Nós usamos cookies em nossos sites. Informações sobre cookies e sobre como você pode se opor ao uso de cookies a qualquer momento, ou encerrar seu uso, podem ser encontradas em Política de Privacidade.

Opinião 3 min para ler 11 Comentários

Desbloqueio facial ainda não é uma boa ideia no Android

O desbloqueio dos nossos smartphones, até pouco tempo atrás, era feito por senha, desenho, essas coisas. Depois, passamos para os sensores biométricos que lêem nossas digitais. Agora, as fabricantes tentam nos convencer de que o desbloqueio facial é o que há de melhor nesse quesito. Porém, ainda estamos longe disso.

Com o iPhone X, a Apple introduziu seu sistema de desbloqueio facial, algo que já existia há tempos no Android. Acontece que a função que o Android oferecia era risível, facilmente enganável e lenta. A solução da Apple era rápida e se mostrava bastante segura. O Google se mexeu, as fabricantes também, e uma evolução aconteceu.

Infelizmente, ainda estamos longe de uma solução final. Apesar de Xiaomi, OnePlus, Samsung e outras grandes fabricantes terem novos métodos de desbloqueio facial, muito mais complexos, eles ainda podem ser facilmente ludibriados. O site The Register trouxe dados bem preocupantes, produzidos pela organização holandesa Consumentenbond.

Eles testaram 110 smartphones dos mais populares e, tirando as variantes dual SIM e regionais, aproximadamente 30 deles tiveram seu desbloqueio facial enganado por uma foto em alta resolução. Entre as marcas que chegam até nós, há aparelhos como o Galaxy A8 e A8+, Xiaomi Mi A2, Galaxy J8Sony Xperia XZ3 e muitos outros.

bad face unlock
Com variantes, mas ainda assim, preocupante / © The Register

Claro, há também os que não puderam ser passados para trás, como o Moto Z3 PlayOne Plus 5T, Galaxy J6, Galaxy A6+Galaxy S9, entre outros. Mas ver que há variações em um mesmo fabricante é algo que realmente preocupa. Por isso, por enquanto, a sugestão é não utilizar esse sistema em seu smartphone se quiser manter a segurança dele.

Mas soluções podem estar chegando

E o que a comunidade Android está fazendo? Bem, a Sony, já conhecida por seus sensores incríveis que integram as melhores câmeras do mercado, está se mexendo. Em entrevista à Bloomberg, Satoshi Yoshihara, chefe da divisão de sensores de imagem da Sony, indicou que a partir do segundo semestre de 2019 a produção de módulos de câmera 3D seria significativamente aumentada devido a alta demanda dos fabricantes.

A grande vantagem da tecnologia da Sony está no emissor de luz. O FaceID da Apple e também o reconhecimento facial da Huawei usam os chamados sistemas de "luz estruturada". Nesse caso, pontos que não são perceptíveis ao olho humano são projetados no rosto, enquanto uma câmera infravermelha lê essa imagem.

bad face unlock
A Sony já investe na leitura facial em 3D há um tempo / © AndroidPIT

Esses pontos e suas distorções podem ser usados para gerar informações 3D que podem ser usadas para reconhecimento facial. A desvantagem deste tipo de sistema é o seu baixo alcance e precisão.

A Sony, por outro lado, está trabalhando em um sistema chamado de "tempo de vôo", um sistema já usado pelo Project Tango do Google. Como este sistema usa um laser pulsante e seu tempo de propagação para o objeto e vice-versa para criar um mapa 3D, o sistema oferece uma vantagem de velocidade e precisão em relação aos sistemas semelhantes ao FaceID.

Talvez, assim, a velocidade e a segurança aumentem. O que você acha? Usa o desbloqueio facial?

*Com a colaboração do editor Shu On Kwok

11 Comentários

Escreva um comentário:
Todas as mudanças foram salvas. Não há rascunhos salvos no seu aparelho.

  • É, no Android não...


  • Uso o reconhecimento Facial do meu ZF5z e acho suficiente para meu nível de segurança, acho rápido e preciso. Só gostaia de ter a possibilidade de configurar mais de um rosto. Pois de óculos escuros não consigo desbloquear o aparelho.


  • O ideal seria um sistema de segurança misto. Ex: a digital desbloqueando o acesso ao detector de face, e aí então liberando o acesso; ex 2: o Nubia x, por contar com dois leitores de digitais nas laterais, pode ser configurado para desbloquear somente com a leitura dos dois sensores ao mesmo tempo; ex 3: o vivo nex funciona da mesma maneira que o nubia x, porém com leitor na tela.

    A Samsung poderia fazer isso, afinal s8 e s9 possuem leitor de digitais e leitor de íris.

    Apesar dessas medidas aumentarem o tempo de desbloqueio do celular, para quem quer o máximo de segurança em seus smartphones, acho que não se importariam.


  • No meu J4 Plus funciona, porem não utilizo, pois esse recurso consome bastante energia.


  • Xiaomi Mi8 espera vcs


  • Utilizo o leitor de íris no S8+ e funciona super bem. Não sei como burlariam... Se bem que há boatos que uma foto bem impressa com lentes de contato em cima da posição dos olhos funcionaria. Vai saber?


  • Não utilizo e independente da melhora da segurança, pretendo não utilizar.


  • Ainda não utilizo esse mecanismo.


  • No meu caso, Galaxy S9+, utilizo o desbloqueio facial associado ao leitor de iris. Tem atendido muito bem.


  • Meu mi 8 pro também funciona muito bem o desbloqueio facial. Já tentei desbloquear com fotos minhas até mesmo com uma foto no PC, e nada. Mas claro que não é infalível.


  • Utilizo reconhecimento facial em um One plus 6 , e estou satisfeito , praticamente não uso mais o desbloqueio por biometria nele , quanto a segurança , ainda não existe sistema de desbloqueio infalível , mas é bom que a segurança evolua