Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Como se livrar do efeito Burn-in na tela do seu Android

Como se livrar do efeito Burn-in na tela do seu Android

Efeito Burn-in (ou tela-fantasma) é o nome dado a uma descoloração permanente de uma parte da tela do smartphone, causada pela utilização irregular dos pixels. O uso prolongado de imagens estáticas pode criar uma sombra ou fantasma permanente dessa imagem no display. Neste artigo você descobre como corrigir esse problema.

O que é o efeito Burn-in?

A tela-fantasma acontece quando os compostos de fósforo que emitem luz para produzir imagens perdem a sua intensidade com o uso prolongado. Além disso, o uso irregular - apenas uma parte da tela iluminada por muito tempo, por exemplo - pode “queimar” essa imagem no display, a qual passa a ser visível o tempo todo.

A Samsung, por exemplo, na tentativa de evitar tal problema na linha Galaxy, oferece o recurso Always On sempre em movimento na tela de bloqueio, pois caso optasse por mostrar o horário e as notificações de forma estática, o display poderia ficar marcada.

O problema é comum e afeta, principalmente as telas AMOLED - ainda que os displays de LCD também não estejam completamente livres desse bug. Modelos de smartphones onde a barra de navegação traz os botões virtuais de forma permanente costumam ser vítimas desse bug.

Este problema está relacionado ao hardware do aparelho

Este problema está relacionado ao hardware do aparelho, neste caso, à tela. Desta forma-se o seu aparelho estiver apresentando tal defeito, entre em contado com a fabricante do aparelho, ou com a loja na qual você o comprou e peça a troca do dispositivo ou, pelo menos, da tela do mesmo.

Como este é um problema que pode ser identificado logo nas primeiras semanas de uso do dispositivo, muito provavelmente este tipo de serviço não irá gerar custos. Lembre-se que, caso você tente trocar a tela do aparelho manualmente, você irá perder a garantia do mesmo.

Agora, se o seu smartphone está apresentando o efeito Burn-in na tela e você já não tem mais garantia e não quer pagar pela assistência técnica, você poderá utilizar como paliativo algumas soluções para restaurar a qualidade de imagem do dispositivo, principalmente na forma de aplicativos, disponíveis no Google Play. Confira três deles:

Screen Burn-in Tool

O princípio do app é simples: uma sequência de cores primárias é exibida em toda a superfície da tela do seu dispositivo, e dessa forma os pixels “queimados” são restaurados.

Na verdade, essa também era a função original dos salva-telas de computadores: aquela imagem dinâmica que aparece quando a tela está ociosa faz os pixels “se exercitarem” e não permanecerem iluminando a mesma área do display sempre. O processo é automático e em nossos testes durou 26 minutos.

screen burn in tool
Screen Burn-in Tool: processo simples para reparar o "efeito-fantasma" / © AndroidPIT

AMOLED Burn-in Fixer

Compatível apenas com smartphones Android que trazem o Lollipop ou superior como sistema operacional - já que ele usa a funcionalidade de Cores Invertidas/ Cores negativas - este app tende a forçar os pixels atingidos pelo Burn-in, fazendo com que eles voltem a exibir as cores corretas.

O processo é automático e pode demorar entre 15 e 25 minutos para ser completado. Em nossos testes, ele durou 19 minutos.

amoled burn in fixer app
AMOLED Burn-in Fixer: exclusivo para smartphones Android com Lollipop+ / © AndroidPIT

Além disso, para comprovar se o display do celular está sofrendo com o Burn-in, o AMOLED Burn-in Fixer faz um teste na tela. Ele utiliza jogos de cores que mostram ao usuário onde estão localizados os pixels afetados pelo problema. 

Screen Adjuster Free

Usando o Screen Adjuster Free é possível configurar a emissão das cores na tela (normalmente, entre tons de verde, vermelho e azul), e diminuir a potência de cada uma delas, aliviando o efeito Burn-in. 

Depois de baixar o Screen Adjuster Free, você pode balançar as cores até ver o ponto em que o problema da tela fantasma seja corrigido. Assim, não existe uma fórmula específica, você terá que configurar as cores no olho mesmo. Se você utiliza este app, deixe nos comentários abaixo a relação de ajuste que solucionou o seu problema, assim, mais usuários poderão tentar fazer o mesmo.

screen adjuster free app
O Screen Adjuster Free é rápido e fácil de usar / © AndroidPIT

Depois de adicionar os valores, clique no botão "Adjuster OFF" para aplicar a sua configuração. Você também pode ativar tal opção logo no início e verificar em tempo real como a imagem aparecerá no display. Para voltar às configurações do anteriores, bastará desativá-la clicando em "Adjuster ON". Este processo é o menos demorado dentre as três sugestões presentes neste artigo. 

Seu smartphone já teve esse problema? Usou outro aplicativo para solucioná-lo?

Artigos recomendados

4 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.
Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • Tive esse problema com um g4 plus, levei na loja e peguei outro com o mesmo problema. Recentemente comprei um g5 e adivinha, o mesmo fucking problema pqp;;;;


  • Tive problemas com retenção de tela em meu antigo RN4x, mas apliquei as configurações de tela Cool Amoled e nunca mais aconteceu.

    Red - 236
    Green - 248
    Blue - 256
    Contrast - 130

    Não sei se funcionaria com o Screen Adjuster Free, pois usei o advanced control que vem em algumas roms e nele os valores de ajuste vão até 256 e ele possui mais opções de ajuste como saturation e rgb value.
    Pode-se tentar utilizar a regra de proporção para tentar aplicar no Screen Adjuster Free.


  • Saudades do Moto Maxx. Sempre usei custom rom no meu. Então sempre pude usa-lo com temas pretos. E como toda custom rom que presta, dava pra girar a tela, deixando em qualquer posição, podia usar o celular até de cabeça pra baixo se eu quisesse, diversificando e evitando a queima dos pixels estáticos do layout. Fiquei 3 anos com O Moto Maxx, vendi ele com a tela sem marcas de burn-in. Não abro mão das telas amoleds, pela qualidade e superioridade nas cores. Meu atual celular também tem tela amoled, e também faço o possível pra previnir o burn-in, usando a mesma receita que eu segui no RAZR, RAZR HD, X1, X2, e Moto Maxx. Tema preto e não deixar imagens e layout estatísticos por muito tempo na tela, sempre usei o celular em full screen, sem botões virtuais. O que no Moto Maxx era até mais fácil por ter botões capacitivos.


  • Felizmente nunca passei por este dissabor, nem em PCs ou smartphones

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.