Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

2 min para ler 60 Comentários

Pode comemorar: bloqueador de anúncios chegará ao Google Chrome em Fevereiro

O Google vem testando há algum tempo uma forma de bloquear alguns tipos de anúncios nativamente no Chrome. De fato, muitos usuários vem utilizando ad-blockers em seus smartphones e seus desktops nos últimos anos, seja para otimizar a navegação pela internet ou para fugir de anúncios invasivos. Agora, a tão esperada ferramenta ganhou uma data de estreia no Chrome: 15 de fevereiro de 2018.

Os testes começaram em junho, ao menos publicamente, e desde então o Google tem promovido uma série de encontros e debates com gigantes da tecnologia em busca de um filtro que possa manter os anúncios saudáveis rodando, mas bloquear aqueles que não prestam. O Coalition for Better Ads reuniu empresas como o Facebook, Twitter, Reuters e o The Washington Post, que por sua vez se comprometeram em desenvolver anúncios que não prejudiquem a experiência do usuário.

O fruto desses testes e reuniões foi o “Better Ads Standards” (ou “Padrões Para Melhores Anúncios”), que é uma espécie de cartilha que irá regular os anúncios. Segundo a empresa, a partir do dia 15 de fevereiro de 2018, todas as propagandas que não estiverem de acordo com as condições estabelecidas pelo Better Ads Standards serão removidas e integrarão a Black List do Chrome por no mínimo 30 dias.

A partir do dia 15 de fevereiro, o Chrome irá bloquear anúncios que prejudicam a experiência do usuário

Dentro dessas diretrizes se enquadram vídeos que abrem em tela cheia, pop ups que não apresentam um botão de fechar e propagandas que capturam o usuário com base em sua localização sem a devida permissão. Essa forma de validação foi o método encontrado pelo Google para não banir todo e qualquer tipo de publicidade, visto que as mesmas são, geralmente, a principal fonte de renda de muitos sites.

Até o dia 15 de fevereiro teremos mais detalhes sobre o recursos que deve chegar ao Chrome através de update via servidor, ou seja, silenciosamente em segundo plano. A empresa ainda não detalhou se os usuários conseguirão denunciar anúncios invasivos e bloqueá-los manualmente.

Você usa ad-block em seu smartphone? Acha que a ferramenta do Google será eficiente?

Os comentários favoritos dos leitores

  • Rogerio Droid Tec há 11 meses

    Não acho que os anuncios são um problemas, o ruim são os anuncios abusivos que pipocam na tela e não conseguimos fechar, ou quando fechamos abre outras paginas.

  • Agnaldo há 11 meses

    Mas é isso que eles estão fazendo UE? Leu materia?

  •   85
    Conta desativada há 11 meses

    nos podemos o androidpit nao eahueahuea

  • Jairo rios há 11 meses

    Evolução necessária deste bom navegador , vamos aguardar e avaliar.

  • Jonscravit há 11 meses

    estão reclamando das propagandas do youtube?
    no youtube as propagandas acho validas, google pagou 1.6 bilhões e investiu quase 500 milhões dolares para melhorar o youtube..
    ta reclamando de ver uma propaganda de 30 segundos(de vez enquando) no youtube?
    que tal pagar 200 reais ao mes para ver propagandas no telecine, HBO, nos canais de futebol... comerciais de 5 minutos a cada 5 minutos do history e discovery.. nem vou falar da TV aberta...
    comecem a pensar melhor sobre as coisas, daqui a pouco chega politico maluco que ficou irritadinho com propagandas, e manda proibir propagandas no youtube e ai google se manda do brasil e ai acabou o problema das propagandas...
    sindicato de jornais da espanha ficou irritados com propagandas do google e o fim la foi bem legal...

60 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Mostrar todos os comentários

Artigos recomendados