O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. OK
6 min para ler 15 Compartilhado 95 Comentários

Gerenciando a memória RAM do Android: porque você não precisa de espaço livre

"Memória cheia" é o tipo de notificação que ninguém gosta de receber no smartphone. Alguns usuários até instalam otimizadores de RAM que gerenciam o consumo de espaço. Mas, gerenciar manualmente a memória RAM do Android realmente faz sentido?

Pegue um atalho

O que é memória RAM?

Em um smartphone, como em qualquer computador, existem vários tipos de memória. Estas contam com velocidades variadas , tem preços diferentes e operam de forma distinta. A memória interna, por exemplo, é mais lenta, mais barata e economiza dados constantemente, mesmo quando o dispositivo está desconectado de uma fonte de energia. Essa memória é a responsável por guardar os dados de seus aplicativos, bem como fotos e vídeos.

AndroidPIT best smartphones 13
Não é preciso limpar a memória RAM do Android a todo momento / © ANDROIDPIT

A RAM (Random Access Memory) é mais cara, mas opera de forma mais rápida do que a memória interna. Ao contrário da memória interna, a RAM não funciona se o dispositivo estiver conectado a uma fonte de energia (no caso de um computador) ou com bateria. Ela serve como um local de trabalho para seus aplicativos, visto que eles podem armazenam dados necessários para uso do sistema.

Memória RAM do Android cheia: motivo para pânico?

Depois de um certo tempo, a memória fica cheia de aplicativos que são usados com mais frequência. Logo, ela precisará ser esvaziada para dar espaço a novas aplicações. O Android é um sistema que faz esse trabalho para você automaticamente, ou seja, você não precisa fazer nada.

Essa ideia de que a memória RAM do Android precisa ser limpa manualmente pelo usuário é um equívoco. A RAM vazia significa que você pretende usar vários aplicativos constantemente, o que nem sempre é verdade. Além do tempo que você perde cuidando disso, a limpeza desnecessária consome mais energia e reduz a vida útil da bateria com o tempo.

Ter a memória RAM totalmente livre não é algo ruim. O Android tem seu código fonte baseado no Linux e no Unix, logo, o kernel do sistema Linux estabelece regras para o gerenciamento de memória. Essas regras seguem o conceito de que memória livre é memória perdida.

Memória livre é memória perdida

Ao carregar aplicativos, todos eles ficam hospedados na memória. Se você usa um app e depois volta para a tela inicial e o abre novamente, notará que o mesmo será carregado quase que instantaneamente. Isso ocorre porque o aplicativo permanece de certa forma dentro da memória e, graças a esse mecanismo, o processador do smartphone pode ser executado rapidamente quando necessário.

Se você usa um gerenciador de tarefas e de RAM que encerra processos em segundo plano, conseguirá notar que o tempo de abertura de aplicativos será maior. Essa gestão desacelera o processador e reduz a performance até mesmo de dispositivos mais robustos, como o Galaxy S7, por exemplo, como vemos no vídeo abaixo (em inglês, mas com legendas em português disponível):

Limpar a memória RAM do Android: quando você deve fazer isso?

Considerando que muitas interfaces carregam gerenciadores com função de limpeza de RAM, muitos usuários acabam usando esses recursos de alguma forma. Na realidade, fechar um aplicativo para economizar memória só vale a pena em alguns casos.

Geralmente, só é aconselhável limpar a memória interna quando algum serviço ou aplicativo não está funcionando como deveria. Isso pode funcionar com o navegador de internet, que não está carregando as páginas, ou até mesmo com outros apps, como Facebook ou Twitter, por exemplo. O erro pode estar ligado a vários motivos, até mesmo ao superaquecimento do telefone, mas neste caso a limpeza é aconselhável.

Opinion by Hans-Georg Kluge
Muitas vezes preciso fechar aplicativos no multitarefa pois o sistema está lento.
O que você acha?
50
50
771 participantes

É claro que você não precisa limpar toda a memória RAM para resolver o erro de determinado app ou jogo, visto que basta encerrá-lo pelo multitarefa. Isso fará com que o mesmo saia da memória individualmente.

limpar tudo multitask android tips
Você pode fechar cada app separadamente ou pelo botão "Limpar tudo" / © AndroidPIT

Como ver a quantidade de RAM usada e fechar aplicativos no Android

Se encerrar o aplicativo pelo multitarefa não for o suficiente, você precisará então fechá-lo manualmente. Isso pode ser feito nas configurações do sistema. Neste mesmo menu é possível ver quais são os apps que estão usando mais RAM e também quais outros estão causando problemas no funcionamento do sistema.

Para ver a quantidade de RAM usada, vá até às configurações do seu smartphones. Procure pelo menu de aplicativos e selecione a guia "ativos". Desde o Android Marshmallow, a seção que mostra a quantidade de RAM em uso está no menu "Memória", na lista de configurações principais.

Aqui você verá estatísticas detalhadas sobre o uso da memória nas últimas horas. Dependendo do smartphone e da interface do usuário, este painel estará escondido em algum sub-menu.

uso memoria forcar parada
Gerenciando o consumo de memória RAM individualmente / © AndroidPIT

Para fechar um aplicativo é preciso entrar na opção "informações do aplicativo". Pra localizá-la você terá que selecionar o aplicativo na lista de uso da memória RAM. Busque pelo botão "encerrar" ou " forçar parada". Se o problema de erro persistir, recomendamos que você reinicie o smartphone após este processo.

Limpando a RAM: desinstale aplicativos que consumem memória

Como vimos acima, a lista de consumo da RAM nos mostra a quantidade de memória que determinado aplicativo precisa para funcionar. Um número elevado significa que o mesmo requer muitos recursos para seu funcionamento. Existem algumas alternativas para isso, além da limpeza, ou seja, você pode remover aqueles que você não usa há certo tempo.

Busque pelo aplicativo no menu de configurações, ou vá direito até a lista onde o mesmo está instalado. Faça sua remoção e lembre-se de apagar seus dados antes, se possível. Se isso não funcionar, será preciso remover as permissões que foram concedidas durante sua instalação.

seguranca adm dispositivo tips
Desmarque as permissões de administrador dadas aos aplicativos / © AndroidPIT

Para isso, siga o caminho: Configuração do sistema> Segurança> Administrador de dispositivo e desativa das chaves ao lado. Pronto! Você pode encontrar mais informações sobre o processo de desinstalação de aplicativos no artigo abaixo:

Gerenciando a memória RAM: conclusão

Você precisa limpar a memória RAM do seu Android? Não!

Você só precisa agir quando o sistema do seu smartphone começa a ficar mais lento. De modo geral, o Android é projetado para gerenciar a RAM de forma otimizada. Fechar aplicativos no multitarefa, contudo, pode melhorar a operação do sistema, mas isso não tem muito impacto ou ligação com a eficiência da memória RAM.

Isso não é ruim. Tenha em mente que o gerenciamento automático de RAM do Android o torna um sistema eficiente, e que está a altura das exigências do usuário. Então, deixe a limpeza da RAM para Android, e fique apenas com oq ue diz respeito a diversão!

Você costuma limpar a RAM do seu Android? Faz isso com frequência?

15 Compartilhado

Os comentários favoritos dos leitores

  • Vinicius Guerra há 3 meses

    No início do Android eu ficava mesmo limpando a memória, ai eu reparava que os aplicativos abriam logo em seguida, então, notei que de fato era desnecessário limpar memória. Afinal, memória existe para ser usada. Se o sistema precisar de mais memória, ele mesmo resolve fechando aplicativo ocioso.

    Depois de todos esses anos usando Android, o único otimizador de verdade que funciona, é o SD MAID, ele é fantástico mesmo, as pessoas vão instalando aplicativos, desinstalando, próprio sistema acumula restos de aplicativos, logs e etc, e o SD MAID limpa de forma única. Uma pena que um grande público desconheça esse aplicativo, pessoal adora o Clean Master, esse é terrível, e só atrapalha o sistema, assim como muitos outros falsos limpadores por ai.

  • Leandro Marques há 3 meses

    Kkkkkkkkk e o engraçado é que a maioria acredita que funciona mesmo. E quando vc fala que são só enganação, as pessoas não aceitam e ficam indignadas. Parece que os app fazem um lavagem cerebral nos usuários hahaha 😂

  • Henrique P.
    • Blogger
    há 4 meses

    Sempre foi assim. Memória RAM foi feita pra ser usada. Se não querem ela cheia, é fácil, não usem o celular. Agora o que realmente é fato, é que não dá pra deixar muita coisa coisa aberta com 2 GB. Imagino com 1 GB de RAM. Mas de qualquer forma não deixo aplicativos no segundo plano, mais como prevenção. Uso bastante o Greenify pra economizar bateria.

  • Daniel há 4 meses

    Eu vivia baixando essas bugigangas de gerenciadores de RAM antes de ter uma compreensão exata do auto gerenciamento do sistema Android, por mais tutoriais informativos como este.

  • Marcelo Neri há 4 meses

    Virei adepto a memória RAM mais robusta, uso um aparelho com 4 GB e já tenho planos de comprar um com 6 ou 8 GB.
    Sempre achei esses aplicativos pra gerenciar RAM desnecessários, uma parte da matéria confirmou isso!

95 Comentários

Escreva um comentário:

  • Concordo com a matéria. Já tinha percebido que quando fazia a limpeza da memória ao invés de liberar espaço, estava aumentando o espaço utilizado!! Deixarei de fazer esse procedimento esperando que a Samsung resolva esse problema.


  • Entendi tudo, realmente tem fundamento... Mas por costume quando lembro dessa matéria já limpei a bendita RAM.


  • Memória RAM, na minha opinião seguindo a lógica do conjunto de hardware vs otimização do sistema, a quantidade de memória RAM livre é importante.

    Espaço livre na RAM nos trás mais espaço para apps instalados pelo usuário rodando em segundo plano e agilidade na reprodução de apps que exigem bastante dela.


    • Sim e não Naderson, existem prós e contras neste conceito.
      Você esta certo em dizer que quanto mais livre estiver a ram, mais rápido será a abertura de aplicativos, porém isto trás um agravante, que é a reabertura constante de aplicativos que você mais utiliza, assim exigindo mais da cpu e consequentemente onerando a multitarefa e aumentando o consumo de bateria.

      Não foi relatado no artigo, mas existe duas variáveis no kernel linux que sempre deixa um espaço de memoria ram livre justamente para a tarefa de processamentos prioritários: min_free_kbytes e extra_free_kbytes.


      • Entendi, excelente feedback, apesar de eu ter me expressado errado no conceito, corrigindo o que mencionei sobre " espaço livre" e mudando para maior capacidade de memória RAM instalada no aparelho, ou seja, na lógica quanto maior a capacidade de memória RAM (ex: 3Gb, 4GB ou 6GB ), mais apps poderão ser utilizados em segundo plano e o tamanho livre que o kernel irá reter para aplicações mais pesadas e prioritárias será maior correto?


      • Sim e não novamente, pois estes valores geralmente são pré-configurados pelas OEM. Cada uma usam valores específicos para mfk, lmk, oom e vm.
        No caso de roms alternativas, geralmente estes valores vem pré-configurados para usar a ram em sua totalidade, e colocando a oom para trabalhar em equilíbrio para manter um bom espaço de memoria para abertura rápida de aplicativos e para uma bom gerenciamento de multitarefa.
        Por isto que muitas vezes ao usarmos uma rom não original de fabrica, sentimos a Ram mais leve e suave.
        De smartphones de empresas, a melhor configuração que encontrei destes parâmetros foi dos smartphones da Asus. Tanto que ainda os utilizo.


  • Meu celular samsung tem 700mb de RAM

    Choro todos os dias


  • O ideal mesmo é remover apps que a pessoa não utiliza. Quando compramos um aparelho com Android, ele já vem cheio de "coisas", para tanto basta excluir.


  • Não sei como funciona o gerenciamento de ram da apple, mas to usando um samsung com 1gb de ram e o meu iphone 5 com os mesmos 1gb segurava o tranco muito melhor. Nesse celular é praticamente impossível ouvir música no spotify enquanto faz qualquer outra coisa.


  • Gostaria de agradecer aos organizadores por este tema.


  • A matéria esta corretíssima sim MAS NÃO ABRANGE todo tipo smartphone. Entrada e alguns Intermediários não mesmo.
    Um Moto G, um J2 ou qualquer outro aparelho menos potente se beneficia SIM da limpeza de RAM.
    Vamos pegar o ''Moto G2 da sua Tia'' - Tem o Facebook/Messenger, WhatsApp e alguns joguinhos como Subway Surfers ou Candy Crush. Todos ficam na memoria. Caso em algum momento ela entre num site de receitas e abra varias abas, o cel trava. Um Greenify resolve, limpando os apps mais pesados pra poder usar o Chrome direito.

    Eu tenho um Galaxy Win 1 que, sem passar o Greenify (por exemplo), eu nao consigo usar nada com alguma velocidade que nao me faça tacar o celular na parede.

    Tenho um Moto Maxx tambem e nele sim nao vejo necessidade de nada disso, mas quando jogo um Modern Combat 5 ou Dead Effect (por exemplo) faço o fechamento de redes sociais e afins apenas pra nao ficar esperando o android fazer isso depois do jogo começar (e tambem por que e irritante o bubble do messenger no meio dum multiplayer hahaha)


  • O próprio Android Nougat, Marshmallow já estão bem maduros nesse quesito de gerenciamento de apps é permissões de quando e como devem gerenciar a RAM, em aparelhos com 2GB de RAM é possível rodar o sistema fluido e com sobra se vc é uma pessoa que acompanha esse gerenciamento de perto.


  • Instalei varios aplicativos de gerenciamento e só notei aumento no consumo de bateria, agora deixo o android mesmo resolver essa questão!


  • Se nao preciso pq a propria google desistiu e lanço o pixel com 4gb de ram?


  •   33

    Limpar RAM = Secar gelo


  • Legal saber disso, muito interessante.


  • muito bom viu

Mostrar todos os comentários

O AndroidPIT utiliza cookies para garantir que você tenha a melhor experiência no nosso site. Mais informações

Entendi