fecha na minha cara toda vez em que preciso usar a câmera com a função scan pelo app.

Ok, há limites. Eles ainda não foram atingidos, mas estão próximos. Eu já não consigo mais checar a câmera do meu prédio para verificar quem está no interfone, pois o app da fabricante foi atualizado em janeiro de 2017. Entendo que a culpa não seja do Google nesse caso.

O interessante aqui é notar o quanto os aplicativos que usamos são tão ou mais essenciais do que o sistema em si. Perder funcionalidades neles é perder funções no próprio smartphone, que deixa de ser interessante por mais que tenha a melhor câmera que já vi na vida.

Por enquanto, sigo fazendo o que uma boa beta tester faz, e estou enviando relatórios com captura dos bugs para o Google, na esperança de que já na próxima beta, não precise mais passar por isso, e possa cobrir eventos com qualidade e jogar Pokémon Go em paz.

O quão importantes são os apps em um sistema para você?

Facebook Twitter 20 Compartilhado

29 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • "Porém, conforme o tempo vai passando, mais uso faço do aparelho e mais coisas passam a me irritar."
    Por isso é uma versão beta. Na verdade é uma developer preview e serve justamente para que os desenvolvedores ajustem seus aplicativos à nova release do sistema. Não é destinada ao usuário final. Se o seu Pockemon Go não funciona, então deves esperar uma solução do desenvolvedor do game, não da Google.
    Se não quer se irritar, que use uma versão estável então.


  • Não entendi a serventia deste artigo.


  • Realmente usar versão Beta de SO é somente para os fortes. Rsrs
    O mundo ideal seria a pessoa ter um aparelho de cobaia e outro pro seu uso normal, mas infelizmente isso nem sempre é possível. Principalmente em terras brasilis...


  • Meu xiaomi mia2 esta com um um bug irritante no meu celular, eu vou escutar áudio do whatssap e de vez emquando ele apaga a tela do nada sem mesmo eu ter se aproximado do sensor de proximidade desde janeiro, ja tentei dar feedback para a xiaomi mas acho que não esta dando certo porque ela não esta corrigindo esse bug, não sei o que eu faço 😔😔


  •   4
    Conta desativada há 2 semanas Link para o comentário

    Beta. O objetivo é esse mesmo. O importante é deixar seu feedback das frustrações que o OS te dá.


  • O único beta que eu usava era do Windows Live Messenger haha


  • Stella sua linda, me add no Pokémon Go.
    Rsrsrsrs


  • O primeiro beta geralmente é o caos Stella. Usei desde o primeiro no Android 7, e foi um caos, era app fechando, fotos n salvas e travamentos. Desde então passei a instalar só a partir do beta 3, onde já boa parte dos bugs já estão corrigidos. Mas aguenta mais uns dias, acho que na segunda versão já corrigem esses problemas mais chatos.


  • Debaixo do capô o Android Q está trazendo uma série de mudanças na forma como os apps lêem, escrevem e modificam arquivos na memória de armazenamento do dispositivo. Apps que se declarem compatíveis com Android Q terão uma série de restrições relacionadas a como manipulam os arquivos armazenados no dispositivo.

    Resumindo, o que funcionava antes não funcionará mais - e pelo que andei lendo por aí, um modo de compatibilidade não está sendo carinhosamente considerado. Deve ser por isso que o app Files não é compatível com o Android Q. Vão ter que reescrever muita coisa vital para o funcionamento do app se quiserem deixar o app Android Q-compliant.

    Desde o Android Nougat, foram feitas várias mudanças relacionadas execução tarefas em background pelos apps. Isso chegou ao ápice no Android Oreo, onde apps Oreo-compliant devem mostrar uma notificação persistente enquanto executar tarefas mesmo enquanto o app não está visível, além do sistema ditar quando tarefas em background recorrentes devem executar.

    Parece que dessa vez o alvo de mudanças para esta e as próximas versões do Android é o acesso ao sistema de arquivos.

    Essas mudanças de versão em versão quebram tanto os apps, que muitos desenvolvedores não configuram o projeto de seus apps para serem compliant com a versão mais recente do Android logo que a versão mais recente é lançada - isto faz o Android rodar o app em um modo de compatibilidade. A idéia é dar tempo dos desenvolvedores reescreverem (e arrancarem cabelos no processo) partes do app que param de funcionar devido a essas mudanças menos triviais em novas versões Android. Mas ultimamente a Google não tem tido paciência e no final do ano passado impôs regras obrigando novos apps e futuras atualizações dos apps já publicados a serem Android Oreo-compliant.

    Essas imposições são sinais claros de que a Google está dando passos em direção de um maior controle sobre o Android e na forma como os Apps se comportam - a princípio com a premissa de maior segurança e performance do ecossistema Android. Isso de imediato implica que Apps muito antigos e/ou que não recebem mais atualizações simplesmente deixarão de funcionar - e provavelmente serão removidos da Play Store antes que alguém pense em instalá-lo.

    Parece que a liberdade e flexibilidade de desenvolver apps para o Android está chegando ao fim. Quem diz que Android e iOS estão cada vez mais parecidos não está completamente equivocado - principalmente no que tange os apps para estes sistemas.


    • É um tanto quanto complexo tudo isso porém trago um outro ponto, a quanto tempo deixamos de ter processadores 32 e quantos aplicativos tiram proveito disso... Imagino o quão complexo seja criar aplicações (sou frontend e já tentei me aventurar nisso)... Talvez não seja a forma certa mas algo precisa ser feito para um progresso massivo do sistema


    • Stella Dauer
      • Admin
      • Equipe
      há 2 semanas Link para o comentário

      Ótima adição, Christian!


  • Por favor alguém me responde uma pergunta e quando chegar no Android Z qual vai ser o próximo Android???

Mostrar todos os comentários