Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

As cinco maiores ameaças ao Android

As cinco maiores ameaças ao Android

Nossa admiração pelo Android ocasionalmente nos faz esquecer as suas falhas, que geralmente não são benéficas ao sistema. Essas brechas podem criar margens aos concorrentes, que aproveitam para aperfeiçoar determinado problema em suas plataformas ou explorar os pontos críticos do sistema, a fim de superar o Android. Listamos as cinco maiores ameaças enfrentadas pelo Android atualmente.

Ramificação

Inicialmente o maior triunfo do Google foi disponibilizar um sistema de código aberto, responsável por atrair a atenção de diversas fabricantes, e permitiu ao Big G alavancar seus aplicativos e serviços como condição para o uso do Android. Com a expansão do sistema, o nível de ramificações ultrapassou todas as barreiras possíveis, gerando uma concorrência direta ao sistema ocasionada pelo próprio Android.

As ROMs personalizadas, como a CyanogenMod, estão crescendo ao ponto de desafiar o domínio do Android. Empresas como a Amazon, conseguem embarcar lojas proprietárias que funcionam dentro do Android, e oferecem promoções e descontos ainda mais atrativos do que a Play Store. A código aberto foi originalmente uma excelente ideia, mas atualmente a ramificação oferece uma ameaça ao sistema do Google.

AndroidPIT Nexus5 CyanogenMod Boot
CyanogenMod é uma ROM derivada do Android.  / © AndroidPIT

Fragmentação

Ao conceder o direito das fabricantes de modificar o Android de qualquer maneira, o Google expôs o problema da fragmentação do sistema mundialmente. Bilhões de dispositivos Android rodam com versões diferentes, chegando ao ponto de apenas 10% dos modelos atuais possuírem a versão mais recente do sistema.

Além disso, as interfaces proprietárias viraram meios de acordos comerciais e parcerias entre fabricantes e empresas desenvolvedoras de software. O resultado desses acordos são sentidos pelos usuários do sistema através de aplicativos pré-embarcados, conhecido também pelo nome de bloatware, e uma série de recursos duvidosos que "diferenciam" os dispositivos Android do mercado. Essas modificações têm impacto direto no processo de atualização de software.

Isto significa que a grande maioria dos usuários do Android não possuem o software mais recente, pacotes ou recursos de segurança essenciais, que só podem ser obtidos em dispositivos mais recentes. Até mesmo os modelos top de linha de diversas fabricantes não recebem as atualizações em tempo hábil. 

android teaser
Fragmentação das versões do Android é um problema ao sistema. / © ANDROIDPIT

Plataformas concorrentes

O Google também precisa enfrentar a concorrência de rivais, como as plataformas iOS e Windows Phone. A BlackBerry se encolheu significativamente, enquanto o  Windows ainda não é um caminho viável, mas o sistema operacional da Apple continua sendo a maior ameaça para o Android.

Apesar do Android ser o sistema móvel mais popular do mundo, grande parte desse mérito se deve à enorme diversidade de dispositivos. Nos últimos tempos, a Apple tem alegado que grande parte dos usuários de dispositivos Android estão migrando para a sua plataforma de maneira expressiva. A concorrência gerada entre as duas plataformas é grande, no entanto, a Apple consegue competir junto com o Google com apenas 5 dispositivos em toda a sua linha de smartphones.

Motorola Moto G Nokia Lumia 630 UI
Windows Phone é um sistema concorrente do Android. / © ANDROIDPIT

Rentabilidade

Outro fator determinante para o sucesso do Android é o investimento em dispositivos de baixo custo. O valor médio de um iPhone chega ser até três vezes o preço de um dispositivo Android intermediário. Enquanto esse investimento contribui para o sucesso da plataforma, o fundo rentável do Android não tem obtido o mesmo êxito.

Apesar do crescimento contínuo no mercado, em 2014 o Android assistiu a uma queda de 44% em lucros obtidos a partir da plataforma (enquanto o iOS subiu 31%). Mesmo os dispositivos Android com valor mais alto, como o Galaxy S6 Edge, entregam margens de lucro relativamente menores. Além disso, o Google obtém 75% de sua receita gerada a partir de anúncios através das buscas móveis realizadas no iOS, e não no Android. A Play Store pode estar se tornando mais rentável, mas o sistema Android ainda não é muito bom para gerar receita.

guthaben aufladen eric nexus 4 datenverbrauch
O Android não é o sistema ideal para gerar receita. / © ANDROIDPIT

Movimentos anti-Google

A China é o país com o crescimento mais acelerado no mundo em termos de smartphones. O problema do Android para este mercado é a proibição governamental no país para serviços do Google. O êxito obtido na China está momentaneamente reservado as fabricantes regionais, como Xiaomi, Huawei e Lenovo, que não dependem totalmente dos aplicativos e serviços do Google.

Mediante este cenário, as versões ramificadas do Android acabam sendo mais procuradas, cerca de 40% dos dispositivos Android comercializados em 2014 eram embarcados com versões ramificadas do sistema. Versões ramificadas, como mencionamos acima, não dependem dos serviços e aplicativos do Google, e sua popularidade está aumentando fortemente. 

O movimento "anti-Google" é aquele que enxerga o gigante das buscas como monopolizador do atual cenário móvel. A Comissão da União Europeia está investigado o Google por violações antitruste, a Cyanogen Inc levantou mais de 100 milhões de dólares em parceria com a Microsoft para produzir versões que não dependam do Google, Android chineses ramificados estão cada vez mais populares, e a Apple está angariando os usuários do Android.

Seja qual for a razão para esse movimento anti-Google, sua simples existência alavanca milhões de usuários para as versões ramificadas do Android ou para o iOS da Apple. Como o Android resistirá com o passar do tempo ainda é uma incógnita. Mas da mesma forma como o Android cresceu e se tornou popular, o número de ameaças que o sistema enfrenta tem crescido na mesma proporção.

Na sua opinião qual é a maior ameaça ao Android? Como você enxerga o futuro do sistema operacional do Google? Deixe-nos saber sua opinião nos comentários abaixo.

Artigo feito em parceria com Kris Carlon do AndrodiPIT.com.

Artigos recomendados

Os comentários favoritos dos leitores

  • Marcos Rios👊 30/05/2015

    Só eu que não vejo vantagem em trocar o Android pelo IOS?'-'

  • Deco Portella 31/05/2015

    Acho a Microsoft e a Apple são as maiores inimigas do Android, porém atacam de forma diferente, o que é ainda mais perigoso.

    Com o aumento no valor dos aparelhos top de linha com Android, cada vez eles estão mais próximos dos preços dos iPhones, e em países em que ele não custa absurdos como o nosso o iOS tem arrematado mais e mais usuários de aparelhos tops. O fato é que o iOS não sofre de nenhum dos pontos citados acima, tendo uma politica de atualização impecável. Um cara que teve seu aparelho lançado no ano passado e se vê mofando pra receber a nova versão com a incerteza de se vai receber um ainda mais nova fica obviamente tentado a usar os aparelhos de uma marca em que um aparelho de 2011 recebe atualizações até 2015! Sem contar que apesar do hardware está atrás em números, isso não é refletido na prática. O iPhone 6 com 1 GB de ram, Processador dual core e câmera de 8mpx só veio ser alcançado (e não superado) agora por um Galaxy S6 com 3 GB, Processador Octa core e uma câmera de 16mpx. Dá pra entender a disparidade entre os sistemas não? Porém é só esse segmento que ela oferece risco. A Apple não tem plano algum de se colocar em um segmento de baixo custo e a mais barata de suas linhas (a C) chega a preço de concorrer com alguns tops mais acessíveis como os da Motorola, Xiaomi e uns aparelhos com acabamento top e snap 6xx.

    Já o Windows Phone ataca pela outra polaridade. Trazendo aparelhos cada vez mais baratos (Um Lumia 532 com o hardware igual ao Moto E de primeira geração lançado por 399, quando o mesmo chegou por 599, por exemplo, ou até mesmo o Lumia 730 com o Hardware superior ao moto g de segunda geração custando 649 e sendo encontrado por até 499) e com um desempenho que não pode ser alcançado por aparelhos com o mesmo poder no android. Só como exemplo, o Moto G2, L Prime, L90, Xperia E2, Galaxy A5, Moto E2 e outros dispositivos rodando com um Snapdragon 400/410 não são capazes de executar o GTA San Andreas e alguns outros apps com fluídez, sendo necessário os 2GB do Zenfone 5 para tal feito. Porém, aparelhos extremamente mais fracos como o Lumia 435 (Snap 200 dual core + 1 gb de ram) com windows phone conseguem rodar o mesmo game LISO. Vou até mais longe, o aparelho mais fraco da linha desde o windows phone 8, o Lumia 520, com um processador de 2012, dual core 1ghz e 512 de ram roda ASPHALT 8 sem lags e travamentos.Isso se estende aos intermediários, eu mesmo possuo um Moto G2 e um Lumia 730 e posso afirmar que o Moto G2 perde feio em todos os quesitos possíveis. O desempenho alcançado pelos aparelhos intermediários e de entrada com o windows phone não pode ser equiparado pelo poder que o android tem e isso tem chamado cada vez mais atenção dos usuários que não se ligam tanto nas features, ou que não entendem muito de sistemas, sendo possível ver o resultado em países emergentes como o nosso (onde o windows phone já ultrapassou o iOS e é o segundo mais usado) e diversos outros. Nesse ritmo, ainda que seja bem pouco o windows phone só cresce constantemente nem que 0.2% de participação no mercado ao mês.

    Dito tudo isso, verificamos qual onde o Windows Phone peca: em apps e interface. Porém esses dois pontos já estão sendo ressolvidos. O Windows 10 (versão que sai em setembro) está em beta e a cada atualização do preview ele fica mais próximo da interface para desktop (que é muito linda, diga-se de passagem). Quanto aos apps, para os desavisados a microsoft adicionou recursos ao SDK do Windows onde é possível que o desenvolvedor poderá portar o aplicativo feito em Java,C++ (linguagens do android) e Objective C (do iOS) para a C# (Windows) sem trabalho e sem gastar recursos, substituindo os serviços da Google e Apple automaticamente pelos da Microsoft (google maps pelo bing maps, gmail pelo outlook, google drive pelo onedrive, docs pelo office, hangouts pelo skype e cia) e ainda possibilitando incluir as features do windows (live tiles, integração com a cortana por exemplo). Ou seja, se eles não vão gastar muito,, e nem ter que perder tempo re-escrevendo o codigo, porque não por lá, só pra ver o que vai dar? e isso tem dado frutos. Com menos de 1 mês desse projeto, já foram portados mais de 50 apps e games populares como Candy Crush, Dead Trigger 2, Overkill 3, Plangue Inc. e cia.

    Ainda assim tem mais. A Microsoft está infestando o Android com os serviços dela. Até a Cortana vem pro Android. Porém, a intenção não é fazer um campo seguro no Android e sim diminuir a relevância dos serviços da Google. Com muitos apps no windows phone, uma boa interface, o que prenderá os usuários no android? Os serviços da Google. Porém se ela trás pro Android vantagens ao usar o Outlook ao invés do Gmail, o Onedrive ao invés do Google Drive, O OneNote ao invés do Google Keep, O Xbox Music ao invés do Google Play Music, o Skype ao invés do Hangouts e até mesmo a Cortana ao invés do Google Now ela pode arrematar os usuários desses serviços em seu aproprio território. Logo, se você usa os serviços da Microsoft, porque não usar o sistema dela, onde a integração entre eles é muito maior e inclusive, eles tem integração com o Hardware e Software? Isso é um plano muito maligno, a longo prazo e que tem tudo pra dar certo. E isso ainda se expande, se você notar que a Microsoft firmou parceiras com 50 empresas que utilizam Android para por seus serviços pré-intalados nos seus próximos lançamentos, incluindo nessas empresas as bem populares Samsung, LG e Sony.

    Conclusão desse super texto, que acredito que ninguém vá ler (estava sem o que fazer kkk). A Apple JÁ está tomando o lugar os tops de linha com Android pouco a pouco. Já a Microsoft está pensando a longo prazo e trazendo GRANDE perigo ao segmento de entrada e intermediário. Não sei se a Google vai cair, mas ao passo que está, em 5 anos teremos um mercado equilibrado entre essas três potências o que vai ser uma coisa MUITO boa para nós consumidores.

  • Rafael Dantas 30/05/2015

    Matéria que nos lembra de algo importante: "algo bom" não significa "algo sem falhas".

    Também não gosto de imaginar um futuro onde só o Android seja a opção de OS móvel - atrelado aos cada vez mais serviços inteligentes do Google. Monopólio só é interessante para quem o detém.
    O Google é esperto, em certo ponto, pois sabe que seus serviços são um diferencial. Por isso integra cada vez mais todos eles ao Android e vai além, focando na "internet das coisas".
    Questões de lucratividade são importantes, sem dúvida. Mas não acho que falte retorno. Ele poderia/deveria ser maior? Sim, mas não acho que a empresa esteja perdendo grana.

    Só esqueceram de mencionar o Steve Jobs, que chamou o Android de "abominação" e disse que dedicaria sua vida a destruir esse sistema. Ops! Ele já morreu!

  • Raul Pereira 30/05/2015

    Se o iPhone fosse acessível como vários Androids são o efeito "ostentação" que ele tem ou teve, sei lá não me importo com esse smartphone caro e atrasado, se perderia, ultimamente ele já está sendo muuuuito utilizado porque iPhone e Moto g só é oq tem, imagina se ficasse mais em conta como é em outros países, talvez com isso o povo parasse de pensar na marca e pensasse na tecnologia embarcada, acho que seria até pior para a Apple, não sei se ela lucraria tanto quanto lucra vendendo pouco e cobrando caro como faz atualmente. Ou você pensa que todo mundo na face da terra sonha em ter iPhone??? Pelo contrário, a Apple fala no número de pessoas que trocam de Android para iPhone, mas e as pessoas que trocam de iPhone para Android também e nunca mais voltam pro iOS, ela não fala dessa parte né?? MAs ela existe viu e muito, o Android mundialmente não para de crescer, se eu fosse a Apple eu me preocuparia era com a Microsoft com o novo Windows 10 Mobile e seus novos recursos...

  • Raul Pereira 30/05/2015

    Acho que atualmente nada ameaça a soberania do Android. O Android é igual ao Windows no PC, tem gente que odeia, tem gente que xinga, mas a maioria esmagadora usa e é satisfeita e não troca, conheço pessoas que podem comprar MAcs, mas não compram porque não gostam do sistema ou preferem o Windows por terem usado durante muito tempo, é a mesma coisa com o Android, eu particularmente já tentei ir pro iOS, passei uns dias com o iPhone, mas ví tanta coisa limitada em comparação a um flagship e até alguns mids Androids que devolvi o aparelho e voltei pro robozinho verde.

85 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Eu não acho que a Apple seja uma grande ameaça, tem produtos bom e um ótimo sistema, mas com preços elevados e não alcançando as pessoas em geral, pelo menos aqui no Brasil.



  • Site para quem gosta de android, o Windows Phone dá 10 no uso profissional.


  • Acho engraçado colocarem " windows não é um caminho viável", dai cresce e junta todos os aparelhos na contagem, ai vão falar que não vale como se Android fosse tudo isso, são trocentos aparelhos android na contagem, um pior que o outro, e se não fosse viável a google não ficaria boicotando, os apps android e IOS já estão sendo "migrados" , não vai demorar pra se ter todos os apps, serão de igual para igual, so que WP é mais leve e mais fluido, muito mais se for com hardware idêntico, sou usuário Android e mesmo puro perde e ainda é cobaia já que vem bugadaço


  • podem tirar sarro de mim hoje! mais aposto todas as minhas fichas no W10! e vcs que tirarem sarro de mim, nos veremos daqui um tempo....


  • na boa... W10 tem tudo pra ser uma ameaça! como vcs sabem, a área da tecnologia é imprevisível, de um dia para o outro tudo pode acontecer, olha quantos anos a plataforma symbiam tomou conta, quando muitos ainda nem sabiam o que estavam usando!!!


    • Diziam a mesma coisa do 8. Mataram o wp7 pois diziam que toda a unificação viria com o 8. O wp8 veio e o so não vingou. Não sei se o 10 vai vingar. O wp além de ter muitos problemas ainda, tem uma concorrência consolidada. Eu não sei quem ganhará essa briga, mas se for pra apostar eu não colocaria minhas fichas no wp.


      • O W10 já ta dando um coro no Android, pois o android tem muitas funções graças às fabricantes, a google está implementando recém agora pra não ficar pra trás, a contagem de aparelhos android é grande pois qualquer um bota Android nos seus aparelhos, W10 vai englobar muito aparelho, e apps já não são mais um argumento, instabilidade e falta de segurança ainda são no android


      • Eu usei o Nexus e não sei de que funções você está falando. Dê exemplos. Como que o W10 vai englobar muito o aparelho? Me diz um exemplo real de alguma instalabilidade e falta de segurança do Android que realmente prejudicou alguém? Quantos aos apps não tem o que argumentar. Ainda tem muito app pequeno que sai pra iOS e Android e não sai pra app. Fora que muitos devs fazem o app mas não o atualizam. O Skype mesmo tem mais função na concorrência do que no próprio SO da MS.


  • Cara, iPhone não é rentável,eu NUNCA vou comprar um, WP pra mim não tem uma grande variedade de aplicativos, Blackberry, perai ainda existe? Então o cyanogen é sim a ameaça, e outra, é o Google, cara quero ver destronarem ele.


  • Eu acredito que as pessoas não tem noção,do poder do windows phone,com Windows Phone 10 a palavra é sincronia 100% com seu computador ,notebook,tablet,outros dispositivo,teremos muitas surpresas pela frente.


    • Pergunta de um leigo. Todo o fã da plataforma fala nessa sincronia dos w10. O que isso vai fazer de inovador ou diferente do que já é feito hoje em dia?


  • Mas se não existisse Android as fabricantes teriam que ter o Windows Phone como OS, ou comprar um iPhone. Não gosto do WP nem do iOS. Seria outro mundo tecnológico. Graças a deus o Android existe!!! Obrigado Google!!!


  • O pessoal pensa que a Google ficará sentadinha e olhando... Claro que não...


  • A google não coloca "moral" na parada , até o galaxy SII tem uma rom CM12.1 - 5.1.1 !


  • Não vejo IOS como ''ameaça'' mas sim uma grande concorrente, a Google deveria se preocupar em aperfeiçoar o Android ainda mais, que conserteza continuará sendo um sucesso!
    Preocupação a Google deveria ter era com o CianogenMod, que ao meu ver é a única ameaça aqui!


  • Este dado do artigo esta correto: "Google obtém 75% de sua receita gerada a partir de anúncios através das buscas móveis realizadas no iOS"???


  • Acredito que o Google já previu que não pode se garantir a soberania extrema só com o Android, embora que eu veja que o objetivo do Android seja oferecer os produtos google e lucrar com anúncios, prevejo que a diferenciação de produtos ( Android auto e Android wear) sejam as apostas para manter o sucesso do sistema, e com certeza também oferecendo através de outras plataformas: TVs, PCs e outros com Android..


  • Acho muito difícil alguém conseguir derrubar a Google a Apple tem as melhores chances mais seus smartphones são muito caros Android veio pra ficar por muito tempo vai ser quase impossível superar essa plataforma


  • Boa matéria e bem escrita. Mas acredito que o android gera um lucro muito grande para o Google devido à divulgação dos recursos e produtos Google embarcados no sistema.


  •   76
    Conta desativada 31/05/2015 Link para o comentário

    Os maiores comentários que já vi na vida. Será que o pessoal não sabe que as pessoas não leem esse comentários que mais parecem uma reportagem? será que cai um dedo se for mais sucinto?


  • Nunca tive boas impressões sobre a Microsoft, como o facebook, a Microsoft visa popularidade, lembro quando a Microsoft tentava minimizar o Linux, hoje desistiu, agora ela tenta minimizar o Android, claro q este investimento no CyanogenMod deve ter algum contrato por trás.

    Agora falando no destino do Android, ele esta ficando igual o Linux, muitas distribuições de um sistema só, conforme o tempo, eles poderão tomar o lugar do Android, um exemplo disto é o CyanogenMod, que é uma grande ameaça ao Android.

    Entre os sistemas, ao classificar um sistema, o Android perde no desempenho, dando umas engasgadas frequentes mesmo com um dispositivo top de linha, além dos varios bugs que tem nele, já o CyanogenMod é mais limpo.


  • Uso IOS, Androide e Windows Phone e, posso afirmar que o pior sistema operacional é o Androide. Pois todo mundo faz o que quer nele. Esse sistema é uma zona. E por isso fica todo cagado. Talvez seja hora da Google se separar dos outros e lançar um Androide Google com plena integração com seus aparelhos próprios.

    iOS seria o melhor no momento porém, são dispositivos caríssimos. Completamente inviáveis nos mercados emergentes.

    O Windows Phone é tão fluido quanto o iPhone. Porém, Windows Phone roda fluido até mesma em celulares de R$ 300,00 (trezentos reais). Enquanto iPhone custa R$ 3.000,00 (três mil reais para rodar fluido). Pois até o iPhone 4s, um celular defasado e travado, que ainda é comercializado por R$ 800,00 (oitocentos reais), não consegue rodar o IOS (sistema operacional da Apple) tão fluido.

    Com o Windows Phone 10, trazendo os aplicativos do Android e IOS para seu sistema com o "Aplicativo Universal" techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/04/entenda-como-windows-10-vai-rodar-aplicativos-para-android-e-iphone-build2015.html, irá resolver o único problema que impede o Windows Phone de superar o Androide e rivalizar e/ou superar a Apple.

    Como todo mundo já sabe, 99% dos computadores no planeta usam Windows. Tendo em vista que os celulares com Windows Phone 10 totalmente integrado com os seus PCs com Windows e mais a tecnologia "Continuum", que tem como objetivo transformar seu celular em um PC, fará com que a Apple e Androide percam seus usuários drasticamente. E, mesmo aqueles que não querem largar o osso (fans da Apple e Androide) não iriam resistir e compraram celulares com Windows Phone, aderindo dois sistemas: o de sua preferência e um Windows Phone.

    Com a chegada do Windows Phone 10 e suas integrações, a BlackBerry vai fechar suas portas de vez. Pois, como mencionado acima, 99% dos usuários do planeta usam Windows em seus computadores e notebooks. Isso inclui também empresas espalhadas pelo mundo. E isso tornará o Windows mais viável para uso profissional. Onde o profissional poderá usar os seus celulares com Windows Phone como um computador móvel com a tecnologia "Continuum"
    tecnologia.com.pt/2015/05/microsoft-apresenta-continuum-windows-phone/

    Eu lembro que a BlackBerry na época, adotava a mesma postura arrogante e prepotente da Apple de elitizar seu sistema operacional. Tornando-se inacessível para pessoas desprovidas de grandes rendas. E por isso ela está praticamente falida (morta). E a Apple está indo para esse caminho se não parar de subestimar 99% da população mundial que é compostas por pessoas de baixa renda. E é exatamente aí que o Windows Phone terá grandes chances de se tornar tão popular quanto Windows para computadores.


    • Nada contra seus argumentos, mas essa desculpa da integração não é a mesma na época do Windows 8? Lembro que era até o motivo da mudança de Kernel e da não atualização dos Lumias de primeira geração. O Windows Phone 8 veio e não vingou. Não acho que o Windows 10 vai vingar como você acha. Usei um Lumia de primeira geração e ele ficou aquém das minhas necessidades. Um Symbian me atendia melhor. Android tem seus problemas e dificuldades, mas como tudo na vida você precisa estudar e pesquisar com calma. O meu GNote II me atende sem nenhum problema. Veremos nos próximos capítulos.


  • Bem, só vejo a Google tendo que ficar bem esperta e provavelment eeste será seu maior movimento ano que vem, uma integração ou fundição de ChromeOS com Android + organização a nível master pois as outras fabricantes chinesas e até as parceiras da Google estão sabotando ela, a Microsoft tá começando a dar ótios sinais de aperfeiçoamento com o Win10 e que vai realmente mudar bastante o mercado, ainda mais com o studio agora podendo converter com poucas linhas de código apps de android para W10 nativamente.

    A coisa vai pegar PESADO.


  • Todo esse blá blá blá, e estão esquecendo do CyanogenMod, que está "comendo pelas beiradas"...


  • Gostei muito do artigo achei coerente e para aqueles que admira o Android e tecnologia mobile em geral é muito bacana de ler.
    A Microsoft não foi capaz ate o momento de ser um sucesso estrondoso e inovador em tudo que faz, referencia com o Xbox (apresentando a interação através do Xbox Live), Office e Windows (desktop). Porem o Windows Phone ou Windows Mobile vem oferecendo risco ao ios em países emergentes e apresentando estabilidade e fluidez impar através da interação entre hardware e software que assim como a Apple faz a Microsoft faz só que ainda mais inteligente trazendo essa interação para os aparelhos de entrada ou seja low end que é a melhor relação custo beneficio para quem quer um celular mais em conta. A Microsoft acertou muito em trazer o Windows para os smartphone de entrada e atualizando os mesmo com freqüência.
    Em relação a Apple parei de olhar com desdém desde a surpresa que foi o iPhone 6 plus com aquele design impecável e tela maravilhosa, fora que amo phablets, dispensa totalmente o uso de tablets, notebooks e desktop, hoje tenho vontade de ter um iPhone 6 plus.
    Porem o Android continua sendo minha melhor opção devido a liberdade que ele me oferece justamente por ser open source.


    • Concordo bastante, mas sobre o Iphone 6 plus o Design é muito bom mas não ótimo, ainda mais com toda aquela borda inferior e superior exagerados que ultrapassam facilmente vários smartphones e ainda possui tela muito menor, fora a bateria, de resto é bom mesmo.


      • Concordo com você nesse ponto, o aproveitamento da tela é baixo. Mas acredito que a Apple teria a intenção de apresentar um phablet com essas dimensões, fora que o aparelho não se torna feio por isso.


    • Com Windows Phone 10, os "phablets" da Microsoft estará bem próximo de um PC com o continuum e suas integrações com o PC.
      Com relação a Apple: Eu ainda prefiro um iPad Air ao invés de um iPhone. E nenhum celular da Apple tem condições de fazer 1% que um computador faz. Como mencionei acima, neste caso, o Windows Phone 10, será o sistema que chegará mais próximo de um PC.

      w w w. tecnologia.com.pt/2015/05/microsoft-apresenta-continuum-windows-phone/


      • Preste atenção... Queremos smartphone e não um PC... Se MS não conseguir separar isso... Continuará líder nós PCs, mas em terceiro nós móveis...


  • Acho a Microsoft e a Apple são as maiores inimigas do Android, porém atacam de forma diferente, o que é ainda mais perigoso.

    Com o aumento no valor dos aparelhos top de linha com Android, cada vez eles estão mais próximos dos preços dos iPhones, e em países em que ele não custa absurdos como o nosso o iOS tem arrematado mais e mais usuários de aparelhos tops. O fato é que o iOS não sofre de nenhum dos pontos citados acima, tendo uma politica de atualização impecável. Um cara que teve seu aparelho lançado no ano passado e se vê mofando pra receber a nova versão com a incerteza de se vai receber um ainda mais nova fica obviamente tentado a usar os aparelhos de uma marca em que um aparelho de 2011 recebe atualizações até 2015! Sem contar que apesar do hardware está atrás em números, isso não é refletido na prática. O iPhone 6 com 1 GB de ram, Processador dual core e câmera de 8mpx só veio ser alcançado (e não superado) agora por um Galaxy S6 com 3 GB, Processador Octa core e uma câmera de 16mpx. Dá pra entender a disparidade entre os sistemas não? Porém é só esse segmento que ela oferece risco. A Apple não tem plano algum de se colocar em um segmento de baixo custo e a mais barata de suas linhas (a C) chega a preço de concorrer com alguns tops mais acessíveis como os da Motorola, Xiaomi e uns aparelhos com acabamento top e snap 6xx.

    Já o Windows Phone ataca pela outra polaridade. Trazendo aparelhos cada vez mais baratos (Um Lumia 532 com o hardware igual ao Moto E de primeira geração lançado por 399, quando o mesmo chegou por 599, por exemplo, ou até mesmo o Lumia 730 com o Hardware superior ao moto g de segunda geração custando 649 e sendo encontrado por até 499) e com um desempenho que não pode ser alcançado por aparelhos com o mesmo poder no android. Só como exemplo, o Moto G2, L Prime, L90, Xperia E2, Galaxy A5, Moto E2 e outros dispositivos rodando com um Snapdragon 400/410 não são capazes de executar o GTA San Andreas e alguns outros apps com fluídez, sendo necessário os 2GB do Zenfone 5 para tal feito. Porém, aparelhos extremamente mais fracos como o Lumia 435 (Snap 200 dual core + 1 gb de ram) com windows phone conseguem rodar o mesmo game LISO. Vou até mais longe, o aparelho mais fraco da linha desde o windows phone 8, o Lumia 520, com um processador de 2012, dual core 1ghz e 512 de ram roda ASPHALT 8 sem lags e travamentos.Isso se estende aos intermediários, eu mesmo possuo um Moto G2 e um Lumia 730 e posso afirmar que o Moto G2 perde feio em todos os quesitos possíveis. O desempenho alcançado pelos aparelhos intermediários e de entrada com o windows phone não pode ser equiparado pelo poder que o android tem e isso tem chamado cada vez mais atenção dos usuários que não se ligam tanto nas features, ou que não entendem muito de sistemas, sendo possível ver o resultado em países emergentes como o nosso (onde o windows phone já ultrapassou o iOS e é o segundo mais usado) e diversos outros. Nesse ritmo, ainda que seja bem pouco o windows phone só cresce constantemente nem que 0.2% de participação no mercado ao mês.

    Dito tudo isso, verificamos qual onde o Windows Phone peca: em apps e interface. Porém esses dois pontos já estão sendo ressolvidos. O Windows 10 (versão que sai em setembro) está em beta e a cada atualização do preview ele fica mais próximo da interface para desktop (que é muito linda, diga-se de passagem). Quanto aos apps, para os desavisados a microsoft adicionou recursos ao SDK do Windows onde é possível que o desenvolvedor poderá portar o aplicativo feito em Java,C++ (linguagens do android) e Objective C (do iOS) para a C# (Windows) sem trabalho e sem gastar recursos, substituindo os serviços da Google e Apple automaticamente pelos da Microsoft (google maps pelo bing maps, gmail pelo outlook, google drive pelo onedrive, docs pelo office, hangouts pelo skype e cia) e ainda possibilitando incluir as features do windows (live tiles, integração com a cortana por exemplo). Ou seja, se eles não vão gastar muito,, e nem ter que perder tempo re-escrevendo o codigo, porque não por lá, só pra ver o que vai dar? e isso tem dado frutos. Com menos de 1 mês desse projeto, já foram portados mais de 50 apps e games populares como Candy Crush, Dead Trigger 2, Overkill 3, Plangue Inc. e cia.

    Ainda assim tem mais. A Microsoft está infestando o Android com os serviços dela. Até a Cortana vem pro Android. Porém, a intenção não é fazer um campo seguro no Android e sim diminuir a relevância dos serviços da Google. Com muitos apps no windows phone, uma boa interface, o que prenderá os usuários no android? Os serviços da Google. Porém se ela trás pro Android vantagens ao usar o Outlook ao invés do Gmail, o Onedrive ao invés do Google Drive, O OneNote ao invés do Google Keep, O Xbox Music ao invés do Google Play Music, o Skype ao invés do Hangouts e até mesmo a Cortana ao invés do Google Now ela pode arrematar os usuários desses serviços em seu aproprio território. Logo, se você usa os serviços da Microsoft, porque não usar o sistema dela, onde a integração entre eles é muito maior e inclusive, eles tem integração com o Hardware e Software? Isso é um plano muito maligno, a longo prazo e que tem tudo pra dar certo. E isso ainda se expande, se você notar que a Microsoft firmou parceiras com 50 empresas que utilizam Android para por seus serviços pré-intalados nos seus próximos lançamentos, incluindo nessas empresas as bem populares Samsung, LG e Sony.

    Conclusão desse super texto, que acredito que ninguém vá ler (estava sem o que fazer kkk). A Apple JÁ está tomando o lugar os tops de linha com Android pouco a pouco. Já a Microsoft está pensando a longo prazo e trazendo GRANDE perigo ao segmento de entrada e intermediário. Não sei se a Google vai cair, mas ao passo que está, em 5 anos teremos um mercado equilibrado entre essas três potências o que vai ser uma coisa MUITO boa para nós consumidores.


    • Texto muito bem elaborado parabéns usou de muita técnica e se expressou muito bem pois é o que eu penso também. Nunca fui de olhar para o iPhone e enxergar grande avanço em termos de tecnologia, mas ultimamente ele vem me chamando atenção por sair da zona de conforto e apostar em uma especie de phablet. Compartilho a mesma opinião sobre a Microsoft que foi muito bem colocada, o Windows em anos se continuar da forma que esta hoje pode sim chamar atenção, pois vem conquistando espaço sim, a Microsoft não pode recuar agora. Não usaria um Windows Mobile hoje justamente pela interface, gosto da liberdade do Android mas infelizmente vejo o monopólio mascarado que a Google vem criando. Acredito que em anos o mercado se torne mais estável. Fora que é muito bonito ver três sistemas operacionais totalmente diferentes em questão de interface mesmo disputando o pódio.


    • E sobre a questão hardware do iphone 6 vs androids é que ela tbm faz seus próprio hardware e o eleva a níveis fantásticos deixando só a GPU pra Imagination, então por mais que seja dual, o sistema é feito pra extrair ao máximo disso. Com o Android já não, pois os SoC são muito bons mas não em nivel espetacular de engenharia como o A8 da vida por exemplo, e ainda usar o Android que é um sistema modular que se adapta mas não é criado exclusivamente para determinando hardware (o que ajudaria a usar 300% da sua capacidade).

      Microsoft se dá muito bem pois vai aderindo aos poucos tecnologias em seu OS e só aceita uma empresa para os Processadores, que é a Qualcomm, então roda melhor ainda MESMO com menos poder, além da memória, mas aí é sempre a otimização do OS a a determinação da Microsoft em exigir hardware mínimo X, e não deixar ultrapassar até tal limite. O android é mais flexivel nisso e faz a evolução ficar gigante e muito mais rápida, só que sem controle e suporte a isso, além de otimização além do normal. Pode ficar muito bom, mas não além do que certamente ele conseguiria. Talvez com esse projeto Sky usando o Dart ele melhore, deixe de canto a virtualização, se foque em melhorar o código e otimização em C.


    • Eu adoro ler e li tudo. Hahahahaha.


    • Escrevi praticamente a mesma coisa para o Windows Phone +, num artigo entitulado "O próximo bilhão". se quiser dar uma lidinha, fique a vontade!


  • Ótimo artigo. Escrevi um semelhante para o Android Mais, falando especificamente da baixa adesão ao Lollipop.
    Concordo com praticamente tudo. Não entendi o que o autor quis dizer com o Windows Phone ainda não ser "uma plataforma viável", mas acredito que ele tenha se referido ao ecossistema. Se for isso ele tem razão. O Windows Phone não tem a mesma quantidade de apps em sua Loja (assim mesmo, com "L" maiúsculo), mas o problema não é quantidade, e sim qualidade. Muitos são bem ruins (caso do app do Google), e outros oferecem apenas o básico (caso do Twitter). Mas claro que alguns são muito bons, caso do Telegram, do HERE Maps e do Disqus (que até hoje é exclusivo da plataforma, não sei por que). Sou usuário da plataforma e falo com propriedade.
    Quanto à BlackBerry, eu vejo com uma ameaça potencial a todos os sistemas. O fato de o BB 10.3 conseguir executar aplicativos em Java deu ao sistema a capacidade de rodar apps Android - e muito bem, diga-se de passagem. Por isso que os novos modelos e os que são atualizados para a versão mais recente do sistema tem acesso à Amazon AppStore - uma das ameaças citadas no artigo. Um cara chamado Jim Muir aproveito-se dessa habilidade do OS da canadense e criou um app chamado SNAP, que é nada menos que um cliente da Play Store. Mesmo que o Google bloqueie, ainda é possível baixar apps Android de outras formas. Resumindo: praticamente acabou o problema da falta de aplicativos para BlackBerry.
    Sobre o iOS, méritos da dupla iPhone 6 & iPhone 6 Plus. Venderam como água na China, e razoavelmente bem na Europa. São aparelhos inferiores em hardware? São. O sistema é meio atravancado pelas barreiras? Nem tanto quanto era antes. O fato que não se nega é que o iOS tem um desempenho excepcional nesse hardware de baixo nível, e no final das conta é isso que importa.
    Já o Cyanogen (o OS, não o Mod), só lamentos. Os caras de Seattle foram (e são) espertos. Um Android sem vínculos obrigatórios com qualquer empresa que seja, inclusive o Google, é tentador. Imagine poder escolher o Truecaller como discador padrão? Ou a Cortana como assitente virtual padrão? Ou o Camera 360 como app de fotografia padrão? A lista pode ir bem longe. E tudo isso com a garantia da Cyanogen Inc de que o usuário sempre receberá atualizações de sistema.
    Essas ameaças tem seu lado bom, todavia: farão o pessoal em Montain View acordar e trabalhar para manter o Android na liderança


  • Artigo muito bom!


  • não sou fanboy de ninguém, mantenho minha mente aberta, usuário de Android mas sempre observando o iOS e Windows Phone, sempre manuseio um iphone ou lumia quando tenho oportunidade, mas não tem jeito, quando somo os pros e contras desses sistemas, ainda considero muito mais vantajoso Android


  • Não acredito que o IOS causará medo ao Android, até porq quem busca um iPhone está buscando uma marca para se exibir e não um aparelho que tenha toda usabilidade como o Android, e também acho que essas propagadas da Apple são apenas marketing mentirosos para querer crescer em cima de mentiras e bancando sites para falar q seu aparelho é o melhor. Existe sites que descaradamente na cara dos leitores ficam mentindo dando vantagens ao iPhone por com certeza a Apple patrocinar eles, uma prova é tanto que no evento da asus no lançamento do zenfone 2 foram tiradas umas fotos comparando com o iPhone 6 e o da asus passou por cima do iPhone 6 e quando vão comparar dentro desses sites de Android os caras dão vantagem ao celular da maçã, mesma forma acontece com o s6 que passa por cima do iPhone 6 e os caras ficam promovendo absurdamente a maçã podre.


    • Você comete o mesmo erro que a grande maioria dos brasileiros cometem quando o assunto é Apple.

      "Quem busca um iPhone está buscando uma marca para se exibir e não um aparelho que tenha toda usabilidade como o Android"

      Para exibir o quê?
      Isso só é válido para o Brasil, e este país está longe de ser um dos que a Apple domina o mercado.
      Qual é a justificativa MUNDIAL? exibir também?
      Um aparelho onde muitas vezes o preço é igual ou menor ao dos maiores concorrentes lá fora?

      Dizer que quem compra iPhone quer "ostentar" é uma das burrices tecnológicas do século.
      Tanto para quem compra com essa finalidade na cabeça quanto para quem diz que a finalidade de fato é essa.

      Já usei de Siemens à Apple e não vejo motivos para essas frescuras de Fanboys.
      Vivo muito bem com meu Android atualmente, assim como vivi com meu Windows Phone e dispositivos com iOS, inclusive usando ambos ao mesmo tempo.


      • Estou com preguiça de fazer um comentário muito grande então vou resumir:
        O iPhone é um aparelho caro em qualquer lugar do mundo, sempre é o aparelho mais caro que lança. Porém comparando com o poder aquisitivo de países mais desenvolvidos, seria comparar comprar um eletrônico de 200 reais ao invés de um de 150, o valor de smartphones não chega a incomodar muito na maioria das vezes. Sim, existem pessoas que analisam e racionalmente escolhem usar um iPhone pela preferência, mas grande parte dos consumidores compram por status, mesmo que não seja explicitamente (no caso de alguém que nem pesquisa mas fala que iPhone é melhor porque é mais caro e ouviu falar que é melhor, ou então quem sai de Galaxy Y pra desejar iPhone e fala que "Android é lixo"). Proporcionalmente a Apple vende produtos muito mais caros aqui no Brasil, mas em todo o mundo eles praticam preços muito mais elevados que a concorrência, e na minha opinião em praticamente todas as vezes o valor a mais não compensa pelo benefício.


      • Vamos comparar os valores do iPhone 6 e Galaxy S6 ?

        iPhone 6 - Estados Unidos - $649 - Apple Store - Sem contrato
        Galaxy S6 - Estados Unidos - $684,99 - AT&T Store - Sem contrato

        iPhone 6 - Espanha - 699 €
        Galaxy S6 - Espanha - 699 €

        Não é o aparelho mais caro do mundo quando lança.
        E como disse, o valor dele varia para mais ou para menos, em uma margem muito baixa.

        Não justifica de forma alguma comprar um produto para "ostentar", em país de primeiro mundo.
        Isso é coisa de gente complexada de país subdesenvolvido.


    • Eu não discordo com o comentário do colega de que muitos usuários no Brasil se aderem ao iPhone por puro status, isso é inegável, mas daí a classificar o sistema/aparelho como um item de status por conta dessas pessoas retardadas já é ser retardado como os tais ( desculpe a franqueza ) mas eu pensava assim até usar um iOS, hoje vejo que o sistema apesar de ser fechado cumpre bem com sua proposta, as pessoas aqui no Brasil tem que abrir mais suas mentes e sair do seu mundinho do achismo, porque algo não te agrada não quer dizer que não é bom, porque um acha ostentador que você vai comprar com a intenção de ostenta, aliás acho isso ridículo, que ostente com um carrão pelo menos kkkkkkk


  • Eu serei o próximo a ir pro IOS fechadinho mesmo...😍😍😍
    iphone 5s me espera...😍😊😁😀
    e danem-se os anti Apple


  • Eu penso que a Google deveria rever a sua política liberal quanto ao Android, pois esta excessiva ramificação causa muita bagunça, deixando vários Smartphones órfãos de novidades cedo de mais. Independente das customizacões que as fabricantes fazem, o Google deveria obrigar um período mínimo de atualizações do sistema operacional, com isso já iria ajudar bastante a segurar os seus clientes das plataformas Android.


  • vamos ver....-_-


  • Acho que atualmente nada ameaça a soberania do Android. O Android é igual ao Windows no PC, tem gente que odeia, tem gente que xinga, mas a maioria esmagadora usa e é satisfeita e não troca, conheço pessoas que podem comprar MAcs, mas não compram porque não gostam do sistema ou preferem o Windows por terem usado durante muito tempo, é a mesma coisa com o Android, eu particularmente já tentei ir pro iOS, passei uns dias com o iPhone, mas ví tanta coisa limitada em comparação a um flagship e até alguns mids Androids que devolvi o aparelho e voltei pro robozinho verde.


  • Eu concordo que WP esta melhorando e que essa versão 10 se for como imaginamos ela será uma pedra no caminho do Android e eu torço por isso. Não que eu não goste do Android ate porque eu uso um, mas a ideia de ficar preso a um único sistema não é uma algo bom. Se o w10 cumprir o que ta prometendo, pode ter certeza que vou migrar. Isso do Android que trava com um certo tempo é foda, chega a irritar, mesmo em tops de linha. O lollipop cheio de bugs, WP fica como um intermédio entre Android e ios. Se decolar quem mais vai ganhar somos nós os consumidores. E outra, 1 giga de RAM no Android não é de deus. 😒


  • Eu acho o que realmente pode tomar uma grande parcela do Android é o WP, porque pelo que essa versão 10 está mostrando, ele será muito fluido além de muito inovador, com um porte mais fácil de apps de outros SO para ele, então isso sim é uma preocupação. Eu mesmo amo o Android, porém sempre quis ter um WP só que até agora não vi vantagem em ter um, muitos menos tudo que eu preciso nesse SO, se a versão 10 me oferecer o que eu quero, facilmente mudo de SO.


  • Pare e pense um pouco imagine só se o iPhone fosse acessível para todos aqui no Brasil acha que o Android iria reinar? pois bem precisasse de muitos Android para valer um iOS, olhe quantos iPhones a Apple lançou vc acha pouco? mas foi o suficiente para bater de frente com todos os Androids


    • Cara, não é porque o Iphone é caro e o Android mais acessível, que o IOS iria reinar, escolher um SO é puramente questão de gosto, apesar da grande maioria não ter condições para adquirir um iphone, tem uma parcela que tem,por isso é questão questão gosto, eu conheço várias pessoas que podem comprar um iphone, inclusive eu, porém não se adapta ao nosso gostos e usos então não é assim cara.


    • Se o iPhone fosse acessível como vários Androids são o efeito "ostentação" que ele tem ou teve, sei lá não me importo com esse smartphone caro e atrasado, se perderia, ultimamente ele já está sendo muuuuito utilizado porque iPhone e Moto g só é oq tem, imagina se ficasse mais em conta como é em outros países, talvez com isso o povo parasse de pensar na marca e pensasse na tecnologia embarcada, acho que seria até pior para a Apple, não sei se ela lucraria tanto quanto lucra vendendo pouco e cobrando caro como faz atualmente. Ou você pensa que todo mundo na face da terra sonha em ter iPhone??? Pelo contrário, a Apple fala no número de pessoas que trocam de Android para iPhone, mas e as pessoas que trocam de iPhone para Android também e nunca mais voltam pro iOS, ela não fala dessa parte né?? MAs ela existe viu e muito, o Android mundialmente não para de crescer, se eu fosse a Apple eu me preocuparia era com a Microsoft com o novo Windows 10 Mobile e seus novos recursos...


    • Verdade,mas acho que a Apple vende muita marca,então se fosse mais acessível iria deixar de ser um atrativo como é hoje,mas que o Android venderia menos é verdade,e assim talvez,com o tempo,ter um Android se tornaria um "luxo", até pq nós que temos/gostamos do Android comparamos ele ao IOS,já os que tem/gostam de IOS nem comparam,sem saber então as vantagens do Android,e talvez o Android evoluísse a ponto de reparar aquilo que o deixa atrás do IOS e ocorresse o processo inverso,ou não😜😜😜


  • "ROMs personalizadas, como a CyanogenMod, estão crescendo ao ponto de desafiar o domínio do Android". Deu vontade de parar de ler aí.


    • Só me explique o porquê,porque eu não entendi


      • Os usuários leigos que são a maioria, só querem usar o whats, face e joguinho e nunca vão colocar nada do que não já esteja. Ninguém ameaça ninguém. Como nos desktops o Windows continuará lá! Como sempre esteve. Para fazer modificações tem que aprender, para aprender, tem que ler. O povo não gosta de ler e o lado preguiçoso do ser humano e a acomodação não deixam as mudanças acontecerem.


  • O problema do Android é que todo ano o cara tem que trocar de aparelho(menos os nexus), visto isso, eu não estou disposto a pagar caro no lançamento pra daqui a cinco meses o produto da em um preço baixo, sem contar que muitas fabricantes matam o aparelho em relação as att. Por ex: já vão lançar o Android M e apenas 10% tem o lollipop, isso é foda. Eu uso Android porque não tenho escolha, ios é muito caro e ao mesmo tempo muito fechado. O windows é ate um bom sistema, porém sofre boicote dos desenvolvedores, tem muito APP na loja do windows, mas quando comparado a outras duas plataformas os apps são tudo defasados, ta lá só por ta. Então o usuário fica preso ao Android. Espero que isso mude com esse tal de windows 10 e a ferramenta de conversão de aplicativos.


  • A fragmentação é o fator que mais ameaça a soberania do Android... 10% dos usuários com a Última versão a nível mundial é alarmante.. O problema na minha opinião está na politica "totalmente liberal" por parte da Google relacionado ao código do seu OS, o que permite as fabricantes criarem Skins com grande modificações, deixando milhões de usuários de aparelhos Low e Mid-End na mão e gerando fragmentação das versões, sempre que grandes mudanças ocorrem, assim como foi do KK pro Lollipop... Isso é o grande fator de risco ao Android na minha opinião.


  • Matéria que nos lembra de algo importante: "algo bom" não significa "algo sem falhas".

    Também não gosto de imaginar um futuro onde só o Android seja a opção de OS móvel - atrelado aos cada vez mais serviços inteligentes do Google. Monopólio só é interessante para quem o detém.
    O Google é esperto, em certo ponto, pois sabe que seus serviços são um diferencial. Por isso integra cada vez mais todos eles ao Android e vai além, focando na "internet das coisas".
    Questões de lucratividade são importantes, sem dúvida. Mas não acho que falte retorno. Ele poderia/deveria ser maior? Sim, mas não acho que a empresa esteja perdendo grana.

    Só esqueceram de mencionar o Steve Jobs, que chamou o Android de "abominação" e disse que dedicaria sua vida a destruir esse sistema. Ops! Ele já morreu!


  • Seria uma bosta se todos fossem android puro
    ainda bem q tem a fragmentação
    compra quem quer


  • tenho um Lumia 520 e um moto e comprei os dois com diferença de 6 meses. Minhas experiências com o WP e Android posso afirmar que em relação a software o WP não perde em nada para o Android, ainda mais agora que esta chegando o windows 10 acho que desta vez o WP deslancha. A única birra que tenho com o Android é as atualizações, pois a WP quando solta as atualizações tem menos bugs.


  • Com certeza as versões ramificadas do Android são a médio prazo o maior problema , pois a google deixa de faturar , não vejo a Apple como um "problema" , mas sim como um concorrente mais qualificado , muito mais organizado e diria mais competente , ela consegue cativar a sua clientela satisfazendo o ego delas , seja por status , seja por atualizações , seja por usabilidade , seja por pos venda e ate por inovação , quanto a MS com seu WP poderá dar trabalho a médio prazo , a ideia da total integração entre mobile e desktop a partir do W10 /WM10 deverá resolver o problema da falta de apps de qualidade ,as atualizações serão ate o hardware suportar, faltando apenas melhorar a UI ,a qual considero " medonha" e enfadonha, a BB é uma incógnita , excelente OS ( considero bem superior a Android ou iOS , WP sem comentarios) mas falta dinheiro para marketing , caso os rumores se confirmem que a MS a esta adquirindo ai o mercado ficara realmente interessante.


    • Acho sacanagem a CM querer competir com a Google sendo que pega o Android e modifica pra deixar do seu jeito. A Google deve mudar alguma coisa nisso o mais rápido possível, por que a CM tá crescendo, mais queria ver era a CM criar um Android do zero, por que pegar o sistema totalmente pronto é moleza..


      • Não é bem assim. O android é aberto então, por ser aberto é permitido modificações. Não vão fazer isso em um sistema fechado como o Windows. E o Google não desenvolveu o Android do zero, pois o Android tem uma perna lá no Linux. Ou seja "ladrão que rouba ladrão, tem cem anos de perdão"


    • Eu gosto do IOS, tenho um 4S que faz 3 anos e meio que possuo, agora que a bateria está começando a morrer quando ele chega a 10, 15%, mas não é sempre! mas já acontece! Agora são 3,5 anos né colega, atualizações em dia, apps com qualidade, pós venda descente, não vejo meu aparelho como ostentação, até porque se visse já teria trocado faz tempo pra ter "o ultimo modelo", ele funciona de boa, tem uma integração ótima entre o ipad e Mac.

      "um concorrente mais qualificado , muito mais organizado e diria mais competente , ela consegue cativar a sua clientela satisfazendo o ego delas , seja por status , seja por atualizações , seja por usabilidade , seja por pos venda e ate por inovação"
      Falou tudo..

      Mas se eu um dia trocar de S.O., com certeza seria o WP...


  • E aquela velha história de cuspir no prato que comeu espero que a Google reverta isso.


  • ótima matéria google sendo atacado de todos os lados é tenso


  • A Apple com certeza é a maior ameaça. Mesmo com toda tecnologia e inovações presentes no Android o Google ainda não conseguiu fidelizar seus clientes. Apple tem clientes assíduos , mais que isso são verdadeiros maníacos por produtos da empresa. Acho que isso aliado a outros fatores faz a Apple se sobressair.


  • Sei que não tem muito haver mas, no tecmundo saiu uma noticia dizendo que o Android M está mais adaptado para telas grandes, com o teclado dividido e multi-janelas
    "www.tecmundo.com.br/android/80786-android-m-voce-dividir-teclado-digitar-telas-grandes.htm"


  • Uma matéria interessante. Gostei!


  • #Tenso

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
[Error]