Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Nokia 2.3 chega ao Brasil por R$ 899

Nokia 2.3 chega ao Brasil por R$ 899

Finalmente depois de muito tempo, chega neste domingo, (03) ao mercado brasileiro, o Nokia 2.3, por um preço que podemos dizer que é justo, se comparado a mesma ficha técnica de outras marcas.

A Nokia volta a atuar no Brasil em parceria com a Multilaser: a empresa que ficará responsável por produzir os smartphones no país, além de cuidar da distribuição e vendas. Assim, os fãs da marca terão oportunidade de comprar novamente produtos que carregam seu logo icônico e, além disso, experimentar a experiência com Android proposto em seus telefones, com sistema pouco modificado e promessa de atualizações rápidas.

O Nokia 2.3 pode ser um telefone com excelente custo/benefício que, a meu ver, custando nos EUA $ 129, o que na conversão direta, sem impostos e considerando a cotação atual, fica em torno de R$ 700, tendo configurações parecidas ao Galaxy A01, que acaba passando despercebida a estratégia absurda da Samsung que lançou recentemente o aparelho, com essa mesma quantidade de RAM por incríveis R$ 1.099.

Preço e onde comprar?

O aparelho chega custando R$ 899, que já está disponível nas lojas virtuais Nokia, B2W, Americanas, Pernambucanas e Submarino nas cores verde, dourado e cinza.

Agora, vamos conhecer algumas das principais características do aparelho:

nokia 2 3 farben
Imagem Nokia 2.3 / © Nokia

Armazenamento

Na versão lançada, contendo 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento interno e memória expansível para até 512 GB com MicroSD

Tela

Tela de 6,2 polegadas com resolução HD+, com entalhe de gota, proporção de 19:9 e vidro 2,5D

Processador

Com processador MediaTek Helio A22 que é comparável com a série Snapdragon 400, podendo ser superior ao Snapdragon 429.

Câmera

Câmera frontal de 5 MP com suporte para reconhecimento facial e na traseira câmera dupla com sensor principal de 13 MP (f/2.2) e o secundário de 2 MP (profundidade)

Conexões

Dual-SIM, entrada P2 para fones de ouvido, Micro USB, Rádio FM

Bateria

Bateria de 4.000 mAh, que é maior do que o Galaxy A01 com apenas 3.000 mAh.

Extras

O aparelho chega de fábrica rodando o Android 9 Pie (One) com atualização liberada para Android 10. Dimensões: 157.69 x 75.41 x 8.68 mm, com 183g.

nokia 2 3 alle seiten
Imagem Nokia 2.3 / © Nokia

Quando se fala em Nokia, vem duas coisas na minha cabeça: resistência de queda e o nostálgico jogo Snake (o famoso jogo da cobrinha). Vocês também? Conte aqui nos comentários.

ÚLTIMOS ARTIGOS

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

15 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Aguardando o 1.3, 5.3, 8.3 e também os básicos 3310 LTE, 8110 LTE, 2720 e 5310, e espero vê-los em breve no varejo físico.
    Vendendo mais que LG e Asus já vai ser um bom recomeço.


    • Torço pelo sucesso da Nokia, a marca já foi líder de mercado por muito tempo, o erro dela foi ter apostado todas as fichas na parceria com a Microsoft, mas também, ninguém poderia imaginar que terminaria. Como o Android é muito sólido, uma verdadeira rocha, talvez ela estivesse numa situação até melhor.

      Pelo menos, quem ganha é o consumidor. Afinal, a Samsung domina o mercado.

      CAV


      • Ela cometeu vários erros muito antes.

        ► Ela começou errado ao desdenhar do iOS e do Android (foi de forma mais respeitosa do que a Microsoft, mas ainda assim desdenhou).
        ► Depois foi em insistir no Symbian mesmo com a versão 9.5 (S60v5) já mostrando que a plataforma não estava preparada para o futuro. As vendas do Nokia 5800 (que foi vendido como um concorrente do iPhone) já era pra ter sido um sinal de que a empreitada não tinha um bom futuro. Se ela já tivesse pensado no Android ainda em 2009, adaptando a sua UX, talvez pudesse estar numa situação diferente hoje.
        ► Em seguida, foi em focar boa parte dos seus esforços apenas na promoção do S40, com o S30 e o defasado Symbian 9.3 (S60v3) correndo por trás. Tipo, eram plataformas defasadas que já corriam por fora (até 2012, elas ainda eram plataformas consideráveis, mas as limitações delas já eram notáveis).
        ► Depois vacilou em ter dado mais importância para o S40 Touch e o Projeto Meltemi (que virou o Nokia Asha Platform) do que para o MeeGo (que tinha tudo para derrubar o Android, se continuasse no caminho promissor que tinha revelado com o N9).
        ► Daí ela teve a péssima ideia de inventar, junto com a Microsoft, o Nokia X Platform, que segue quase a mesma ideia da Huawei com a EMUI atualmente: sem o GMS, e com uma loja proprietária que hospedava alguns APKs.
        ► Por fim, demorou em apostar no Windows Phone 7, o fazendo já na versão 7.5. Se tivesse participado do desenvolvimento do Windows Phone 7 ainda no começo (quando a Microsoft inventou de romper com o Windows Mobile 6, mas ainda utilizar o defasado Windows CE como base, ao invés do Windows NT já de cara), poderia ter evitado muitos problemas que vieram depois (talvez isso até fizesse o Windows ainda continuar firme no mercado mobile).
        ► E teve ainda o Nokia Lumia 2520. O Windows RT já era um fracasso ainda em 2012. Se tivesse utilizado o Windows Embedded deixando-o com a cara do Windows Phone (como a Motorola e a Panasonic já fizeram), talvez o tablet tivesse ido mais longe.

        A parte da Microsoft já foi num ponto onde ela não tinha muito para onde correr. E quando a Microsoft decidiu remover a marca dela nos aparelhos, já tinha ficado claro que o negócio deu errado, e que era questão de tempo até o negócio afundar mesmo.


  • Se a Multilaser for a responsável legal pela fabricação dos dispositivos Nokia no país, não esperem intermediários premium ou topo de linha no mercado (a não ser que a própria HMD forneça os chips Qualcomm para fabricação).
    Agora, se a mesma também for responsável pela importação, pela homologação e pela distribuição ao mercado, é de se considerar um smartphone de alto-nível rodando por aqui em breve.


  • 2G de RAM


  • Quem precisa de um aparelho mais em conta, pode ser uma boa pedida, estou aguardando a Black Friday desse ano que promete, deverá ser uma das melhores, para poder comprar o S10e, quem sabe por R$1700,00 ou um pouco mais numa futura promoção.


  • Considerando o preço atual em dólares dá pra dizer que chegou com preço justo por aqui. Se esperar um pouco o preço vai cair um bocado.

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.